Bispos japoneses exigem fecho imediato das centrais nucleares

| 12 Mar 2021

Vista da Central Nuclear de Fukushima. Foto © Joe Moross/Wikimedia Commons.

 

“Em 2011, na sequência do terramoto e do acidente nuclear de Fukushima, pedimos, enquanto crentes que protegem a vida como um dom de Deus, o fecho imediato das centrais nucleares. Infelizmente, cremos que a situação foi, com o tempo, evoluindo em sentido contrário”, escreve em comunicado divulgado a 11 de março a Conferência Episcopal do Japão, que renova a sua exigência de fecho imediato de todas as centrais nucleares do país.

Dez anos exatos após o desastre da central de Fukushima, os bispos japoneses, citados pela agência aica, acrescentam àquele desastre a atual pandemia para concluírem: “Quando somos golpeados por desastres sem precedentes sentimos os limites da sabedoria e do conhecimento humanos e compreendemos quão frágeis somos. Nesse momento o nosso coração reconhece a importância da ajuda mútua e da solidariedade para proteger a vida.” Por isso, renovam o seu pedido em ordem “ao fecho imediato das centrais nucleares e a uma revisão dos estilos de vida”, nomeadamente em termos do consumo individual e coletivo.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Ministro russo repudia declarações do Papa

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Desarmar-se

Desarmar-se novidade

Sinto-me um pouco embaraçada. Perguntam-me: como correu o encontro com os meus amigos no Porto e, afinal de contas: o que é isto de “Juntos pela Europa”? O que é que 166 pessoas de 19 países diferentes, de 45 movimentos e comunidades de oito igrejas, podem fazer em conjunto, quando “os semelhantes atraem os semelhantes” e a diversidade é raramente – ou talvez nunca – uma força de coesão? E sem falar das diferentes visões geopolíticas, culturais, históricas, confessionais e, além disso: o que farão agora os russos e os ucranianos, que também estiveram presentes?

Francisco pede “pessoas dispostas a comprometer-se com o bem comum”

O Vídeo do Papa

Francisco pede “pessoas dispostas a comprometer-se com o bem comum” novidade

A 12ª edição de “O Vídeo do Papa” de 2022 acaba de ser publicada e nela Francisco destaca as organizações de voluntariado, e todas as pessoas nelas envolvidas, pelo seu empenho na promoção humana e no bem comum. Na sua intenção de oração, o Papa exorta-os a continuar este trabalho, atuando “não só para as pessoas, mas com as pessoas”, sendo “artesãos da misericórdia”.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This