Bispos publicam diretrizes para prevenir e lidar com abusos de crianças e de adultos vulneráveis”

| 2 Jan 2021

Ilustração do artista TVBoy, sobre os abusos sexuais: bispos portugueses querem assumir recentes orientações do Vaticano sobre o tema. Foto: Direitos reservados

 

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) divulgou nesta sexta-feira, 1 de Janeiro, um documento com que atualiza as diretrizes sobre “Proteção de menores e adultos vulneráveis”, aprovadas na última reunião daquele organismo.

Os bispos da Igreja Católica em Portugal retomam um documento já de 2012, atualizando-o e introduzindo as disposições de documentos recentes do Papa e do Vaticano sobre a matéria da proteção de crianças e adultos vulneráveis (ainda que este conceito não se encontre suficientemente esclarecido).

As diretrizes incidem sobre diferentes aspetos, conferindo nomeadamente uma ênfase especial à questão da formação de agentes pastorais. Essa formação deve incidir sobre “como prevenir o abuso sexual de menores e adultos vulneráveis; como identificar possíveis casos e como agir de modo a que esses casos sejam tratados pela autoridade competente; como promover um ambiente sadio dentro das atividades promovidas pela Igreja, recorrendo a mecanismos que defendam os menores e adultos vulneráveis, nomeadamente em cumprir as boas práticas recomendadas pelas autoridades canónicas e civis no trato com esses menores e adultos vulneráveis”.

No que diz respeito à atividade pastoral, o documento da CEP proíbe terminantemente aos agentes pastorais (dioceses, paróquias, pessoas jurídicas canónicas e outras instituições eclesiais, além dos clérigos, religiosos e leigos envolvidos nas actividades eclesiais), “aplicar qualquer tipo de castigo corporal a menores e adultos vulneráveis”; colocá-los “numa situação potencialmente perigosa para a sua segurança física ou psíquica”; tratá-los de modo “ofensivo” ou “ter comportamentos inapropriados ou com conotações sexuais, sejam essas conotações explícitas ou dissimuladas”; “publicar, por qualquer meio físico ou digital, imagens onde seja possível identificar um ou mais menores ou adultos vulneráveis sem o consentimento dos pais ou tutores”, entre outros aspetos.

Os requisitos a aplicar relativamente à formação dos candidatos ao sacerdócio ministerial e à vida consagrada e à designação de agentes pastorais, assim como a criação e funcionamento de comissões diocesanas que lidam com casos de abuso de crianças e adultos vulneráveis são pontos contemplados no documento, que pretende ser “um renovado compromisso” no acompanhamento e apoio às vítimas de abusos e seus familiares “no âmbito das atividades eclesiais”.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Polícia da moralidade encerrada no Irão

Protestos a produzir efeitos

Polícia da moralidade encerrada no Irão novidade

A ausência de polícia de moralidade nas ruas de Teerão e de outras grandes cidades iranianas nos últimos meses alimentaram a especulação que foi confirmada na noite de sábado pelo Procurador-Geral do Irão, Mohammad Jafar Montazeri, de que a polícia havia sido desmantelada por indicação “do próprio local onde foi estabelecida”.

Um Deus mergulhado na nossa humanidade

Um Deus mergulhado na nossa humanidade novidade

Diante de uma elite obcecada pelo ritualismo de pureza, da separação entre puros e impuros, esta genealogia revela-nos um Deus que não se inibe de operar no ordinário e profano, que não toma preferência alguma acerca daqueles que se assumem categoricamente como sendo corretos, puros de sangue ou mesmo como pertencentes a determinada etnia ou género.

feitos de terra

feitos de terra

Breve comentário do p. António Pedro Monteiro aos textos bíblicos lidos em comunidade, Domingo II do Advento A. Hospital de Santa Marta, Lisboa, 3 de Dezembro de 2022.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This