Bispos solidários com pessoas atingidas pela pandemia, em mensagem de Páscoa

| 27 Mar 2021

Conferência Episcopal. José Ornelas.

Os bispos evocam “os que perderam ou viram substancialmente reduzidos os seus rendimentos necessários a uma vida condigna”. Foto © Ecclesia.

 

O conselho permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) manifestou a sua solidariedade com “quantos são atingidos pela pandemia e sofrem nos lares, nos hospitais e nas instituições, pedindo a bênção de Deus e a recuperação da saúde e da esperança”.

Numa mensagem intitulada “A esperança da Páscoa”, enviada ao 7MARGENS, os bispos sublinham a entrega dos profissionais de saúde e de todos oq eu possibilitam a vida quotidiana, bem como aos “que perderam ou viram substancialmente reduzidos os seus rendimentos necessários a uma vida condigna”.

O documento, que pode ser lido na íntegra no portal da Ecclesia, admite que ninguém pensou que a pandemia “pudesse ter tantas e tão graves consequências para a humanidade”, mas que a crise deve ser entendida “como um desafio à coragem criativa e à confiança crente”.

Ao contrário do que sucedeu em 2020, em que a Páscoa não pôde ser celebrada nas igrejas, este ano haverá celebrações públicas, mas com limitação de acesso e sujeitas a medidas de segurança.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“Seria grande caridade tratar do caso com urgência”

Cartas de Luiza Andaluz em livro

“Seria grande caridade tratar do caso com urgência” novidade

Preocupações com um homem que estava preso, com o funcionamento de uma oficina de costura para raparigas que não tinham trabalho, com a comida para uma casa de meninas órfãs. E também o relato pessoal de como sentiu nascer-lhe a vocação. Em várias cartas, escritas entre 1905 e 1971 e agora publicadas, Luiza Andaluz, fundadora das Servas de Nossa Senhora de Fátima, dá conta das preocupações sociais que a nortearam ao longo do seu trabalho e na definição do carisma da sua congregação.

Agenda

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This