Populações em pânico

Cabo Delgado: Pelo menos 12 cristãos assassinados em ataque terrorista

| 18 Set 2023

opulação de Mocimboa da Praia, Cabo Delgado, asustada devido a ataques terroristas. Foto ACN

Antes de este ataque ter acontecido, muitos populares começavam já a regressar às suas terras de origem. Agora, estão novamente assustados e muitos fugiram para as matas. Foto © ACN.

 

Um grupo de terroristas do Daesh (o autoproclamado Estado Islâmico) atacou na passada sexta-feira, 15, a aldeia de Naquitengue, em Cabo Delgado, e assassinou pelo menos 12 cristãos, depois de os ter separado do resto da população muçulmana. Há também registo de casas queimadas e de bens destruídos, avança a Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) esta segunda-feira, depois de ter falado com um missionário presente na região.

“Os relatos são perturbadores”, refere a organização católica. “Os terroristas chegaram à aldeia de Naquitengue, situada no distrito de Mocímboa da Praia, ao início da tarde, e convocaram a população. Depois de terem separado os cristãos dos muçulmanos, com base nos nomes para os identificar segundo as suas etnias, abriram fogo contra os cristãos.”

O ataque, que ocorreu cerca de um mês depois de as autoridades militares de Moçambique terem anunciado a eliminação de Bonomade Machude Omar – considerado o líder dos terroristas – provocou o pânico das populações locais, que fugiram para as matas.

Frei Boaventura, um missionário do Instituto da Fraternidade dos Pobres de Jesus presente em Cabo Delgado, explicou à Fundação AIS que, antes de este ataque ter acontecido, muitos populares começavam já a regressar às suas terras de origem. Mas “infelizmente quando acontece este tipo de situação, a população fica toda assustada” e geram-se “novos momentos de tensão e insegurança”.

De acordo com a mais recente mensagem do bispo de Pemba, António Juliasse, enviada no passado mês de agosto à Fundação AIS, “já foram contabilizados cerca de 1 milhão de deslocados internos e perto de 5 mil mortos” devido aos ataques terroristas em Cabo Delgado.

Situada 70 quilómetros a sul da área de construção do projeto de exploração de gás natural de Afungi, Palma, liderado pela TotalEnergies, o distrito de Mocímboa da Praia foi aquele em que grupos armados protagonizaram o seu primeiro ataque em outubro de 2017, tendo sido, por muito tempo, descrito como a “base” dos rebeldes.

O Ministério da Defesa de Moçambique ainda não se pronunciou sobre este ataque.

 

Ateu ou cristão, qualquer um frequenta esta missão

Iniciativa da pastoral universitária

Ateu ou cristão, qualquer um frequenta esta missão novidade

Para entrar na Missão País, não é preciso ser-se católico praticante. Basta levar consigo a fé e o espírito de serviço. A iniciativa é desenvolvida em várias universidades e quer “inspirar gerações a viver a fé católica em missão”. Entre 11 e 18 de fevereiro, 59 jovens universitários viveram em Mogadouro, no distrito de Bragança, onde desenvolveram trabalho voluntário no lar de idosos e no centro infantil. O 7MONTES recolheu testemunhos de quem viveu esta experiência por “dentro” e de “fora”.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Conselho Português de Igrejas Cristãs apela a voto que “salvaguarde conquistas” do 25 de Abril

Rejeitando "discursos políticos autoritários"

Conselho Português de Igrejas Cristãs apela a voto que “salvaguarde conquistas” do 25 de Abril novidade

O Conselho Português de Igrejas Cristãs (COPIC) apela ao voto “de todas e todos” os portugueses nas legislativas de março, e também nas eleições para o parlamento Europeu que irão acontecer em junho, “como forma de participação cívica e de salvaguarda das conquistas e desenvolvimentos alcançados ao longo de 50 anos de democracia”, aludindo assim ao aniversário do 25 de Abril que este ano se assinala.

Seis religiosos, um padre e um professor católicos raptados no Haiti

Igreja particularmente ameaçada

Seis religiosos, um padre e um professor católicos raptados no Haiti novidade

Um padre que acabava de celebrar missa na capela de N. Sra de Fátima, seis Irmãos do Sagrado Coração e um professor leigo que se dirigiam para a escola católica João XXIII, ambas no centro de Porto Príncipe (capital do Haiti), foram raptados na passada sexta-feira por um gangue que está neste momento a exigir à Igreja Católica do Haiti elevados resgates para libertá-los,

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This