Bispos "chocados"

Camarões: Uma igreja católica queimada, seis religiosos e dois leigos raptados

| 19 Set 2022

bandeira camarões foto c enrique ramos lópez

Os cristãos terão sido sequestrados por grupos separatistas dissidentes da Ambazónia, que estão a atacar todos os que suspeitam de colaborar com o governo central do país. Foto © Enrique Ramos López.

 

Cinco padres, uma religiosa e dois leigos foram raptados por homens armados na diocese de Manfé (no sudoeste dos Camarões, perto da fronteira com a Nigéria), onde foi também queimada a igreja católica de Santa Maria de Nchang, noticiou este domingo 18, o Vatican News. Os bispos da província eclesiástica de Bamenda dizem-se chocados com este ato sem precedentes e pedem a libertação imediata das vítimas.

Mais de 30 homens armados terão invadido a igreja na noite de sexta-feira, atirando indiscriminadamente para o ar antes de incendiar o edifício. Os padres, irmã e fiéis raptados terão sido levados em motas para uma zona de mato, na fronteira com a Nigéria.

“Estes ataques não são apenas contra a Igreja Católica, mas também contra as Igrejas Presbiteriana e Baptista nos Camarões. E, estranhamente, algumas dessas pessoas que atacam ferozmente a Igreja, são membros dessas Igrejas ou que beneficiaram da generosidade delas”, afirmaram os bispos em comunicado.

No texto, assinado pelo bispo Andrea Nkea, Presidente da Conferência Episcopal da Província de Bamenda, os responsáveis religiosos condenam “firmemente todos esses ataques contra a Igreja e os seus Ministros” e apelam “aos que raptaram os padres, a irmã e os cristãos em Nchang a que os libertem sem mais demoras”.

Segundo Capo Daniel, chefe adjunto para a Defesa do Conselho do Governo da Ambazónia, os cristãos terão sido sequestrados por grupos separatistas dissidentes deste Estado não reconhecido na África Ocidental (que luta pela independência deste território integrante dos Camarões), os quais estarão a atacar todos os que suspeitam de colaborar com o governo central do país.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Irritações e sol na cara

Irritações e sol na cara novidade

“Todos os dias têm muito para correr mal, sim. Mas pode-se passar pela vida irritado? Apitos e palavras desagradáveis, respirações impacientes, sempre com o “não posso mais” na boca.” – A crónica de Inês Patrício, a partir de Berlim

A cor do racismo

A cor do racismo novidade

O que espero de todos é que nos tornemos cada vez mais gente de bem. O que espero dos que tolamente se afirmam como “portugueses de bem” é que se deem conta do ridículo e da pobreza de espírito que ostentam. E que não se armem em cristãos, porque o Cristianismo está nas antípodas das ideias perigosas que propõem.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This