Sondagem

Canadianos preocupados com impacte das religiões na sociedade

| 24 Abr 2022

Um jovem segura a bandeira do Canadá. Foto © Redd | Unsplash

 

Apenas 12 por cento dos canadianos que se declaram não religiosos avaliam positivamente o impacte das comunidades religiosas e das religiões na vida do país revela uma sondagem realizada pelo Angus Reid Institute e citada pelo The Muslim Times de 24 de abril.

“A sociedade [canadiana] mostra não ter uma noção clara sobre o que fazer com a religião e, portanto, mostra alguns sinais de desconforto”, disse ao The Muslim Times Abdie Kazemipur, sociólogo da Universidade de Calgary que acrescentou: “Por agora, [com estes resultados] não podemos falar de intolerância, apenas de desconforto.”

Entre os católicos – o maior grupo religioso do Canadá – as comunidades de cristãos evangélicos, de muçulmanos e de sikhs são vistas como trazendo mais danos do que benefícios à sociedade, embora outras religiões obtenham, entre os católicos, avaliação positiva.

De acordo com aquele instituto de sondagens, a não-crença tem vindo a aumentar entre a população canadiana (passou de 16% em finais de 2018 para 19% em abril de 2022). Os restantes dizem ter alguma abertura a Deus ou à espiritualidade, mas apenas 16 por cento do total se dizem religiosamente envolvidos, enquanto um pouco menos de um quinto prefere reconhecer-se como vivendo a religião de modo privado.

 

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Evento "importantíssimo" para o país

Governo assume despesas da JMJ que Moedas recusou

A ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, chegou a acordo com o presidente da Câmara de Lisboa sobre as Jornadas Mundiais da Juventude, comprometendo-se a – tal como exigia agora Carlos Moedas – assumir mais despesa do evento do que aquela que estava inicialmente prevista, noticiou o Expresso esta quarta-feira, 3.

Evangelizar nas redes sociais 

Evangelizar nas redes sociais  novidade

  Acolhendo a desafiante exortação do Papa Francisco aos participantes no Congresso Mundial da Signis – Associação Católica Mundial para a Comunicação – que decorre em Seul, de 16 a 19 de Agosto de 2022, decidi-me a revisitar a minha presença nas redes sociais e...

Católicos temem ausência de liberdade no debate de temas cruciais

Contributo dos Bispos Alemães para o Sínodo

Católicos temem ausência de liberdade no debate de temas cruciais novidade

As sínteses das dioceses referem a existência de “dúvidas de que uma reflexão aberta possa ocorrer dentro da igreja” num clima “livre de ansiedade” sobre “os assuntos tabus relacionado com a sexualidade (contraceção, aborto, casamento entre pessoas do mesmo sexo…)”, lê-se no relatório final que a Conferência dos Bispos Alemães (GBC, no acrónimo em língua inglesa) enviou para Roma como contributo para o Sínodo dos Bispos de 2023.

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This