Em Lisboa

Capela do Rato promove sessões de reflexão sobre os abusos na Igreja

| 23 Mar 2023

Capela do Rato, em Lisboa Foto (C) Agência Ecclesia

A primeira sessão está agendada para o dia 30 de março, pelas 21 horas, na Capela do Rato. Foto © Agência Ecclesia.

 

“E agora?” A pergunta será o mote para duas sessões promovidas pela Capela do Rato, em Lisboa, com o objetivo de refletir sobre as “muitas inquietações” e dúvidas que surgiram na sequência da apresentação do relatório da Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais de Crianças na Igreja Católica Portuguesa.

“Com o objetivo de ajudar a procurar respostas”, a Capela do Rato propõe, para a primeira sessão, que acontecerá na próxima quinta-feira, 30 de março, pelas 21 horas, mais algumas perguntas: “Como se sentiram as vítimas, antes e agora? Qual o impacto dos abusos nas suas vidas e na sua saúde física, psicológica e espiritual? Como vai ser feita a ligação entre as Comissões Diocesanas e quem vai acompanhar e cuidar das vítimas no futuro? Existe necessidade de criação de uma nova Comissão Independente? Se sim, com que papel?”.

Nesta primeira sessão, que será moderada pela jornalista Rosa Pedroso de Lima, irão participar: José Adriano Souto de Moura, magistrado e juiz jubilado e coordenador nacional das Comissões Diocesanas de Proteção de Menores; Francisca Padez Vieira, pedopsiquiatra, perita em dano pelo Instituto de Medicina Legal; e Catarina Vasconcelos, cineasta, membro da Comissão Independente.

Numa segunda sessão, cuja data não foi ainda anunciada, será a vez de procurar dar resposta a algumas questões adicionais: “Quais as formas de reparação esperadas e necessárias? O que se entende por Tolerância Zero? Que mudanças na cultura institucional da Igreja são mais prementes? Qual a interface entre o Estado e a Igreja na proteção das pessoas?”, avança a Capela do Rato em comunicado. Mais informações serão divulgadas brevemente no site desta comunidade.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Santa Eufémia: comer a marrã, pagar promessas e receber certificados

Lavandeira, Carrazeda de Ansiães

Santa Eufémia: comer a marrã, pagar promessas e receber certificados novidade

romaria em honra de Santa Eufémia, na aldeia de Lavandeira, em Carrazeda de Ansiães, carrega consigo inúmeros segredos. A festa só tem lugar em meados de setembro, mas foi agora objeto de um estudo publicado na Revista Memória Rural, do Museu da Memória Rural,  que recorda a tradição da carne de porco grelhada (a marrã), das promessas e dos certificados da missa celebrada pelo familiar defunto.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This