Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique

Cardeal Américo Aguiar condecorado pelo trabalho à frente da JMJ Lisboa 2023

| 8 Jul 2024

Marcelo Rebelo de Sousa condecora Américo Aguiar, 5 julho 2024. Foto Presidência da RepúblicaRui Ochoa

A cerimónia de agraciamento decorreu na passada sexta-feira, 5 de julho, no Palácio de Belém. Foto © Presidência da República/Rui Ochoa

O cardeal Américo Aguiar foi condecorado pelo Presidente da República com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique pelo seu trabalho à frente da organização da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023. O agora bispo de Setúbal agradeceu a Marcelo Rebelo de Sousa mas também “a Portugal e aos portugueses”, afirmando que a condecoração “é para todos, todos, todos”.

Durante a cerimónia de agraciamento, que decorreu na passada sexta-feira, 5 de julho, no Palácio de Belém, Américo Aguiar entregou a Marcelo Rebelo de Sousa o Relatório de Contas da Jornada. Recorde-se que a Fundação JMJ apresentou a 31 de maio as contas relativas à organização do evento, que registaram um saldo positivo de 35,37 milhões de euros, o qual será aplicado no desenvolvimento de projetos de apoio a jovens, a implementar nos concelhos de Lisboa e Loures [ver 7MARGENS].

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Onde estão as mulheres na música litúrgica católica?

Onde estão as mulheres na música litúrgica católica? novidade

Na música, um dos ministérios mais estruturantes da liturgia católica, este paradigma mantém-se, embora com nuances particulares: salvo algumas (felizmente, cada vez mais) exceções, o ministério do canto, domingo a domingo, é, em Portugal, sustentado maioritariamente por mulheres e a regência dos coros é, preferencialmente, entregue a homens

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This