Cardeal-arcebispo de Colónia perde a confiança do seu Conselho diocesano de pastoral

| 18 Fev 2021

Cardeal Rainer Maria Woelki.

Cardeal Rainer Maria Woelki. Foto: Diocese de Colónia/ Wikimedia Commons

O Conselho Pastoral da diocese de Colónia tornou público, após a sua última reunião plenária, que deixou de confiar no seu arcebispo, o cardeal Rainer María Woelki. Tal quebra de confiança radica no modo com este tem conduzido as investigações sobre casos de abusos sexuais na arquidiocese, noticia o jornal Kairós News.

Na sua inédita decisão, a assembleia plenária do Conselho Pastoral considerou inaceitável que “as investigações em curso sobre abusos sexuais denunciados continuem sem produzir resultados” e que o cardeal deve “assumir as suas responsabilidades e não atrasar mais o esclarecimento e as consequentes decisões legais”.

Woelki tem sido acusado de encobrir ativamente diversos casos de pedofilia, nomeadamente um caso envolvendo um pároco de Dusseldórfia que, entre 1971 e 1996, terá abusado de diversos menores. Depois de ter suspendido as investigações sobre as queixas recebidas pela arquidiocese que entregara em 2018 a uma firma de advogados de Munique, o cardeal recusou na semana passada divulgar o relatório de uma segunda equipa de advogados por si nomeados, desculpando-se com “graves deficiências metodológicas” que o documento teria. Esta foi a gota de água que levou à tomada de posição do Conselho Pastoral.

“A forma como se comporta à frente do arcebispado de Colónia é inacreditável, sobretudo num momento em que a nossa igreja atravessa a mais grave crise da sua história” afirmou ao diário Kolner Stadt-Anzeiger o presidente do Conselho Pastoral, o autarca Tim Kurzbach, que acrescentou: “Como instância moral, o arcebispo de Colónia falhou redondamente.”

 

Judeus do Partido Trabalhista atacam política de Israel

Reino Unido

Judeus do Partido Trabalhista atacam política de Israel novidade

Glyn Secker, secretário da Jewish Voice For Labor – uma organização que reúne judeus membros do Partido Trabalhista ­–, lançou um violento ataque aos “judeus que colocam Israel no centro da sua identidade” e classificou o sionismo como “uma obscenidade” ao discursar no dia 10 diante de Downing Street, durante um protesto contra os ataques de Israel na faixa de Gaza.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Evento "importantíssimo" para o país

Governo assume despesas da JMJ que Moedas recusou

A ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, chegou a acordo com o presidente da Câmara de Lisboa sobre as Jornadas Mundiais da Juventude, comprometendo-se a – tal como exigia agora Carlos Moedas – assumir mais despesa do evento do que aquela que estava inicialmente prevista, noticiou o Expresso esta quarta-feira, 3.

Multiplicar o número de leitores do 7MARGENS

Em 15 dias, 90 novos assinantes

Durante o mês de julho o 7MARGENS registou 90 novos leitores-assinantes, em resultado do nosso apelo para que cada leitor trouxesse outro assinante. Deste modo, a Newsletter diária passou a ser enviada a 2.863 pessoas. Estamos ainda muto longe de duplicar o número de assinantes e chegar aos 5.000, pelo que mantemos o apelo feito a 18 de julho: que cada leitor consiga trazer outro.

Parceria com Global Tree

JMJ promove plantação de árvores

A Fundação Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 e a Global Tree Initiative estabeleceram uma parceria com o objectivo de levar os participantes e responsáveis da organização da jornada a plantar árvores. A iniciativa pretende ser uma forma de assinalar o Dia Mundial da Conservação da Natureza, que se assinala nesta quinta-feira, 28 de julho.

Representante dos sobreviventes de Nagasaki solidário com a Ucrânia

Nos 77 anos do ataque atómico

Representante dos sobreviventes de Nagasaki solidário com a Ucrânia

“Apelo a todos os membros” do Parlamento japonês, “bem como aos membros dos conselhos municipais e provinciais” para que se “encontrem com os hibakusha (sobreviventes da bomba atómica), ouçam como eles sofreram, aprendam a verdade sobre o bombardeio atómico e transmitam o que aprenderem ao mundo”, escreve, numa carta lida nas cerimónias dos 77 anos do ataque atómico sobre Nagasaki, por um dos seus sobreviventes, Takashi Miyata.

Mar Egeu: dezenas de pessoas desaparecidas em naufrágio

Resgatadas 29 pessoas

Mar Egeu: dezenas de pessoas desaparecidas em naufrágio

Dezenas de pessoas estão desaparecidas depois de um barco ter naufragado no mar Egeu, na quarta-feira, ao largo da ilha grega de Cárpatos, divulgou a ACNUR. A embarcação afundou-se ao amanhecer, depois de da costa sul da vizinha Turquia, em direção a Itália. “Uma grande operação de busca e resgate está em curso.”

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This