Cardeal Barbarin apresenta demissão ao Papa depois de condenado por encobrimento de abusos sexuais

| 7 Mar 19 | Destaque 2, Igreja Católica, Últimas

Fã de Tintin, ia de bicicleta para as reuniões preparatórias do conclave e condena com firmeza a homossexualidade e o casamento entre pessoas do mesmo sexo. O cardeal Barbarin, arcebispo de Lyon, foi sentenciado por encobrir casos de abusos sexuais e irá dentro de dias apresentar ao Papa a sua demissão. 

Ilustração publicada no “Público” de 24 de Fevereiro © Cristina Sampaio

 

O arcebispo de Lyon, cardeal Philippe Barbarin, foi condenado em tribunal, nesta quinta-feira, 7 de Março, por ter silenciado abusos sexuais cometidos pelo padre Bernard Preynat sobre menores. Na sequência da sentença de seis meses de prisão com pena suspensa, o cardeal anunciou que irá entregar a sua demissão ao Papa, já dentro de poucos dias.

“Independentemente do meu destino pessoal, quero reiterar toda a minha compaixão pelas vítimas”, afirmou o cardeal, citado no Libération.

Na mesma sentença, o tribunal inocentou os restantes acusados: o arcebispo de Auch, Maurice Gardès; o bispo de Nevers, Thierry Brac de La Perrière; o padre Xavier Grillo; e ainda Pierre Durieux, ex-director do gabinete do cardeal; e Régine Maire, encarregue por Barbarin de receber as vítimas de pedofilia. O facto de o único condenado ser o cardeal, como nota Le Monde, não deixa de ser simbólico, pois pode significar que o tribunal quis sublinhar a responsabilidade de um dos mais importantes membros da hierarquia católica francesa (que tem mesmo o título de “primaz das Gálias”) no encobrimento intencional dos crimes e na colocação de entraves à justiça, não denunciando os factos de que tomara conhecimento.

Citada no La Croix, a presidente do tribunal, Brigitte Vernay, declarou Barbarin culpado de não-denúncia de maus tratos infligidos em 2014 e 2015 a um menor, depois de ter recebido Alexandre Hezez, a primeira vítima que o procurou. Na sua deliberação, o tribunal assinala a “inércia” e as contradições do arcebispo, cita ainda o mesmo jornal. As suas funções davam-lhe acesso a todas as informações e o cardeal tinha capacidade de as analisar e comunicar de forma útil às autoridades. Mas “fez uma escolha em consciência, para preservar a instituição a que pertence, de não as transmitir à justiça”, preferindo desse modo “impedir a descoberta de numerosas vítimas de abusos sexuais pela justiça e de interditar a expressão da sua dor”, dizia a sentença.

 

Fã de Tintin, de bicicleta para o conclave

Nascido em Rabat (Marrocos), Barbarin foi nomeado cardeal aos 53 anos, em 2002, ainda pelo Papa João Paulo II. Condena com veemência a homossexualidade e foi opositor firme da lei francesa que permitiu o casamento de pessoas do mesmo sexo. Ao mesmo tempo, Philippe Barbarin é fã da banda desenhada de Tintin e era o cardeal que, nas reuniões pré-conclave que elegeram os papas Bento XVI (2005) e Francisco (2013), aparecia de bicicleta.

Os advogados do cardeal anunciaram já que irão recorrer da sentença. “A motivação do tribunal não me convence”, afirmou Jean-Félix Liciani. Citado no Monde, o advogado acrescentou que “era difícil para o tribunal resistir a uma tal pressão, com documentários, um filme… Isso põe questões reais sobre o respeito da justiça.”

Ao contrário, as vítimas do padre Preynat consideraram a sentença “uma grande vitória para a protecção da infância”. Em declarações à AFP, François Devaux, presidente da associação La Parole Liberée (A palavra libertada), considerou a sentença como um “forte sinal” que indica que “os tempos mudaram” para a Igreja e que a decisão de demissão já deveria ter sido tomada “há muito tempo”. E acrescentava: “Ninguém está acima das leis. Não há lugar a qualquer triunfalismo, que seria deslocado, mas creio que podemos todos ficar satisfeitos.” A sentença, disse ainda, é “o ponto de chegada de um longo caminho para que surja uma consciência global sobre a relação com o poder, o lugar da religião na nossa sociedade e a importância da protecção da infância.”

“Não estou surpreendido, estava persuadido de que teríamos este resultado, tendo em conta o que se passou na audiência”, acrescentou outro dos denunciantes, Pierre-Emmanuel Germain-Thill. “Isto mostra que tudo o que denunciamos há quatro anos existia realmente.”

O processo de Barbarin foi muito acompanhado em termos mediáticos, tendo em conta que as acusações contra o cardeal traduzem, desde há três anos, a crise em que a hierarquia católica francesa se tem visto envolvida por causa da questão dos abusos sexuais – além de Barbarin, o La Croix recorda que outros dois bispos tinham sido condenados pelas mesmas razões: Pierre Pican, então bispo de Évreux, em 2001, e André Fort, antigo bispo de Orleães, em Novembro de 2018.

A Conferência dos Bispos de França coloca na “consciência pessoal” do cardeal as suas próprias decisões, acrescentando que aguardarão os resultados do recurso. Do Vaticano, não há para já qualquer reacção. O La Croixcita fontes da Santa Sé para dizer que só depois da audiência com o Papa poderá haver um comentário oficial.

Artigos relacionados

Breves

Encontro de artistas portugueses com músicas do grupo Gen Verde

Um encontro de artistas de várias áreas, que sejam sensíveis às dimensões do Sagrado, da Beleza e do Bem Comum, está convocado para a tarde deste sábado, 18 de Maio, entre as 16h30 e as 18h, no Auditório da Igreja São Tomás de Aquino (Laranjeiras), em Lisboa.

Bolsonaro contestado por cortes na Educação

As ruas de mais de duas centenas de municípios em 26 estados brasileiros foram tomadas esta quarta-feira, 15 de maio, por manifestações que registaram a participação de centenas de milhares de estudantes e professores.

Televisão: Fátima vence Cristina

As cerimónias da peregrinação de 13 de maio a Fátima, transmitidas pela RTP1, conquistaram 381 mil espectadores, deixando o programa Cristina, da SIC, a grande distância (317 mil).

Boas notícias

É notícia 

Entre margens

A União Europeia necessita de psicanálise

Importa olhar para o «subconsciente» da União Europeia e tentar perceber a causa de tão grande tormento. Dir-se-ia que a União Europeia necessita de fazer algumas sessões de psicanálise. Queiramos ou não, estejamos ou não de acordo, a realidade é que a União Europeia marcará o nosso futuro coletivo.

Cultura e artes

Uma audição comentada do Livro dos Salmos

Será uma audição comentada do Livro dos Salmos aquela que Alfredo Teixeira proporá nesta quarta-feira, 22 de Maio, a partir das 18h30, na Capela de Nossa Senhora da Bonança (Capela do Rato), em Lisboa (Calçada Bento da Rocha Cabral, 1-B).

Coro do Trinity College de Dublin em Lisboa para concerto e eucaristia

Neste sábado e domingo, 18 e 19 de Maio, Lisboa acolhe dois concertos do Coro da Capela do Trinity College de Dublin (Irlanda). Às 17 horas de sábado, o coro dará um concerto de música sacra na Sé de Lisboa; no domingo, participa na eucaristia dominical na Catedral Lusitana de S. Paulo em Lisboa (Comunhão Anglicana), com início às 11h00 (Rua das Janelas Verdes).

Sete Partidas

A Páscoa em Moçambique, um ano antes do ciclone – e como renasce a esperança

Um padre que passou de refugiado a conselheiro geral pode ser a imagem da paixão e morte que atravessou a Beira e que mostra caminhos de Páscoa a abrir-se. Na região de Moçambique destruída há um mês pelo ciclone Idai, a onda de solidariedade está a ultrapassar todas as expectativas e a esperança está a ganhar, outra vez, os corações das populações arrasadas por esta catástrofe.

Visto e Ouvido

Igreja tem política de “tolerância zero” aos abusos sexuais, mas ainda está em “processo de purificação”

D. José Ornelas

Bispo de Setúbal

Agenda

Mai
27
Seg
Conferências de Maio – “Os jovens chamados a transformar” – IV – “Os jovens descobrem Deus” @ Centro Nacional de Cultura
Mai 27@18:30_20:00

Participam Alfredo Teixeira, antropólogo e compositor, autor de Religião na Sociedade Portuguesa, Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa, e João Valério, arquitecto e músico.

Ver todas as datas

Fale connosco

Cardeal Barbarin apresenta demissão ao Papa depois de condenado por encobrimento de abusos sexuais

| 7 Mar 19 | Destaque 2, Igreja Católica, Últimas

Artigos relacionados

Breves

Encontro de artistas portugueses com músicas do grupo Gen Verde

Um encontro de artistas de várias áreas, que sejam sensíveis às dimensões do Sagrado, da Beleza e do Bem Comum, está convocado para a tarde deste sábado, 18 de Maio, entre as 16h30 e as 18h, no Auditório da Igreja São Tomás de Aquino (Laranjeiras), em Lisboa.

Bolsonaro contestado por cortes na Educação

As ruas de mais de duas centenas de municípios em 26 estados brasileiros foram tomadas esta quarta-feira, 15 de maio, por manifestações que registaram a participação de centenas de milhares de estudantes e professores.

Televisão: Fátima vence Cristina

As cerimónias da peregrinação de 13 de maio a Fátima, transmitidas pela RTP1, conquistaram 381 mil espectadores, deixando o programa Cristina, da SIC, a grande distância (317 mil).

Boas notícias

É notícia 

Entre margens

A União Europeia necessita de psicanálise

Importa olhar para o «subconsciente» da União Europeia e tentar perceber a causa de tão grande tormento. Dir-se-ia que a União Europeia necessita de fazer algumas sessões de psicanálise. Queiramos ou não, estejamos ou não de acordo, a realidade é que a União Europeia marcará o nosso futuro coletivo.

Cultura e artes

Uma audição comentada do Livro dos Salmos

Será uma audição comentada do Livro dos Salmos aquela que Alfredo Teixeira proporá nesta quarta-feira, 22 de Maio, a partir das 18h30, na Capela de Nossa Senhora da Bonança (Capela do Rato), em Lisboa (Calçada Bento da Rocha Cabral, 1-B).

Coro do Trinity College de Dublin em Lisboa para concerto e eucaristia

Neste sábado e domingo, 18 e 19 de Maio, Lisboa acolhe dois concertos do Coro da Capela do Trinity College de Dublin (Irlanda). Às 17 horas de sábado, o coro dará um concerto de música sacra na Sé de Lisboa; no domingo, participa na eucaristia dominical na Catedral Lusitana de S. Paulo em Lisboa (Comunhão Anglicana), com início às 11h00 (Rua das Janelas Verdes).

Sete Partidas

A Páscoa em Moçambique, um ano antes do ciclone – e como renasce a esperança

Um padre que passou de refugiado a conselheiro geral pode ser a imagem da paixão e morte que atravessou a Beira e que mostra caminhos de Páscoa a abrir-se. Na região de Moçambique destruída há um mês pelo ciclone Idai, a onda de solidariedade está a ultrapassar todas as expectativas e a esperança está a ganhar, outra vez, os corações das populações arrasadas por esta catástrofe.

Visto e Ouvido

Igreja tem política de “tolerância zero” aos abusos sexuais, mas ainda está em “processo de purificação”

D. José Ornelas

Bispo de Setúbal

Agenda

Mai
27
Seg
Conferências de Maio – “Os jovens chamados a transformar” – IV – “Os jovens descobrem Deus” @ Centro Nacional de Cultura
Mai 27@18:30_20:00

Participam Alfredo Teixeira, antropólogo e compositor, autor de Religião na Sociedade Portuguesa, Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa, e João Valério, arquitecto e músico.

Ver todas as datas

Fale connosco