Bombas na Páscoa de 2019

Cardeal de Colombo acusa Governo de falsa investigação

| 16 Ago 2021

Atentado em 21 abril 2019: O primeiro socorro às vítimas, após o atentado na igreja de São Sebastião. Foto © ACN Portugal

 

O arcebispo de Colombo, cardeal Malcom Ranjith, classificou como “peixe miúdo” as 25 pessoas oficialmente acusadas pela investigação policial do Sri Lanka na semana passada como autores dos ataques bombistas do Domingo de Páscoa, 21 de abril de 2019, que causaram a morte de 269 pessoas. O responsável da Igreja Católica acusou o Governo de não querer dar passos significativos para encontrar o “peixe graúdo” verdadeiramente responsável pelos atentados.

Na conferência de imprensa dada no dia 13 de agosto e citada pelo Vatican News, o cardeal exortou os católicos a expressarem publicamente a sua indignação pelo resultado da investigação policial, incitando a que cada um “coloque no próximo dia 21 de agosto uma bandeira negra em frente da sua casa, instituição ou mercado como um símbolo forte do protesto silencioso.”

Malcom Ranjith recordou que o atual presidente Gotabaya Rajapaksa vencera as eleições de novembro de 2019 prometendo identificar os autores dos atos terroristas um mês após a sua investidura, para concluir: “Os verdadeiros assassinos devem ser identificados e o país tem de saber a verdade. Os nossos políticos não querem acabar com esta cultura de morte. O terrorismo traz-lhes vantagens e eles continuam o seu caminho egoísta sem ligarem às lágrimas e ao sofrimento das pessoas.”

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

De 1 a 31 de Julho

Helpo promove oficina de voluntariado internacional

  Encerram nesta sexta-feira, 24 de Junho, as inscrições para a Oficina de Voluntariado Internacional da Helpo, que decorre entre 1 e 3 de Julho. A iniciativa é aberta a quem se pretenda candidatar ao Programa de Voluntariado da Organização Não Governamental para...

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This