Abusos sexuais

Cardeal de Colónia: visita da comissão apostólica não é “moção de desconfiança”

| 29 Mai 2021

O cardeal Woelki, arcebispo de Colónia, recebe o relatório das mãos do advogado Bjoern Gercke, relator da investigação sobre abusos na diocese, na presença de Kerstin Stirner. Foto © Erzbistum Koln /Boecker

 

O arcebispo de Colónia (Alemanha), cardeal Rainer Maria Woelki, divulgou neste sábado, 29 de maio, um comunicado em que recusa classificar a visita da comissão apostólica nomeada pelo Papa Francisco como “uma moção de desconfiança” à forma como tem dirigido a arquidiocese e em particular lidado com a investigação dos abusos sexuais de menores nela perpetrados.

O comunicado de Woelki, acrescenta que a nunciatura alemã divulgou que a comissão investigará “eventuais erros” ocorridos na arquidiocese no tratamento das denúncias de abusos, de acordo com a notícia do jornal Religión Digital que o cita.

Como o 7MARGENS tem vindo a noticiar, a situação na arquidiocese de Colónia é das mais complexas da igreja alemã, com as críticas ao cardeal Woelki a subirem de tom. O facto de este ter adiado em meados de fevereiro a divulgação do relatório que encomendara a uma equipa de advogados levou a que o conselho diocesano de pastoral viesse a público declarar que tinha perdido a confiança no seu pastor.

O documento, finalmente divulgado a 19 de março e noticiado pelo 7MARGENS, indicou ter existido na arquidiocese um “encobrimento sistemático” de crimes de abuso sexual por membros do clero e por leigos entre 1975 e 2018. Dois bispos auxiliares e o atual arcebispo de Hamburgo foram indiciados como tendo encoberto tais abusos, enquanto o cardeal Woelki foi ilibado.

 

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos

Relatório da ONU alerta

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos novidade

O mais recente relatório da ONUSIDA, divulgado esta terça-feira, 29 de novembro,  é perentório: “o mundo continua a falhar à infância” na resposta contra a doença. No final de 2021, 800 mil crianças com VIH não recebiam qualquer tratamento. Entre os cinco e os 14 anos, apenas 40% tiveram acesso a medicamentos para a supressão viral. A boa notícia é que as mortes por sida caíram 5,79% face a 2020, mas a taxa de mortalidade observada entre as crianças é particularmente alarmante.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Gracia Nasi, judia e “marrana”

Documentário na RTP2

Gracia Nasi, judia e “marrana” novidade

Nascida em Portugal em 1510, com o nome cristão de Beatriz de Luna, Gracia Nasi pertencia a uma uma família de cristãos-novos expulsa de Castela. Viúva aos 25 anos, herdeira de um império cobiçado, Gracia revelar-se-ia exímia gestora de negócios. A sua personalidade e o destino de outros 100 mil judeus sefarditas, expulsos de Portugal, são o foco do documentário Sefarad: Gracia Nasi (RTP2, 30/11, 23h20).

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This