Cáritas e Fundação S. João de Deus lançam campanhas para combater pobreza e exclusão em Portugal

| 14 Jul 20

Cópia de campanha herois doar caritas portuguesa

A campanha “Heróis doar” pretende dar resposta ao número crescente de pedidos de ajuda a nível nacional. Foto © Cáritas Portuguesa.

A Cáritas Portuguesa lançou esta terça-feira, 14 de julho, uma campanha de solidariedade para angariar fundos que permitam reforçar o seu programa de assistência socioeconómica a nível nacional, para o qual tem recebido cada vez mais solicitações. Face ao número crescente de pessoas em situação de pobreza, também a Fundação São João de Deus (FSJD), habitualmente mais dedicada à área da saúde mental, avançou na segunda-feira, 13, com uma campanha de fundos para apoiar diversas comunidades através da entrega de cabazes alimentares e de higiene.

Numa alusão ao hino nacional, a campanha da Cáritas chama-se “Heróis Doar” e tem por objetivo assegurar a continuidade e reforçar o programa “Inverter a Curva da Pobreza em Portugal”, criado pela instituição para dar resposta ao aumento do número de pessoas em situação de carência socioeconómica no país, na sequência da pandemia de covid-19, divulgou a instituição numa nota publicada no seu site.

Desde o início de maio até ao final do mês de junho, a Cáritas Portuguesa disponibilizou à rede nacional das 20 Cáritas diocesanas um apoio de 130 mil euros, para a resposta imediata às solicitações por parte da população mais vulnerável. Esta verba permitiu dar apoio a 3.371 pessoas, das quais 49% representam novas situações.

Segundo a Cáritas, “o principal motivo que leva a estes pedidos de ajuda está relacionado com desemprego ou a insuficiência de recursos financeiros, em situações onde o rendimento não é suficiente” para enfrentar as despesas.

“É pela necessidade de reforçar este programa em todo o território nacional e de superar as causas que estão na origem das necessidades, num trabalho que é, essencialmente, feito na proximidade às comunidades, que se avança como o apelo público de apoio dirigido a todos os portugueses”, justifica a instituição.

Também a Fundação São João de Deus decidiu criar uma rede solidária para chegar às pessoas que, nesta fase, estão a passar por graves dificuldades económicas. Com a campanha de recolha de donativos “Grão a grão combate-se a exclusão”, e em parceria com sete instituições de solidariedade social (uma por cada região do país), que já se encontram no terreno, serão entregues cabazes alimentares e de higiene a cerca de 600 pessoas.

O valor angariado na campanha será distribuído equitativamente pelas instituições parceiras, para ser depois convertido em alimentos frescos e outros, que habitualmente não estão incluídos nos cabazes distribuídos às famílias.

Nas páginas digitais da Cáritas e da FSJD, é possível encontrar todas as indicações sobre como contribuir para estas campanhas.

 

Artigos relacionados

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

Depois de Angola e Polónia

Símbolos da JMJ iniciam peregrinação pelas dioceses de Espanha

Dez jovens da diocese da Guarda irão entregar este domingo, 5 de setembro, os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) aos jovens da diocese de Ciudad Rodrigo (Espanha), local onde terá início a peregrinação dos mesmos pelas dioceses espanholas. O encontro acontecerá na fronteira de Vilar Formoso, pelas 11h, e será seguido de uma celebração de acolhimento na Paróquia de Maria Auxiliadora, em Fuentes de Oñoro, divulgou o gabinete de imprensa da JMJ Lisboa 2023, em comunicado enviado às redações.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia

Entre margens

A palavra que falta explicitar no “cuidar da criação” novidade

No dia 1 de setembro começou o Tempo da Criação para diversas Igrejas Cristãs. Nesse dia, o Papa Francisco, o Patriarca Bartolomeu e o Arcebispo de Canterbury Justin assinaram uma “Mensagem Conjunta para a Protecção da Criação” (não existe – ainda – tradução em português). Talvez tenha passado despercebida, mas vale a pena ler.

Cultura e artes

Cinema

Às vezes, nem o amor consegue salvar-nos novidade

Falling, que em Portugal teve o subtítulo Um Homem Só, é a história de um pai (Willis) e de um filho (John) desavindos e (quase) sempre em rota de colisão, quer dizer, de agressão, de constante provocação unilateral da parte do pai, sempre contra tudo e contra todos.

Edgar Morin em entrevista

Só a capacidade de nos maravilharmos sustenta a resistência à crueldade e ao horror novidade

“Se formos capazes de nos maravilhar, extraímos forças para nos revoltarmos contra essas crueldades, esses horrores. Não podemos perder a capacidade de maravilhamento e encantamento” se queremos lutar contra a crise, contra as crises, afirmou Edgar Morin à Rádio Vaticano em entrevista conduzida pela jornalista Hélène Destombes e citada ontem, dia 18 de setembro, pela agência de notícias ZENIT

Sete Partidas

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

[ai1ec view=”agenda” events_limit=”3″]

Ver todas as datas

Parceiros

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This