“Encontros com o Património”

Catedrais a Norte e na rádio

| 4 Nov 2021

O interior da Sé Catedral de Braga. Foto © Josep Renalias, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons.

 

Depois de concluído o projecto nacional da Rota das Catedrais, celebrado em Junho de 2009, entre o Ministério da Cultura e a Conferência Episcopal Portuguesa, deu-se, também, por terminado, o projecto Catedrais a Norte, iniciado em 2016.

Esta iniciativa esteve na dependência da Direcção Regional da Cultura do Norte e entidades eclesiásticas das seis dioceses da região – Porto, Braga, Viana do Castelo, Vila Real, Lamego e Bragança-Miranda.

O projecto tinha como objectivo alcançar a capacitação destes monumentos no sentido de uma oferta cultural de excelência, em aliança com uma cuidada programação cultural.

É esse projecto das Catedrais a Norte que é o tema do último programa Encontros com o Património, da responsabilidade da TSF e da Direcção-Geral do Património Cultural. Nele participam Laura Castro, doutorada em Arte e Design e directora regional de Cultura do Norte; Leonor Coelho, licenciada em Ciências e Técnicas do Património; e Fernando Ribeiro, antropólogo e pós-graduado em História da Arte. Moderado pelo jornalista Manuel Vilas Boas, o programa pode ser ouvido na página da TSF na internet.

 

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“A grande substituição”

[Os dias da semana]

“A grande substituição” novidade

Outras teorias da conspiração não têm um balanço igualmente inócuo para apresentar. Uma delas defende que estamos perante uma “grande substituição”; não ornitológica, mas humana. No Ocidente, sustentam, a raça branca, cristã, está a ser substituída por asiáticos, hispânicos, negros ou muçulmanos e judeus. A ideia é velha.

Humanizar não é isolar

Humanizar não é isolar novidade

É incontestável que as circunstâncias de vida das pessoas são as mais diversas e, em algumas situações, assumem contornos improváveis e, muitas vezes, indesejáveis. À medida que se instalam limitações resultantes ou não de envelhecimento, alguns têm de habitar residências sénior, lares de idosos, casas de repouso,…

Agenda

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This