Serão os cristãos uns inúteis?

Desculpem a pergunta feita assim de chofre, logo no título. Admito que possa parecer um tanto ou quanto ofensiva para aqueles que se achem cristãos, mas desde já salvaguardo que não pretendo enxovalhar ninguém, e se acaso o fizesse teria de começar por mim própria....

Perder a guerra, ganhar a paz

1. Estaremos já adormecidos pelas guerras? E os crentes, onde andam? Aproximamo-nos das eleições para o Parlamento Europeu. Essa chamada à escolha democrática deveria provocar já, da parte das igrejas cristãs e das restantes comunidades religiosas, uma exigência a uma...

Se queres a guerra, despreza a paz

  Por estes dias, os responsáveis da União Europeia estão a decidir uma estratégia de guerra para a qual têm vindo a preparar o terreno. Invocando a certeza de que “a Rússia não se deterá na Ucrânia, tal como não se deteve, há dez anos, na Crimeia”, irão...

O perigo dos ressentimentos

  Estávamos no final dos anos 60 do século passado quando o 25 Abril era ainda um sonho distante. Carlos fugiu para França por se negar a ir à tropa e por alguns problemas com a PIDE, a polícia política do regime ditatorial. Fez de Paris o seu refúgio de forçada...

Sem consensos, graças a Deus

  Muito mais importante do que os hipotéticos consensos sempre reclamados e nunca concretizados, o confronto de propostas concretas bem fundamentadas, percetíveis, calendarizadas e exequíveis é central na vida democrática. A democracia, porque impede o...

O ressentimento não melhora o país

  O ressentimento é hoje um sentimento amplamente partilhado. Experimentado por muitos, o ressentimento é também bastante fomentado e instrumentalizado, designadamente pelos que julgam poder obter benefícios políticos ao assanhar emoções – através das redes...

Pin It on Pinterest