China e Vaticano preparam-se para renovar acordo

| 16 Set 20

 bispo Paulo Ma Cunguo China, Foto Asia News sem creditos

Paulo Ma Cunguo, da diocese de Shouzhou, foi o sexto bispo clandestino a ser reconhecido pelas autoridades chinesas e a integrar a Associação Patriótica Católica chinesa desde o acordo assinado em 2018 entre a China e o Vaticano. Foto: Direitos reservados.

 

O secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, e o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China, Zhao Lijian, confirmaram ambos a intenção de renovar o acordo provisório para a nomeação conjunta de bispos no país. O acordo inicial, assinado a 22 de setembro de 2018, expira em outubro.

Esta segunda-feira, 14 de setembro, à saída de uma reunião com o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, Parolin disse aos jornalistas que a intenção da Santa Sé e de Pequim é “prosseguir” com o pacto que devolveu ao Vaticano um papel ativo na nomeação de bispos na China (até então escolhidos à revelia do Papa), divulgou a UCA News.

Quanto ao porta-voz de Pequim, já tinha falado aos media no passado dia 10 de setembro, dizendo que “com o esforço de ambas as partes, o acordo provisório entre a China e o Vaticano sobre a nomeação de bispos foi aplicado satisfatoriamente desde a sua assinatura há dois anos”.

Zhao Lijian acrescentou que “desde o início deste ano, as duas partes apoiaram-se mutuamente ante a pandemia de covid-19, comprometidas conjuntamente em manter a saúde pública, e aumentaram a sua confiança mútua e os pontos de consenso através de uma série de interações positivas”. Lijian assegurou ainda, como o 7MARGENS noticiou: “As duas partes continuarão a manter comunicação e consultas estreitas para melhorar as relações bilaterais”.

China e Vaticano tinham rompido relações diplomáticas em 1951, quando a Santa Sé  reconheceu a independência de Taiwan. A partir daí, os cerca de 12 milhões de católicos chineses passaram a viver divididos entre uma conferência de bispos escolhida pelo Partido Comunista e um grupo de bispos obedientes a Roma, mas que exerciam clandestinamente a sua missão.

O acordo, cujo texto permanece secreto, o que tem sido objecto de críticas em vários sectores, abriu caminho para que o Vaticano reconhecesse os sete bispos que ainda não tinham o aval pontifício e para que fossem feitas nomeações conjuntas, com reconhecimento de ambas as partes.

Segundo o jornal espanhol ABC, não está previsto, a curto prazo, o estabelecimento de relações diplomáticas plenas entre os dois países, pois isso implicaria uma rutura prévia da Santa Sé com Taiwan, que conserva relações diplomáticas com apenas 15 países, sendo o Vaticano o único na Europa.

 

Vacinas, negacionistas, aborto e uniões homossexuais – e a missão de “proximidade” dos bispos

Papa regressou da Eslováquia

Vacinas, negacionistas, aborto e uniões homossexuais – e a missão de “proximidade” dos bispos novidade

O aborto é homicídio, mas os bispos têm de ser próximos de quem defende a sua legalização; os Estados devem apoiar as uniões de pessoas do mesmo sexo, mas a Igreja continua a considerar o sacramento do matrimónio apenas entre um homem e uma mulher; e as vacinas têm uma “história de amizade” com a humanidade, não se entendem por isso os negacionismos. Palavras do Papa a bordo do avião que o levou da Eslováquia de regresso a Roma.

Ator Mel Gibson cada vez mais contra a Igreja e o Papa

Enredado em movimentos tradicionalistas

Ator Mel Gibson cada vez mais contra a Igreja e o Papa novidade

São visíveis na Igreja Católica dos Estados Unidos da América, em especial nos últimos anos, movimentações de setores conservadores e tradicionalistas que, embora não assumindo o cisma, se comportam objetivamente como cismáticos. São numerosas as organizações que contam com o apoio de figuras de projeção mediática e que ostensivamente denigrem o Papa e uma parte dos bispos do seu país. Um nome aparece cada vez mais como elemento comum e de suporte: Carlo Maria Viganò, o arcebispo que foi núncio em Washington e que exigiu, em 2018, a demissão do Papa Francisco. Mais recentemente, outra figura de grande projeção pública que vem surgindo nestas movimentações é a do ator e realizador Mel Gibson.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Das trincheiras da Grande Guerra pode ter nascido este concerto sobre o mundo

Estreia na Igreja de São Tomás de Aquino

Das trincheiras da Grande Guerra pode ter nascido este concerto sobre o mundo novidade

“Os primeiros esboços deste texto terão surgido nas trincheiras da Primeira Guerra Mundial”, explica o compositor Alfredo Teixeira, autor da Missa sobre o Mundo, obra para órgão e voz recitante que terá a sua estreia mundial absoluta no próximo sábado, 18 de Setembro, às 16h30 (entrada livre, sujeita ao número de lugares existentes). A obra, construída a partir de excertos do texto homónimo de Pierre Teilhard de Chardin (1881-1955), padre jesuíta e paleontólogo, abrirá a temporada de concertos na Igreja Paroquial de São Tomás de Aquino, em Lisboa.

42 anos do SNS: memória e homenagem espirituais

42 anos do SNS: memória e homenagem espirituais novidade

Hoje, 15 de setembro, celebro e comemoro e agradeço e relembro António Arnaut, o criador em 1979 do Serviço Nacional de Saúde, o SNS da sobrevida de tantos de nós, portugueses. Depois de ter passado um dia de quase dez horas como doente de oncologia em imenso espaço de hospital, entre variadas mãos, procedimentos, cuidados, não posso deixar vazio na data.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This