China quer que clérigos tenham amor pelo Partido Comunista

| 15 Abr 21

bispo Paulo Ma Cunguo China, Foto Asia News sem creditos

O bispo Paulo Ma Cunguo, da diocese de Shouzhou (província de Shanxi), foi o sexto bispo clandestino a ser reconhecido pelas autoridades chinesas e o sexto a integrar a Associação Patriótica Católica chinesa desde o acordo assinado em 2018 entre a China e o Vaticano. Foto: Direitos reservados.

 

O governo chinês aprovou um novo decreto que exige que todos os clérigos na China manifestem o seu “amor pelo Partido Comunista”.

De acordo com a Sociedade Internacional para os Direitos Humanos (ISHR), com sede em Frankfurt, citada pela revista católica The Tablet, o novo decreto é “mais uma medida totalitária para limitar a liberdade religiosa”. O decreto aplica-se a todas as religiões, ou seja, lamas budistas, clérigos cristãos, imãs muçulmanos e outros líderes religiosos.

O “Decreto No.15” já foi emitido em janeiro pelo Escritório Nacional para Assuntos Religiosos em Pequim para “administração” em instituições religiosas. Entra em vigor no próximo dia 1 de maio.

Os clérigos serão obrigados a “manter a unidade nacional, a unidade étnica, a harmonia religiosa e a estabilidade social”. Não devem de forma alguma “pôr em perigo a segurança nacional”, “minar a unidade nacional” ou “dividir o país”.

 

Jorge Sampaio, um laico cristão

Jorge Sampaio, um laico cristão novidade

Já tudo, ou quase tudo, foi dito e escrito sobre a figura do Jorge Sampaio. Assinalando a sua morte, foram, por muitos e de múltiplas formas, sublinhadas as diversas facetas definidoras da sua personalidade nos mais diversos aspetos. Permitam-me a ousadia de voltar a este tema, para sublinhar um aspeto que não vi, falha minha porventura, sublinhado como considero ser merecido.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Escutar todos, com horizontes para lá das “fronteiras” da Igreja

Inquérito sobre o Sínodo

Escutar todos, com horizontes para lá das “fronteiras” da Igreja novidade

O Papa observava, no encontro sinodal com a sua diocese de Roma, no último sábado, 18, que escutar não é inquirir nem recolher opiniões. Mas nada impede que se consultem os cristãos sobre as “caraterísticas e âmbito” que “entendem dever ter a escuta que as igrejas diocesanas são chamadas a realizar, desde 17 de outubro próximo até ao fim de março-abril de 2022. Era esse o terceiro ponto da consulta feita pelo 7Margens, cujas respostas damos hoje a conhecer.

Nova estratégia de combate ao antissemitismo será apresentada em outubro

União Europeia

Nova estratégia de combate ao antissemitismo será apresentada em outubro novidade

A União Europeia (UE) deverá divulgar, no próximo mês de outubro, uma “nova estratégia de combate ao antissemitismo e promoção da vida judaica”. A iniciativa surge na sequência da disseminação do racismo antissemita em inúmeros países da Europa, associada a teorias da conspiração que culpabilizam os judeus pela propagação da covid-19, avançou esta quarta-feira, 22, o Jewish News.

Livrai-nos do Astérix, Senhor!

Livrai-nos do Astérix, Senhor! novidade

A malfadada filosofia do politicamente correcto já vai no ponto de apedrejar a cultura e diabolizar a memória. A liberdade do saber e do saber com prazer está cada vez mais ameaçada. Algumas escolas católicas do Canadá retiraram cerca de cinco mil títulos do seu acervo por considerarem que continham matéria ofensiva para com os povos indígenas.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This