Austrália

Clube de futebol despede executivo por ser cristão e ter ouvido um sermão contra o aborto em 2013

| 6 Out 2022

Essendon Football Club, Australia

Imagem da página do clube na internet: nem tudo são vitórias no Essendon Football Club

 

O arcebispo católico de Melbourne, Peter Comensoli, reagiu condenando de forma áspera a direção do Essendon Football Club por ter forçado o presidente executivo, Andrew Thorburn, a demitir-se por causa das suas convicções cristãs tradicionais. Se “o valor e o lugar dos crentes na sociedade australiana” são medidos apenas em função da moral que defendem, “então enfrentamos um grande problema”, disse o arcebispo, citado pelo Crux nesta quinta-feira, 6 de outubro.

O presidente do Essendon, Dave Barham, disse que “um sermão de 2013 de um pastor da igreja City on the Hill” (de tradição anglicana, mas com um estilo de culto mais próximo dos evangélicos), condenando o aborto e a homossexualidade, estava em “contradição direta com nossos valores como clube” e que, “apesar de não serem pontos de vista que Andrew Thorburn expressou pessoalmente”, este não poderia continuar como presidente-executivo do Essendon, enquanto presidisse ao conselho económico da Igreja City on the Hill” – lê-se no comunicado, publicado na página do clube.

“É ultrajante que uma pessoa de bem se tenha sentido obrigado a escolher entre um papel de liderança pública e ser um membro ativo de uma comunidade cristã”, escreveu o prelado católico em comunicado difundido no dia 5 de outubro.

No comunicado em que anunciou a sua renúncia à direção executiva do clube, Thorburn, depois de ter afirmado que não é pastor, escreveu: “Nem sempre concordo com o que é dito [na igreja]. Se queremos uma sociedade diversificada, isso significa que pessoas com visões diferentes devem poder trabalhar juntas.” Thorbun acrescentou: “É preocupante que a fé ou a associação a uma igreja, mesquita, sinagoga ou templo possa tornar uma pessoa imediatamente inadequada para desempenhar um papel específico. Esta é uma ideia perigosa, que reduzirá a tolerância com os outros e acabará com a diversidade de pensamento e participação na nossa comunidade e nos locais de trabalho.”

“Infelizmente, esta situação contém uma mensagem assustadora para os crentes comuns australianos” pois ficam a saber, disse o arcebispo, que “não são fiáveis ​​para exercer lideranças e prestar serviços na comunidade”.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

23 de março

Uma Via-Sacra especial em Guimarães novidade

A música de artistas portugueses como Pedro Abrunhosa, Marisa Liz e Tiago Bettencourt integrará uma Via-Sacra especial organizada pela Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Guimarães, e cujas receitas reverterão para o restauro de uma capela. A iniciativa está marcada para o próximo dia 23 de março.

Iniciativa ecuménica

Bispos latino-americanos criam Pastoral das Pessoas em Situação de Sem-abrigo

O Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam) lançou oficialmente esta semana a Pastoral das Pessoas em Situação de Sem-abrigo, anunciou o Vatican News. Um dos principais responsáveis pela iniciativa é o cardeal Luís José Rueda Aparício, arcebispo de Bogotá e presidente da conferência episcopal da Colômbia, que pretende que a nova “pastoral de rua” leve a Igreja Católica a coordenar-se com outras religiões e instituições já envolvidas neste trabalho.

Uma Via-Sacra especial em Guimarães

23 de março

Uma Via-Sacra especial em Guimarães novidade

A música de artistas portugueses como Pedro Abrunhosa, Marisa Liz e Tiago Bettencourt integrará uma Via-Sacra especial organizada pela Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Guimarães, e cujas receitas reverterão para o restauro de uma capela. A iniciativa está marcada para o próximo dia 23 de março.

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This