Colégio católico denuncia jovem monitor, entretanto detido por abuso de menores

| 17 Dez 2020

Entrada do Colégio Marista de Carcavelos. Foto: Direitos reservados.

 

Um monitor do Colégio Marista de Carcavelos, de 18 anos, foi preso por abusos sexuais a menores. A Polícia Judiciária deteve o suspeito na segunda-feira, dia 14, já na posse de provas consistentes e com dez vítimas sinalizadas – sete naquele colégio da congregação católica e outras três numa outra escola privada em Cascais, onde o homem tinha trabalhado antes.

Este funcionário terá aproveitado a proximidade que tinha com as crianças, entre os 7 e os 11 anos, para abusar delas, nas aulas de informática, actividades de tempos livres e catequese, de acordo com o Correio da Manhã, que deu a notícia na sua edição em papel.

O homem tinha sido contratado para o Colégio Marista no Verão, depois de ter deixado a outra escola. As primeiras denúncias surgiram a 10 de Novembro, segundo confirmaram ao mesmo jornal responsáveis da instituição. Os pais das vítimas informaram o colégio, que accionou o Protocolo Interno de Proteção de Menores e comunicou “a situação às autoridades competentes”, segundo a mesma publicação.

Antes de ser detido pela PJ, e enquanto os agentes ouviam pais, vítimas e responsáveis da escola, o suspeito foi chamado à direcção do colégio, suspenso e impedido de entrar nas instalações, além de lhe ter sido instaurado um processo disciplinar. Acto contínuo, o homem apresentou a demissão. Detido, foi já presente a tribunal. A direcção do colégio diz ter garantido todo o apoio aos alunos e famílias através do gabinete psicopedagógico e também dos docentes.

 

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos

Relatório da ONU alerta

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos novidade

O mais recente relatório da ONUSIDA, divulgado esta terça-feira, 29 de novembro,  é perentório: “o mundo continua a falhar à infância” na resposta contra a doença. No final de 2021, 800 mil crianças com VIH não recebiam qualquer tratamento. Entre os cinco e os 14 anos, apenas 40% tiveram acesso a medicamentos para a supressão viral. A boa notícia é que as mortes por sida caíram 5,79% face a 2020, mas a taxa de mortalidade observada entre as crianças é particularmente alarmante.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Gracia Nasi, judia e “marrana”

Documentário na RTP2

Gracia Nasi, judia e “marrana” novidade

Nascida em Portugal em 1510, com o nome cristão de Beatriz de Luna, Gracia Nasi pertencia a uma uma família de cristãos-novos expulsa de Castela. Viúva aos 25 anos, herdeira de um império cobiçado, Gracia revelar-se-ia exímia gestora de negócios. A sua personalidade e o destino de outros 100 mil judeus sefarditas, expulsos de Portugal, são o foco do documentário Sefarad: Gracia Nasi (RTP2, 30/11, 23h20).

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This