Como a luz de Lisboa fez a foto de Greta na capa da “Time”

| 12 Dez 19

A fotografia de Greta Thunberg feita por Evgenia Arbugaeva nos arredores de Lisboa para a capa da “Time”

 

Greta Thunberg, a jovem activista sueca que tem mobilizado milhões de pessoas em todo o mundo contra as alterações climáticas, foi a personalidade do ano escolhida pela Time. À notícia, conhecida nesta quarta-feira, 11 de Dezembro, acrescenta-se o pormenor de que a foto da capa, realizada pela russa Evgenia Arbugaeva, foi feita na costa atlântica entre Lisboa e Cascais.

A escolha desse “lugar perfeito”, como a fotógrafa contou num texto da Time, foi da própria Evgenia Arbugaeva, que cresceu na região russa do Ártico como a fotógrafa contou num texto da Time.

“Quando a Time me pediu para fotografar Greta, pensei logo como poderia tirar um retrato que combinasse gentileza e coragem, ao mesmo tempo.” Não foi uma “tarefa fácil”, mas Evgenia estava em Lisboa dois dias antes de Greta chegar a Portugal e foi à procura do sítio ideal.

“Encontrei uma praia calma, quase sem ninguém, à excepção de alguns pescadores. Tinha de considerar a privacidade, porque a multidão envolve Greta por todo o lado onde ela vá. Pensei que era perfeito”, concluiu a fotógrafa, depois de ter estudado como referências artistas como Botticelli ou Monet, bem como a mitologia nórdica, a arte romântica ou até as cartas de tarot.

No dia 4, quarta-feira, conta ainda a Time, Thunberg chegou à praia num veículo eléctrico alugado. O sol estava a pôr-se. Enquanto Greta posava para a foto, o céu ficou rosa dourado criando uma luz bonita, e a maré a subir e as ondas batiam com força contra as pedras e junto da jovem, descreve a fotógrafa. Greta olhou para o Atlântico que acabara de atravessar, pôs-se direita e sem se mexer, enquanto alguns fios de cabelo flutuavam ao vento. “Nesse momento, parecia que todos os elementos e forças da natureza estavam alinhados para criar a magia – o presente mais valioso para um fotógrafo”, descreveu Evgenia Arbugaeva.

No dia seguinte, Greta partiria para Madrid, de comboio, onde a aguardava uma multidão de jornalistas, seguranças e milhares de pessoas para a manifestação que se realizaria no exterior da Conferência sobre o Clima, que esta sexta-feira, 13, termina na capital espanhola. “Foi a primeira vez que vi algo assim, uma verdadeira histeria insana de pessoas tentando chegar até ela… Mas Greta parecia lidar com isso muito bem. Pude ver que ela está firme na sua missão.”

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This