Condenação católica das relações entre pessoas do mesmo sexo analisada (e contestada) à lupa

| 4 Mai 2021

Manifestação a favor do casamento homossexual. Foto @Ian Taylor | Unsplash

O Instituto Wijngaards divulgou nesta terça-feira, 4 de maio, um “novo estudo interdisciplinar e inovador que refuta as objeções cristãs às relações entre pessoas do mesmo sexo”, elaborado por uma vintena de teólogos e professores universitários de vários continentes. Outros 60 académicos assinam um documento em que sublinham a importância das conclusões e recomendações daquela investigação.

Intitulado Objeções cristãs às relações entre pessoas do mesmo sexo: uma avaliação académica, o estudo de 80 páginas discute, ponto por ponto, os principais argumentos teológicos, bíblicos, científicos e morais que sustentam a condenação por parte do magistério da Igreja Católica das relações entre pessoas do mesmo sexo.

Criado pelo então padre John Wijngaards como organização não-lucrativa em 1983, na arquidiocese católica de Westeminster (Inglaterra), o Instituto Wijngaards começou por produzir materiais de apoio à formação de adultos na fé cristã e desde o final dos anos 90 disponibiliza um vasto conjunto de obras sobre o tema da ordenação das mulheres, ética sexual cristã, autoridade e democracia na Igreja Católica e outros temas.

 

Desfazendo três equívocos sobre Deus

Desfazendo três equívocos sobre Deus novidade

Existem três dificuldades ou equívocos religiosos sobre o carácter de Deus, e que revelam algum desconhecimento sobre Ele. Por isso convém reflectir no assunto. Esses três equívocos sobre os quais nos vamos debruçar de seguida são muito comuns, infelizmente. [Texto de José Brissos-Lino]

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

sobre as águas

sobre as águas novidade

Breve comentário do p. António Pedro Monteiro aos textos bíblicos lidos em comunidade, no Domingo XII do Tempo Comum B. ⁠Hospital de Santa Marta⁠, Lisboa, 22 de Junho de 2024.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This