Decisão histórica

Conferência Europeia de Rabinos troca Londres por Munique

| 12 Mai 2023

“Goldschmidt diz agora que se trata de uma decisão ‘corajosa para um novo começo’, já que Munique possui ‘uma das maiores e mais importantes comunidades judaicas da Alemanha’ ”.Foto retirada do vídeo no site DW

 

A Conferência Europeia de Rabinos (CER) anunciou que em setembro deste ano mudará a sua sede para Munique deixando Londres, cidade em que se instalou desde a sua fundação há 67 anos. A decisão é carregada de simbolismo, dado que na capital da Baviera se concentram vários acontecimentos antissemitas de grande significado. A decisão é vista como a confirmação de que a vida dos judeus na Alemanha está completamente normalizada.

De acordo com a Deutsche Welle, “o presidente do CER, Pinchas Goldschmidt, que foi rabino-chefe de Moscou até ao início da guerra russa contra a Ucrânia, disse que quando ouviu pela primeira vez a ideia de mudar a sede para Munique, pareceu-lhe ‘realmente meshuga’ (“louca “em iídiche)” e lembrou que para ele Munique é antes de mais nada “a cidade onde a noite de cristal foi planeada”, referindo-se aos dias em torno de 9 de novembro de 1938, quando em todo o Reich alemão as sinagogas foram profanadas, os judeus viram as suas propriedades destruídas e muitos foram mortos. Mas, depois dessa primeira reação, Goldschmidt diz agora que se trata de uma decisão “corajosa para um novo começo”, já que Munique possui “uma das maiores e mais importantes comunidades judaicas da Alemanha”.

Munique é a cidade em que Adolf Hitler começou a sua ascensão ao poder na década de 1920 e foi mais tarde aclamada pelos nazis como a “capital do movimento”. A terceira maior cidade da Alemanha é também o local onde 11 atletas israelitas foram mortos num ataque terrorista perpetrado pelo Setembro Negro durante os Jogos Olímpicos de 1972.

A decisão de mudar a sede tem lugar num momento em que, segunda a Deutsche Welle “a vida dos judeus na Alemanha se está a tornar-se mais visível e diversificada, apesar do número persistentemente alto de incidentes antissemitas”.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

O regresso da sombra da escravidão

O regresso da sombra da escravidão novidade

Vivemos um tempo de grande angústia e incerteza. As guerras multiplicam-se e os sinais de intolerância são cada vez mais evidentes. A fim de ser concreta também a nossa Quaresma, o primeiro passo é querer ver a realidade. O direito internacional e a dignidade humana são desprezados. [O texto de Guilherme d’Oliveira Martins]

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This