10 e 11 de junho

Congresso da LOC/MCT debate dignificação do trabalho e cuidado da casa comum

| 6 Jun 2022

Trabalhadoras da construção. Foto © josue isai ramos figueroa | Unsplash

Trabalhadores da construção. Foto © Josue Isai Ramos Figueroa | Unsplash

 

“Dignificar o Trabalho, Cuidar da Casa Comum” é o tema central do XVIII Congresso Nacional que a Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos (LOC/MTC) realiza nos próximos dias 10 e 11 no Luso, Concelho da Mealhada.

A abordagem daquele tema decorrerá na tarde do primeiro dia, numa Mesa Redonda que conta com os contributos de Francisco Ferreira, presidente da Associação ZERO; José João Rodrigues, da Casa do sal de Figueira da Foz; e José Manuel Duarte da LOC/MTC da diocese da Guarda. Segue-se um espaço de debate que visa aprofundar denominadores comuns, que possam ajudar a uma maior intervenção cívica no espírito da encíclica Laudato Si.

O Congresso da LOC/MCT é um órgão de decisão que reúne de três em três anos, congrega os delegados dos grupos de militantes e vários outros membros deste movimento. Contará também com representantes de organizações e associações civis e religiosas, de movimentos congéneres da Europa e do Movimento de Trabalhadores Cristãos Europeus. A sessão de Abertura será no dia 10, às 10 horas da manhã e a celebração da eucaristia decorrerá no Sábado dia 11, ás 10:30, na Igreja paroquial do Luso, presidida por D. Virgílio do Nascimento Antunes, Bispo da Diocese de Coimbra, sendo o encerramento do Congresso na tarde de Sábado.

Haverá ainda momentos para avaliação da vida e ação do Movimento nos últimos três anos através da apresentação dos Relatórios de Atividades e Contas. Haverá ainda espaço para a eleição dos novos coordenadores nacionais e para a reflexão e aprovação das Linhas de Orientação para o próximo triénio, documento que, centrado na temática do Congresso, foi elaborado a partir das “revisões de vida operária dos grupos”.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Evento "importantíssimo" para o país

Governo assume despesas da JMJ que Moedas recusou

A ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, chegou a acordo com o presidente da Câmara de Lisboa sobre as Jornadas Mundiais da Juventude, comprometendo-se a – tal como exigia agora Carlos Moedas – assumir mais despesa do evento do que aquela que estava inicialmente prevista, noticiou o Expresso esta quarta-feira, 3.

Evangelizar nas redes sociais 

Evangelizar nas redes sociais  novidade

  Acolhendo a desafiante exortação do Papa Francisco aos participantes no Congresso Mundial da Signis – Associação Católica Mundial para a Comunicação – que decorre em Seul, de 16 a 19 de Agosto de 2022, decidi-me a revisitar a minha presença nas redes sociais e...

Católicos temem ausência de liberdade no debate de temas cruciais

Contributo dos Bispos Alemães para o Sínodo

Católicos temem ausência de liberdade no debate de temas cruciais novidade

As sínteses das dioceses referem a existência de “dúvidas de que uma reflexão aberta possa ocorrer dentro da igreja” num clima “livre de ansiedade” sobre “os assuntos tabus relacionado com a sexualidade (contraceção, aborto, casamento entre pessoas do mesmo sexo…)”, lê-se no relatório final que a Conferência dos Bispos Alemães (GBC, no acrónimo em língua inglesa) enviou para Roma como contributo para o Sínodo dos Bispos de 2023.

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This