Atingidos lugares de culto

Conselho das Igrejas da Ucrânia denuncia bombardeamento de alvos civis

| 9 Mar 2022

catedral da dormição em pechersk lavra ucrania, foto c bepslabor

A Catedral da Dormição, da Igreja Ortodoxa, na zona central de Kharkiv, foi um dos lugares de culto danificados pelos bombardeamentos russos. Foto © Bepslabor.

 

O Conselho Pan-ucraniano de Igrejas e Organizações Religiosas (CPIOR), organismo que compreende 95 por cento da comunidade religiosa da Ucrânia, acusou a Rússia de estar a bombardear bairros residenciais, escolas, jardins de infância, maternidades, hospitais e infraestruturas críticas essenciais para a vida civil.

Em comunicado divulgado esta terça-feira, 8, aquela entidade, que é composta por representantes das comunidades ortodoxas, católicas, protestantes, judaicas e muçulmanas, afirmou que a potência invasora tem estado a usar “bombas de fragmentação e implosão” que são proibidas, pedindo, por isso, uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia.

No comunicado, citado pelo Vatican News, a CPIOR afirma que, desde o início da invasão militar, tem testemunhado como as forças russas “recorrem aos métodos de guerra mais cínicos e proibidos pelo direito humanitário internacional”.

Como “exemplos flagrantes de crueldade injustificada e de agressão desenfreada”, o órgão representativo do campo religioso ucraniano refere “os bombardeamentos de corredores humanitários, autocarros de evacuação de pessoas e até ambulâncias”, com mísseis balísticos, lançados inclusive do território da Bielorrússia.

Além disso, os ataques militares são acompanhados “não apenas por incêndios e bombardeamentos de infraestruturas e casas de civis, mas também de locais de culto”. São de facto já em número elevado as igrejas atingidas, sendo que a Igreja da Natividade da Santíssima Virgem, construída em 1862, em Vyazivka, região de Zhytomyr, foi destruída, e a Catedral da Dormição, da Igreja Ortodoxa, na zona central de Kharkiv, danificada.

Perante a situação criada, o Conselho Pan-ucraniano apela à NATO e a outras organizações internacionais que assegurem uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia e o fornecimento de caças e armamento às Forças Armadas da Ucrânia.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Irritações e sol na cara

Irritações e sol na cara novidade

“Todos os dias têm muito para correr mal, sim. Mas pode-se passar pela vida irritado? Apitos e palavras desagradáveis, respirações impacientes, sempre com o “não posso mais” na boca.” – A crónica de Inês Patrício, a partir de Berlim

A cor do racismo

A cor do racismo novidade

O que espero de todos é que nos tornemos cada vez mais gente de bem. O que espero dos que tolamente se afirmam como “portugueses de bem” é que se deem conta do ridículo e da pobreza de espírito que ostentam. E que não se armem em cristãos, porque o Cristianismo está nas antípodas das ideias perigosas que propõem.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This