Construir juntos “uma cultura de compaixão e fraternidade”, diz o Vaticano em mensagem aos budistas

| 4 Abr 20

Templo Budista em São Paulo

Templo Budista em São Paulo-Brasil: Vaticano quer budistas e cristão a promover juntos “uma cultura de compaixão e fraternidade”. Foto © Hs.carolina/Wikimedia Commons

 

A propósito da celebração de Vesakh, festividade que assinala os momentos mais importantes da vida de Buda, e que este ano será comemorada no dia 6 de maio, a Santa Sé enviou uma mensagem aos budistas. O documento, divulgado quinta-feira, 2 de abril, sublinha os pontos que cristãos e budistas têm em comum e apela a que todos eles se unam na promoção de “uma cultura de compaixão e fraternidade para aliviar os sofrimentos da humanidade e do ambiente”.

A mensagem do Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso recorda o encontro do Papa e do Patriarca Supremo dos Budistas na Tailândia, em novembro do ano passado, recuperando as afirmações que Francisco fez na altura: “Poderemos crescer num estilo de boa ‘vizinhança’. Promover entre os fiéis das nossas religiões a capacidade de gerar e incrementar iniciativas concretas no caminho da fraternidade, especialmente com os mais pobres, e em referência à nossa casa comum tão maltratada. Desta forma, contribuiremos para a formação de uma cultura de compaixão, fraternidade e encontro, tanto aqui como em outras partes do mundo”.

O documento recorda também a similaridade entre as atitudes do príncipe Siddharta e de São Francisco de Assis, tendo ambos renunciado à riqueza material para viver uma vida “de desapego e dedicada ao que é mais importante”.

“À medida que nós,  budistas e cristãos, aprendemos uns com os outros como ser cada vez mais conscientes e compassivos, podemos continuar a procurar formas de trabalhar juntos para fazer da nossa ligação uma fonte de bendição para todos os seres e para o planeta, o nosso lar comum”, sublinha a mensagem.

A Igreja Católica aproveitou esta missiva para convidar as comunidades budistas a participar no encontro global agendado para 15 de outubro, promovido pelo Papa Francisco, e subordinado ao tema “Reconstruir o pacto educativo global”.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This