Cooperação e Solidariedade

G20 prevê injetar 5 biliões de dólares na economia mundial para combate à pandemia

Os líderes do G20 (grupo das 20 maiores economias do mundo), decidiram, durante a reunião de emergência realizada por videoconferência esta quinta-feira, 26, injetar “mais de cinco biliões de dólares” na economia mundial para “contrariar as consequências sociais, económicas e financeiras da pandemia” de covid-19. Segundo a agência Reuters, esta foi a reunião mais consensual de sempre, desde a criação do grupo.

Bilibiza: do sonho da água à destruição que chegou do mato

Há doze anos, a aldeia lutava para ter água mais perto; em Abril do ano passado, teve a água e o vento demasiado perto e o ciclone Keneth devastou a região (mesmo se de forma menos intensa que o Idai, mais a Sul, em Pemba); agora, mais recentemente, foi arrasada por ataques que não se sabe de onde vêm nem que objectivos têm: a aldeia de Bilibiza (quase 200 quilómetros a Norte de Pemba, província de Cabo Delgado, no Norte de Moçambique) estará quase deserta, depois de ter sido objecto de um ataque no final de Janeiro.

O aleluia na vida de Saraiva Saguate e a luta pela água em Bilibiza

Os projectos de microcrédito promovidos pela rede Aga Khan no norte de Moçambique permitiam reparar sapatos para vender em segunda mão, trazer água a crianças que andavam quilómetros para a obter. Algumas destas coisas faziam-se com uma centena de euros apenas. Em Bilibiza, em 2008, lutava-se pela água, para que as crianças e as mulheres não tivessem de andar 30 quilómetros com baldes à cabeça e nos braços… Agora, a aldeia foi arrasada, como referiu o bispo de Pemba e o 7MARGENS noticiou, por ataques cuja motivação e origem são desconhecidas.

Papa denuncia “enorme tragédia” da Síria e populismos

Há uma “enorme tragédia” na Síria, denunciou o Papa neste domingo, 23 de Fevereiro, diante de milhares de pessoas que tinham acabado de participar na eucaristia e recitação da oração do Angelus. Francisco lançou um “forte apelo” a todos os envolvidos e à comunidade internacional, para que “se cale o barulho das armas e se ouçam as lágrimas dos pequeninos e dos indefesos”. E acrescentou, segundo a Ecclesia: “Deixem de lado os cálculos e os interesses para proteger a vida dos civis e das muitas crianças inocentes que pagam as consequências.”

Leigos para o Desenvolvimento: “Procuram-se pessoas para mudar o mundo”

Trata-se de lançar sementes que poderão vir a ser colhidas só daqui a dois ou três anos. Os Leigos para o Desenvolvimento (LD), organização não-governamental ligada à Companhia de Jesus, promovem, a partir do final deste mês, uma formação intensiva para voluntários que desejem partir em missão. E procuram, diziam a propósito de uma acção de sensibilização promovida a 28 de Janeiro, “pessoas para mudar o mundo”.

“Nós não devíamos ter-nos conhecido”

“Nós não devíamos ter-nos conhecido”, disse-me um dia um amigo. Se não nos tivéssemos conhecido, significava muito provavelmente que aqueles campos onde falávamos continuariam verdes, que as árvores estariam de pé, que as plantas, os animais e as pessoas não teriam sido sacrificadas às chamas. 

Nivelar os pratos da balança entre IPSS e empresas

Parcerias entre organizações solidárias e empresas são um suporte de projetos de apoio social pouco explorado. A investigação propõe um modelo de comunicação estratégica onde as organizações solidárias podem assumir uma posição paritária face às empresas.

Padres de Lamego em formação inédita sobre “flagelo” da violência doméstica

A ideia é inédita na Igreja Católica em Portugal e surgiu de uma conversa preparatória de uma acção de formação do clero da diocese de Lamego: e porque não tratar o tema da violência doméstica? O problema é importante naquela região e por isso seria útil os padres terem informação sobre o assunto, diz António Lucena, director do Departamento Justiça e Paz (DJP), um dos dois responsáveis por avançar com a iniciativa que esta segunda-feira, 2 de Dezembro, decorre em Lamego.

Cerca de 2,2 milhões de portugueses em risco de pobreza

Cerca de 2,2 milhões de pessoas continuam em risco de pobreza em Portugal, apesar de a taxa de risco de pobreza ter baixado em 0,1 por cento entre 2017 e 2018, de acordo com dados divulgados esta terça-feira, 26 de Novembro, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Bispos dos EUA elegem primeiro latino e defensor dos imigrantes para presidente da Conferência Episcopal

O arcebispo de Los Angeles Califórnia, Jose Gomez, foi eleito presidente da Conferência dos Bispos Católicos dos EUA, durante a assembleia geral realizada nesta semana, na cidade de Baltimore (Maryland). Aos 67 anos, Gomez é o primeiro presidente da USCCB com ascendência latina, depois de ter estado nos últimos três anos como vice-presidente, ao lado do cardeal Daniel DiNardo, de Galveston (Houston).

Lisboa recusa taxa turística para ajudar a acabar com pessoas sem-abrigo

A Assembleia Municipal de Lisboa rejeitou uma petição que previa que parte das receitas turísticas fossem aplicadas na erradicação das situações de sem-abrigo na cidade de Lisboa. João Paulo Saraiva, vereador das Finanças do município, explica que, neste caso, “não há uma relação directa” entre o turismo e a situação dos sem-abrigo.

JRS defende controlo do Mediterrâneo pelas instituições europeias

“O controlo do Mar Mediterrâneo deverá ser feito pelas instituições europeias como forma de combater o tráfico humano e a distorcida criminalização da ajuda humanitária”, defende o diretor do Serviço Jesuíta para os Refugiados (JRS, da sigla inglesa), André Costa Jorge a propósito do debate sobre o navio da Open Arms que navegava com 147 pessoas a bordo.

Depois da tragédia do Idai, começa a reconstrução em Moçambique

Depois de o ciclone Idai ter destruído a região centro de Moçambique, em Março, e da primeira ajuda de emergência às populações atingidas, inicia-se agora a fase de reconstrução. A Cáritas está na linha da frente do apoio, com 2,3 milhões de euros. Agriculturam habitação, água e saneamento são algumas das áreas prioritárias.

Portugal recebe mais 16 refugiados

Portugal recebeu na terça-feira, 20 de Agosto, um grupo de 16 pessoas com estatuto de refugiado, proveniente de Istambul (Turquia), anunciaram o ministros da Administração Interna e da Presidência e da Modernização Administrativa, em comunicado conjunto.

No país da “teranga”: da escravatura ao Senegal fraterno de hoje

A Ilha de Goreia (Gorée) é Património da Humanidade pelas piores razões: a escravatura! A escultura colossal dedicada ao Renascimento da Pessoa Africana mostra a esperança de um povo. A catedral católica fala de um herói francês que João Paulo II beatificou. Almadie e Pikine são bairros que mostram a riqueza e a pobreza de uma capital estratégica. 94% de muçulmanos e 5% de católicos com uma história de sã e fraterna convivência são lição para o mundo inteiro. Pequena visita guiada à história e cultura de um povo que diz teranga…

Marie-Hélène Mathieu, 90 anos: um coração transformado diante da diferença

Nascida em França, a 4 de Julho de 1929, numa família numerosa, a infância de Marie-Hélène Mathieu é vivida no campo, em Tournus (região da Borgonha, França). Um dia, aos 5 anos, viu um arco-íris de volta inteira e ficou fascinada. Perguntou o que era aquilo e os irmãos mais velhos contaram a história de Noé e da promessa de Deus de nunca mais enviar o dilúvio. Isso tocou-a profundamente e despertou uma enorme confiança num Deus que faz maravilhas e em quem se pode confiar.

Papa Francisco: um mundo cada vez “mais cruel com os excluídos”

O Papa critica a sociedade “cada vez mais elitista” e mais “cruel com os excluídos”, que rejeita o acolhimento de pessoas que fogem da guerra e da pobreza. Numa mensagem em vídeo divulgada terça-feira, Francisco diz: “Não se trata apenas de migrantes: é sobre não excluir ninguém. O mundo de hoje é cada vez mais elitista e todos os dias é mais cruel com os excluídos”.

Capitã do “Sea-Watch 3” libertada pelo tribunal

A alemã Carola Rackete, capitã do navio da ONG germânica Sea-Watch que atracou sem autorização em território italiano com mais de meia centena de migrantes resgatados do mar Mediterrâneo, saiu em liberdade por decisão do tribunal de Agrigento (Sicília, Itália).

“Zahra”, de Tomás Sopas Bandeira, é uma flor que grita no Sara Ocidental

Zahra, a estreia de Tomás Melo Bandeira na ficção publicada, é “uma tentativa de responder” à pergunta sobre o que o autor viu em Outubro de 2017 no Sara Ocidental, ocupado por Marrocos. É “um grito de esperança porque são eles, os sarauis, que após tanto tempo são capazes ainda de a possuir e conservar”, diz o autor em entrevista ao 7MARGENS. O livro será apresentado na feira do Livro de Braga, neste domingo, 30 de Junho, às 19h30.

Violência e ébola ameaçam populações na RD Congo, denunciam religiosos

Mais de 1.300 pessoas terão morrido vitimadas pelo vírus Ébola na região do Kivu-Norte, no nordeste da República Democrática do Congo, segundo as informações mais recentes avançadas pela Cáritas Congo. O facto está a assustar as populações da área, de acordo com relatos de missionários católicos citados pelas Obras Missionárias Pontifícias.

Papa Francisco: Acolher os migrantes é superar os nossos medos

O problema das migrações não diz respeito apenas aos migrantes e aos refugiados, mas “é também sobre os nossos medos”. A afirmação é do Papa Francisco e consta da sua mensagem para próximo Dia Mundial dos Migrantes e Refugiados, que se assinala a 29 de Setembro próximo, sob o lema “Não se trata apenas de migrantes”.

O arame farpado com lâminas que comoveu o Papa

O apresentador e jornalista Jordi Évole, da televisão espanhola La Sexta, pega numa pequena caixa redonda transparente e retira de dentro um pedaço de arame farpado, com lâminas a envolvê-lo, retirado dos muros que isola o enclave espanhol de Melilla, em Marrocos. O Papa baixa os olhos e abana a cabeça.

Uma aventura mágica, de Portugal à Guiné

Ir à Guiné-Bissau, atravessando meia dúzia de países para entregar ajuda em forma de veículos e dinheiro foi uma aventura mágica para quatro padres e quatro leigos católicos da diocese do Porto; último capítulo do diário de uma viagem única.

Vaticano propõe criminalizar os clientes da prostituição

A criminalização dos clientes da prostituição é uma das soluções apontadas pelo Vaticano para combater o tráfico de seres humanos, num documento divulgado pela Santa Sé. Intitulado “Orientações pastorais sobre o tráfico de pessoas”, o texto foi elaborado pela Secção...

Trocar o certo pelo incerto

Numa aldeia do Chade, onde era a única branca, contraiu malária e chegou a dormir com 40º Celsius numa casa sem eletricidade. Sentiu medo quando, durante algumas horas, foi a única mulher num centro de refugiados em revolta, na Sicília. Nada disto a demove de voltar a...

Diários de quarentena (14): Tudo ao contrário? Em tempos de “des-samaritanização”

Diários de quarentena (14): Tudo ao contrário? Em tempos de “des-samaritanização” novidade

A ação social básica, própria das relações de família, vizinhança e amizade, tem sido bastante descurada: ao longo da história, relevaram-se mais as diferentes instituições que foram sendo criadas, seguindo-se-lhes a consagração e desenvolvimento do Estado social. Deste modo, o patamar básico da ação social foi menosprezado, a favor do intermédio, ou institucional, e do estatal.

Apoie o 7 Margens

Breves

Governo português decreta que imigrantes passam a estar em situação regular novidade

O Governo português decretou que, a partir de 18 de Março (dia da declaração do Estado de Emergência Nacional), todos os imigrantes e requerentes de asilo que tivessem pedidos de autorização de residência pendentes no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) passam a estar em situação regular, com os mesmos direitos que todos os outros cidadãos, incluindo nos apoios sociais.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia

Entre margens

Apesar de tudo, a liberdade

Sinto a doença à minha volta e à volta dos meus. E, nesta reclusão involuntária, lembro-me de Trujillo e de suas altas torres. Não de todas, mas de uma que, na sua delgada altivez, se assumiu como mirante.

Uma experiência de sinodalidade – a Igreja Católica no Terceiro Milénio

Há dias, chamou-me à atenção, no 7MARGENS, um artigo intitulado Um sínodo sobre a sinodalidade para dar eficácia à ideia de participação. Li o artigo com entusiasmo, sobretudo, porque revivi a minha experiência de paroquiana numa igreja da cidade de Lisboa. Foram tempos de Alegria e Graça, os anos de 2000 a 2019, sob a “batuta” do padre e cónego Carlos Paes.

Cultura e artes

Nick Cave e o espanto de Maria Madalena defronte do túmulo novidade

É um assombro que espanta Nick Cave, aquele em que Maria Madalena e Maria permanecem junto à sepultura. Para o músico australiano, este é provavelmente o seu momento preferido da Bíblia. Jesus tinha sido retirado da cruz, o seu corpo depositado num túmulo novo, mandado talhar na rocha, e uma pesada pedra rolou para fazer a porta da sepultura. Os doze discípulos fugiram, só Maria Madalena e “a outra Maria” ali ficaram diante do túmulo.

Júlio Martín, actor e encenador: O Teatro permite “calçar os sapatos do outro”

O actor e encenador Júlio Martín diz que o teatro permite fazer a experiência de “calçar os sapatos do outro”, mantém uma conversa em aberto e, tal como a religião, “faz religar e reler”. E permite ainda fazer a “experiência de calçar os sapatos do outro, como os americanos dizem; sair de mim e estar no lugar do outro, na vida do outro, como ele pensa ou sente”, afirma, em entrevista à agência Ecclesia.

Uma tragédia americana

No dia 27 de Julho de 1996, quando decorriam os Jogos Olímpicos, em Atlanta, durante um concerto musical, um segurança de serviço – Richard Jewel – tem a intuição de que uma mochila abandonada debaixo de um banco é uma bomba. Não é fácil convencer os polícias da sua intuição, mas ele é tão insistente que acaba por conseguir.

“Louvor da Terra”, um jardim para cuidar

O filósofo sul-coreano (radicado na Alemanha) Byung-Chul Han é já conhecido do público português através da publicação de numerosos dos seus diretos e incisivos ensaios, onde a presença da pessoa numa sociedade híper-digitalizada é refletida e colocada em questão. Agora, em “Louvor da Terra”, possibilita-nos uma abordagem diferente e original, fruto da experiência do autor com o trabalho de jardinagem.

Sete Partidas

Um refúgio na partida

De um lado vem aquela voz que nos fala da partida como descoberta. Um convite ao enamoramento pelo que não conhecemos. Pelo diferente. Um apelo aos sentidos. Alerta constante. Um banquete abundante em novidade. O nervoso miudinho por detrás do sorriso feliz. Genuinamente feliz. O prazer simples de não saber, de não conhecer…

Visto e Ouvido

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

Parceiros

Fale connosco