Coronavírus já matou 108 padres em Itália

| 13 Abr 20

Os números são desta segunda-feira, dia 13, e é possível que fiquem desatualizados a qualquer momento: só em Itália, a pandemia de Covid-19 é já responsável pela morte de 108 padres. Desconhece-se o número de óbitos entre religiosas, mas teme-se que seja ainda maior.

Entre os padres que morreram nos últimos dois meses devido à doença não estão apenas idosos. No domingo de Páscoa, faleceu o segundo padre mais jovem até agora: Enrico Bernuzzi tinha 46 anos (um ano a mais que o padre Alessandro Brignone, que morrera a 19 de março).

Também neste domingo, 12, morreu Giovanni Ferré, capelão de um lar de idosos onde nas últimas semanas tinham sido detetados diversos casos de infeção. Tinha 90 anos e foi o décimo terceiro padre ambrosiano a perder a vida desde o início da pandemia.

Dos perfis dos padres falecidos até agora, o jornal católico italiano Avvenire destaca uma característica comum à maioria deles: “Foram contagiados porque fizeram questão de permanecer no meio das comunidades, em vez de pensarem em salvar-se”.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This