Covid-19: Maior estátua católica do mundo passa a usar máscara para incentivar prevenção

| 23 Mai 20

A maior estátua católica do mundo, representando Santa Rita de Cássia e situada num santuário no interior do Nordeste do Brasil, passou esta sexta-feira, 22 de maio, a “usar” máscara, com o objetivo de alertar para a importância da prevenção durante o período de pandemia. O gesto simbólico foi promovido pela paróquia onde se localiza o santuário e ocorreu no dia em que se celebrava a memória desta santa, conhecida como a padroeira das causas impossíveis.

Os mais de 50 mil peregrinos que costumam participar na festa de homenagem a Santa Rita de Cássia seguiram este ano as celebrações online, que começaram precisamente com a divulgação de um vídeo, produzido em parceria com a autarquia local, do momento em que a imagem estava a ser “protegida do vírus”, o qual incluiu mensagens como “Santa Rita, ensina os teus filhos a comportar-se neste período de pandemia. Usem máscara, protejam-se e cuidem uns dos outros”.

A imagem d Rita de Cássia, localizada na cidade de Santa Cruz, mede um total de 56 metros de altura, e é maior que a do Cristo Redentor no Rio de Janeiro (que mede 38 metros), sendo considerada a maior estátua católica do mundo. A estrutura demorou três anos a ser construída e foi inaugurada em 2010.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This