Líderes religiosos alertam

Crise no Haiti “fora de controlo”: seminário atacado por gangues armados

| 4 Abr 2024

Um carro queimado serve de barricada em uma rua de Porto Príncipe. Foto UN News

Um carro queimado serve de barricada numa rua de Porto Príncipe. Foto © UN News

 

O seminário menor dirigido pelos padres espiritanos em Porto Príncipe, no Haiti, foi atacado por gangues armados, na noite da passada segunda-feira, 1 de abril, denunciou a Conferência dos Religiosos daquele país. Este é mais um episódio dos muitos que se têm sucedido no contexto da escalada de violência e insegurança vivida nas últimas semanas.

“É com indignação que constatamos como os filhos e filhas do país atacam sem escrúpulos a propriedade privada e estatal e põem em perigo a vida de outras pessoas que parecem não ter valor aos seus olhos”, lamenta o organismo católico, num comunicado enviado ao 7MARGENS.

Os elementos do gangue que invadiram o seminário de Saint-Martial pegaram fogo à sala de informática e às instalações da administração da instituição, tendo, ainda, saqueado o gabinete do diretor, a residência da comunidade e as instalações da escola. Foram também queimados quatro veículos que se encontravam no local. Perante o ataque, os padres, alguns membros da direção do colégio e outros funcionários presentes tiveram de se esconder durante seis horas.

“É provável que se verifiquem outras intrusões nas próximas horas ou dias se a escola, de uma forma ou de outra, não for protegida. Estamos devastados e continuamos muito preocupados com a deterioração contínua da situação no nosso país. Agradecemos o vosso apoio fraterno no pensamento e na oração”, afirmou o superior provincial dos espiritanos do Haiti, padre Raynold Joseph, citado pela Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS).

No dia do ataque, os mesmos gangues criminosos tentaram tomar à força o Palácio Nacional do Haiti, onde se localiza o gabinete do presidente do país, mas não conseguiram graças às ações da polícia haitiana e ao apoio das unidades de segurança do edifício. Cinco funcionários ficaram feridos no incidente, um deles gravemente.

Desde o início de março, a situação política e social no Haiti tem vindo a deteriorar-se significativamente [ver 7MARGENS]. A ONU apelou, a 28 de março, a que sejam postas em prática “ações imediatas e corajosas” para enfrentar a complexa situação vivida no país. “A luta contra a insegurança deve ser uma prioridade máxima para proteger a população e evitar mais sofrimento humano. É igualmente importante proteger as instituições essenciais ao Estado de direito, que foram atacadas no seu âmago”, disse o Alto-Comissário da ONU para os Direitos Humanos, Volker Türk.

Para além disto, a ONU informou que a violência sexual contra as mulheres por parte de grupos criminosos se agravou nas últimas semanas e que a maioria dos casos não é denunciada e permanece impune.

De acordo com esta organização, o número de vítimas de violência no Haiti aumentou exponencialmente em 2023, em comparação com os anos anteriores, com 4.451 pessoas mortas e 1.668 feridas. Nos primeiros três meses de 2024 (até 22 de março), 1.554 pessoas foram mortas e 826 ficaram feridas.

 

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo”

Na Casa de Oração Santa Rafaela Maria

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo” novidade

Estamos neste mundo, não há dúvida. Mas como nos relacionamos com ele? E qual o nosso papel nele? “Estou neste mundo como num grande templo”, disse Santa Rafaela Maria, fundadora das Escravas do Sagrado Coração de Jesus, em 1905. A frase continua a inspirar as religiosas da congregação e, neste ano em que assinalam o centenário da sua morte, “a mensagem não podia ser mais atual”, garante a irmã Irene Guia ao 7MARGENS. Por isso, foi escolhida para servir de mote a uma tarde de reflexão para a qual todos estão convidados. Será este sábado, às 15 horas, na Casa de Oração Santa Rafaela Maria, em Palmela, e as inscrições ainda estão abertas.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Patriarca de Lisboa convida “todos” para “momento raro” na Igreja

A um mês da ordenação de dois bispos

Patriarca de Lisboa convida “todos” para “momento raro” na Igreja novidade

O patriarca de Lisboa, Rui Valério, escreveu uma carta a convocar “todos – sacerdotes, diáconos, religiosos, religiosas e fiéis leigos” da diocese para estarem presentes naquele que será o “momento raro da ordenação episcopal de dois presbíteros”. A ordenação dos novos bispos auxiliares de Lisboa, Nuno Isidro e Alexandre Palma, está marcada para o próximo dia 21 de julho, às 16 horas, na Igreja de Santa Maria de Belém (Mosteiro dos Jerónimos).

O exemplo de Maria João Sande Lemos

O exemplo de Maria João Sande Lemos novidade

Se há exemplo de ativismo religioso e cívico enquanto impulso permanente em prol da solidariedade, da dignidade humana e das boas causas é o de Maria João Sande Lemos (1938-2024), que há pouco nos deixou. Conheci-a, por razões familiares, antes de nos encontrarmos no então PPD, sempre com o mesmo espírito de entrega total. [Texto de Guilherme d’Oliveira Martins]

“Sempre pensei envelhecer como queria viver”

Modos de envelhecer (19)

“Sempre pensei envelhecer como queria viver” novidade

O 7MARGENS iniciou a publicação de depoimentos de idosos recolhidos por José Pires, psicólogo e sócio fundador da Cooperativa de Solidariedade Social “Os Amigos de Sempre”. Publicamos hoje o décimo nono depoimento do total de vinte e cinco. Informamos que tanto o nome das pessoas como as fotografias que os ilustram são da inteira responsabilidade do 7MARGENS.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This