Receando atritos com muçulmanos

Cristãos aconselhados a não cantar salmos “pró-Israel” no Paquistão

| 20 Out 2023

Livro dos salmos Foto Samcam

Além de ter pedido aos coros que evitem cantar salmos pró-Israel, o arcebispo paquistanês aconselhou “os utilizadores das redes sociais a evitar partilhar mensagens pró-Israel”. Foto © Samcam.

 

Um arcebispo católico da província paquistanesa de Punjab, a mais populosa do país e lar de grande parte da comunidade cristã, exortou os fiéis a evitarem hinos litúrgicos e salmos de louvor a Israel, temendo uma possível reação negativa naquela nação de maioria muçulmana, onde muitos consideram o conflito Israel-Palestina como uma luta judaico-islâmica.

O alerta foi feito por Sebastian Shaw, arcebispo de Lahore, durante um encontro inter-religioso de promoção da paz realizado esta quinta-feira, 19, naquela província, avança a UCA News. Além de ter pedido aos coros que evitem cantar salmos pró-Israel, o líder católico aconselhou “os utilizadores das redes sociais a evitar partilhar mensagens pró-Israel” e, no caso de já terem sido publicadas, a “apagá-las imediatamente”.

“A Bíblia elogia uma região num contexto histórico e a fé cristã não está ligada ao Estado judeu de Israel”, explicou.

De acordo com a UCA News, existe um elevado grau de sentimento “anti-Israel” no Paquistão e muitos grupos islâmicos defendem a causa palestiniana. Também os políticos paquistaneses denunciam regularmente Israel por cometer violações dos direitos humanos contra os palestinianos.

Israel, por sua vez, acusa o Paquistão de apoiar grupos terroristas palestinianos.

Esta quinta-feira, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores paquistanês, Mumtaz Zahra Baloch, condenou as atrocidades cometidas por Israel em Gaza, em particular o recente ataque ao hospital onde morreram centenas de pessoas, reiterou o apelo do seu governo ao cessar-fogo e à cessação das hostilidades, e confirmou o envio de ajuda humanitária para a Faixa de Gaza.

 

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

7MARGENS antecipa estudo

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas novidade

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo, por exemplo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa na introdução ao seu mais recente estudo, que será apresentado na próxima terça-feira, 27 de fevereiro, na Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra

Atividades abertas a todos

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra novidade

Empenhado em ser “um lugar onde a Cultura e a Espiritualidade dialogam com a cidade”, o Seminário de Coimbra acolhe, na próxima segunda-feira, 26, a atividade “Humanizar através do teatro – A Importância da Compaixão” (que inclui a representação de uma peça, mas vai muito além disso). Na terça-feira, dia 27, as portas do Seminário voltam a abrir-se para receber o biólogo e premiado fotógrafo de natureza Manuel Malva, que dará uma palestra sobre “Salvar a natureza”. 

Era uma vez na Alemanha

Era uma vez na Alemanha novidade

No sábado 3 de fevereiro, no centro de Berlim, um estudante judeu foi atacado por outro estudante da sua universidade, que o reconheceu num bar, o seguiu na rua, e o agrediu violentamente – mesmo quando já estava caído no chão. A vítima teve de ser operada para evitar uma hemorragia cerebral, e está no hospital com fracturas em vários ossos do rosto. Chama-se Lahav Shapira. [Texto de Helena Araújo]

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira

Inaugurados dia 25

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira novidade

A comunidade cristã da Golpilheira – inserida na paróquia da Batalha – vai estar em festa no próximo domingo, 25 de fevereiro, data em que serão inaugurados e benzidos os novos vitrais e esculturas dos três videntes de Fátima que passarão a ornamentar a sua igreja principal – a Igreja de Nossa Senhora de Fátima. As peças artísticas foram criadas por autores nacionais, sob a coordenação do diretor do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima, Marco Daniel Duarte.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This