Índia

Cristãos avisados para não converterem outros

| 17 Dez 2021

Indresh Kumar. Foto © Tigger9, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

 

Os cristãos indianos foram avisados a cuidar dos seus próprios negócios e a parar de converter pessoas de outras religiões à sua fé.

De acordo com a agência UCA News, esta mensagem foi transmitida numa reunião antes do Natal, em Nova Delhi, a capital da Índia, em 16 de dezembro, por Indresh Kumar, um dos responsáveis máximos do Rashtriya Swayamsevak Sangh (RSS), a aliança de organizações pró-hindus, que inclui o partido indiano no governo, Bharatiya Janata (BJP).

Kumar, que falou na língua nativa hindi, disse que a maior mensagem do Natal é paz, fraternidade, amor e tolerância. “Respeitem todos, sigam a sua [religião], não há necessidade de violência, não há necessidade de conversão”, apontou.

Recorde-se que recentemente religiosas das Missionárias da Caridade foram acusadas de converter jovens raparigas, no estado do Gujarat.

 

Bispos e Governo timorense renovam acordo de cooperação

20 anos de independência

Bispos e Governo timorense renovam acordo de cooperação novidade

O primeiro-ministro de Timor-Leste, Taur Matan Ruak, e o presidente da Conferência Episcopal Timorense (CET), o bispo Norberto do Amaral, de Maliana, renovaram um acordo de cooperação que alarga uma cláusula da Concordata entre o país de maioria católica e o Vaticano e que atribui à Igreja Católica a gestão de 15 milhões de dólares (cerca de 14 milhões, 171 mil euros).

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Santuário católico vandalizado na Índia

Tensão entre religiões

Santuário católico vandalizado na Índia novidade

As tensões interreligiosas na Índia voltaram a conhecer novos episódios, depois da vandalização por desconhecidos de estátuas de Maria, do Menino Jesus e do Sagrado Coração de Jesus num santuário no estado de Andhra Pradesh, causando “choque entre os católicos locais”. Um articulista ataca o ódio incentivado por “fascistas” contra as minorias cristãs e muçulmanas.

Sermos pessoas “Laudato Si’” sem esforço

Sermos pessoas “Laudato Si’” sem esforço novidade

Há quase dois anos que em nossa casa deixámos de comprar iogurtes e começámos a fazê-los em casa. Um dia fizemos as contas e essa pequena mudança representa cerca de 1000 embalagens de plástico que deixámos de consumir. Se 1000 famílias fizessem como nós, seria 1 tonelada a menos de plástico. As grandes mudanças começam pelas pequenas.

Agenda

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This