Em 2023

Cruz Vermelha regista aumento de 73 por cento nos pedidos de ajuda

| 7 Mar 2024

Voluntária da Cruz Vermelha prepara cabaz alimentar. Foto Cruz Vermelha Portuguesa

Ao longo do ano de 2023, a Cruz Vermelha Portuguesa distribuiu, em média, 785 refeições por dia. Foto © Cruz Vermelha Portuguesa

 

O sistema de proteção social da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) registou no ano passado um “impressionante aumento de 73 por cento nos pedidos de ajuda”, refere a instituição, em comunicado, sublinhando que “este aumento significativo nos pedidos de ajuda reforça uma tendência já observada nos anos anteriores”.

Segundo a organização, os pedidos de ajuda “foram canalizados através do programa ‘Mais feliz’, que tem como objetivo auxiliar famílias em situação de grande vulnerabilidade”, e que “desempenha um papel crucial, fornecendo apoio para despesas essenciais, tais como rendas de casa, água, luz, consultas médicas, alimentos e outros bens básicos”.

No que diz respeito ao acompanhamento das pessoas em situação de sem-abrigo, verificou-se um “aumento de 80 por cento nos serviços prestados em 2023”. “Este acompanhamento inclui acolhimento, distribuição de alimentos e produtos de higiene, apoio na definição de projetos de vida e muito mais, impactando positivamente a vida de quase duas mil pessoas”, destaca a Cruz Vermelha.

No ano passado, a organização distribuiu, em média, “785 refeições por dia”, além de “fornecer apoio a vítimas de violência doméstica, idosos através da teleassistência, centros de dia, lares e apoio domiciliário, entre muitas outras iniciativas comunitárias, incluindo creches e ATL”.

 

Campanha solidária

Com o propósito de “reforçar a capacidade de resposta da instituição” e de “expandir o alcance da sua ação humanitária”, a organização dinamiza uma campanha solidária entre os dias 7 e 17 de março, em 340 lojas de grandes superfícies de Portugal. “Todos são convidados a contribuir através da aquisição de vales monetários ou alimentares, que serão convertidos em itens essenciais como azeite, bolachas, esparguete, grão-de-bico e salsichas”, adianta a organização.

 

Texto redigido por Juliana Batista/revista Fátima Missionária, ao abrigo da parceria com o 7MARGENS.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Cruz Vermelha quer levar ajuda urgente às vítimas das cheias no Brasil

Apelo internacional

Cruz Vermelha quer levar ajuda urgente às vítimas das cheias no Brasil novidade

Com o objetivo de “aumentar a assistência humanitária às comunidades afetadas pelas devastadoras inundações no Rio Grande do Sul, no Brasil”, a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV) lançou um “apelo de emergência de cerca de oito milhões de euros”, anunciou a Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), na última quarta-feira, 22 de maio.

A Dignidade da pessoa humana como prioridade

A Dignidade da pessoa humana como prioridade novidade

Na semana depois de Pentecostes é oportuno recordar a publicação da declaração Dignitas Infinita sobre a Dignidade Humana, elaborada durante cinco anos e divulgada pelo Dicastério para a Doutrina da Fé, pondo a tónica na dimensão universal, filosófica e antropológica, do respeito pela pessoa humana enquanto fator de salvaguarda dos direitos humanos, do primado da justiça e do reconhecimento de que todos os seres humanos como livres e iguais em dignidade e direitos.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This