Crise agrava-se

Cuba sem hóstias devido a escassez de farinha de trigo

| 14 Nov 2022

hostia, comunhão, Foto Felipe Balduino Pexels

Devido à falta de farinha de trigo, muitas padarias locais têm recorrido à farinha de milho em sua substituição. A produção de hóstias, no entanto, só pode ser feita com trigo.  Foto © Felipe Balduino / Pexels.

 

O alerta de que estavam a ficar sem reservas de farinha de trigo foi dado já há 15 dias pelas irmãs Carmelitas Descalças de Santa Teresa e São José, que há mais de 30 anos são responsáveis por produzir hóstias para as diferentes dioceses de Cuba. No entanto, a farinha continua sem chegar ao mosteiro, e se a situação se mantiver brevemente deixarão de poder realizar-se missas no país.

“Há aproximadamente uns oito meses que não recebemos a encomenda de farinha que nos chegava regularmente através do arcebispado de Havana. Como as reservas que tínhamos estavam quase a esgotar-se, pedimos ajuda e, por motivos que desconhecemos, a carga de farinha que foi enviada de Miami ainda não chegou ao nosso mosteiro”, afirmam as irmãs Carmelitas, citadas pela revista Vida Nueva.

Apesar de preocupadas e tristes com a possibilidade cada vez mais real de que acabem as hóstias para a celebração de eucaristias em Cuba, as religiosas mostram-se agradecidas pelos inúmeros gestos de solidariedade que têm recebido: “Surpreendeu-nos que tenha havido pessoas que se disponibilizaram para dar-nos um ou dois quilos de farinha. Para nós, isso não é nada em comparação com o volume que utilizamos diariamente, que está entre os 10 e os 15 quilos. Mas emocionou-nos esse desejo tão grande de ajudar-nos…”, contam. “Escrevem-nos para o telemóvel e por e-mail para ver como podem ajudar-nos. (…) A começar pelos que menos têm, como a viúva do Evangelho, que oferecem tudo.”

A atravessar uma situação de crise generalizada, que se intensificou com a pandemia de covid-9 e tem vindo a agravar-se devido à guerra na Ucrânia, Cuba sofre cada vez mais com a escassez de produtos básicos, desde alimentos a combustíveis e medicamentos.

Devido à falta de farinha de trigo, muitas padarias locais têm recorrido à farinha de milho em sua substituição. A produção de hóstias, no entanto, segundo a Instrução Redemptionis sacramentum, da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, só pode ser feita com trigo.

“O pão que se utiliza no santo Sacrifício da Eucaristia deve ser ázimo, só unicamente de trigo, feito recentemente, para que não haja nenhum perigo de que se estrague por ultrapassar o prazo de validade. Por conseguinte, não pode constituir a matéria válida, para a realização do Sacrifício e do Sacramento eucarístico, o pão elaborado com outras substâncias, embora sejam cereais”, pode ler-se no referido documento.

 

Papa Francisco no Congo: A ousadia de mostrar ao mundo o que o mundo não quer ver

40ª viagem apostólica

Papa Francisco no Congo: A ousadia de mostrar ao mundo o que o mundo não quer ver novidade

O Papa acaba de embarcar naquela que tem sido descrita como uma das viagens mais ousadas do seu pontificado, mas cujos riscos associados não foram motivo suficiente para que abdicasse de a fazer. Apesar dos problemas de saúde que o obrigaram a adiá-la, Francisco insistiu sempre que queria ir à República Democrática do Congo e ao Sudão do Sul. Mais do que uma viagem, esta é uma missão de paz. E no Congo, em particular, onde os conflitos já custaram a vida de mais de seis milhões de pessoas e cuja região leste tem sido atingida por uma violência sem precedentes, a presença do Papa será determinante para mostrar a toda a comunidade internacional aquilo que ela parece não querer ver.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Normas inconstitucionais

Eutanásia: CEP e Federação Portuguesa pela Vida saúdam decisão do TC novidade

O secretário da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) saudou a decisão do Tribunal Constitucional (TC), que declarou inconstitucionais algumas das normas do decreto sobre a legalização da eutanásia. “A decisão do TC vai ao encontro do posicionamento da CEP, que sempre tem afirmado a inconstitucionalidade de qualquer iniciativa legislativa que ponha em causa a vida, nomeadamente a despenalização da eutanásia e do suicídio assistido”, disse à agência Ecclesia o padre Manuel Barbosa.

Eutanásia: CEP e Federação Portuguesa pela Vida saúdam decisão do TC

Normas inconstitucionais

Eutanásia: CEP e Federação Portuguesa pela Vida saúdam decisão do TC novidade

O secretário da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) saudou a decisão do Tribunal Constitucional (TC), que declarou inconstitucionais algumas das normas do decreto sobre a legalização da eutanásia. “A decisão do TC vai ao encontro do posicionamento da CEP, que sempre tem afirmado a inconstitucionalidade de qualquer iniciativa legislativa que ponha em causa a vida, nomeadamente a despenalização da eutanásia e do suicídio assistido”, disse à agência Ecclesia o padre Manuel Barbosa.

Debate: Deficiência, dignidade e realização humana

Debate: Deficiência, dignidade e realização humana novidade

Quando ambos falamos de realização humana, talvez estejamos a referir-nos a coisas diferentes. Decerto que uma pessoa com deficiência pode ser feliz, se for amada e tiver ao seu alcance um ambiente propício à atribuição de sentido para a sua existência. No entanto, isso não exclui o facto da deficiência ser uma inegável limitação a algumas capacidades que se espera que todos os seres humanos tenham (e aqui não falo de deficiência no sentido da nossa imperfeição geral).

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This