Cultura e Artes

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra

Atividades abertas a todos

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra novidade

Empenhado em ser “um lugar onde a Cultura e a Espiritualidade dialogam com a cidade”, o Seminário de Coimbra acolhe, na próxima segunda-feira, 26, a atividade “Humanizar através do teatro – A Importância da Compaixão” (que inclui a representação de uma peça, mas vai muito além disso). Na terça-feira, dia 27, as portas do Seminário voltam a abrir-se para receber o biólogo e premiado fotógrafo de natureza Manuel Malva, que dará uma palestra sobre “Salvar a natureza”. 

Franz Karl Praßl em concerto

No Mosteiro de S. Vicente de Fora, em Lisboa

Franz Karl Praßl em concerto

Franz Karl Praßl, (Prassl), Professor de Canto Gregoriano do Pontificio Istituto di Musica Sacra no Vaticano, vai dar um concerto seguido de missa no Mosteiro de S. Vicente de Fora, em Lisboa. O evento está englobado num seminário que o professor austríaco está a dar aos alunos da Escola Artística do Instituto Gregoriano de Lisboa, e servirá para encerrar os trabalhos.

Tesouros e Mulheres numa terra de pobreza

Tesouros e Mulheres numa terra de pobreza

A exposição O Tesouro dos Reis, patente na Fundação Calouste Gulbenkian (até 26 de fevereiro) mostra um conjunto de obras-primas que os reis católicos da Europa ofereceram a várias igrejas da Terra Santa. Estes objetos de elevado valor artístico, pertencentes ao Terra Santa Museum, são pela primeira vez mostrados em Portugal. Temos assim oportunidade para pensar a capacidade técnica e os padrões estéticos da nossa arte, com tudo o que isso implica. [Texto de José Alves Jana]

Júlio Pomar no Centro de Arte Contemporânea Graça Morais

Bragança

Júlio Pomar no Centro de Arte Contemporânea Graça Morais

É um “enorme prazer” poder apresentar em Bragança obras de Júlio Pomar, seu amigo e “uma das principais figuras da arte em Portugal”, disse Graça Morais referindo-se à exposição Júlio Pomar: Coleção Atelier – Museu, que está aberta ao público até ao final de junho. A pintora falava na apresentação de dois catálogos de obras suas – Graça Morais: Os rituais do silêncio e Homenagem a António Mega Ferreira – Linhas da Terra/Os Olhos Azuis do Mar, que teve lugar ao fim da tarde de dia 8 de fevereiro no Centro de Arte Contemporânea Graça Morais, em Bragança.

Novo livro de Esther Mucznik conta a história da família, faz o retrato de um povo e lança um apelo

Apresentado em Lisboa

Novo livro de Esther Mucznik conta a história da família, faz o retrato de um povo e lança um apelo

“Uma saga familiar que é, simultaneamente, um retrato da errância e das adversidades vividas pelos judeus nos últimos três séculos”: assim se pode resumir o novo livro de Esther Mucznik, que será apresentado esta quinta-feira, 8 de fevereiro, em Lisboa. Intitulado Uma Família Judaica, de Varsóvia e Brody a Lisboa e Telavive, a mais recente obra daquela que é uma das figuras mais conhecidas da comunidade israelita em Portugal conta a história da sua própria família, ao mesmo tempo que faz o retrato de um povo através de três séculos de diáspora, e lança um apelo ao mundo para que estas memórias não sejam apagadas.

“Inovadoras por vocação”, Paulinas modernizam imagem gráfica

30º aniversário da marca

“Inovadoras por vocação”, Paulinas modernizam imagem gráfica

Porque se consideram “inovadoras por vocação”, as Filhas de São Paulo apresentaram esta semana, em Roma, a nova identidade gráfica da congregação, bem como da Paulinas Editora. A mudança, ue pretendem que seja um contributo “para uma renovada proclamação do Evangelho”, foi implementada a nível mundial e coincide com o 60.º aniversário do “nascimento para o Céu” da cofundadora da congregação, irmã Tecla Merlo, e também com o 30.º aniversário da Marca Paulinas.

Exposição dá a conhecer conflito de Cabo Delgado aos alunos de Braga

"SALAMA! SALAMA!"

Exposição dá a conhecer conflito de Cabo Delgado aos alunos de Braga

É uma exposição que é também uma viagem. E o seu destino é a Missão de Santa Cecília de Ocua, na diocese de Pemba (que corresponde territorialmente à província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique). Intitulada “‘SALAMA! SALAMA!’ (que significa “olá” em macua, a principal língua nativa da região), esta mostra irá passar por todas as escolas secundárias de Braga ao longo das próximas semanas e pretende “sensibilizar os alunos para a missão e para a interculturalidade”.

Visitar e conhecer o passado para o viver no presente

Visitar e conhecer o passado para o viver no presente

Da minha passagem por Bragança, aproveitei para visitar a Catedral nova que nunca tinha visto. Não tive sorte. Não sendo segunda-feira, era domingo, estava fechada; movimentei-me pela frente e pelos lados. A frente, a servir de placar aos ainda estandartes da JMJ, salientando-se a frase “A Caminho”. Não gostei do principio desse caminho, a começar pelo uso da Catedral, para tal suporte, ou outro que seja. [Texto de Serafim Falcão]

Folhas Caídas: A simplicidade profética do cinema

Folhas Caídas: A simplicidade profética do cinema

Folhas Caídas é um filme breve (“Acho que as pessoas gostam, especialmente os críticos, porque é um filme curto, dura 81 minutos… fartos que estão de filmes de três horas”, ípsilon), com poucas palavras, mas uma intensidade de imagens e de olhares encantatória, que mostra uma estranha história de amor entre um metalúrgico alcoólico (cuja vida se resume a trabalhar, beber e dormir) e uma mulher que precisa de trabalhar e trabalha no que for preciso. [Texto de Manuel Mendes].

Profetas em Moçambique

Livro de Manuel Vilas Boas e Amadeu Araújo

Profetas em Moçambique

No próximo sábado, será apresentado em Lisboa o livro Moçambique da Colonização à Guerra Colonial – A Intervenção da Igreja Católica, da autoria de Manuel Vilas Boas (AVB) e Amadeu Araújo (AA), e do qual o 7MARGENS publicou um excerto. A apresentação (Teatro São Luiz, 16h-18h) será feita pelo historiador Pacheco Pereira e a sessão, moderada pelo jornalista Fernando Alves, contará com a participação de Francisco Fanhais, Manuel Freire e Manuel Campos, que interpretarão músicas do tempo da Guerra Colonial. A entrada é livre, mas é necessária reserva de lugar para o endereço electrónico mvbtsf@gmail.com, até ao final do dia 2, sexta-feira. [Texto de José António Santos]

O Cristo da Semana Santa de Sevilha deste ano é jovem, belo… e gay?

Cartaz gera polémica

O Cristo da Semana Santa de Sevilha deste ano é jovem, belo… e gay?

Goste-se ou não, é difícil ficar indiferente ao cartaz promocional da Semana Santa de Sevilha 2024. Divulgada no passado sábado pela organização, a obra está a suscitar polémica em Espanha, e até em Portugal, com comentários a favor (e sobretudo contra) a multiplicarem-se nas redes sociais e uma petição a exigir a sua retirada imediata. O artista plástico Salustiano Garcia, autor da imagem, diz que só quis mostrar “o lado radiante da Semana Santa”, mas muitos consideram que o seu Cristo jovem e atraente, sem feridas ou sinais de sofrimento, tem uma estética “sexualizada”.

Universidade Católica atribui doutoramento “honoris causa” a Rui Chafes e Helen Alford

Dia 1 de fevereiro

Universidade Católica atribui doutoramento “honoris causa” a Rui Chafes e Helen Alford

A Universidade Católica Portuguesa (UCP) vai atribuir o grau de Doutor Honoris Causa a Rui Chafes, escultor português de relevo nacional e internacional, e a Helen Alford, pela sua investigação sobre o impacto da ética e do pensamento social cristão no domínio da gestão, da sustentabilidade e da inteligência artificial. A sessão solene realiza-se no âmbito das comemorações do Dia Nacional da UCP, este ano sob o lema “Uma Nova Coreografia do Saber”, esta quinta-feira, 1 de fevereiro, às 16 horas, no Auditório Cardeal Medeiros, em Lisboa.

Mestrado em Ciência das Religiões tem nova direção

Universidade Lusófona

Mestrado em Ciência das Religiões tem nova direção

O Mestrado em Ciência das Religiões, da Universidade Lusófona-Centro Universitário de Lisboa (UL-CUL), conta com uma nova equipa diretora, anunciou a instituição nesta segunda-feira, 29 de janeiro. Os professores Jorge Botelho Moniz (diretor) e Fabrizio Boscaglia (subdiretor) sucedem ao professor José Brissos-Lino, que continuará a colaborar com o Mestrado e com a área de Ciência das Religiões da universidade.

Chegou o jornal 7MONTES, que quer “gerar futuro” em Trás-os-Montes

Iniciativa do 7MARGENS

Chegou o jornal 7MONTES, que quer “gerar futuro” em Trás-os-Montes

Já está online o 7MONTES, o novo jornal digital que resulta de uma iniciativa sem fins lucrativos lançada pelo 7MARGENS e selecionada no passado mês de dezembro para receber o financiamento do programa europeu Local Media for Democracy, destinado a servir comunidades locais que residam em áreas consideradas “desertos noticiosos”. Centrado na realidade de Trás-os-Montes, o 7MONTES pretende, através da difusão de notícias, histórias e realidades, “apoiar a capacidade de gerar futuro” naquela que é uma das regiões mais isoladas e esquecidas de Portugal.

Menos deslumbramento pela tecnologia e mais respeito pelas pessoas

Menos deslumbramento pela tecnologia e mais respeito pelas pessoas

A história não era, até há pouco, amplamente conhecida. Terá começado antes do fim do século XX e prolongar-se-ia pela primeira década e meia do século seguinte. Durante este período, muitos chefes de postos de correio britânicos localizados em pequenas cidades ou em áreas rurais foram sendo acusados de roubo, fraude e falsificação de contabilidade financeira. As incriminações eram simples e iguais: tinham subtraído dinheiro das contas bancárias dos postos de correio que dirigiam.

Scorsese quer tornar o Evangelho “mais acessível” no seu novo filme sobre Jesus

“Sem querer fazer proselitismo”

Scorsese quer tornar o Evangelho “mais acessível” no seu novo filme sobre Jesus

Ainda ecoavam as reações ao globo de ouro de melhor atriz obtido pelo seu filme Assassinos da Lua das Flores e já Martin Scorsese surgia a revelar informações relevantes sobre a sua nova criação: um filme sobre o evangelho de Jesus, mas centrado em enredos que abordam problemas de hoje. O início das filmagens está previsto para o final de 2024 e o filme está concebido para ter cerca de 80 minutos. [Texto de Manuel Pinto]

“Auto de São Vicente” regressa ao lugar onde foi representado no século XVI

Leitura encenada em Lisboa

“Auto de São Vicente” regressa ao lugar onde foi representado no século XVI

Uma leitura encenada do Auto de São Vicente de Afonso Álvares, pelo Teatro Maizum, decorre nesta sexta, 12, e sábado, 13 de Janeiro (às 19h, em ambos os casos) na Igreja do Mosteiro de São Vicente de Fora – o local onde foi apresentada pela primeira vez, no século XVI. A iniciativa, protagonizada pelo Teatro Maizum, com direcção artística de Silvina Pereira, insere-se no âmbito das comemorações dos 850 anos da chegada a Lisboa das relíquias de São Vicente (1173-2023).

A banda mongol de folk metal que quer juntar-se ao Papa para salvar o mundo

The HU

A banda mongol de folk metal que quer juntar-se ao Papa para salvar o mundo

O que têm em comum os The HU, banda da Mongólia que tem vindo a conquistar os fãs de heavy metal nos cinco continentes, e o Papa? Muito mais do que possamos imaginar. Nomeada “artista para a paz” pela UNESCO em 2023, esta banda diz querer promover, através da sua música, o respeito pela diferença e a proteção da natureza. E, apesar de todos os seus elementos serem praticantes do Tengerismo – a tradicional espiritualidade indígena das estepes da Mongólia – assumem-se também fascinados por Francisco e dizem querer unir-se a ele na missão de salvar o mundo.

“Daniel Faria: O Silêncio e a Palavra”

Documentário na RTP2, 31 dezembro, 19h51

“Daniel Faria: O Silêncio e a Palavra”

A RTP2 exibe hoje, 31 de dezembro, o documentário “Daniel Faria: O Silêncio e a Palavra”, da realizadora Marlene Maia. Uma oportunidade para descobrir ou redescobrir este monge beneditino do Mosteiro de Singeverga, poeta do silêncio que o Papa Francisco lembrou no seu discurso no Centro Cultural de Belém em agosto último: “Deus no mar dai-nos mais ondas, Deus na terra dai-nos mais mar”.

Tradições de Natal, oportunidade para fazer ouvir o mirandês

Miranda do Douro

Tradições de Natal, oportunidade para fazer ouvir o mirandês

Em março de 2020, de acordo com um estudo elaborado pela Universidade de Vigo, a língua era conhecida por cerca de 3.500 pessoas, das quais pouco mais de 1500 seriam capazes de a falar correntemente. Em 1999, o mirandês tornou-se a segunda língua oficial portuguesa e passou a ser lecionada até ao 12º ano no concelho de Miranda do Douro. Mas tal medida é considerada por muitos como sendo insuficiente para garantir um futuro ao mirandês. (Rúben Castanheiro)

“Luto sonoro” com sombras, olhos de avelã e música sacra pela Palestina

“Luto sonoro” com sombras, olhos de avelã e música sacra pela Palestina

Dois músicos libaneses, um a tocar louvores das sombras, e outro a falar do amor dos olhos de avelã; e um tenor greco-ortodoxo da Basílica da Natividade, em Belém, serão os três convidados da Rádio Alhara, que emite a partir de Belém, para fazer um “luto sonoro” conjunto. A iniciativa será concretizada neste dia 24, véspera de Natal, a partir das 18h de Lisboa (20 horas em Belém).

“Estamos próximos e dependentes, mas desconhecemo-nos uns aos outros”

Honoris causa de Tolentino Mendonça e de Céline Cousteau

“Estamos próximos e dependentes, mas desconhecemo-nos uns aos outros”

“A paz não é uma realidade prévia e espontânea, um puro e garantido dado de facto, mas uma deliberada construção humana, uma escolha histórica e ética, um processo coletivo que requer a força de manter respeitadas e unidas as diferenças”. Quem o afirmou foi o cardeal José Tolentino Mendonça, no discurso de agradecimento do grau de doutor honoris causa que a Universidade de Aveiro lhe atribuiu no final da última semana.

Dois filmes que nos fazem pensar

Depois da COP28

Dois filmes que nos fazem pensar

Depois da conferência das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas COP28, realizada no Dubai, somos convidados a rever dois filmes portugueses de animação:  “O peculiar crime do estranho Sr. Jacinto” e  “Ice Merchants”. O local marcado para rever estas obras é a Igreja Evangélica Presbiteriana de Lisboa, que hoje, domingo, pelas 15h.30, recebe Bruno Caetano, realizador do primeiro filme e produtor do segundo.

“Humilde e generoso Peregrino da Esperança”, Tolentino Mendonça é Prémio Pessoa 2023

Valor destinado a instituição de solidariedade

“Humilde e generoso Peregrino da Esperança”, Tolentino Mendonça é Prémio Pessoa 2023

O júri do Prémio Pessoa decidiu atribuir o galardão deste ano ao cardeal José Tolentino Mendonça, prefeito do Dicastério para a Cultura e Educação, do Vaticano. “Na sua vida, ainda com muito caminho a percorrer, José Tolentino de Mendonça tem-se mantido fiel ao lema contido no título do seu mais recente livro. Tem sido um humilde e generoso Peregrino da Esperança.”

Abbé Pierre: Qual é o meu lugar?

Cinema

Abbé Pierre: Qual é o meu lugar?

Em Abbé Pierre, Um Homem de Causas, estamos diante de uma biografia (há quem a ache demasiado fiel e grandiloquente) de um dos fundadores dos Companheiros de Emaús, associação criada, na sequência de um apelo na Rádio Luxemburgo, no Inverno de 1954.

Jesus de Nazaré

Um conto de Natal

Jesus de Nazaré

Era uma vez uma noite fria de Dezembro. Uma noite alta, negra e fria, muito, muito fria. A povoação dormia, silenciosa e aconchegada. Nas ruas desertas, apenas uma jumentinha que carregava uma mulher muito jovem e muito bonita. À arreata, um varão de respeitáveis barbas negras.

800 anos do Presépio de Greccio: Natal, a Festa das Festas

Pré-publicação

800 anos do Presépio de Greccio: Natal, a Festa das Festas

Dois milénios depois de Belém e de Jesus e 800 anos após Greccio e S. Francisco de Assis, o que resta do Natal cristão? E como recuperar o sentido do Presépio? Afinal, no presépio de Greccio não havia Menino, mas apenas o boi, o burro e a manjedoura?… É a perguntas como essas que se propõe responder o livro “De Belém a Greccio –O Presépio de São Francisco de Assis”. Pré-publicação.

Seminário de Coimbra acolhe Mercado de Natal Solidário

Dias 9 e 10 de dezembro

Seminário de Coimbra acolhe Mercado de Natal Solidário

Comprar presentes para familiares e amigos, ao mesmo tempo que ajuda pessoas necessitadas e instituições de solidariedade, se delicia com as iguarias da época, e ainda desfruta de concertos natalícios? Sim, é possível, se neste sábado e domingo (9 e 10 de dezembro) for até ao Mercado de Natal Solidário do Seminário Maior de Coimbra.

Ora Vê #3

Ora Vê #3

o cair da folha prepara um caminho sobre as águas
[o jordão sempre separa os testamentos]
o tombar do profeta anunciará ao verbo o tempo da conjugação
— uma foto de Miguel Cardoso, com texto de Pedro Benino

Dois personagens, um espaço, uma exposição

“O valor simbólico da sacristia”

Dois personagens, um espaço, uma exposição

O Museu Nacional Machado de Castro continua apostado em ancorar algumas das propostas que nos faz «nas “funções fundamentais dos museus”[2], como sejam a preservação do património, a investigação|estudo dos acervos, a comunicação (interpretação e disseminação ativa do conhecimento sobre as coleções) e a educação». Propõe-nos, desta vez, e até 31 de dezembro, uma revisitação d’O Valor Simbólico da Sacristia, centrando o olhar no conjunto de painéis sobre madeira que Simão Rodrigues executou, nos alvores do século XVII, para a nova sacristia da Sé Velha, mandada construir havia poucos anos por D. Afonso de Castelo Branco, então bispo de Coimbra. (João Marujo)

A Bíblia Tinha Mesmo Razão?

Novo livro

A Bíblia Tinha Mesmo Razão?

Abraão e Moisés existiram mesmo ou são apenas personagens de ficção? O Êxodo do Egito aconteceu nos moldes em que é contado na Bíblia? E a conquista da “Terra Prometida” é um facto ou mito? É inevitável que um leitor contemporâneo se pergunte pela historicidade do que lhe é relatado na Bíblia. Um excerto do novo livro de Francisco Martins.

Leituras encenadas de uma trilogia de Gil Vicente

500 anos das obras

Leituras encenadas de uma trilogia de Gil Vicente

Sem verbas suficientes para uma encenação, o Teatro Maizum apresenta a leitura encenada de uma trilogia vicentina — com as obras Tragicomédia de Dom Duardos, Farsa de Inês Pereira e o Auto Pastoril Português — que durante uma semana (desta segunda-feira, 27, até domingo, dia 3) ocupará o espaço da Galeria Sá da Costa, em Lisboa.

E a palavra é?… Encontro, diz o escritor das fragilidades humanas

Spadaro e Mencarelli em Lisboa, nesta sexta, 24

E a palavra é?… Encontro, diz o escritor das fragilidades humanas

E a palavra é?… “Encontro”, responde o escritor Daniele Mencarelli, autor de “Tutto Chiede Salvezza” (Tudo pede salvação), adaptado pela Netflix. O autor italiano participa nesta sexta-feira numa mesa-redonda sobre “Literatura e cristianismo – A palavra em comum”, na qual estará também o padre jesuíta Antonio Spadaro, ambos à conversa com o escritor português Jacinto Lucas Pires. 

Cardeal Tolentino participa em iniciativa sobre liberdade religiosa no Parlamento

Comissariada pelo diretor do 7MARGENS

Cardeal Tolentino participa em iniciativa sobre liberdade religiosa no Parlamento

O cardeal José Tolentino Mendonça, prefeito do Dicastério para a Cultura e Educação, da Santa Sé, e o presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, serão os intervenientes no colóquio “As religiões como património da humanidade”, que decorre no próximo dia 13 de Dezembro, a partir das 18h, na Sala do Senado da Assembleia da República.

Muito lá de casa

"Home", de Francisco Sassetti

Muito lá de casa

Home é um regresso à casa em que nos sentimos de facto em casa, e no palco e no disco, Francisco Sassetti faz isso mesmo, mete-nos dentro da sua sala de estar. Uma primeira obra a solo, para ouvir sem demoras. (Miguel Marujo)

História do Repouso

Livro de Alain Corbin

História do Repouso

O historiador francês Alain Corbin (Normandia, 1936) dedicou o seu percurso de investigação ao levantamento de uma dimensão dos estudos históricos habitualmente secundarizada: não a história das grandes datas e dos líderes, mas a história do quotidiano, das representações e dos estilos de vida. Especializando-se no período moderno (séculos XVII a XIX), Corbin expõe neste livro, numa linguagem acessível, o modo como o tema do repouso esteve presente no pensamento, na literatura (sobretudo a oriunda do espaço do autor, a francófona) e nas artes. (Rui Vasconcelos)

Dois presépios de artesãos portugueses para tornar o mundo melhor

Presentes solidários

Dois presépios de artesãos portugueses para tornar o mundo melhor

Há o Presépio Barro e o Presépio Azulejo, e ambos são edições exclusivas de artesãos nacionais, criados especialmente para apoiar os projetos dos Leigos para o Desenvolvimento em Portugal, Angola e São Tomé e Príncipe. São, assim, “presépios solidários” e já podem ser adquiridos no site oficial da organização católica, onde é ainda possível encontrar outras propostas de presentes para este Natal (ou para outro dia qualquer, porque não?) que têm o mesmo intuito: contribuir para um mundo melhor.

“Do Silêncio Maior”: o livro que conta, em imagens, uma experiência “inacreditável” em Fátima

Apresentação este sábado

“Do Silêncio Maior”: o livro que conta, em imagens, uma experiência “inacreditável” em Fátima

Quando pensamos nas celebrações de 12 e 13 de maio, em Fátima, vêm-nos à mente imagens do recinto repleto de peregrinos, verdade? Mas houve um aniversário dos acontecimentos de 1917 um único, em que o santuário – um dos mais visitados em todo o mundo – esteve praticamente vazio. Muitos talvez já nem se lembrem: estávamos em 2020, em plena pandemia de covid-19. O fotógrafo Miguel Cardoso foi um dos poucos autorizados a acompanhar essas celebrações presencialmente, enquanto milhões assistiam através de um ecrã. Assim nasceu o livro “Do Silêncio Maior”, que é lançado este sábado, 18 de novembro, e que o autor desvendou ao 7MARGENS em primeira mão.

A autobiografia do Papa Francisco chega na primavera de 2024

Lançamento mundial confirmado

A autobiografia do Papa Francisco chega na primavera de 2024

A editora HarperCollins confirmou esta semana que irá lançar, já na próxima primavera e a nível mundial, a primeira autobiografia do Papa Francisco. Intitulado “Life. A minha história na História”, o livro conta a história da vida de Bergoglio, entrelaçada com os eventos que foram marcando a história da Humanidade, desde a eclosão da Segunda Guerra Mundial em 1939, quando ele tinha apenas três anos, até à atualidade.

Artesã de 97 anos expõe trabalhos para ajudar cristãos perseguidos

Até 30 de novembro, em Lisboa

Artesã de 97 anos expõe trabalhos para ajudar cristãos perseguidos

Maria Antónia Cabral, artesã de 97 anos que foi uma uma das primeiras dez mulheres a licenciar-se em Arquitetura em Portugal, já perdeu a conta ao número de registos e relicários que criou desde que este se tornou o seu passatempo favorito. O sucesso foi tanto que começou a receber encomendas. E agora muitos deles estão em exposição no Fórum Grandella, em São Domingos de Benfica (Lisboa), com uma missão especial: ajudar os cristãos perseguidos.

A sinodalidade em livro

Uma Igreja Transformada pelo Povo

A sinodalidade em livro

Quando a Igreja se reúne em Sínodo sobre a sinodalidade, pode parecer que está a olhar para o seu umbigo. Já muito foi escrito sobre o presente sínodo, desde as notícias que o 7Margens tem publicado até às múltiplas reflexões e referências sobre o mesmo. Nada melhor que o livro Uma Igreja Transformada pelo Povo, de Hervé Legrand e Michel Candessus (de 2020, ed. Paulinas, 2023) para iniciar ou dar continuidade a uma reflexão sobre o tema. (José Alves Jana)

Pelos rios é que vamos

Pelos rios é que vamos

Pelo Sonho é que Vamos é o título da obra póstuma de 1953 do escritor de Azeitão, em Setúbal, Sebastião da Gama. Depois de ler num tempo bem mais curto do que esperava pelo entusiasmo que me criou A Terra Tem Sede – Guerra e paz nos reinos dos rios, de Erik Orsenna (ed. Temas e Debates), achei que o trocadilho com o poema inspirador de Sebastião da Gama, que também recomendo, era a melhor forma de descrever o livro. (Francisco Ferreira).

Concurso nacional de presépios nos 800 anos do primeiro

Franciscanos recordam Greccio

Concurso nacional de presépios nos 800 anos do primeiro

Para assinalar o oitavo centenário do primeiro presépio recriado por S. Francisco de Assis, na montanha de Greccio (Itália), pelo Natal de 1233, a Província Portuguesa da Ordem Franciscana está a promover um concurso nacional de presépios. Todos os artesãos e criadores são convidados a participar nesta iniciativa, que culminará numa exposição visitável e na constituição de um núcleo museológico do presépio popular e contemporâneo.

Dissimulação e mentira

A Casta dos Castos

Dissimulação e mentira

A Casta dos Castos: eis um livro muitíssimo esclarecedor, que não se coíbe de pôr o dedo na ferida. Simplificando muito, todo o seu conteúdo se pode resumir à afirmação de que o celibato não passa de um logro! A instituição está longe de acreditar nas suas virtudes e, sobretudo, na sua exequibilidade em larga escala. (Jorge Paulo)

Uma iniciação ao 25 de Abril

“Dona Zezinha”

Uma iniciação ao 25 de Abril

O ano social em que nos encontramos vai estar cheio do 25 de Abril, em virtude dos 50 anos que vamos ter de assinalar. Muito vai ser dito e discutido, mas para se perceber o que foi e é ainda hoje o 25 de Abril, convém lembrar o que era o tempo social anterior. O livro Dona Zezinha: A Vida Singular de Uma Professora, de Altina Ribeiro (Alma Letra, 2023) é uma obra exemplar para esse efeito. Sem pretensões literárias, em linguagem acessível, traz-nos esse tempo e esse mundo que hoje temos muita dificuldade em reconstruir.

Moretti para sempre ou a arte de saber envelhecer

“O Sol do Futuro”

Moretti para sempre ou a arte de saber envelhecer

Desde o meu primeiro Moretti (Querido Diário) – e não os vi todos – que fiquei amarrado a esta maneira minimalista e palavrosa de fazer cinema; àquelas circum-reflexões repetidas, como quem procura encontrar – obsessivamente – uma saída. Para o futuro. Seja ele mais pessoal, familiar ou político.
Percebemos, desde logo, que este O Sol do Futuro regressa ao passado para nos deixar – com uma nostalgia nunca disfarçada – um caminho para diante, magnificamente significado naquela “procissão” final carregada de esperança.

Uma história real

“Posso Estar Errado”

Uma história real

Björn Natthiko Lindeblad é o autor do livro Posso Estar Errado, um livro simples, porém surpreendente. Quando terminei a sua leitura, pensei que este não era um livro para arrumar, mas sim para partilhar e reler, motivos pelos quais sugiro a sua leitura. 

“Perguntas de Deus, perguntas a Deus”, o novo livro dos dominicanos Radcliffe e Popko

Com prefácio do Papa Francisco

“Perguntas de Deus, perguntas a Deus”, o novo livro dos dominicanos Radcliffe e Popko

Foi lançado ainda no verão nos Estados Unidos da América, mas em Portugal só será editado em março do próximo ano. Em Itália, chega às livrarias esta terça-feira, 31 de outubro, e conta com um prefácio assinado pelo Papa Francisco. Falamos de “Perguntas de Deus, perguntas a Deus”, o mais recente livro dos dominicanos Timothy Radcliffe e Łukasz Popko, que mostra como a nossa relação com Deus se constrói com base num questionamento mútuo.

Um senhor calhamaço para melhor compreender o país

“O Essencial da Política Portuguesa”

Um senhor calhamaço para melhor compreender o país

É essencial este livro do “essencial da política portuguesa”, um senhor calhamaço de 934 páginas, com organização de Jorge M. Fernandes, Pedro C. Magalhães e António Costa Pinto. Trata-se da edição portuguesa do Oxford Handbook of Portuguese Politics, que em boa hora a Tinta-da-China trouxe à estampa em língua portuguesa, com a contribuição de 68 investigadores.

As mães conseguirão fazer-se ouvir?

Músicas pela paz (3)

As mães conseguirão fazer-se ouvir?

Há mulheres, muitas, que marcham, vestidas de branco, lado a lado, sorridentes, em festa — e fazem-no pela paz. São quatro mil, duas mil israelitas, duas palestinianas, que caminharam em direção a Jerusalém, para pedirem a paz numa terra a que muitos chamam santa e vive em estado (quase) permanente de guerra e conflito. E fizeram da esperança uma canção.

Que “Europa”?

Teatro São Luiz até 29 outubro

Que “Europa”?

Os Artistas Unidos trazem à cena, no Teatro São Luiz, em Lisboa, a peça Europa, de David Greig (até 29 out.). Uma encenação poderosa, de Pedro Carraca, para uma peça também poderosa. O título diz logo ao que vimos. Estamos numa velha estação desactivada, numa qualquer pequena cidade europeia que também já perdeu a fábrica que lhe dava vida.

“Religião & Panque Roque”, entre o palco e o púlpito

Música (dita) cristã

“Religião & Panque Roque”, entre o palco e o púlpito

Apesar da transcendência que se sente, a solução não é o regresso ao canto gregoriano, a Bach, Mozart, Monteverdi ou Brahms — ou apenas reutilizar a fórmula de Taizé, que traz uma beleza muito própria. A solução talvez seja mesmo seguir as pisadas de um grupo de gente com raízes em igrejas evangélicas. Com a graça de Deus, vários músicos apresentaram-se em pleno século XXI a meio caminho entre o palco e o púlpito.

Artistas migrantes: Magritte, Rothko e Michael Biberstein

Três percursos até ao céu de Santa Isabel

Artistas migrantes: Magritte, Rothko e Michael Biberstein

Muito se fala sobre emigração jovem em Portugal. O fenómeno é verdadeiramente preocupante. Em julho deste ano, uma sondagem realizada pela Aximage avaliou a opinião de jovens a residir em Portugal. Revelou que mais de metade admitia emigrar. Além destes números, pouco se tem falado da imigração de artistas internacionais para Portugal. Trago à luz o caso especial de Michael Biberstein.

Um diálogo imaginário com Artur Bual

Exposição póstuma

Um diálogo imaginário com Artur Bual

Está patente, até dia 8 de outubro, na Amadora, uma nova e aguardada exposição póstuma de Artur Bual. Intitulada Bual, a íntima partícula de um poeta, revela obras nunca expostas ou raramente vistas em público, num percurso pela vida de um dos expoentes da pintura gestualista e contemporânea. [Textos de Joaquim Franco e Adelino Ascenso]

Uma Saga Familiar

Nas margens da filosofia (LVII)

Uma Saga Familiar

Li nestas férias de verão muitos textos que me agradaram. Um deles foi o livro recentemente publicado por Lívia Franco sobre a Primeira Guerra Mundial interpretada através dos personagens concretos que nela viveram e que com a sua acção a construíram, imprimindo-lhe os traços que hoje nos permitem lê-la e estudá-la.

Pessanha, “o fruto mais valioso do simbolismo português”

[Saborear os clássicos – XIV]

Pessanha, “o fruto mais valioso do simbolismo português”

Licenciado em Direito, Camilo Pessanha (1867-1926) parte para Macau, onde é professor do liceu e colega do escritor Wenceslau de Morais “que trocou a sua alma de ocidental pela alma japonesa”. Influenciado pelos poetas simbolistas franceses já referidos e pelo filósofo alemão Schopenhauer, considera que o mundo é ilusão e dor. [artigo d Maria Eugénia Abrunhosa]

Padre Nuno Gonçalves é o novo diretor da revista “La Civiltà Cattolica”

Spadaro vai trabalhar com cardeal Tolentino

Padre Nuno Gonçalves é o novo diretor da revista “La Civiltà Cattolica”

O padre Nuno da Silva Gonçalves foi nomeado diretor da revista La Civiltà Cattolica, a publicação dos jesuítas em Itália e uma das mais antigas do mundo. A nomeação foi divulgada esta quinta-feira, 14 de setembro, pela própria revista, sediada em Roma. O jesuíta português, ex-reitor da Pontifícia Universidade Gregoriana,  irá substituir no cargo o padre italiano Antonio Spadaro a partir de 1 de outubro.

A Senhora da Serra

Na Cinemateca, dia 13 setembro

A Senhora da Serra

O espaço é curto e o que se podia dizer muito. Retraia-se o escriba e sintetize: quem puder que vá à Cinemateca ver dia 13 de setembro “A Senhora da Serra”, filme de João Dias, apresentado no Fundão, na 13ª edição dos Encontros Cinematográficos, que decorreram na Moagem de 11 a 14 de agosto. O filme dura 67’ e convém chegar a horas.

“Respira-se na mística portuguesa a urgência do abraço”

Pré-publicação

“Respira-se na mística portuguesa a urgência do abraço”

Neste sábado, 9 de Setembro, o simpósio sobre História da Espiritualidade e da Mística em Portugal – Uma Perspetiva Global, já referido pelo 7MARGENS, inclui a apresentação do livro Erotismo e Metáfora na Mística Portuguesa – do Renascimento ao Barroco (ed. Theya). A sessão decorre na Universidade Aberta (R. da Escola Politécnica, 147, ao Rato, em Lisboa), a partir das 17h30. A entrada é livre. O 7MARGENS publica a seguir um excerto da conclusão da obra.

A mística como não-limite da condição humana, trazida à luz do dia

Simpósio, Congresso, História e Dicionário

A mística como não-limite da condição humana, trazida à luz do dia

É um projecto vasto: um simpósio já no próximo sábado, que inclui a possibilidade de participação via zoom; um congresso em Abril do próximo ano, em Braga; uma História Global da Espiritualidade e da Mística em Portugal, em sete volumes, e um Dicionário Global da Espiritualidade e da Mística, em dois volumes, duas obras a publicar até 2025, idealmente.

Estudar as imagens na Idade Média: inspiração para hoje?

Colóquio da Sociedade de Filosofia Medieval

Estudar as imagens na Idade Média: inspiração para hoje?

“Da imagem” é o tema do colóquio anual que a Sociedade de Filosofia Medieval organiza a partir desta quinta feira, 7 de setembro, na Universidade da Beira Interior, na Covilhã, presidido pelo professor e filósofo José Maria da Silva Rosa. Este O texto foi escrito para enquadrar o encontro e dar uma visão panorâmica das problemáticas que o tema cobre.

Artista russo vai expor no Vaticano escultura com sangue de vítimas de abusos

Nova obra de Andrei Molodkin

Artista russo vai expor no Vaticano escultura com sangue de vítimas de abusos

O artista russo Andrei Molodkin, conhecido internacionalmente pelas suas obras de protesto contra a guerra, está a criar uma nova instalação, desta vez contra os abusos sexuais no seio da Igreja Católica, e pretende projetá-la “às portas da Praça de São Pedro”. Molodkin costuma recorrer a sangue humano para criar as suas obras e desta vez não será exceção: criou uma escultura com o brasão do Vaticano e pretende “encharcá-la” com sangue doado pelas vítimas de abusos.

Seminário de Coimbra promove concerto “pela paz e pela união dos povos”

Dia 11 de setembro

Seminário de Coimbra promove concerto “pela paz e pela união dos povos”

O Seminário Maior de Coimbra vai assinalar na próxima segunda-feira, 11 de setembro, o sétimo aniversário da sua “comunidade das 11”, com um Concerto Solidário pela Paz e pela União dos Povos, protagonizado pela Orquestra Clássica do Centro. A entrada é livre, mas é necessária inscrição prévia, e todos são convidados a fazer um donativo para apoiar as obras em curso de reabilitação do espaço.

Histórias que inspirem a transição económica precisam-se

Movimento EoF lança concurso

Histórias que inspirem a transição económica precisam-se

Chama-se “As histórias que somos” e é um concurso promovido pelo Movimento Economia de Francisco (EoF) que desafia qualquer pessoa a apresentar um podcast, canção, vídeo, poesia, texto em prosa ou arte visual cuja narrativa inspire a transição económica. As candidaturas estão abertas até ao dia 10 de setembro e as obras selecionadas serão apresentadas durante o quarto evento global EoF, marcado para o próximo dia 6 de outubro, além de receberem “um prémio simbólico”.

A Mente Justa, uma apologia do entendimento sobre política e religião

Livro

A Mente Justa, uma apologia do entendimento sobre política e religião

A Mente Justa inclui uma apologia do esforço de audição, da compreensão do ponto de vista contrário. “Tudo o que junte as pessoas em densas redes de confiança torna-as menos egoístas”, considera Jonathan Haidt. Evitar as polarizações extremas, como as que têm emergido em tantos lados, é um propósito que o autor subscreve. Afirma ele que “a moralidade une e cega”.

A viagem (inacabada) de Francisco (a Lisboa e ao mundo)

Cinema

A viagem (inacabada) de Francisco (a Lisboa e ao mundo)

Ainda no rescaldo da presença luminosa e iluminadora do papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude, em Lisboa, no passado mês de Agosto, fui ver o filme A Viagem do Papa Francisco. E recomendo-o vivamente, para não se perder a chama, o entusiasmo, quero dizer. O sonho, diz o Papa.

Simone Weil: atenção para iluminar a escuta do mundo

80 anos da sua morte

Simone Weil: atenção para iluminar a escuta do mundo

Na homenagem que presta a Simone Weil, no 80.º aniversário da sua morte, que ocorre esta quarta-feira, 24, o Le Monde des Réligions publica um extenso texto do escritor e editor Stéphane Barsacq, que põe em destaque algumas chaves para compreender aquela que designa, citando Cioran, como “a pensadora mais poderosa da sua geração”.

“A grandeza e a miséria do homem”

Ensaio

“A grandeza e a miséria do homem”

Neste sábado, 19 de agosto, celebra-se o aniversário da morte do matemático, escritor, físico, inventor, filósofo e teólogo, Blaise Pascal. Relembrando a importância que  o autor dos “Pensamentos” teve no pensamento moderno, e na sequência da publicação da Carta Apostólica “Sublimitas et Miseria Hominis” do Papa Francisco no IV Centenário do nascimento de Blaise Pascal, publicamos agora um texto de José Maria da Silva Rosa, professor de filosofia na Universidade da Beira Interior.

20 000 Espécies de Abelhas – um filme para refletir

Diálogo com a Identidade de Género

20 000 Espécies de Abelhas – um filme para refletir

Tenho escrito no 7Margens, não poucas vezes, sobre questões mais ou menos “fraturantes” da apelidada “moral sexual (católica)”: homossexualidade, eutanásia, aborto, adoção de crianças por pessoas do mesmo sexo, feminismo e novos feminismos, questões de género, não esquecendo o artigo “Uma Universidade Católica para quê? Para quem?” (bem fraturante, como se viu…).

O peso dos anos

Nas margens da filosofia ( LVI)

O peso dos anos

Annie Ernaux ganhou o Prémio Nobel da Literatura em 2022. Até essa altura nada conhecia desta escritora francesa e tive curiosidade em me actualizar. Sabia que grande parte dos seus livros tinham um toque autobiográfico, algo que de antemão me agradava pois penso que a vida real – a nossa e a dos outros – é um manancial de aprendizagens que constantemente destroem as ideias feitas que herdámos ou que nós próprios construímos. Antes de a ler sabia que esta autora escrevera grande parte das suas obras estabelecendo uma relação directa entre a História e a sua história de vida, fazendo jus à relação muito apreciada pelos franceses entre a Histoire e a petite histoire.

Irão e China dividem palmarés

Cinema Documentário de Melgaço

Irão e China dividem palmarés

A história de uma família tradicional de Teerão retratada em Silent House, venceu o Prémio Dom Quixote 2023 da última edição do MDOC/Festival Internacional de Cinema Documentário de Melgaço. O cenário do filme desenrola-se num palacete dantes pertencente a uma das esposas de Reza Shan (o Xá do Irão, entre 1925 e 1941) e constitui, ao mesmo tempo, uma parábola sobre a complexa situação social e política do país.

“O Cinema faz parte da vida”

Entrevista à cineasta Catarina Alves Costa, autora de “Margot”

“O Cinema faz parte da vida”

Em véspera da apresentação no MDOC, do filme “Margot”, de Catarina Alves Costa, falamos com a professora e realizadora, autora de vários registos, entre os quais, “Senhora da Aparecida” (1994); “O Arquitecto e a Cidade Velha” (2004); “Pedra e Cal” (2016) e “Um Ramadão em Lisboa” (2019), além de autora de diversas investigações e livros “Cinema e Povo” (2022).

ABC: A mini-tournée portuguesa dos “padres rockeiros” de Alcalá

Visto de fora (4)

ABC: A mini-tournée portuguesa dos “padres rockeiros” de Alcalá

A juventude e o Papa não são os únicos protagonistas da Jornada Mundial da Juventude em que a imprensa repara. O diário espanhol ABC dedicou uma página integral a músicos que animaram o arranque da iniciativa. Os três “padres rockeiros” que, com quatro leigos, integram La Voz del Desierto, um grupo de música da diocese de Alcalá de Henares, merecem um destaque especial.

Memórias da Guerra Colonial em “As Mãos Invisíveis”

MDOC/Festival Internacional de Cinema de Melgaço

Memórias da Guerra Colonial em “As Mãos Invisíveis”

Se muitos dos episódios da guerra colonial continuam   numa espécie de limbo entre o esquecimento e a memória, o filme “Les Mains Invisibles” (2022), de Hugo dos Santos, exibido, anteontem, na sessão da noite do Festival, avivou histórias de milhares de jovens que, por razões de consciência política e luta contra o regime de Salazar e Caetano, resolveram desertar clandestinamente das fileiras do Exército.

Um Papa na sua faceta de pedagogo

Scholas Ocurrentes, em Cascais

Um Papa na sua faceta de pedagogo

O Papa Francisco chegou ao final da manhã desta quinta-feira ao espaço-sede do projeto Scholas Ocurrentes (“escolas de vizinhos”), depois de ter seguido, ao longo de mais de três quilómetros, um mural pintado que é um exemplo e resultado da filosofia pedagógica de inclusão e capacitação por ele adotada.

“Sede coreógrafos da dança da vida”, pondo a pessoa humana no centro

Papa aos estudantes da UCP

“Sede coreógrafos da dança da vida”, pondo a pessoa humana no centro

Numa marcante e desafiadora alocução aos estudantes e à comunidade académica que esta quinta-feira, 3, fez na Universidade Católica Portuguesa, o Papa Francisco estabeleceu uma ponte entre a condição de peregrino do sentido e a de indagador/investigador do conhecimento e da verdade. Nesse diálogo, apelou aos académicos e futuros profissionais para não se deixarem levar por respostas fáceis a questões complexas, e tomarem as inquietações, descontentamentos e sede de futuro como sinal de vida, substituindo os medos pelos sonhos.

Chamar à razão

Chamar à razão

Agradeço-lhe os múltiplos convites de aprofundamento e de missão conjunta. Obrigado por nos fazer encetar caminhos novos, por provocar a reflexão, por nos escutar, por nos responsabilizar, por nos encorajar e depositar confiança em nós, jovens membros da Economia de Francisco.

Costa oferece ao Papa 124 santuários marianos

Em forma de álbum

Costa oferece ao Papa 124 santuários marianos

São 124 santuários marianos do país, distribuídos por todo o território do Continente e Regiões Autónomas. E também pelo mar, como refere o cardeal-patriarca de Lisboa no prefácio da obra que na tarde desta quarta-feira, dia 2, o primeiro-ministro António Costa oferecerá ao Papa Francisco, em nome do Governo português.

Uma oferta do operário para o Papa

“Visitação” de Loures

Uma oferta do operário para o Papa

O Papa Francisco receberá das mãos dos responsáveis da Câmara Municipal de Loures uma “Visitação”, que é uma réplica de uma escultura do artista José Pedro. Este era um operário da antiga Fábrica de Loiça de Sacavém, e ali trabalhava como um dos principais modeladores.

Observatório astronómico do Vaticano reabre ao público

Visitas guiadas

Observatório astronómico do Vaticano reabre ao público

É já a partir da próxima quinta-feira, 3 de agosto, que o Observatório do Vaticano – um dos mais antigos e ativos observatórios astronómicos do mundo – reabre ao público, para uma série de visitas guiadas em colaboração com os Museus Vaticanos. Amostras de rochas lunares e meteoritos, textos raros, obras de arte inspiradas na astronomia, e os históricos (e ainda a funcionar) telescópios “Carte du Ciel e Schmidt” são algumas das peças que estarão em exposição ao longo do verão.

Participantes da JMJ convidados a descobrir o 25 de Abril

Visitas guiadas em Lisboa

Participantes da JMJ convidados a descobrir o 25 de Abril

A Comissão Comemorativa 50 anos 25 de Abril associou-se à Jornada Mundial da Juventude e vai desafiar todos os participantes “a descobrirem o momento fundador da democracia portuguesa”, através de visitas guiadas ao Quartel do Carmo, ao Museu da GNR e à mostra expositiva “A Paz é possível. A Vigília da Capela do Rato e a contestação à Guerra Colonial”, que será reposta no Palácio da Independência.

A história do beato Carlo Acutis contada em banda desenhada

"Um Santo para a Juventude"

A história do beato Carlo Acutis contada em banda desenhada

A poucos dias do início da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023, chega às livrarias a história de um dos seus “patronos”, o beato Carlo Acutis, contada em banda desenhada. A novela gráfica, intitulada “Carlo Acutis – Um Santo para a Juventude”, foi concebida pelos artistas de BD Camille W. de Prévaux e Fabrizio Russo, e é agora editada em Portugal pela LeYa/ASA.

Concertos de música coral em Lisboa

Obras renascentistas

Concertos de música coral em Lisboa

Obras de música coral renascentista dos séculos XVI e XVII dão o mote para dois concertos em Lisboa, dirigidos pelo maestro Luís Lopes, com o Coro dos Amigos do Conservatório Nacional, o tenor Francisco Pinheiro, a cravista Joana Bagulho e Filipa Gonçalves no violoncelo. O primeiro concerto é já este domingo, dia 16.

“Estudos de Arte e Devoção”: a materialidade do símbolo

Pré-publicação

“Estudos de Arte e Devoção”: a materialidade do símbolo

A simbologia das pedras preciosas na Bíblia e nos clássicos ou a imagem do Santo Cristo dos Açores como uma tradução da iconografia do Ecce Homo, são dois dos temas que integram o volume Estudos de Arte e Devoção (ed. Paulinas), da autoria do bispo e historiador Carlos Moreira Azevedo, que será apresentado nesta semana que agora se inicia, em Lisboa e Porto.

Zé Mattoso: o homem de pé que de joelhos louvava a vida

Editorial 7M

Zé Mattoso: o homem de pé que de joelhos louvava a vida

A imagem que retenho do Zé Mattoso – a quem assim sempre tratei, pois o que nos liga é uma amizade antiga e cumplicidades várias – é esta de um homem profundamente comprometido em perscrutar, sem barreiras nem preconceitos, a história, as instituições, os locais e as mentalidades, o mundo, convocando para isso todo o arsenal intelectual disponível.

José Mattoso (1933-2023): “A vocação monástica permanece o meu primeiro apelo interior”

Historiador morreu aos 90 anos

José Mattoso (1933-2023): “A vocação monástica permanece o meu primeiro apelo interior”

O historiador José Mattoso morreu neste sábado, 8 de Julho, depois de um tempo em que a doença de alzheimer foi tomando conta dele e debilitando-lhe as forças físicas – que não a vontade de continuar a ser “tão curioso, tão humilde a pensar a novidade, tão interessado pelo acontecimento de hoje”, como escreve Jorge Wemans no editorial do 7MARGENS. Não haverá cerimónias fúnebres, uma vez que o próprio decidiu doar o seu corpo à ciência.

O Milagre das Lágrimas

As Andorinhas de Cabul

O Milagre das Lágrimas

Desta vez, não consegui ir a uma sala de cinema e acabei por ver, no meio de algumas coincidências, o filme (já de 2019) As Andorinhas de Cabul. Mas vamos às coincidências. Para além de passar na RTP2, na segunda-feira, 5 de Junho e estar disponível na RTP Play, foi também por esta altura que reparei nas primeiras andorinhas (pareceu-me que se tinham atrasado este ano).

Pensamento de Luís Moita recordado em livro

10 de julho na UAL

Pensamento de Luís Moita recordado em livro

O livro Em torno do Pensamento de Luís Moita: Humanismo e Relações Internacionais é lançado na próxima segunda-feira, dia 10 de julho, às 10h00, nas instalações da Rua do Conde de Redondo da Universidade Autónoma de Lisboa, onde o professor lecionou durante décadas e de que foi vice-reitor.

Hipátia de Alexandria: cidadã grega, heroína e mártir

História e pensamento

Hipátia de Alexandria: cidadã grega, heroína e mártir

Hipátia de Alexandria viveu entre o declínio da cultura helénica e o início do poder hierárquico da Igreja cristã (séc. IV e V d. C.). “Pelas suas consequências, uma das mais trágicas falsas vias para a Igreja cristã foi, depois do fim das perseguições, a ligação entre o poder imperial romano e a hierarquia eclesiástica.” (Padre Anselmo Borges, “Poder e autoridade”, Diário de Notícias, 11-12- 21)

Jesuítas mudam toponímia de Lisboa e levam cinco mil ao encontro com o Papa

Magis e JMJ

Jesuítas mudam toponímia de Lisboa e levam cinco mil ao encontro com o Papa

O Largo Trindade Coelho, em Lisboa, onde está a igreja com o mesmo nome, passará a chamar-se Largo da Misericórdia durante os últimos dias de Julho e os primeiros de Agosto. A mudança toponímica deve-se aos jesuítas, que ali irão concentrar dezenas de actividades durante os dias da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que decorre em Lisboa entre 1 e 6 de Agosto. Concertos ao vivo, entre os quais a banda sonora do filme A Missão, debates, início de passeios que aliam a cultura e a espiritualidade, tudo se concentrará naquele lugar do centro de Lisboa, lugar de passagem dos cerca de cinco mil jovens que os jesuítas mobilizaram para a JMJ.

Das (an)danças e lutas da festa ao desafio da convivência

Bugiada e Mouriscada de Sobrado, Valongo

Das (an)danças e lutas da festa ao desafio da convivência

Falar, em Portugal, de festas de São João, é falar inevitavelmente de Braga e do Porto. Gostaria, porém, de trazer aqui o caso de uma outra festividade, bastante menos aparatosa e conhecida, mas provavelmente não menos interessante. Refiro-me ao São João de Sobrado, no município de Valongo, também conhecido pela festa da Bugiada e Mouriscada.

Papa quer artistas a serem “intérpretes do grito silencioso” dos pobres

Encontro na Capela Sistina

Papa quer artistas a serem “intérpretes do grito silencioso” dos pobres

O Papa Francisco pediu aos artistas que interpretem o “grito silencioso” dos pobres. “Não se esqueçam dos pobres, que são os preferidos de Cristo, em todas as formas em que se é pobre hoje. Também os pobres necessitam de arte e de beleza”, afirmou o Papa, durante um encontro na Capela Sistina com um grupo de duas centenas de artistas contemporâneos, entre os quais sete portugueses.

Pedro Abrunhosa, agnóstico com música “crente”, estará com o Papa entre mais 200 artistas

Sete artistas portugueses

Pedro Abrunhosa, agnóstico com música “crente”, estará com o Papa entre mais 200 artistas

O Papa Francisco “tem devolvido a verdadeira essência apostólica da Palavra e da mensagem bíblica”, dizia Pedro Abrunhosa há quatro anos e meio, em entrevista ao 7MARGENS, no dia em que este jornal iniciava a sua publicação. O músico diz que, “naturalmente, pelo ser humano extraordinário que é, bem como pela mudança que representa, pela sua postura relativa ao papel da arte na sociedade, será uma imensa honra” conhecer o Papa.

Trindade: escavar na areia das imagens

Pré-publicação

Trindade: escavar na areia das imagens

Fruto de uma tese na Faculdade de Teologia, da autoria de Tiago Fonseca, A Arte de Apresentar o Mistério Trinitário. Imagem, Eucologia e Simbólica (ed. Secretariado Nacional de Liturgia) será apresentado no próximo dia 30, às 21h, na Igreja da Santíssima Trindade, na Covilhã. O autor está neste momento a frequentar o último ano no Seminário Interdiocesano de S. José, em Braga.

A música original e ao vivo e a reportagem integral d’“A Lista do Padre Carreira”

7MARGENS publica reportagem vídeo

A música original e ao vivo e a reportagem integral d’“A Lista do Padre Carreira”

O padre Joaquim Carreira salvou cerca de duas centenas de pessoas durante a ocupação nazi de Roma. Distinguido com o título de “Justo Entre as Nações”, uma reportagem do 7MARGENS em parceria com a TVI trouxe a sua história para a televisão. Publicamos aqui o vídeo, falando das peças originais compostas para a reportagem e da música gravada ao vivo.

Coração partido: o regresso de Nick Cave

Novo disco com Bad Seeds

Coração partido: o regresso de Nick Cave

Nick Cave está de regresso à gravação de um álbum com os seus Bad Seeds, depois de Ghosteen. A notícia foi dada pelo próprio no site que alimenta com respostas à correspondência dos seus fãs. Desde a morte do seu filho Arthur, em 2015, a sua criação artística assemelhou-se a uma erupção violenta em que assomam o amor, a dor, a morte e Deus.

Madrid vai acolher Museu Hispano-Judaico

Em edifício emblemático da cidade

Madrid vai acolher Museu Hispano-Judaico

O projeto nasceu em 2016, mas só agora irá concretizar-se, graças à concessão, por concurso público e em regime de arrendamento, de um edifício do Metro de Madrid à Fundação Hispano-Judaica: no bairro de Salamanca, em pleno centro de Madrid, ficará instalado o Museu Hispano-Judaico, que pretende “tornar-se uma referência educativa na memória e no respeito pelos diferentes”.

Da favela para a JMJ: orquestra social Maré do Amanhã estreia-se em Portugal

Concertos em Cascais, Arouca e Porto

Da favela para a JMJ: orquestra social Maré do Amanhã estreia-se em Portugal

A orquestra Maré do Amanhã vem do outro lado do atlântico para atuar pela primeira vez em Portugal, mas é aqui que, desde sempre, tem as suas raízes fundadas. O seu diretor, Carlos Eduardo Prazeres, é filho do maestro português Armando Prazeres, sequestrado e assassinado na favela da Maré (Rio de Janeiro), em 1999. Onze anos depois, Carlos decidiu levar às crianças daquele local instrumentos musicais em vez de armas e criou a orquestra social que se apresentará em breve em várias cidades do nosso país, no âmbito da Jornada Mundial da Juventude.

Mal Viver/Viver Mal – O amor nos seus labirintos

Cinema

Mal Viver/Viver Mal – O amor nos seus labirintos

Cada um dos filmes do díptico é diferente (vale a pena notar a maneira diferente de filmar), e até será possível ver um sem o outro, mas ficaria um retrato muito incompleto e muitas coisas não explicitadas. Mal Viver é mais pesado, Viver Mal é mais divertido, amargamente divertido, porque igualmente cruel.

Milhares a dançar na procissão

Luxemburgo

Milhares a dançar na procissão

Uma procissão dançante que dura cerca de três horas, em honra de São Willibrord, um santo dos séculos VII-VIII decorreu como é tradição desde há perto de mil anos, na última terça-feira, 30 de maio, na cidade luxemburguesa de Echternach.

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

Estudo apresentado dia 27

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas novidade

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo, por exemplo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa na introdução ao seu mais recente estudo, que será apresentado na próxima terça-feira, 27 de fevereiro, na Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra

Atividades abertas a todos

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra novidade

Empenhado em ser “um lugar onde a Cultura e a Espiritualidade dialogam com a cidade”, o Seminário de Coimbra acolhe, na próxima segunda-feira, 26, a atividade “Humanizar através do teatro – A Importância da Compaixão” (que inclui a representação de uma peça, mas vai muito além disso). Na terça-feira, dia 27, as portas do Seminário voltam a abrir-se para receber o biólogo e premiado fotógrafo de natureza Manuel Malva, que dará uma palestra sobre “Salvar a natureza”. 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Sessões gratuitas

Sol sem Fronteiras vai às escolas para ensinar literacia financeira

Estão de regresso as sessões de literacia financeira para crianças e jovens, promovidas pela Sol sem Fronteiras, ONGD ligada aos Missionários Espiritanos, em parceria com o Oney Bank. Destinadas a turmas a partir do 3º ano até ao secundário, as sessões podem ser presencias (em escolas na região da grande Lisboa e Vale do Tejo) e em modo online no resto do país.

O princípio de Betânia

O princípio de Betânia novidade

Numa sexta-feira, seis dias antes da Páscoa, no regresso de Jericó para Jerusalém, Jesus faz uma pausa em Betânia, uma pequena aldeia a três quilómetros de Jerusalém que visitava regularmente, sendo amigo da família de Lázaro, Marta e Maria. É que no sábado a lei judaica não permitia viajar. Entretanto, um tal Simão denominado “o leproso” (talvez um dos que Jesus tinha curado) convida-o para um jantar no sábado à noite na sua casa, também em Betânia. [Texto de José Brissos-Lino]

Ortodoxos denunciam imoralidade do conluio de Cirilo com Putin e a sua guerra

Carta nos dois anos da guerra na Ucrânia

Ortodoxos denunciam imoralidade do conluio de Cirilo com Putin e a sua guerra novidade

No momento em que passam dois anos sobre a invasão russa e o início da guerra na Ucrânia, quatro académicos do Centro de Estudos Cristãos Ortodoxos da Universidade de Fordham, nos Estados Unidos da América, dirigiram esta semana uma contundente carta aberta aos líderes das igrejas cristãs mundiais, sobre o papel que as confissões religiosas têm tido no conflito.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This