Reconhecer e ouvir são "prioridade"

Cúpula da Igreja italiana encontrou-se com vítimas de abusos

| 11 Mai 2023

Encontro da Conferência Episcopal Italiana co vítimas de abusos e seus familiares, Roma, 11 de maio de 2023. Foto © CEI

O encontro, que começou com uma oração penitencial, durou cerca de três horas e decorreu “num ambiente sereno, mas intenso”, descrevem os bispos italianos. Foto © CEI.

 

O Presidente da Conferência Episcopal Italiana (CEI), cardeal Matteo Zuppi, e o secretário-geral, bispo Giuseppe Baturi, acolheram na sede daquele organismo, na manhã desta quinta-feira, 11 de maio, um grupo de vítimas de abusos cometidos por religiosos e leigos no seio da Igreja, bem como alguns dos seus familiares mais próximos.

O encontro, que começou com uma oração penitencial, durou cerca de três horas e decorreu “num ambiente sereno, mas intenso”, descreve a CEI em comunicado. “Foi um momento muito importante e significativo em que cada vítima partilhou a sua própria história de dor, expressando, ao mesmo tempo, o desejo de ajudar e acompanhar a Igreja na Itália para que estes episódios não se repitam e para proteger melhor os menores e os adultos vulneráveis”, continua a nota à imprensa.

Para os bispos italianos, cada vítima “deve ser reconhecida como pessoa gravemente ferida e ouvida com empatia, respeitando sua dignidade” e “essa prioridade já é um primeiro ato de prevenção porque só ouvir verdadeiramente a dor das pessoas que sofreram esse crime nos abre à solidariedade e nos desafia a fazer todo o possível para que o abuso não volte a acontecer”, afirmam.

Este encontro representa ainda ” a primeira etapa para a constituição de um grupo operacional, formado por vítimas de abusos em ambientes eclesiais e suas famílias”, o qual funcionará como “uma espécie de Observatório”, adianta a CEI.

“Para sublinhar a importância que os bispos italianos atribuem à participação das vítimas nos processos de elaboração de cursos preventivos e formativos, o Observatório dependerá diretamente da presidência da CEI, em particular do cardeal presidente, e encontros periódicos serão organizados pela secretaria geral”, conclui o comunicado.

 

Judeus na Europa “mais angustiados que nunca” face ao aumento do antissemitismo

Estudo revela

Judeus na Europa “mais angustiados que nunca” face ao aumento do antissemitismo novidade

O mais recente relatório da Agência da União Europeia para os Direitos Fundamentais (FRA) não deixa margem para dúvidas: o antissemitismo cresceu nos últimos cinco anos e disparou para níveis sem precedentes desde o passado mês de outubro, o que faz com que os judeus a residir na Europa temam pela sua segurança e se sintam muitas vezes obrigados a esconder a sua identidade judaica.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Fundadora da Comunidade Loyola castigada pelo Vaticano é ministra da comunhão em Braga

Decreto de extinção a marcar passo?

Fundadora da Comunidade Loyola castigada pelo Vaticano é ministra da comunhão em Braga novidade

A pouco mais de três meses de se completar um ano, prazo dado pelo Vaticano para extinguir a Comunidade Loyola, um instituto de religiosas fundado por Ivanka Hosta e pelo padre Marko Rupnik, aparentemente tudo continua como no início, com as casas a funcionar normalmente. No caso da comunidade de Braga, para onde Ivanka foi ‘desterrada’ em meados de 2023, por abusos de poder e espirituais, a “irmã” tem mesmo estado a desenvolver trabalho numa paróquia urbana, incluindo como ministra extraordinária da comunhão, com a aparente cobertura da diocese.

Sobreviventes de abusos acusam bispos de os “revitimizar” no processo de compensações financeiras

Contra a obrigação de repetir denúncias

Sobreviventes de abusos acusam bispos de os “revitimizar” no processo de compensações financeiras novidade

Vários sobreviventes de abusos sexuais no seio da Igreja Católica expressaram, junto da presidência da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), o seu descontentamento quanto ao “método a utilizar para realizar as compensações financeiras”, dado que este obriga todas as vítimas que pretendam obtê-las a repetirem a denúncia que já haviam feito anteriormente.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This