Reconhecer e ouvir são "prioridade"

Cúpula da Igreja italiana encontrou-se com vítimas de abusos

| 11 Mai 2023

Encontro da Conferência Episcopal Italiana co vítimas de abusos e seus familiares, Roma, 11 de maio de 2023. Foto © CEI

O encontro, que começou com uma oração penitencial, durou cerca de três horas e decorreu “num ambiente sereno, mas intenso”, descrevem os bispos italianos. Foto © CEI.

 

O Presidente da Conferência Episcopal Italiana (CEI), cardeal Matteo Zuppi, e o secretário-geral, bispo Giuseppe Baturi, acolheram na sede daquele organismo, na manhã desta quinta-feira, 11 de maio, um grupo de vítimas de abusos cometidos por religiosos e leigos no seio da Igreja, bem como alguns dos seus familiares mais próximos.

O encontro, que começou com uma oração penitencial, durou cerca de três horas e decorreu “num ambiente sereno, mas intenso”, descreve a CEI em comunicado. “Foi um momento muito importante e significativo em que cada vítima partilhou a sua própria história de dor, expressando, ao mesmo tempo, o desejo de ajudar e acompanhar a Igreja na Itália para que estes episódios não se repitam e para proteger melhor os menores e os adultos vulneráveis”, continua a nota à imprensa.

Para os bispos italianos, cada vítima “deve ser reconhecida como pessoa gravemente ferida e ouvida com empatia, respeitando sua dignidade” e “essa prioridade já é um primeiro ato de prevenção porque só ouvir verdadeiramente a dor das pessoas que sofreram esse crime nos abre à solidariedade e nos desafia a fazer todo o possível para que o abuso não volte a acontecer”, afirmam.

Este encontro representa ainda ” a primeira etapa para a constituição de um grupo operacional, formado por vítimas de abusos em ambientes eclesiais e suas famílias”, o qual funcionará como “uma espécie de Observatório”, adianta a CEI.

“Para sublinhar a importância que os bispos italianos atribuem à participação das vítimas nos processos de elaboração de cursos preventivos e formativos, o Observatório dependerá diretamente da presidência da CEI, em particular do cardeal presidente, e encontros periódicos serão organizados pela secretaria geral”, conclui o comunicado.

 

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

7MARGENS antecipa estudo

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas novidade

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo, por exemplo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa na introdução ao seu mais recente estudo, que será apresentado na próxima terça-feira, 27 de fevereiro, na Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra

Atividades abertas a todos

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra novidade

Empenhado em ser “um lugar onde a Cultura e a Espiritualidade dialogam com a cidade”, o Seminário de Coimbra acolhe, na próxima segunda-feira, 26, a atividade “Humanizar através do teatro – A Importância da Compaixão” (que inclui a representação de uma peça, mas vai muito além disso). Na terça-feira, dia 27, as portas do Seminário voltam a abrir-se para receber o biólogo e premiado fotógrafo de natureza Manuel Malva, que dará uma palestra sobre “Salvar a natureza”. 

Era uma vez na Alemanha

Era uma vez na Alemanha novidade

No sábado 3 de fevereiro, no centro de Berlim, um estudante judeu foi atacado por outro estudante da sua universidade, que o reconheceu num bar, o seguiu na rua, e o agrediu violentamente – mesmo quando já estava caído no chão. A vítima teve de ser operada para evitar uma hemorragia cerebral, e está no hospital com fracturas em vários ossos do rosto. Chama-se Lahav Shapira. [Texto de Helena Araújo]

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira

Inaugurados dia 25

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira novidade

A comunidade cristã da Golpilheira – inserida na paróquia da Batalha – vai estar em festa no próximo domingo, 25 de fevereiro, data em que serão inaugurados e benzidos os novos vitrais e esculturas dos três videntes de Fátima que passarão a ornamentar a sua igreja principal – a Igreja de Nossa Senhora de Fátima. As peças artísticas foram criadas por autores nacionais, sob a coordenação do diretor do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima, Marco Daniel Duarte.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This