Abusos sexuais

Deputados elogiam iniciativa pioneira da Igreja francesa

| 16 Fev 2022

Jean-Marc Sauvé (Foto JB EyguesierWikimedia Commons)

Uma comissão parlamentar nasceu após a audição de Jean-Marc Sauvé, presidente da CIASE, pela Assembleia Nacional francesa. Foto © JB Eyguesier / Wikimedia Commons.

 

A criação de nova legislação sugerida no relatório da CIASE (a comissão independente sobre os abusos sexuais na Igreja) de outubro de 2021 foi esta quarta-feira, dia 16 de fevereiro, debatida na Assembleia Nacional francesa. Mas o debate não se cingiu ao contexto eclesial, sendo abordadas medidas que possam pôr cobro às 160.000 vítimas anuais de agressões sexuais praticadas dentro da família, ou em estruturas educacionais, desportivas e associativas.

A Igreja francesa foi elogiada pela “coragem”, “vontade” e “pioneirismo” que demonstrou na luta contra os abusos sexuais de menores e na sua reparação. Os elogios tiveram lugar num dos sítios mais inesperados: o Parlamento francês. Mas foi esse, segundo o La Croix de dia 16 de fevereiro, o tom do debate entre os deputados que reagiam ao relatório apresentado pela comissão encarregue de avaliar a criação de nova legislação proposta no documento Sauvé.

A comissão parlamentar nasceu após a audição de Jean-Marc Sauvé, presidente da CIASE, pela Assembleia Nacional francesa que teve lugar a 20 de outubro de 2021. Como o 7MARGENS noticiou, várias das 45 medidas sugeridas pela comissão implicavam, a serem adotadas, mudanças significativas no Código de Direito Canónico e na própria legislação francesa. Estão neste caso as propostas sobre a isenção fiscal das indeminizações pagas a vítimas, ou a quebra do segredo de confissão em benefício do processo judicial contra os pedófilos.

No debate em plenário, os deputados manifestaram-se contra a concessão de créditos fiscais a quem contribua para o fundo de indemnização das vítimas, mas concordaram que as indemnizações recebidas pelas vítimas não devem ser tributadas. Ainda que o legislador francês não possa regular o segredo de confissão, poderá de algum modo “esclarecer a lei existente na aplicação do segredo profissional”, mas os deputados ficaram muito longe de qualquer decisão quanto à futura hipótese de um confessor ser obrigado, ou simplesmente autorizado, a quebrar o silêncio quando lhe são confessados atos pedófilos. Certo é que o assunto será retomado pela Assembleia Nacional que surgir das eleições legislativas de meados de junho deste ano.

 

Mais do que A Voz da Fátima

Pré-publicação

Mais do que A Voz da Fátima novidade

Que fosse pedido a um incréu um texto de prefácio para um livro sobre A Voz da Fátima, criou-me alguma perplexidade e, ao mesmo tempo, uma vontade imediata de aceitar. Ainda bem, porque o livro tem imenso mérito do ponto de vista histórico, com o conjunto de estudos que contém sobre o jornal centenário, mas também sobre o impacto na sociedade portuguesa e na Igreja, das aparições e da constituição de Fátima e do seu Santuário como o centro religioso mais importante de Portugal. Dizer isto basta para se perceber que não é possível entender, no sentido weberiano, Portugal sem Fátima e, consequentemente, sem o seu jornal.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita novidade

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Manhã desta quinta-feira, 24

“As piores formas de trabalho infantil” em conferência

Uma conferência sobre “As piores formas de trabalho infantil” decorre na manhã desta quinta-feira, 24 de Novembro (entre as 9h30-13h), no auditório da Polícia Judiciária (Rua Gomes Freire 174, na zona das Picoas, em Lisboa), podendo assistir-se também por videoconferência. Iniciativa da Confederação Nacional de Ação Sobre o Trabalho Infantil (CNASTI), em parceria com o Instituto de Apoio à Criança (IAC), a conferência pretende “ter uma noção do que acontece não só em Portugal, mas também no mundo acerca deste tipo de exploração de crianças”.

Cardeal Zen condenado a pagar multa por ter defendido manifestantes

Hong Kong

Cardeal Zen condenado a pagar multa por ter defendido manifestantes novidade

O cardeal Joseph Zen, bispo emérito de Hong Kong, foi condenado esta sexta-feira, 25 de novembro, a pagar uma multa de cerca de 500 euros pela sua colaboração com o 612 Humanitarian Relief Fund, que apoiou manifestantes pró-democracia a pagar multas e fianças em 2019. Sobre ele, recai ainda a acusação de conluio com forças estrangeiras, pelo que poderá vir a enfrentar penas mais graves.

Freiras italianas gritam “basta!” à violência contra a mulher

Dia Internacional contra a Violência de Género

Freiras italianas gritam “basta!” à violência contra a mulher novidade

“Sentimos o dever de manifestar abertamente a solidariedade com as mulheres que sofrem todo o tipo de violência.” Quem o diz são as irmãs salesianas Filhas de Maria Auxiliadora, da Província de São João Bosco, em Roma, que pela primeira vez decidiram associar-se pessoalmente a uma campanha de prevenção, a propósito do Dia Internacional Contra a Violência de Género, assinalado esta sexta-feira, 25 de novembro.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This