China

Dez padres da Igreja Clandestina detidos este ano

| 6 Mai 2022

igreja cristã cruz foto direitos reservados

A comunidade católica de Baoding é das mais antigas da China. Foto: Direitos reservados.

 

Pelo menos dez padres, pertencentes à chamada Igreja Clandestina, foram detidos pelas autoridades na província chinesa de Boading desde o início deste ano. Segundo a Asia News, citada esta sexta-feira, 6, pela Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), quatro destes padres “foram presos entre 29 e 30 de Abril, levantando temores de mais prisões entre os membros do clero”.

A notícia refere que “a comunidade católica de Baoding pede orações por eles” e procura informações sobre o seu paradeiro. Os fiéis, pode ler-se ainda, “temem pela vida” destes sacerdotes, pois, em casos anteriores, “padres e bispos sequestrados foram encontrados mortos ou em estado grave”.

A informação da agência que pertence ao Pontifício Instituto das Missões Estrangeiras (PIME) recorda que a comunidade católica de Baoding é das mais antigas da China e que o seu bispo, Su Zhimin, “está nas mãos da polícia há pelo menos 25 anos, depois de ter passado mais de 40 anos de trabalhos forçados sob [o governo de] Mao Zedong”.

O mais recente Relatório sobre a Liberdade Religiosa no Mundo, publicado em abril do ano passado pela Fundação AIS, confirma o desaparecimento deste bispo, cuja situação é referida como exemplo, entre muitos outros, da repressão que tem vindo a ser exercida sobre a comunidade cristã fiel ao Papa na China.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Irritações e sol na cara

Irritações e sol na cara novidade

“Todos os dias têm muito para correr mal, sim. Mas pode-se passar pela vida irritado? Apitos e palavras desagradáveis, respirações impacientes, sempre com o “não posso mais” na boca.” – A crónica de Inês Patrício, a partir de Berlim

A cor do racismo

A cor do racismo novidade

O que espero de todos é que nos tornemos cada vez mais gente de bem. O que espero dos que tolamente se afirmam como “portugueses de bem” é que se deem conta do ridículo e da pobreza de espírito que ostentam. E que não se armem em cristãos, porque o Cristianismo está nas antípodas das ideias perigosas que propõem.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This