Dezanove padres suspensos na Colômbia por suspeitas de participação em rede de abusadores

| 9 Abr 2021

Catedral de Bogotá, Colômbia

Catedral de Bogotá: o arcebispo da diocese da capital reconhecera em Março de 2019 que a Igreja conhecia mais de 100 casos de abusos sexuais no país. Foto © Luisalvaz/Wikimedia Commons

 

Dezanove padres colombianos suspeitos de terem cometido abusos sexuais e que teriam uma rede organizada entre a Colômbia, Itália e Estados Unidos foram suspensos do seu ministério. A decisão foi tomada na sequência de uma queixa apresentada por uma testemunha que agora está sob protecção judicial, segundo a emissora colombiana Rádio Caracol.

Quinze dos padres foram suspensos pelo arcebispo de Villavicencio e presidente da Conferência Episcopal, Óscar Urbina, uma decisão que terá sido tomada já a 16 de Março, mas só esta semana foi conhecida. Numa acção sem precedentes no país, como refere o jornal Kairos, outros quatro foram também suspensos em dioceses diferentes, mas todos integravam a rede.

Em comunicado, a diocese de Villavicencio fez saber que, a 14 de Fevereiro de 2020, um cidadão colombiano denunciou ao organismo competente a existência de factos “contra a moralidade sexual de alguns” clérigos da diocese, o que o arcebispo lamenta. A diocese colocou-se, entretanto, à disposição das autoridades enquanto decorre o processo canónico e o processo penal.

O homem que denunciou os factos está entretanto a ser acompanhado ao nível psico-espiritual, assegurando a diocese que a prioridade são as vítimas. Por seu lado, o arcebispo Urbina disse à Rádio Caracol que os padres suspensos representam 15% do clero da cidade. A eles foi aplicada a “tolerância zero para o abuso sexual por parte dos clérigos”, conforme as directrizes do Papa.

Ruben Salazar, arcebispo de Bogotá, a diocese da capital, reconhecera já em Março de 2019 que a Igreja tem conhecimento de mais de 100 casos de abusos sexuais na Colômbia, embora não tenha especificado as idades das vítimas nem o período em que foram cometidos.

A denúncia dos factos terá sido decidida pela vítima depois de ter lido o livro do jornalista Juan Pablo Barrientos, Dejad que los niños vengan a mí (“Deixai que as crianças venham até mim”), de 2019. Nele revelava vários casos presumidos de abuso por parte de vários padres.

De acordo com o El País, o jornalista recebeu entretanto 200 denúncias de novas vítimas e algumas delas já estarão a ser investigadas.

 

Mais do que A Voz da Fátima

Pré-publicação

Mais do que A Voz da Fátima novidade

Que fosse pedido a um incréu um texto de prefácio para um livro sobre A Voz da Fátima, criou-me alguma perplexidade e, ao mesmo tempo, uma vontade imediata de aceitar. Ainda bem, porque o livro tem imenso mérito do ponto de vista histórico, com o conjunto de estudos que contém sobre o jornal centenário, mas também sobre o impacto na sociedade portuguesa e na Igreja, das aparições e da constituição de Fátima e do seu Santuário como o centro religioso mais importante de Portugal. Dizer isto basta para se perceber que não é possível entender, no sentido weberiano, Portugal sem Fátima e, consequentemente, sem o seu jornal.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita novidade

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Manhã desta quinta-feira, 24

“As piores formas de trabalho infantil” em conferência

Uma conferência sobre “As piores formas de trabalho infantil” decorre na manhã desta quinta-feira, 24 de Novembro (entre as 9h30-13h), no auditório da Polícia Judiciária (Rua Gomes Freire 174, na zona das Picoas, em Lisboa), podendo assistir-se também por videoconferência. Iniciativa da Confederação Nacional de Ação Sobre o Trabalho Infantil (CNASTI), em parceria com o Instituto de Apoio à Criança (IAC), a conferência pretende “ter uma noção do que acontece não só em Portugal, mas também no mundo acerca deste tipo de exploração de crianças”.

Cardeal Zen condenado a pagar multa por ter defendido manifestantes

Hong Kong

Cardeal Zen condenado a pagar multa por ter defendido manifestantes novidade

O cardeal Joseph Zen, bispo emérito de Hong Kong, foi condenado esta sexta-feira, 25 de novembro, a pagar uma multa de cerca de 500 euros pela sua colaboração com o 612 Humanitarian Relief Fund, que apoiou manifestantes pró-democracia a pagar multas e fianças em 2019. Sobre ele, recai ainda a acusação de conluio com forças estrangeiras, pelo que poderá vir a enfrentar penas mais graves.

Freiras italianas gritam “basta!” à violência contra a mulher

Dia Internacional contra a Violência de Género

Freiras italianas gritam “basta!” à violência contra a mulher novidade

“Sentimos o dever de manifestar abertamente a solidariedade com as mulheres que sofrem todo o tipo de violência.” Quem o diz são as irmãs salesianas Filhas de Maria Auxiliadora, da Província de São João Bosco, em Roma, que pela primeira vez decidiram associar-se pessoalmente a uma campanha de prevenção, a propósito do Dia Internacional Contra a Violência de Género, assinalado esta sexta-feira, 25 de novembro.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This