Dia das mulheres diáconos na Alemanha para insistir num tema prioritário

29 Abr 19Igreja Católica, Igrejas Cristãs, Religiões e Mulheres, Sem categoria, Últimas

Ícone ortodoxo representando Santa Febe, uma das mulheres diáconos identificadas nos textos de São Paulo.

 

O dia não terá sido escolhido por acaso: 29 de Abril é, no calendário litúrgico, o dia de Santa Catarina de Sena, uma das mulheres mais destacadas da história da Igreja. Catarina de Sena teve um relevante papel na Igreja do seu tempo (século XIV), a ponto de ter sido proclamada doutora da Igreja e uma das padroeiras da Europa. A organização das mulheres católicas da Alemanha escolheu, por isso, o dia litúrgico de Santa Catarina de Sena como “dia das diaconisas”, celebrado desde 1998.

Com o apoio, entre outros, do Comité Central dos Católicos Alemães (organização nacional dos leigos) e da central nacional da pastoral juvenil (BDKJ), o dia das diaconisas 2019 celebra-se nesta segunda-feira, dia 29 de abril, em Mainz (Mogúncia).

Trata-se em primeiro lugar, de realçar a importância e focar a atenção da opinião pública para a dimensão diaconal da Igreja. A Igreja, enquanto instituição, não existe para si mesmo. Só uma Igreja que sirva e em atitude de diálogo é uma Igreja digna de crédito, afirma-se no folheto-convite da jornada.

Reforçar a exigência que se vem fazendo ouvir na Igreja, de participação igual das mulheres no serviço sacramental do diaconato, isto é, na abertura do sacramento da ordem às mulheres, concretamente do diaconato, é o objectivo específico desta jornada que decorre sob o tema “Dar à Igreja perspectivas de futuro!”.

A discussão do tema é uma constante na agenda de trabalho das assembleias diocesanas e outros encontros sinodais da Igreja Católica na Alemanha. A investigação teológica, ao demonstrar a existência de mulheres diáconos na Igreja dos primeiros séculos, já há muito que deu luz verde ao acesso das mulheres ao diaconato. E a recepção do tema no seio das comunidades cristãs é cada vez mais elevada. Iniciativas como esta do dia das diaconisas pouco podem acrescentar de novo, já que tudo está claro ao nível teórico, mas elas pretendemsimplesmenteintensificar a pressão sobre os bispos no sentido de os encorajar a passos inovadores. O caminho sinodal, que a Conferência Episcopal se comprometeu a seguir como saída para a crise actual, não poderá deixar de dar ao tema do diaconato das mulheres um lugar prioritário.

 

Joaquim Nunes

Artigos relacionados

Apoie o 7 Margens

Breves

John Kerry quer políticos a acelerar combate à emergência climática novidade

O ex-secretário de Estado dos EUA, John Kerry, quer uma mobilização global dos governantes para acelerar o combate às alterações climáticas. Durante o encontro “O Futuro do Planeta”, organizado em Lisboa pelas Fundações Oceano Azul e Francisco Manuel dos Santos, o antigo candidato à presidência dos Estados Unidos afirmou que os governos mundiais têm atuado de forma irresponsável no cumprimento do Acordo de Paris, de 2015.

Bispos sul-africanos querem proteger mulheres contra homicídios novidade

Os bispos católicos da África do Sul aconselham o Governo a agir contra a violência dirigida a mulheres e meninas, após uma série de mortes e violações que causaram revolta no país, que tem um dos maiores índices de homicídios do mundo: 3000 mulheres mortas em 2018 e 58 assassinadas diariamente.

Roteiros para peregrinos apresentados em Fátima

Três volumes com Roteiros dos Caminhos de Fátima foram apresentados nesta quinta-feira, 12 de setembro, no santuário mariano. A iniciativa da publicação foi do Centro Nacional de Cultura e contém indicações sobre o património cultural e religioso nos três caminhos mais frequentados pelos peregrinos, até ao santuário.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia 

Entre margens

Não aos casamentos prematuros: não andemos à deriva novidade

As “tradições” acima narradas já tiveram o seu tempo. Devem ser abolidas, sendo importante que se encontrem rituais de passagem alternativos, que marquem a transição de rapariga para mulher, sem colocarem em causa a sua dignidade, nem o fundamento de se destacar que existe uma distinção clara entre o estado de uma menina e o de uma mulher.

“Todo o mundo é composto de mudança”

Li há dias uma notícia com o título: “Troca de padres não agrada a paroquianos”. Casos como este são excelente ocasião para esclarecer valores ou razões escondidas, concorrendo para o crescimento espiritual de todos (não só dos paroquianos).

Cultura e artes

O coração inebriado de Agostinho, na leitura das “Confissões”

No início, logo depois da primeira peça musical de Rão Kyao, um dos actores declamará: “Quem me fará repousar em ti? Quem fará com que venhas ao meu coração e o inebries para eu esquecer os meus males e te abraçar a ti, meu único bem?” No dia que a liturgia católica dedica a Agostinho de Hipona, 28 de Agosto, no antigo convento de Santo Agostinho, hoje transformado em Museu de Leiria, o Teatro Maizum produz, a partir das 22h, uma leitura encenada das “Confissões”.

Três rostos para a liberdade

De facto, para quem o sabe fazer, o cinema é mesmo uma arte muito simples: basta uma câmara, um ponto de partida e pessoas que se vão cruzando e dialogando. E temos um filme, quase sempre um magnífico filme. Vem isto a propósito do último trabalho do iraniano Jafar Panahi: Três Rostos.

A potência benigna de Dietrich Bonhoeffer

O influente magistério de Dietrich Bonhoeffer, a sua vigorosa resistência ao nazismo e o singular namoro com Maria von Wedemeyer são três momentos da vida do pastor luterano que merecem uma peculiar atenção na biografia Dietrich Bonhoeffer. Teólogo e mártir do nazismo, da autoria do historiador italiano Giorgio Cavalleri. A obra, publicada pelas Paulinas em Maio, permite agora que um público mais vasto possa conhecer aquele que é geralmente considerado como um dos mais influentes teólogos do século XX.

Festa de Maria Madalena: um filme para dar lugar às mulheres

A intenção do autor é dar lugar às mulheres. Não restam dúvidas, fazendo uma leitura atenta dos quatro Evangelhos que Jesus lhes dá o primeiro lugar. A elas, anuncia-lhes quem é Ele, verdadeiramente. Companheiras de Cristo, continuarão a sua missão, juntamente com os homens. Anunciando, tal como eles, a Paixão e a Ressurreição de Jesus Cristo; curando, baptizando em nome do Senhor. Tornando-se diáconos. Sabe-se, está escrito. Mas, nos Actos dos Apóstolos, elas desaparecem sem deixar rasto.

Sete Partidas

Amazónia, um pulmão a proteger

 Nestas últimas semanas, a Amazónia pegou fogo nas redes sociais! “A Amazónia está a arder”! – lia-se por todo o lado, em textos acompanhados de fotos ilustrativas, algumas das quais nem tinham nada a ver com a situação, ou porque eram fotos antigas ou de outras...

Visto e Ouvido

"Correio a Nossa Senhora" - espólio guardado no Santuário começou a ser agora disponibilizado aos investigadores

Agenda

Parceiros

Fale connosco