Exposições, música e debates

“Diakuyu”: uma iniciativa para ajudar os ucranianos, e agradecer-lhes também

| 13 Mai 2022

Igreja Cristã Ortodoxa Arménia em Lviv, com estátua de cristo do século XV. A estátua, uma das mais antigas, foi retirada para ser guardada. Técnicos polacos que vieram ajudar a retira-la. A igreja é do século XVII que fazia parte do bairro arménio de Lviv. 4 de Março de 2022

Uma das fotos patentes na exposição retrata o momento em que uma imagem de Cristo, do século XV é retirada da Igreja Cristã Ortodoxa Arménia em Lviv (Ucrânia), para ser guardada. Foto © André Luís Alves.

 

Uma exposição solidária com recolha de fundos para apoio aos refugiados ucranianos em Portugal está patente desde esta quinta-feira, 12, na Galeria Santa Maria Maior, em Lisboa. O título da exposição, Diakuyu, ou “obrigado” em ucraniano, foi escolhido por se tratar de “uma homenagem e agradecimento ao povo ucraniano, que não está está só a lutar em causa própria, mas para a defesa de valores universais da humanidade como a liberdade e a justiça”, explica a organização, numa nota enviada ao 7MARGENS.

Para esta causa participam doze fotojornalistas que estiveram em reportagem na Ucrânia após a invasão da Rússia, a que se juntam 48 fotógrafos, representantes de várias gerações, e ainda três artistas plásticos com ligação à Galeria Santa Maria Maior, que doaram uma obra para venda solidária durante o período em que a exposição está patente, até 4 de junho.

Ao longo deste período, a Junta de Freguesia de Santa Maria Maior e a associação CC11 (co-organizadoras da iniciativa), vão dinamizar momentos musicais todas as sextas-feiras ao final do dia e debates aos sábados à tarde, com jornalistas da imprensa escrita, da rádio e da televisão, que estiveram em reportagem na Ucrânia durante o conflito. A exposição e todos os eventos associados são de entrada livre.

Complementarmente, será inaugurada a 20 de maio, na Galeria Carlos Paredes, na Sociedade Portuguesa de Autores, a exposição DiakuyuFotojornalistas Portugueses na Ucrânia, com curadoria de Alexandre Almeida, que reúne trabalhos de doze fotojornalistas portugueses que estiveram em reportagem na Ucrânia desde o início do conflito com a Rússia.

 

Os confins da fenomenologia

Emmanuel Falque na Universidade de Coimbra novidade

Reflectir sobre os confins da fenomenologia a partir do projecto filosófico de Emmanuel Falque é o propósito da Jornada Internacional de Estudos Filosóficos, “O im-pensável: Nos confins da fenomenalidade”, que decorrerá quinta-feira, dia 26 de Maio, na Universidade de Coimbra (FLUC – Sala Vítor Matos), das 14.00 às 19.00. O filósofo francês intervirá no encerramento da iniciativa.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“A grande substituição”

[Os dias da semana]

“A grande substituição” novidade

Outras teorias da conspiração não têm um balanço igualmente inócuo para apresentar. Uma delas defende que estamos perante uma “grande substituição”; não ornitológica, mas humana. No Ocidente, sustentam, a raça branca, cristã, está a ser substituída por asiáticos, hispânicos, negros ou muçulmanos e judeus. A ideia é velha.

Humanizar não é isolar

Humanizar não é isolar novidade

É incontestável que as circunstâncias de vida das pessoas são as mais diversas e, em algumas situações, assumem contornos improváveis e, muitas vezes, indesejáveis. À medida que se instalam limitações resultantes ou não de envelhecimento, alguns têm de habitar residências sénior, lares de idosos, casas de repouso,…

Agenda

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This