Exposições, música e debates

“Diakuyu”: uma iniciativa para ajudar os ucranianos, e agradecer-lhes também

| 13 Mai 2022

Igreja Cristã Ortodoxa Arménia em Lviv, com estátua de cristo do século XV. A estátua, uma das mais antigas, foi retirada para ser guardada. Técnicos polacos que vieram ajudar a retira-la. A igreja é do século XVII que fazia parte do bairro arménio de Lviv. 4 de Março de 2022

Uma das fotos patentes na exposição retrata o momento em que uma imagem de Cristo, do século XV é retirada da Igreja Cristã Ortodoxa Arménia em Lviv (Ucrânia), para ser guardada. Foto © André Luís Alves.

 

Uma exposição solidária com recolha de fundos para apoio aos refugiados ucranianos em Portugal está patente desde esta quinta-feira, 12, na Galeria Santa Maria Maior, em Lisboa. O título da exposição, Diakuyu, ou “obrigado” em ucraniano, foi escolhido por se tratar de “uma homenagem e agradecimento ao povo ucraniano, que não está está só a lutar em causa própria, mas para a defesa de valores universais da humanidade como a liberdade e a justiça”, explica a organização, numa nota enviada ao 7MARGENS.

Para esta causa participam doze fotojornalistas que estiveram em reportagem na Ucrânia após a invasão da Rússia, a que se juntam 48 fotógrafos, representantes de várias gerações, e ainda três artistas plásticos com ligação à Galeria Santa Maria Maior, que doaram uma obra para venda solidária durante o período em que a exposição está patente, até 4 de junho.

Ao longo deste período, a Junta de Freguesia de Santa Maria Maior e a associação CC11 (co-organizadoras da iniciativa), vão dinamizar momentos musicais todas as sextas-feiras ao final do dia e debates aos sábados à tarde, com jornalistas da imprensa escrita, da rádio e da televisão, que estiveram em reportagem na Ucrânia durante o conflito. A exposição e todos os eventos associados são de entrada livre.

Complementarmente, será inaugurada a 20 de maio, na Galeria Carlos Paredes, na Sociedade Portuguesa de Autores, a exposição DiakuyuFotojornalistas Portugueses na Ucrânia, com curadoria de Alexandre Almeida, que reúne trabalhos de doze fotojornalistas portugueses que estiveram em reportagem na Ucrânia desde o início do conflito com a Rússia.

 

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos

Relatório da ONU alerta

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos novidade

O mais recente relatório da ONUSIDA, divulgado esta terça-feira, 29 de novembro,  é perentório: “o mundo continua a falhar à infância” na resposta contra a doença. No final de 2021, 800 mil crianças com VIH não recebiam qualquer tratamento. Entre os cinco e os 14 anos, apenas 40% tiveram acesso a medicamentos para a supressão viral. A boa notícia é que as mortes por sida caíram 5,79% face a 2020, mas a taxa de mortalidade observada entre as crianças é particularmente alarmante.

Gracia Nasi, judia e “marrana”

Documentário na RTP2

Gracia Nasi, judia e “marrana” novidade

Nascida em Portugal em 1510, com o nome cristão de Beatriz de Luna, Gracia Nasi pertencia a uma uma família de cristãos-novos expulsa de Castela. Viúva aos 25 anos, herdeira de um império cobiçado, Gracia revelar-se-ia exímia gestora de negócios. A sua personalidade e o destino de outros 100 mil judeus sefarditas, expulsos de Portugal, são o foco do documentário Sefarad: Gracia Nasi (RTP2, 30/11, 23h20).

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This