Direitos Humanos

Nada se perde: um antigo colégio dos Salesianos é o novo centro de acolhimento do Serviço Jesuíta aos Refugiados

Inaugurado em Vendas Novas

Nada se perde: um antigo colégio dos Salesianos é o novo centro de acolhimento do Serviço Jesuíta aos Refugiados novidade

O apelo foi feito pelo Papa Francisco: utilizar os espaços da Igreja Católica devolutos ou sem uso para respostas humanitárias. Os Salesianos e os Jesuítas em Portugal aceitaram o desafio e, do antigo colégio de uns, nasceu o novo centro de acolhimento de emergência para refugiados de outros. Fica em Vendas Novas, tem capacidade para 120 pessoas, e promete ser amigo das famílias, do ambiente, e da comunidade em que se insere.

Escravatura e racismo: faces da mesma moeda

Escravatura e racismo: faces da mesma moeda

Nos últimos tempos muito se tem falado e escrito sobre escravatura e racismo no nosso país. Temas que nos tocam e que fazem parte da nossa história os quais não podemos esconder. Não assumir esta dupla realidade, é esconder partes importantes da nossa identidade. Sim, praticámos a escravatura ao longo de muitos séculos, e continuamos a fechar os olhos a situações de exploração de pessoas imigradas, a lembrar tempos de servidão.[Texto de Florentino Beirão]

Lembrar Aristides de Sousa Mendes, “seguir a voz da consciência” e também hoje “salvar vidas”

Comissão Justiça e Paz de Braga

Lembrar Aristides de Sousa Mendes, “seguir a voz da consciência” e também hoje “salvar vidas”

A Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de Braga associa-se à comemoração do Dia da Consciência – que se celebra anualmente a 17 de junho em homenagem a Aristides de Sousa Mendes – através de uma mensagem que assinala a importância de, tal como fez o cônsul de Portugal em Bordéus no século passado, “seguir a voz da consciência” e assim contribuir, no tempo presente, para “salvar vidas”.

Cáritas insta comunidade mundial a apoiar refugiados rohingya

De visita ao Bangladesh

Cáritas insta comunidade mundial a apoiar refugiados rohingya

Um agradecimento ao Governo do Bangladesh pelo apoio prestado aos refugiados rohingya e um apelo à comunidade mundial para que também os auxilie, pois precisam dessa ajuda “mais do que nunca”. Assim se resumem as declarações do secretário-geral da Cáritas International, Alistair Dutton, proferidas após visitar as colónias rohingya naquele país, na semana passada.

Jornalista Zhang Zhan foi libertada pelas autoridades chinesas

Após quatro anos de detenção

Jornalista Zhang Zhan foi libertada pelas autoridades chinesas

Após quatro anos de detenção, a jornalista Zhang Zhan foi libertada pelas autoridades chinesas. Numa mensagem divulgada esta terça-feira, 11 de junho, a Amnistia Internacional apela às autoridades chinesas que garantam que Zhang Zhan seja autorizada a circular livremente e a comunicar com pessoas dentro e fora da China, e ainda que ela e a sua família não fiquem sujeitas a vigilância ou assédio, devendo ter pleno acesso a tratamento médico após a sua experiência traumática.

Conselho Mundial de Igrejas apela a cessar-fogo permanente em Gaza e na Ucrânia

"Chocados" com vidas perdidas

Conselho Mundial de Igrejas apela a cessar-fogo permanente em Gaza e na Ucrânia

Um apelo à paz, imediato e permanente, em Gaza e na Ucrânia. É este o propósito de duas mensagens divulgadas nesta terça-feira, 11 de junho, pelo Conselho Mundial de Igrejas (CMI). Este órgão – que representa 352 igrejas protestantes, ortodoxas, anglicanas e evangélicas em todo o mundo – alerta para o elevado nível de destruição e a brutal perda de vidas humanas resultantes destes conflitos armados.

A normalização do intolerável

A normalização do intolerável

“A estupefação com que olhamos o que está a acontecer nos nossos dias já não provoca a indignação que convoca à ação. E nem os meios que temos à nossa disposição utilizamos para denunciar a mentira, a violência, o intolerável. Todos os dias um pequeno passo mais.” – A reflexão de Jorge Wemans, para ler no À Margem desta semana

Amnistia Internacional quer jogo limpo nos direitos humanos para os Mundiais de futebol

Campeonatos de 2030 e 2034

Amnistia Internacional quer jogo limpo nos direitos humanos para os Mundiais de futebol

Violações dos direitos laborais, fenómenos de discriminação racial ou baseados no género, desigualdades no acesso à habitação, condicionamentos da liberdade de expressão, impacto do policiamento e manutenção da privacidade. Estes são os riscos para os direitos humanos associados à organização dos Campeonatos do Mundo de futebol de 2030 e 2034.

“Memória curta está a criar terreno para nova guerra global”, alerta o Papa

80 anos do Desembarque na Normandia

“Memória curta está a criar terreno para nova guerra global”, alerta o Papa

Ainda que o chamado D-Day (Dia do Desembarque na Normandia, em França) seja esta quinta-feira, dia 6, as comemorações do 80º aniversário do acontecimento, que naquela região francesa estão já a mobilizar as atenções, quer através de homenagens e reconstituições, com a presença de altas individualidades políticas e militares, quer de programas especiais nos média. Entretanto, o Papa Francisco pediu que se vá além da recordação e se condene e rejeite a guerra como caminho para a resolução dos conflitos.

Medidas sobre imigração anunciadas por Biden causarão danos humanos consideráveis

Líderes católicos denunciam

Medidas sobre imigração anunciadas por Biden causarão danos humanos consideráveis

Um conjunto de medidas que ignoram a atual lei de asilo dos Estados Unidos da América (EUA) e que causarão danos humanos consideráveis. Este é o entendimento de vários líderes católicos acerca do anúncio feito pelo presidente norte-americano, Joe Biden esta terça-feira, 4, em que comunicou o bloqueio dos pedidos de asilo na fronteira sul do país, procurando dissuadir as travessias ilegais da mesma.

Morreu o cristão paquistanês agredido por suposta blasfémia

Protestos multiplicam-se

Morreu o cristão paquistanês agredido por suposta blasfémia

Morreu na manhã de 3 de junho, no hospital de Rawalpindi, o cristão paquistanês Nazir Masih, de 74 anos, que na semana passada havia sido atacado e espancado por uma multidão em Sargodha, cidade no Punjab paquistanês, após falsas acusações de ter queimado páginas do Corão. O grave episódio, então noticiado pelo 7MARGENS, tem vindo a gerar protestos no Paquistão e em todo o mundo contra o frequente abuso da lei do país para atingir as minorias religiosas e os cristãos em particular.

Governo iraniano ordena destruição de terrenos agrícolas de bahá’ís

Repressão continua

Governo iraniano ordena destruição de terrenos agrícolas de bahá’ís

Diversos terrenos agrícolas cujos proprietários são bahá’ís, localizados na aldeia de Ahmadabad, na província iraniana de Mazandaran, perto da fronteira com o Turquemenistão, foram recentemente destruídos por agentes mandatados pelo Governo daquele país. Este é mais um ato de repressão que o executivo iraniano leva a cabo contra a comunidade bahá’í, alerta a Comunidade Internacional Bahá’í

Combater e derrotar o tráfico de pessoas

Assembleia da Talitha Kum

Combater e derrotar o tráfico de pessoas

De 18 a 24 de Maio, na Fraterna Domus, em Sacrofano (Roma, Itália), participantes de 71 países, de todos os continentes, representantes das 60 Redes Talitha Kum, empenhadas em acabar com o tráfico de pessoas, reuniram sob o tema Caminhando juntos para acabar com o tráfico de pessoas: Compaixão em acção para a transformação.

A cor do racismo

A cor do racismo

O que espero de todos é que nos tornemos cada vez mais gente de bem. O que espero dos que tolamente se afirmam como “portugueses de bem” é que se deem conta do ridículo e da pobreza de espírito que ostentam. E que não se armem em cristãos, porque o Cristianismo está nas antípodas das ideias perigosas que propõem.

Há menos países a aplicar a pena de morte, mas número de execuções foi o mais elevado em quase uma década

Relatório 2023

Há menos países a aplicar a pena de morte, mas número de execuções foi o mais elevado em quase uma década

A Amnistia Internacional (AI) divulgou na madrugada desta quarta-feira, 29 de maio, o seu relatório anual sobre a aplicação da pena de morte a nível mundial, que mostra que em 2023 “ocorreram 1.153 execuções, o que representa um aumento de mais de 30 por cento em relação a 2022”, sendo que “este valor não tem em conta os milhares de execuções que se crê terem sido realizados na China”. Este “foi o valor mais alto registado” pela organização “desde 2015, ano em que houve 1.634 pessoas executadas”.

Há uma “nova vaga de terror contra os cristãos” no Paquistão

Ataques sucedem-se

Há uma “nova vaga de terror contra os cristãos” no Paquistão

O recente ataque a um cristão falsamente acusado de ter queimado páginas do Corão, por uma multidão muçulmana enfurecida, no Paquistão, desencadeou “uma nova vaga de terror” contra a minoria religiosa no país. Depois deste incidente, que aconteceu no passado sábado, 25 de maio, já foram registados outros dois ataques devido a alegados atos de “blasfémia” por parte de cristãos.

Cartografia da miséria: “o desamparo das flores”

[Moçambique, margem Sul]

Cartografia da miséria: “o desamparo das flores”

Vivemos, portanto, numa sociedade mutilada e a pedir socorro! A resposta aos gritos tem sido quase silenciosa, quase muda e sem expressão, ante o agravamento dos acontecimentos diários. Quive convida-nos a reflectir sobre o país em que hoje vivemos, cheio de atrocidades sociais, desde as que parecem menores, até às de grande vulto que acontecem à luz do dia.

A Dignidade da pessoa humana como prioridade

A Dignidade da pessoa humana como prioridade

Na semana depois de Pentecostes é oportuno recordar a publicação da declaração Dignitas Infinita sobre a Dignidade Humana, elaborada durante cinco anos e divulgada pelo Dicastério para a Doutrina da Fé, pondo a tónica na dimensão universal, filosófica e antropológica, do respeito pela pessoa humana enquanto fator de salvaguarda dos direitos humanos, do primado da justiça e do reconhecimento de que todos os seres humanos como livres e iguais em dignidade e direitos.

“Política americana sobre Gaza está a tornar Israel mais inseguro”

Testemunho de uma judia-americana que abandonou Biden

“Política americana sobre Gaza está a tornar Israel mais inseguro”

Esta é a história-testemunho da jovem Lily Greenberg Call, uma judia americana que exercia funções na Administração Biden que se tornou há escassos dias a primeira figura de nomeação política a demitir-se de funções, em aberta discordância com a política do governo norte-americano relativamente a Gaza. Em declarações à comunicação social, conta como foi o seu processo interior e sublinha como os valores do judaísmo, em que cresceu, foram vitais para a decisão que tomou.

Prémio de direitos humanos para marroquina Amina Bouayach é “instrumento de propaganda”

AAPSO denuncia

Prémio de direitos humanos para marroquina Amina Bouayach é “instrumento de propaganda”

Amina Bouayach, Presidente do Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH) de Marrocos, recebeu esta terça-feira, 21 de maio, na Assembleia da República, em Lisboa, o Prémio de Direitos Humanos do Centro Norte-Sul do Conselho da Europa 2023. Mas a Associação de Amizade Portugal – Sahara Ocidental (AAPSO) considera, no mínimo, “estranha” a atribuição do galardão à marroquina.

Lançar sementes de esperança em defesa do planeta e da vida

Semana Laudato Si’ em Portugal

Lançar sementes de esperança em defesa do planeta e da vida

Para defender a sustentabilidade do planeta e a superação da crise social, a REDE Cuidar da Casa Comum e os seus parceiros propõem uma maratona fotográfica em todo o país, uma celebração ecuménica em Lisboa e um encontro no Parque da Bela Vista, além de outras iniciativas no âmbito da Semana Laudato Si´ 2024, que decorre entre 19 e 25 de maio sob o lema “sementes de esperança”.

Amnistia desafia portugueses a escrever aos deputados exigindo cessar-fogo em Gaza

Nova campanha

Amnistia desafia portugueses a escrever aos deputados exigindo cessar-fogo em Gaza

A Amnistia Internacional Portugal lançou esta terça-feira, 14 de maio, uma nova campanha pelo cessar-fogo na Faixa de Gaza, desafiando todas as pessoas a escreverem cartas aos deputados e deputadas eleitos pelo seu círculo eleitoral, “exigindo-lhes que trabalhem a uma só voz por um cessar-fogo imediato por todas as partes, a fim de libertar os reféns e pôr termo ao sofrimento e mortes de civis”.

Perseguição às mulheres bahá’ís no Irão intensifica-se

“Escalada alarmante”

Perseguição às mulheres bahá’ís no Irão intensifica-se

Detenções, julgamentos, penas de prisão, convocatórias, buscas domiciliárias, arrestos de bens, destruição de cemitérios, recusa de enterros, encerramento de empresas ou impedimento de acesso à educação. São alguns exemplos do fenómeno persecutório a que a comunidade bahá’í, com especial incidência nas mulheres, tem estado sujeita no Irão desde, sobretudo, a manifestação de apoio às mulheres iranianas em 2022. Mais de três quartos dos bahá’ís chamados a tribunal ou enviados para a prisão desde o início de março são mulheres.

“Tiroteios, casas destruídas, corpos pelas ruas e populações em fuga” em Cabo Delgado

Situação agrava-se

“Tiroteios, casas destruídas, corpos pelas ruas e populações em fuga” em Cabo Delgado

A situação na província moçambicana de Cabo Delgado tem vindo a agravar-se desde o início do ano e os últimos dias foram de terror na estratégica vila de Macomia – sede de um contingente das Forças de Defesa e Segurança de Moçambique – e também nas aldeias de Cajerene e de Missufine, revela a Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) nesta segunda-feira, 13 de maio. Desde a madrugada de sexta-feira que vários grupos armados que reivindicam pertencer à organização jihadista Estado Islâmico têm estado a invadir casas, atear fogos e disparar tiros contra militares e a população em fuga.

Há uma semana que não entra ajuda humanitária em Gaza

ONU lança alerta

Há uma semana que não entra ajuda humanitária em Gaza

Ao mesmo tempo que as operações militares das tropas israelitas se intensificam na cidade de Rafah, do extremo sul da Faixa de Gaza, e que as deslocações forçadas da população palestiniana continuam, completa-se esta segunda-feira, 13 de maio, uma semana de paralisação da entrada de ajuda humanitária no território.

Haiti cada vez mais perto de “um real genocídio”

Padre em Porto Príncipe alerta

Haiti cada vez mais perto de “um real genocídio”

O Haiti corre o risco de assistir a “um real genocídio da sua população”. É um alerta deixado pelo padre Henry Marc Siméon, diretor do gabinete de comunicação da Arquidiocese de Porto Príncipe, a capital do país. Numa entrevista à ACI Prensa, o presbítero relata a situação dramática vivida na nação caribenha e pede apoio à comunidade internacional.

Igrejas cristãs da Alemanha lançam apelo: “Não ao nacionalismo étnico!”

Nas vésperas das eleições europeias

Igrejas cristãs da Alemanha lançam apelo: “Não ao nacionalismo étnico!”

Os líderes das igrejas cristãs na Alemanha assinaram um “apelo ecuménico” dirigido a todos aqueles que estão aptos a votar nas eleições europeias do próximo dia 9 de junho, advertindo “fortemente contra as forças políticas que, no espírito do nacionalismo étnico, rejeitam a coexistência de pessoas de diferentes nacionalidades ou origens”.

Ataques a migrantes no Porto “são uma expressão de ódio, que não podemos aceitar”

Secretariado Diocesano das Migrações

Ataques a migrantes no Porto “são uma expressão de ódio, que não podemos aceitar”

O Secretariado Diocesano do Porto das Migrações e Turismo diz estar “solidário com as vítimas e famílias [dos ataques da passada sexta-feira, 3 de maio], bem como com todas as comunidades estrangeiras presentes na cidade do Porto” e defende a transferência de competências da Agência para a Integração, Migrações e Asilo (AIMA) para o poder local.

Num mundo em guerra, não basta dizer que “todas as religiões são religiões de paz”

Diálogo inter-religioso debatido em Mafra

Num mundo em guerra, não basta dizer que “todas as religiões são religiões de paz”

É inegável: há uma “sombra palpável de medo” e uma “ansiedade generalizada” em Israel e na Palestina, que geram cada vez mais violência. O que fazer? “Mais do que lutar contra o medo, é preciso lidar com esse medo, trabalhar com esse medo, de ambos os lados”, defende Sarah Bernstein, mediadora de conflitos e especialista em diálogo inter-religioso. Natural do Reino Unido e a viver em Jerusalém há mais de dez anos, Sarah não duvida de que as religiões, podem, e devem, ter um papel fundamental nesse trabalho. Mas “têm de ir além de dizer que são todas religiões de paz”, alerta. “Há muito trabalho a fazer e é preciso aprender a fazê-lo em conjunto”.

Milhares de crianças afetadas pelos ataques de Israel no sul do Líbano

Milhares de crianças afetadas pelos ataques de Israel no sul do Líbano

Com o foco das atenções centrado em Gaza e na Cisjordânia, o sul do Líbano, incluindo o vale de Bekaa, tem sido alvo de ataques das tropas israelitas, que levaram a que, nos últimos meses, 90 mil pessoas tivessem de abandonar as suas casas, registando-se cerca de três centenas e meia de mortes e perto de milhar e meio de feridos.

Violência sexual em conflitos aumenta 50 por cento

ONU denuncia

Violência sexual em conflitos aumenta 50 por cento

Registou-se um “aumento dramático” de 50 por cento de casos de violência sexual em conflitos em 2023 em relação ao ano anterior, alertou Pramila Patten, representante especial do secretário-geral para a violência sexual em conflitos, ao apresentar o seu relatório anual sobre o tema, no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), na última semana.

A menina ferida do Negev

A menina ferida do Negev

Amina al-Hassouni é uma menina palestiniana beduína de apenas sete anos. Foi ela a criança ferida durante os ataques das autoridades iranianas contra Israel no Negev/Naqab, uma região desértica no sul de Israel, um imenso corredor de areia e rochas que separam aquele país desde o Egito até olharmos o Sinai, desde o mediterrâneo até ao golfo de Aqaba. [Texto de Pedro Neto]

Comissão de Socorro aos Presos Políticos: da militância à crítica e à rutura dos católicos

Luta contra a ditadura

Comissão de Socorro aos Presos Políticos: da militância à crítica e à rutura dos católicos

As perspetivas cristãs sobre as novas problemáticas da sociedade, a procura da compreensão dessas realidades, a definição de orientações e os ensaios de intervenções coerentes e consequentes, deram corpo a um movimento cultural que marcou a trajetória de muitos setores católicos durante o Estado Novo em Portugal. [Um ensaio de Edgar Silva]

Ilustrar Abril e desfilar com os cartazes

Iniciativa da Amnistia

Ilustrar Abril e desfilar com os cartazes

Cinco ilustradores foram desafiados pela Amnistia Internacional para realizarem uma oficina de cartazes relativos ao 25 de Abril, e que podem depois ser usados no desfile na Avenida da Liberdade, em Lisboa. Bina Tangerina, Catarina Sobral, João Fazenda, Marcos Martos e Susana Carvalhinhos dão o mote ao tema “Protege a Liberdade”.

A Poesia na Rua

A Poesia na Rua

“É preciso ajudar. Ajudar quem gostaria que a poesia estivesse na rua, que a alegria fosse um privilégio de todos. Ajudá-los contra os que lubrificam a máquina do cinismo e do ódio.” – A reflexão de Eduardo Jorge Madureira, na rubrica À Margem desta semana.

Mais de 56 mil pessoas detidas na Síria são sujeitas a tortura

EUA contribuíram para sistema, acusa Amnista

Mais de 56 mil pessoas detidas na Síria são sujeitas a tortura

Entre espancamentos, choques elétricos ou violações, são muitos os métodos de tortura a que têm sido sujeitas mais de 56 mil pessoas detidas na sequência da derrota do autoproclamado Estado Islâmico (EI) na Síria em 2019. Estes e outros dados são revelados por um relatório da Amnistia Internacional, que acusa também os Estados Unidos de conivência na perpetuação deste modelo de detenções.

Cada vez mais crianças morrem na Ucrânia por causa da guerra

“Aumento acentuado”

Cada vez mais crianças morrem na Ucrânia por causa da guerra

O número de crianças mortas em território ucraniano devido à guerra com a Rússia está a subir exponencialmente. Em março, pelo menos 57 crianças morreram e, já durante os primeiros dez dias de abril, 23 perderam a vida. “A UNICEF está profundamente preocupada com o aumento acentuado do número de crianças mortas na Ucrânia, uma vez que muitas áreas continuam a ser atingidas por ataques intensos, 780 dias desde a escalada da guerra”, afirma Munir Mammadzade, representante na Ucrânia desta organização das Nações Unidas de apoio humanitário à infância.

Bahá’ís plantam árvores em Lisboa, para que a liberdade religiosa floresça em todo o mundo

Em memória das "dez mulheres de Shiraz"

Bahá’ís plantam árvores em Lisboa, para que a liberdade religiosa floresça em todo o mundo

Quem passar pela pequena zona ajardinada junto ao Centro Nacional Bahá’í, na freguesia lisboeta dos Olivais, vai encontrar dez árvores novas. São jacarandás e ciprestes, mas cada um deles tem nome de mulher e uma missão concreta: mostrar – tal como fizeram as mulheres que lhes deram nome – que a liberdade religiosa é um direito fundamental. Trata-se de uma iniciativa da Junta de Freguesia local, em parceria com a Comunidade Bahá’í, para homenagear as “dez mulheres de Shiraz”, executadas há 40 anos “por se recusarem a renunciar a uma fé que promove os princípios da igualdade de género, unidade, justiça e veracidade”.

“O aborto nunca pode ser um direito fundamental”, defendem bispos católicos da UE

Em vésperas de votação em Bruxelas

“O aborto nunca pode ser um direito fundamental”, defendem bispos católicos da UE

Com a votação da Resolução sobre a inclusão do direito ao aborto na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia agendada para esta quinta-feira, 11 de abril, em Bruxelas, a Comissão das Conferências Episcopais da União Europeia (Comece) emitiu um comunicado onde reitera que “o direito à vida é o pilar fundamental de todos os outros direitos humanos” pelo que “o aborto nunca pode ser um direito fundamental”.

Bispo Américo Aguiar assume-se “envergonhado e impotente” perante situação dos mariscadores do Tejo

Após desaparecimentos de sábado

Bispo Américo Aguiar assume-se “envergonhado e impotente” perante situação dos mariscadores do Tejo

O bispo de Setúbal manifestou esta terça-feira, 9 de abril, a sua proximidade aos mariscadores que exercem a sua atividade, de forma ilegal, no rio Tejo. Na sequência da morte de um deles e do desaparecimento de outro, junto ao Cais do Seixalinho, na noite do passado sábado, Américo Aguiar escreveu uma nota em que se assume ” envergonhado e impotente”.

Mil jovens rohingya recrutados à força e “enviados para a morte”

Myanmar

Mil jovens rohingya recrutados à força e “enviados para a morte”

Pelo menos mil jovens rohingya foram recrutados à força, nas últimas semanas, para integrar o exército birmanês e enviados para a linha da frente dos combates contra o exército Arakan, uma milícia étnica que tem estado a dizimar centenas de soldados no Estado de Rakhine, a região de Myanmar onde residem muitos dos rohingya, minoria muçulmana fortemente discriminada e perseguida no país.

Nicarágua: 11 pastores evangélicos condenados a prisão e avultadas multas

Sem provas dos alegados crimes

Nicarágua: 11 pastores evangélicos condenados a prisão e avultadas multas

A justiça da Nicarágua condenou 11 pastores evangélicos ligados à organização norte-americana Mountain Gateway a penas de 12 e 15 anos de prisão, bem como ao pagamento de uma multa de 80 milhões de dólares (cerca de 74 milhões de euros), “por falsas acusações de lavagem de dinheiro”,  denunciou a ADF International, que já apresentou o caso à Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

No meio de uma guerra esquecida, combonianos abrem clínica de cuidados paliativos

Igreja Católica no Sudão

No meio de uma guerra esquecida, combonianos abrem clínica de cuidados paliativos

Está prestes a fazer um ano desde que eclodiu a guerra civil no Sudão. Com as atenções do mundo ocidental centradas em Gaza e na Ucrânia, deste conflito quase não se fala, apesar de já ter feito mais de 15 mil mortos e 30 mil feridos. As Nações Unidas estimam que mais de oito milhões de pessoas tenham fugido, mas também há aqueles que permanecem “para ajudar quem é descartado pela guerra”: é o caso dos missionários combonianos, que, no meio do sangrento conflito, acabam de abrir uma clínica de assistência a doentes terminais.

No norte de Gaza, sobrevive-se com 245 calorias por dia, “menos que uma lata de feijão”

OXFAM denuncia

No norte de Gaza, sobrevive-se com 245 calorias por dia, “menos que uma lata de feijão”

A população do norte de Gaza tem sido forçada a sobreviver com uma média de 245 calorias por dia – “menos do que uma lata de feijão” – desde janeiro, denuncia a Oxfam, num relatório divulgado esta quinta-feira, 4 de abril. A organização humanitária britânica alerta ainda para o facto de menos de metade do número necessário de camiões com comida estarem atualmente a entrar na região.

“Não neguemos a voz às mulheres”, pede Francisco

O Vídeo do Papa

“Não neguemos a voz às mulheres”, pede Francisco

As mulheres continuam a ser “exploradas”, “marginalizadas” e “tratadas como o primeiro material de descarte” em diversas partes do mundo, alerta o Papa Francisco na edição de abril d’O Vídeo do Papa, pedindo a todos os cristãos que se unam a ele em oração “para que a dignidade e a riqueza das mulheres sejam reconhecidas em todas as culturas, e para que cesse a discriminação que sofrem”.

Jesuítas sobre Gaza: “Não podemos ficar calados!”

Conflito traduz "ferida aberta", diz comunicado

Jesuítas sobre Gaza: “Não podemos ficar calados!”

“Quase seis meses de guerra em Gaza e as armas não se calaram. Nós, os membros da Companhia de Jesus (os Jesuítas), como tantos outros católicos, cristãos, homens e mulheres de todas as religiões e não crentes, recusamo-nos a ficar em silêncio”. Foi desta forma que a Companhia, ao nível global, veio a público, com uma posição tomada na passada sexta-feira, 29 de março, dia em que os cristãos assinalavam a paixão e morte de Jesus.

Uma semana sob protesto!

Uma semana sob protesto!

Escrevo em sexta-feira. Sem vontade anímica de escrever seja o que for. Apenas a repulsa, a indignação, quase o sufoco toldam-me a alma e algemam-me o corpo. Porque – e por mais que a chamem Santa – esta sexta-feira é sangrenta, criminosa, demoníaca. O ‘Príncipe das Trevas’ (como predissera a própria Vítima) tomou conta do mundo, tudo quanto de peçonhento e desumano e cruel possa atribuir-se ao espírito diabólico injectou-se nos ossos e nas veias das forças dominantes, infectou a atmosfera judaica e cevou-se no corpo frágil de um jovem sonhador de um outro Israel, reino novo, era nova, mundo novo. [Texto de José Martins Júnior]

Restrições governamentais à religião atingem “níveis máximos”

Estudo revela

Restrições governamentais à religião atingem “níveis máximos”

Um trabalho de investigação levado a cabo pela organização Pew Research Center mostra que em 2021 as restrições governamentais à religião atingiram um “novo pico global”, registando a “pontuação mediana global mais alta” em quase 20 anos. Os resultados do estudo foram divulgados este mês de março pela organização sem fins lucrativos sediada em Washington D.C., nos Estados Unidos da América (EUA), que analisa estes dados globais há quase duas décadas.

Iémen: Huthis condenam homens a flagelações e crucificação

Human Rights Watch denuncia

Iémen: Huthis condenam homens a flagelações e crucificação

Um tribunal Huthi, no Iémen, condenou 32 homens, nove deles à morte por crucificação ou apedrejamento, num “julgamento em massa injusto baseado em acusações duvidosas de ‘sodomia'”, denunciou esta quarta-feira, 27 de março, a Human Rights Watch (HRW). A organização de defesa dos direitos humanos apela ao fim do uso da pena de morte e de “outras formas de punição cruel e degradante” por parte do grupo armado rebelde, que controla uma parte significativa do país.

“O limiar que indica a prática do genocídio por Israel foi atingido”

Relatora especial das Nações Unidas conclui

“O limiar que indica a prática do genocídio por Israel foi atingido”

O dia 25 de março fica marcado por dois acontecimentos que acrescentam novas perspetivas na tragédia que atinge a Faixa de Gaza desde que, em 7 de outubro, o Hamas atacou Israel e este respondeu com bombardeamentos massivos sobre os palestinianos: a aprovação de uma resolução que exige às autoridades israelitas um cessar-fogo imediato e a divulgação do relatório “Anatomia de um Genocídio”.

Nove anos de conflito no Iémen deixam milhões em sofrimento

ONG alertam

Nove anos de conflito no Iémen deixam milhões em sofrimento

Por ocasião dos nove anos do conflito armado no Iémen, que eclodiu em março de 2015, a organização Amnistia Internacional (AI) lembra que “milhões de iemenitas continuam a sofrer”, e salienta que este Estado africano “continua a viver uma das piores crises humanitárias do mundo. De acordo com dados do Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), há hoje cerca de 4,56 milhões de pessoas deslocadas devido ao conflito e mais de 70 mil refugiados e requerentes de asilo”.

Não leu a mensagem do Papa para a Quaresma? Veja as ilustrações (E, se leu, veja na mesma)

Vaticano fez parceria com artista de rua

Não leu a mensagem do Papa para a Quaresma? Veja as ilustrações (E, se leu, veja na mesma)

Quantos terão lido a Mensagem do Papa para a Quaresma de 2024? Muito menos do que Francisco gostaria, mesmo (ou principalmente!) entre os católicos. Então, como fazer chegar a mensagem a muitos mais? A equipa do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral, no Vaticano, teve uma ideia: estabelecer uma parceria com o artista de rua MauPal (que há dez anos ficou conhecido por ter representado o Papa como super-herói num mural em Roma), para que este a ilustrasse. O resultado está à vista: sete imagens que valem por muitas palavras.

Começa o Ano Novo para os bahá’is, mas muitos estão impedidos de celebrar

Dia de Naw-Ruz

Começa o Ano Novo para os bahá’is, mas muitos estão impedidos de celebrar

“Feliz Ano Novo!” foi uma das frases mais proferidas nesta quarta-feira, 20 de março, no nosso planeta. Não, não é engano, nem brincadeira: é que este é o dia de Naw-Ruz (ou Nowruz), expressão persa que significa “novo dia”. Começou a ser celebrado há mais de três mil anos pelo Zoroastrismo – uma religião monoteísta com origem na antiga Pérsia (atual Irão) – e ainda hoje é assinalado por mais de 300 milhões de pessoas no Médio Oriente, Ásia Central, e não só. Para a comunidade Bahá’i em todo o mundo, trata-se do dia sagrado que assinala o início de cada novo ano. É a festividade mais importante de todas, apesar de muitos não poderem celebrá-la como gostariam.

Proposta de código penal da Arábia Saudita viola direitos humanos

Amnistia Internacional acusa

Proposta de código penal da Arábia Saudita viola direitos humanos

Não restam dúvidas: a proposta daquele que será o primeiro código penal escrito da Arábia Saudita “não cumpre as normas universais de direitos humanos”. A Amnistia Internacional (AI) teve acesso ao esboço do documento e denunciou esta terça-feira, 19 de março, que o texto “consagra as práticas repressivas existentes: penaliza os direitos à liberdade de expressão, de pensamento e de religião e não protege o direito à liberdade de reunião pacífica”.

Na Síria, 7,5 milhões de crianças precisam de ajuda humanitária

Diocese de Angra envia apoio

Na Síria, 7,5 milhões de crianças precisam de ajuda humanitária

Não faz manchetes dos jornais, nem sequer aparece no interior da maioria deles, mas a guerra na Síria, que completou na semana passada 13 anos, já obrigou mais de 13 milhões de sírios – cerca de metade da população pré-conflito – a fugir das suas casas. A recente onda de violência – que assolou o país nos últimos seis meses em diversas localidades – é a pior dos últimos quatro anos e, atualmente, há na Siria 7,5 milhões de crianças a precisar de ajuda humanitária – mais do que em qualquer outro momento durante o conflito -, alerta a UNICEF.

Para grandes males do mundo… pequenos livros

[O papel das estórias]

Para grandes males do mundo… pequenos livros

Imagino que estejam curiosos sobre este livro, mas não pensem que vou já abri-lo e falar-vos da história e das ilustrações. Desculpem os mais ansiosos, mas primeiro tenho de me deter sobre um pormenor da capa. Que é um pormenor importante, ou melhor: é um “pormaior”. E desculpem também este trocadilho batido, mas é que, no canto superior esquerdo, há um autocolante redondinho onde está escrito assim: “Os direitos de autor revertem a favor da associação Médicos do Mundo”. Estou perdoada, certo? Só queria que soubessem que este livro, mesmo antes de ser lido, já está a contribuir para tornar o mundo num lugar melhor.

“Temos alimentos às portas de Gaza e as crianças estão a morrer à fome”

Denúncia “desesperada” da Unicef

“Temos alimentos às portas de Gaza e as crianças estão a morrer à fome”

No momento em que Israel aprova um plano para atacar a cidade de Rafah, no sul da Faixa Gaza, onde se aglomera perto de 1,5 milhão de pessoas, a UNICEF alerta que a escalada das hostilidades já está a ter “um impacto catastrófico” nas crianças e nas famílias. Num comunicado divulgado esta sexta-feira, aquela organização das Nações Unidas afirma que “as crianças estão a morrer a um ritmo alarmante – milhares de pessoas foram mortas e milhares ficaram feridas”.

Cristianismo, marxismo e o valor da liberdade

Um livro, um debate

Cristianismo, marxismo e o valor da liberdade

Pode um católico estar comprometido em estruturas da sua Igreja, e, ao mesmo tempo, ser marxista, pertencer a um partido comunista ou socialista? A pergunta exprime inquietação de jovens católicos portugueses dos idos anos [19]70, acostumados a reunir-se, uns e outros, à procura de respostas e vias mobilizadoras para construção de vida pessoal e coletiva.

As Iniciativas Globais para a Regulação

O problema dos Direitos Humanos (2)

As Iniciativas Globais para a Regulação

A IA deve beneficiar não só as pessoas, mas também o nosso planeta, contemplando o crescimento inclusivo, o desenvolvimento sustentável e o bem-estar geral. Os sistemas de IA devem ser concebidos de forma a respeitar o estado de direito, os direitos humanos, os valores democráticos e a diversidade. Devem igualmente incluir salvaguardas adequadas – por exemplo, permitir a intervenção humana, quando necessário para garantir uma sociedade justa e equitativa. [Texto de Manuel David Masseno]

Mais de 61 mil crianças obrigadas a fugir em Cabo Delgado

Em apenas dois meses

Mais de 61 mil crianças obrigadas a fugir em Cabo Delgado

Mais de 61 mil crianças foram obrigadas a fugir das suas casas em vários distritos da província de Cabo Delgado (Moçambique) devido à onda de violência que tem assolado a região nos últimos dois meses.  Este é o maior número de crianças forçadas a abandonar as suas casas, em tão pouco tempo, alerta a organização internacional Save the Children, apelando ao fim imediato deste conflito para que as crianças possam viver uma vida pacífica e regressar à escola.

Tal como as burcas com que Xiomara costurou esta blusa, também as mulheres afegãs podem renascer

Campanha da Amnistia Internacional

Tal como as burcas com que Xiomara costurou esta blusa, também as mulheres afegãs podem renascer

Eram burcas abandonadas no aeroporto de Cabul, ali deixadas por mulheres que se viram forçadas a fugir do Afeganistão. Simbolizavam a repressão que estas mulheres viveram sob o regime dos Talibãs… mas hoje representam liberdade. Graças à designer luso-venezuelana Katty Xiomara e ao desafio que a Amnistia Internacional (AI) lhe lançou, essas burcas serviram para costurar novas peças de roupa, que agora são a imagem da campanha de defesa dos direitos das mulheres afegãs, intitulada “Look for freedom”, apresentada neste Dia Internacional da Mulher, 8 de março.

Mais de 1.000 tibetanos detidos pelas autoridades chinesas após protestos pacíficos

Grupo de Apoio ao Tibete denuncia

Mais de 1.000 tibetanos detidos pelas autoridades chinesas após protestos pacíficos

A polícia chinesa deteve mais de 1.000 pessoas tibetanas, incluindo monges de pelo menos dois mosteiros, na localidade de Dege (Tibete), na sequência da realização de protestos pacíficos contra a construção de uma barragem hidroelétrica, que implicará a destruição de seis mosteiros e obrigará ao realojamento dos moradores de duas aldeias. As detenções aconteceram na semana passada e têm sido denunciadas nos últimos dias por várias organizações de defesa dos direitos humanos, incluindo o Grupo de Apoio ao Tibete-Portugal.

De uma tragédia no Mediterrâneo nasceu um presente para o Papa… e um apelo à esperança

Um ano depois do naufrágio

De uma tragédia no Mediterrâneo nasceu um presente para o Papa… e um apelo à esperança

Passou precisamente um ano desde aquela trágica noite em Cutro, no sul de Itália, em que um barco que saíra da Turquia com cerca de 200 migrantes a bordo colidiu com um banco de areia a cem metros da praia. O acidente custou a vida a 94 pessoas, 35 delas crianças. “Que o Senhor nos dê a força para entender e chorar”, disse então o Papa. E das lágrimas derramadas no luto surgiu uma ideia: transformar um pedaço daquele barco, símbolo de morte, num apelo à esperança. Assim nasceu o genuflexório que esta semana foi oferecido a Francisco.

Liberdade global diminui pelo 18.º ano consecutivo

Relatório da Freedom House

Liberdade global diminui pelo 18.º ano consecutivo

A organização sem fins lucrativos Freedom House, sediada em Washington (EUA), acaba de lançar o seu principal relatório, que acompanha anualmente, desde 1973, as tendências globais em direitos políticos e liberdades civis. Intitulado “Os danos crescentes provocados por eleições fracassadas e conflitos armados”, o documento indica que a liberdade global diminuiu pelo 18.º ano consecutivo em 2023, uma vez que os direitos e as liberdades civis se deterioraram em 52 países. As melhorias foram verificadas em apenas 21 Estados.

Embaixador da Palestina na Santa Sé pede cessar-fogo para o Ramadão e a Páscoa

Reunido com Gallaguer

Embaixador da Palestina na Santa Sé pede cessar-fogo para o Ramadão e a Páscoa

Com o aproximar do Ramadão (tempo sagrado para os muçulmanos, que este ano se inicia a 11 de março) e da Páscoa cristã (que será celebrada no final do próximo mês), o embaixador palestiniano junto da Santa Sé, Issa Kassissieh, fez esta semana um apelo para que se chegue a um acordo de cessar-fogo antes dos dias mais importantes nos calendários muçulmano e cristão, sublinhando a necessidade de assistência humanitária imediata. 

Em vez de aumentar, ajuda a Gaza cai para metade, diz ONU

Desde janeiro

Em vez de aumentar, ajuda a Gaza cai para metade, diz ONU

Perante o agravamento das necessidades de todo o tipo, que afeta a população de Gaza, e de um número crescente de habitantes que já não têm o que comer, a ajuda que entrou naquele território palestiniano caiu para metade relativamente a janeiro, segundo garante a agência da ONU que ali presta ajuda aos refugiados.

Corpo de Alexei Navalny já foi entregue à mãe

Nove dias após a sua morte numa prisão russa

Corpo de Alexei Navalny já foi entregue à mãe

O corpo do líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi entregue à sua mãe, informou ontem, sábado, Ivan Zhdanov, diretor da Fundação Anti-Corrupção de Navalny e um dos seus principais assessores na sua conta de Telegram. O responsável agradeceu a “todos” os que apelaram às autoridades russas para que devolvessem o corpo de Navalny à sua mãe, citado pela Associated Press.

TIJ inicia audiências sobre ocupação israelita de territórios

Segunda-feira, 19 de fevereiro

TIJ inicia audiências sobre ocupação israelita de territórios

Mais de 50 países e três organizações internacionais vão participar nas audiências orais do Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) sobre a ocupação de Israel, que vão ter lugar em Haia entre 19 e 26 de fevereiro. As audiências decorrem de um pedido da Assembleia Geral das Nações Unidas de dezembro de 2022 para que o Tribunal exarasse um parecer consultivo sobre as consequências jurídicas das políticas e práticas de Israel no Território Palestiniano Ocupado.

Faixa de Gaza: 30 cristãos mortos e 10 em risco por falta de tratamento médico

Fundação AIS alerta

Faixa de Gaza: 30 cristãos mortos e 10 em risco por falta de tratamento médico

É cada vez mais difícil a situação da pequena comunidade cristã que permanece na Faixa de Gaza. Desde que os conflitos se intensificaram em outubro, 30 cristãos morreram na região: 17 vítimas de um ataque à paróquia ortodoxa grega onde se encontravam refugiados, duas mulheres assassinadas por franco-atiradores na paróquia católica da Sagrada Família, e 11 devido a doenças crónicas que não puderam ser devidamente tratadas. Com os cuidados médicos em níveis críticos, outros dez cristãos estão atualmente em risco de não sobreviver por falta de tratamento adequado, alerta a Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS).

Autoridades indianas “estão a destruir casas, empresas e locais de culto muçulmanos”

Amnistia Internacional denuncia

Autoridades indianas “estão a destruir casas, empresas e locais de culto muçulmanos”

Já é conhecida entre os políticos e pelos meios de comunicação social na Índia como “a justiça dos bulldozers” e não podia ser mais “cruel e chocante”: na sequência de protestos por parte dos muçulmanos contra a discriminação de que têm sido alvo no país, as suas propriedades estão a ser demolidas sem qualquer justificação legal pelas autoridades indianas, naquela que é uma “campanha de ódio contra a comunidade minoritária”, denunciou esta semana a Amnistia Internacional (AI). [Texto de Clara Raimundo]

No Tigré, depois da guerra, a ameaça da fome

Um milhão de refugiados

No Tigré, depois da guerra, a ameaça da fome

Há cada vez mais habitantes de Tigré, no norte da Etiópia, que estão sujeitos a esta dieta drástica: como única refeição diária, uma injera simples – um pão achatado feito de teff, um cereal local. Há já um acordo de paz, mas a realidade de uma população deslocada à força é a de uma fome iminente. Um milhão de pessoas estão retidas em Tigré.

Nicarágua: “Exílio não é sinónimo de liberdade, é crime contra a humanidade”

Carta de religiosos e religiosas na clandestinidade

Nicarágua: “Exílio não é sinónimo de liberdade, é crime contra a humanidade”

Para os religiosos e religiosas nicaraguenses na clandestinidade o exílio a que foram forçados os bispos Rolando Álvarez e Isidoro Mora e mais 17 sacerdotes e seminaristas “não é sinónimo de liberdade”, pelo contrário “é um crime contra a humanidade”. A afirmação é feita numa carta datada de 1 de fevereiro divulgada pelo jornal espanhol Religión Digital no dia 2 de fevereiro.

Myanmar: resistência sobrevive a três anos de terror

Aniversário do Golpe Militar

Myanmar: resistência sobrevive a três anos de terror

Apesar da brutal repressão de que é permanentemente vítima, a resistência organizou no terceiro aniversário do golpe de Estado que colocou a junta militar no poder (1 de fevereiro de 2021), mais uma greve silenciosa nas grandes cidades de Myanmar. Desde 2021 os militares mataram mais de 4.000 civis, mantêm 20.000 pessoas presas e o número de desalojados é agora superior a 2,6 milhões.

Está em curso “um genocídio cristão” na Nigéria, alerta bispo católico

Ataques sucedem-se

Está em curso “um genocídio cristão” na Nigéria, alerta bispo católico

São mais de 86 milhões os cristãos na Nigéria – cerca de metade da população do país – mas o bispo Wilfred Anagbe, que lidera a diocese de Makurdi, acredita que poderão desaparecer completamente nas próximas décadas. Nesta terça-feira, 30, dia em que se soube que novos ataques à comunidade cristã no estado de Plateau deixaram dezenas de mortos, Anagbe estava em Washington DC (EUA) para participar na Cimeira Internacional sobre a Liberdade Religiosa. Num evento paralelo promovido pela Fundação Ajuda à Igreja que Sofre, o bispo disse não ter dúvidas: o que está a acontecer na Nigéria é “um genocídio cristão”.

Índia: Cristãos e muçulmanos pressionados a converter-se ao hinduísmo

Campanha "regresso a casa"

Índia: Cristãos e muçulmanos pressionados a converter-se ao hinduísmo

Um grupo de 251 famílias, duas delas muçulmanas e as restantes católicas, correspondente a cerca de mil pessoas, ter-se-á alegadamente convertido à religião hindu no último fim de semana, no estado de Chhattisgarh, no centro da Índia, noticiou uma organização de grupos pró-hindus. Mas o arcebispo católico da região, Victor Henry Thakur, alerta que a informação pode não corresponder à realidade e que se trata de pressão para atingir os cristãos e as suas instituições.

Esfregar sal na ferida

Esfregar sal na ferida

Tenho-me perguntado muitas vezes o que estará na origem da escolha do pior horror nazi como termo de comparação para o que Israel – ou o governo de Netanyahu – está a fazer em Gaza. De onde vem esta facilidade (talvez até: este prazer?) em dizer “Holocausto” quando falamos dos crimes cometidos por Israel? — uma reflexão de Helena Araújo

As seis religiosas sequestradas no Haiti foram libertadas, mas “espiral de violência” no país continua

ONU denuncia

As seis religiosas sequestradas no Haiti foram libertadas, mas “espiral de violência” no país continua

As seis irmãs da Congregação de Sant’Ana raptadas há uma semana por homens armados na capital do Haiti, Porto Príncipe, foram libertadas esta quinta-feira, 25 de janeiro, depois de muitos apelos, incluindo do Papa, para que tal acontecesse. Mas, no mesmo dia em que o sequestro destas mulheres terminava, no Conselho de Segurança da ONU eram apresentados dados preocupantes: ao longo do último ano, houve um  aumento de 122% no número de vítimas diretas da violência de gangues. E a situação tem tendência a piorar.

Extermínio na Faixa de Gaza: não esqueceremos!

Extermínio na Faixa de Gaza: não esqueceremos!

A violência inominável com que as forças armadas israelitas têm levado a cabo o extermínio do povo palestino que habitava Gaza não tem paralelo com qualquer outra guerra contemporânea. A teoria que suporta o genocídio em curso é conhecida e há muito que foi desenvolvida nas altas esferas militares israelitas. Nunca se pensou que pudesse ser levada a cabo. Está a acontecer.

Número de cristãos perseguidos no mundo é o mais alto em 31 anos: ultrapassa os 365 milhões

Relatório Open Doors 2024

Número de cristãos perseguidos no mundo é o mais alto em 31 anos: ultrapassa os 365 milhões

Mais de 365 milhões de cristãos estão atualmente sujeitos a perseguição. O número, só por si, impressiona. E pode impressionar ainda mais se pensarmos que corresponde a um em cada sete cristãos no mundo inteiro… ou seja: quase 15%. Os dados acabam de ser avançados pela organização americana Open Doors, que divulgou esta semana a sua “World Watch List 2024” (uma lista dos 50 países que mais discriminam os cristãos) e deixou o alerta: em 31 anos de registos de perseguição, a tendência tem sido para aumentar, e este foi um ano recorde.

Bispos católicos e anglicanos pedem apoio para requerentes de asilo na Irlanda

Tristes com manifestações de repúdio

Bispos católicos e anglicanos pedem apoio para requerentes de asilo na Irlanda

Os bispos católicos e anglicanos da Irlanda dizem-se “perturbados” e “tristes” com as fortes manifestações que têm ocorrido em algumas cidades portuárias do país, com o objetivo de impedir o acolhimento de requerentes de asilo. Numa declaração conjunta divulgada esta semana, pedem “calma” e lembram que os migrantes “vêm de situações muito angustiantes” e “merecem qualquer nível de ajuda que possa ser oferecido”, mesmo que isso implique “algum sacrifício” da parte de quem acolhe.

Gato por lebre

Gato por lebre

Foi Churchill quem escreveu, em 1933, a propósito do genocídio arménio “a História procurará em vão a palavra Arménia”.  Exprimia assim a sua decepção com o Tratado de Lausanne que, ao firmar a paz com a Turquia, diplomaticamente apagara a referência a esse que foi o primeiro Holocausto do século XX. Decepção não apenas com o texto do Tratado, mas com o manto de esquecimento propositadamente vertido sobre a História em nome de cínicos interesses comerciais e geopolíticos. [Texto de Luís Soares Barbosa]

Pastor cristão condenado a 14 anos de prisão na China

Igrejas domésticas perseguidas

Pastor cristão condenado a 14 anos de prisão na China

Um pastor protestante, líder de uma igreja doméstica na China, foi condenado a 14 anos de prisão por alegado envolvimento em “práticas comerciais ilegais” e dinamização de um xie jiao (em português, culto proibido). A notícia, avançada esta quarta-feira, 16, pela UCA News, refere que a esposa do pastor e outros quatro réus ligados àquela igreja enfrentam igualmente penas de prisão, embora com duração mais reduzida.

Governo da Nicarágua desterra para o Vaticano dois bispos e 15 padres

São já três os bispos exilados

Governo da Nicarágua desterra para o Vaticano dois bispos e 15 padres

Numa operação que se repete nos últimos três meses, o regime de Daniel Ortega, da Nicarágua, acaba de desterrar para o Vaticano cerca de dúzia e meia de clérigos católicos, incluindo dois bispos, um dos quais Rolando Álvarez, que se encontravam detidos como prisioneiros políticos. Segundo informações do Vatican News, a Roma chegaram na madrugada deste domingo, além do bispo Álvarez, mais 18 membros da Igreja Católica, incluindo o bispo de Siuna, recentemente detido, 15 padres e dois seminaristas.

Campos de trabalho escravo libertados no norte de Myanmar

Junto à fronteira com a China

Campos de trabalho escravo libertados no norte de Myanmar

Os grupos armados que lutam contra a junta militar de Myanmar no norte do país, junto à fronteira com a China, divulgaram terem desmantelada uma rede que envolvia 100 mil escravos (41 mil dos quais foram entregues às autoridades chinesas) trabalhando em centros telefónicos de negócios de burla informática que visavam residentes na China, Tailândia e no próprio Myanmar.

Os 13 países onde as crianças mais precisam de ajuda em 2024

UNICEF apela à solidariedade

Os 13 países onde as crianças mais precisam de ajuda em 2024

Do Haiti à Palestina, passando pelo Sudão, pelo Afeganistão ou por Myanmar, chegamos a 2024 com “um número sem precedentes de pessoas a precisar de ajuda”, em particular crianças, assinala a UNICEF – Fundo da ONU para a Infância, nesta terça-feira, 2 de janeiro. A instituição diz ter “capacidade de levar ajuda às crianças em risco e necessitadas”, mas alerta que “a situação de fundos é sombria”, e apresenta a lista das 13 “crises que precisam de mais financiamento para o ano novo”.

Os jovens israelitas que recusam fazer parte do “ciclo interminável de derramamento de sangue”

Enfrentando prisão e assédio

Os jovens israelitas que recusam fazer parte do “ciclo interminável de derramamento de sangue”

Tal Mitnick tem 18 anos e está a cumprir uma pena de 30 dias na prisão porque recusou juntar-se ao exército israelita. Sofi Orr tem 17 e é suposto alistar-se dentro de alguns meses, mas já decidiu que não o fará, apesar dos riscos que enfrenta. Ambos estão inabaláveis na sua convicção: “a violência não resolverá a violência”.

Jacques Delors: Mais do que Europa

1925-2023

Jacques Delors: Mais do que Europa

Conheci Jacques Delors antes de se tornar mito. Foi a militância cristã que acompanhei desde os anos setenta. Conheci-o pessoalmente na passagem dos anos noventa para 2000. Falámos então sobre a herança de Emmanuel Mounier, sobre a Educação para o século XXI e sobre questões candentes na construção europeia, que muito o preocupavam, como o alargamento, o défice democrático e a perda na coesão económica e social. Em outubro de 2000, celebrámos na UNESCO em Paris, com Paul Ricoeur e Guy Coq os cinquenta anos do filósofo do “Traité du Caràctere”. (Um texto de Guilherme d’Oliveira Martins)

Autoridades chinesas impedem pela força celebrações e festejos natalícios

Em cidades próximas de Pequim

Autoridades chinesas impedem pela força celebrações e festejos natalícios

Em pelo menos duas cidades da província de Hebei, as autoridades chinesas recorreram a medidas extraordinárias para impedir a celebração e os festejos de Natal. A Asia News dava conta em despacho de 26 de dezembro de “bloqueios de trânsito e encerramento obrigatório de algumas lojas”, de “proibição, em vários dormitórios universitários, da exposição de quaisquer objetos relacionados com o Natal”, além de “outras medidas massivas de ‘segurança’ adotadas pelas autoridades para desencorajar a participação dos fiéis na noite de Natal”.

Direitos Humanos

Direitos Humanos

O 75º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, celebrado no passado dia 10 de dezembro, foi associado numa nota da comissão executiva da assembleia das comissões Justiça e Paz europeias (Justiça e Paz Europa) ao 60º aniversário da encíclica do Papa São João XXIII Pacem in Terris, a qual foi publicada em 11 de abril de 1963. (Pedro Vaz Patto)

Nós e os outros: o “grande problema” no inverno do mundo

Nós e os outros: o “grande problema” no inverno do mundo

O grande desafio da educação para a paz passa por olhar o outro, os outros – pessoas, grupos, povos – como enriquecimento, em vez de ameaça; querer conhecer melhor as suas culturas e anseios, em vez de me fechar numa atitude autorreferencial; “escutar com o coração”, como sugeria recentemente o Papa Francisco, em lugar de apenas ouvir; e aprender a fazer caminho com os outros, em vez de à revelia dos outros. Por aí se poderá desatar o nó cego do “grande problema”.

ONU pede pausa humanitária no Sudão para evitar “fome catastrófica”

Situação sem precedentes

ONU pede pausa humanitária no Sudão para evitar “fome catastrófica”

As projeções feitas no verão eram desanimadoras, mas a realidade revelou-se ainda pior do que o previsto: cerca de 18 milhões de pessoas já enfrentam fome aguda no Sudão, um número que corresponde ao dobro do registado no mesmo período do ano anterior, e que supera a estimativa de 15 milhões feita na avaliação de agosto. O diretor nacional do Programa Mundial de Alimentos (PMA) da ONU no Sudão, Eddie Rowe, apela a uma pausa humanitária e ao acesso irrestrito da ajuda para evitar uma catástrofe de fome no país.

Na faixa de Gaza ocupada, Israel usa a fome como arma de guerra

Human Rights Watch acusa

Na faixa de Gaza ocupada, Israel usa a fome como arma de guerra

O governo israelita está a utilizar a fome de civis como método de guerra na faixa de Gaza ocupada, o que é um crime de guerra, afirmou a Human Rights Watch em comunicado divulgado no dia 18 de dezembro. De acordo com aquela organização, “as forças israelitas estão a bloquear de forma deliberada o fornecimento de água, alimentos e combustível, enquanto arrasam áreas agrícolas e privam a população civil de bens indispensáveis ​​à sua sobrevivência”.

Em cada dia, dois cristãos são atacados na Índia

Perseguição cresceu com Modi

Em cada dia, dois cristãos são atacados na Índia

A perseguição aos cristãos “aumentou acentuadamente” na Índia com a chegada ao poder do partido pro-hindu de Narendra Modi, alerta a organização de defesa dos direitos humanos United Christian Forum (UCF), com sede em Nova Delhi. Só este ano, foram registados 687 ataques a cristãos (pelo menos dois por dia), um número muito superior aos 147 registados, ao todo, em 2014, ano em que Modi foi eleito primeiro-ministro.

Somos cúmplices da desumanidade

Somos cúmplices da desumanidade

Há uma rusga, uma inspeção, e os jornais enchem-se de títulos entre o sensacionalismo e o déjà vu.  É notícia de abertura em todos os noticiários. De cada vez que tal acontece, existe sempre a esperança de que o assunto seja por fim discutido e levado a sério; que apareçam os comentadores de serviço a analisar o problema; que as diferentes organizações levantem a voz em defesa da humanidade. Pura ilusão. Na verdade, somos todos cúmplices de um crime que se perpetua.

Suicídio de migrante em “barco-prisão” revela a “crueldade” da política britânica

Igrejas cristãs alertam

Suicídio de migrante em “barco-prisão” revela a “crueldade” da política britânica

As Igrejas e organizações cristãs no Reino Unido são unânimes: é necessário um sistema de imigração que defenda a dignidade humana daqueles que procuram refúgio no país e ter requerentes de asilo “presos” num barco ao largo de Inglaterra não é compatível com isso. Na sequência da morte de um migrante, esta terça-feira, 12, na barcaça Bibby Stockholm – que, segundo a BBC, ter-se-á suicidado – organizações como o Serviço Jesuíta aos Refugiados pedem o encerramento daquela estrutura.

José Sousa e Brito: “A desigualdade religiosa feria profundamente o espírito da democracia e da Constituição democrática”

Liberdade Religiosa em exposição no Parlamento

José Sousa e Brito: “A desigualdade religiosa feria profundamente o espírito da democracia e da Constituição democrática”

Principal autor material da Lei da Liberdade Religiosa que viria a ser aprovada pelo Parlamento em 2001, o juiz conselheiro José Sousa e Brito considera que o objetivo fundamental de “pôr a legislação em matéria religiosa de acordo com uma nova Constituição democrática, depois do 25 de Abril, foi realizado, em grande parte devido à Lei da Liberdade Religiosa”. Na semana em que abre a exposição evocativa das duas décadas da Lei da Liberdade Religiosa em Portugal, o 7MARGENS publica a entrevista concedida por Sousa e Brito para o catálogo da exposição. 

Guterres não desiste de cessar-fogo em Gaza

Nações Unidas

Guterres não desiste de cessar-fogo em Gaza

O secretário-geral da ONU, António Guterres, prometeu este domingo que “não desistirá” de apelar a um cessar-fogo humanitário em Gaza, acrescentando que a inação do Conselho de Segurança está a minar a sua própria credibilidade e defendendo a reforma deste órgão “esclerosado”.

Comunidade internacional tem de “enfrentar a China”

Grupo de Apoio ao Tibete

Comunidade internacional tem de “enfrentar a China”

No dia em que se assinala o 75.º Dia Internacional dos Direitos Humanos, grupo de direitos humanos veio defender que a comunidade internacional enfrente o governo chinês, por este estar a aumentar “drasticamente os seus esforços visando a criação de um reforçado estado policial em todas as regiões, territórios e países sob ocupação por si controlados”.

Absolutizar o território por causa da religião “corre o risco de ocupar o lugar do próprio Deus”

Francisco Martins, padre e biblista, no 7M/Antena 1

Absolutizar o território por causa da religião “corre o risco de ocupar o lugar do próprio Deus”

“Qualquer valor ou território que se torna absoluto por causa de uma dinâmica religiosa corre o risco de ocupar o lugar do próprio Deus.” A afirmação é do padre jesuíta Francisco Martins, biblista, entrevistado esta semana no programa 7MARGENS, da Antena 1, a propósito do seu livro A Bíblia Tinha Mesmo Razão?, que acaba de ser publicado pela Temas e Debates, e do qual já divulgámos um excerto, em pré-publicação.

Amnistia entrega a Marcelo mais de 13 mil assinaturas pelo cessar-fogo em Gaza

"Única forma de salvar vidas"

Amnistia entrega a Marcelo mais de 13 mil assinaturas pelo cessar-fogo em Gaza

A Amnistia Internacional entregou ao Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, nesta quinta-feira, 7 de dezembro – dia em que se assinalam dois meses de conflito no Médio Oriente “marcados por constantes ataques ilegais e um número cada vez mais assustador de mortes” – uma petição assinada por mais de 13 mil pessoas em Portugal a exigir “um cessar-fogo entre o Estado de Israel e o Hamas”.

Confrontos étnicos intensificam-se em Manipur e fazem mais 13 mortos

Comunidade cristã ameaçada

Confrontos étnicos intensificam-se em Manipur e fazem mais 13 mortos

Pelo menos 13 pessoas foram mortas num tiroteio entre dois grupos armados no nordeste do estado de Manipur (Índia), assolado ao longo dos últimos sete meses por episódios de violência étnica e religiosa. O tiroteio aconteceu no início desta semana, mas desde maio que os confrontos se sucedem, tendo já feito, ao todo, mais de 180 vítimas mortais e 40 mil deslocados. A comunidade cristã tem sido particularmente visada, com mais de 350 igrejas arrasadas e sete mil casas destruídas.

Secularismo e Direitos Humanos

Secularismo e Direitos Humanos

O Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) decidiu, no passado dia 28 de novembro (ver 7MARGENS), que a administração pública de um país pode proibir os seus funcionários de usarem visivelmente qualquer sinal que revele crenças filosóficas ou religiosas, a fim de criar um “ambiente administrativo neutro”. Devo dizer que esta formulação me deixa perplexa e bastante preocupada. É óbvio que todos sabemos que a Europa se construiu sobre ruínas de guerras da religião. (Teresa Toldy)

Gaza: Previsível “uma das situações mais horríveis em muitas décadas”

Debate da associação Civitas em Braga

Gaza: Previsível “uma das situações mais horríveis em muitas décadas”

Dois académicos do Porto – Manuel Loff e Alberto Azeredo Lopes – mostraram-se fortemente críticos da política devastadora levada a cabo pelos israelitas na Faixa de Gaza, num “encontro de cidadania” promovido esta quinta-feira, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, em Braga. Loff é professor e investigador de história contemporânea na Universidade do Porto, e apresentou uma contextualização histórica do conflito, enquanto que Azeredo Lopes é professor de Direito na Universidade Católica, também no Porto, analisando o mesmo fenómeno do ponto de vista jurídico.

Não desviemos o olhar da “catástrofe humanitária épica” em Gaza

O apelo de Guterres

Não desviemos o olhar da “catástrofe humanitária épica” em Gaza

A ajuda que as agências da ONU estão a dar aos palestinianos da Faixa de Gaza, perante aquilo que o secretário-geral considera uma “gigantesca catástrofe humanitária”, é manifestamente inadequada, porque insuficiente. A advertência chega de António Guterres, e foi proferida em plena reunião do Conselho de Segurança, que ocorreu esta quarta feira, 29, no tradicional Dia de Solidariedade com o Povo Palestiniano.

Amnistia pede a líderes africanos na COP28 que se unam em defesa dos direitos humanos

Alertando para "erros" do passado

Amnistia pede a líderes africanos na COP28 que se unam em defesa dos direitos humanos

Os líderes africanos que vão participar na cimeira sobre o clima das Nações Unidas, COP28, “devem evitar os erros cometidos durante a Cimeira Africana do Clima”, que decorreu no passado mês de setembro, e na qual adotaram a Declaração de Nairobi sobre as Alterações Climáticas e Apelo à Ação. Porque esta, “em muitos aspetos, não deu prioridade efetiva aos direitos humanos e à justiça climática para o continente”, alertou a Amnistia Internacional.

Plataforma PAJE e associação ProChild distinguidas com o Prémio Direitos Humanos 2023

Iniciativa da Assembleia da República

Plataforma PAJE e associação ProChild distinguidas com o Prémio Direitos Humanos 2023

Duas organizações que têm trabalhado na área da proteção das crianças foram as escolhidas pela Assembleia da República para receber o Prémio Direitos Humanos 2023: a P.A.J.E. – Plataforma de Apoio a Jovens ex-Acolhidos e o ProChild – Laboratório Colaborativo. Será ainda atribuída a Medalha de Ouro Comemorativa do 50.º Aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos aos membros da extinta Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais contra as Crianças na Igreja Católica Portuguesa, adianta um comunicado divulgado pelo Parlamento.

Deslocados de Cabo Delgado tentam regressar a casa, mas insegurança persiste

ONU denuncia

Deslocados de Cabo Delgado tentam regressar a casa, mas insegurança persiste

Durante 13 dias, a relatora especial da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre os direitos humanos dos deslocados internos, Paula Gaviria Betancur, esteve em Moçambique. De visita à província de Cabo Delgado, observou a enorme vontade das populações deslocadas de voltar para as suas casas, mas verificou também que “persiste a insegurança” e que as comunidades não têm como autossustentar-se.

“Assassinato de civis sem paralelo” prossegue: a cada 10 minutos, morre uma criança em Gaza

Guterres e OMS denunciam

“Assassinato de civis sem paralelo” prossegue: a cada 10 minutos, morre uma criança em Gaza

Já lá vão mais de seis semanas desde que o conflito Israel-Palestina se intensificou, na sequência dos ataques do Hamas. O tempo não para, os bombardeamentos também não, e, a cada dez minutos que passam, há mais uma criança que morre na Faixa de Gaza. As contas são fáceis de fazer, mas o resultado custa a assimilar: estão a morrer 160 crianças por dia naquela região, quase tantas quanto as que nascem, denunciou esta terça-feira, 21 de novembro, a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Supremo confirmou ilegalidade da “exportação” de refugiados para o Ruanda

“Vitória da humanidade” no Reino Unido

Supremo confirmou ilegalidade da “exportação” de refugiados para o Ruanda

Por unanimidade, os cinco juízes do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) do Reino Unido rejeitaram o plano do governo de recambiar os refugiados requerentes do pedido de asilo para o Ruanda, mantendo, desse modo, a decisão do tribunal de recurso. Cai, assim, por terra uma das promessas mais emblemáticas e polémicas do primeiro ministro britânico, Rishi Sunak, para travar a chegada de pequenos barcos vindos do outro lado do Canal da Mancha, na qual já tinha investido 140 milhões de libras (160 milhões de euros).

Ciclo de conferências dá a conhecer práticas religiosas aos profissionais de saúde

Na Aula Magna, em Lisboa

Ciclo de conferências dá a conhecer práticas religiosas aos profissionais de saúde

Começa esta quinta-feira, 16 de novembro, na Aula Magna da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, o ciclo de conferências “Conhecer para Cuidar”, uma série de encontros que visam divulgar, junto dos profissionais de saúde, as diferentes práticas religiosas associadas aos momentos de nascimento, doença e morte, para que possam compreender melhor os seus utentes, seja qual for a sua religião, e assim promover o seu bem-estar e direitos.

Vem aí a Semana Vermelha, para lembrar que a perseguição religiosa existe

Iniciativa da Fundação AIS

Vem aí a Semana Vermelha, para lembrar que a perseguição religiosa existe

Porque é preciso alertar que “no mundo, nos nossos dias, em demasiados países”, continua a existir perseguição religiosa, a Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) promove, de 17 a 26 de novembro, mais uma Semana Vermelha. Ao longo dessa semana, inúmeros edifícios públicos, igrejas e monumentos irão iluminar-se de vermelho, diversas paróquias organizarão momentos de oração e será divulgado, em vários pontos do pais, o mais recente relatório da organização sobre a liberdade religiosa no mundo.

Bahá’is sofrem nova vaga de buscas domiciliárias e detenções no Irão

Repressão intensifica-se

Bahá’is sofrem nova vaga de buscas domiciliárias e detenções no Irão

As forças de segurança iranianas invadiram na semana passada, sem apresentar qualquer justificação, as casas de mais de 20 bahá’is e, após agredi-los física e verbalmente, levaram pelo menos 19 sob custódia, desconhecendo-se o seu paradeiro. Estas “detenções e buscas domiciliárias confirmam os receios crescentes de que o governo do Irão tenha redobrado a sua repressão à comunidade bahá’í perseguida” no país, denuncia a Comunidade Internacional Bahá’í.

TotalEnergies desrespeita milhares de sepulturas para construir maior oleoduto do mundo

ONG inter-religiosa denuncia

TotalEnergies desrespeita milhares de sepulturas para construir maior oleoduto do mundo

São mais de duas mil as sepulturas localizadas ao longo do percurso daquele que se prevê que venha a ser o maior oleoduto do mundo, cruzando o Uganda e a Tanzânia. Com a sua construção, a cargo da petrolífera francesa TotalEnergies, a maioria destes túmulos está a ser destruída, danificada ou relocalizada, “sem qualquer respeito pelos ritos e tradições funerárias locais”, denunciou esta quinta-feira, 9 de novembro, a ONG inter-religiosa GreenFaith.

O martírio de Rolando, bispo de Matagalpa

À margem

O martírio de Rolando, bispo de Matagalpa

Era um sábado, aquele 2 de abril de 2011. Ainda ele não tinha chegado a Matagalpa, já os fiéis mais curiosos se começavam a juntar nas bordas da estrada que vinha de Manágua, na direção do interior do país. As bandas de música marcavam presença e algumas casas comerciais haviam colocado colunas com música de louvor à Virgem e afixado imagens do Papa e do novo bispo. Rolando era o seu nome. Rolando Alvarez Lagos.

Presidente iraniano falou com o Papa e ambos concordam: cessar-fogo é urgente

Telefonema pela paz

Presidente iraniano falou com o Papa e ambos concordam: cessar-fogo é urgente

O Papa conversou este domingo, 5 de novembro, com o presidente iraniano, Ebrahim Raisi, depois de este último ter manifestado interesse em que dialogassem sobre o o conflito Israel-Palestina. O telefonema reforçou o sentimento mútuo de que é urgente o cessar-fogo no Médio Oriente, assim como o compromisso da parte de ambos de que farão tudo aquilo que estiver ao seu alcance para conseguir que este se torne realidade.

“Falar, falar, falar”

[Margem 8]

“Falar, falar, falar”

A gente habitua-se ao tom de enfado desta repetição, ao tom de denúncia de quem diz “falar, falar, falar” como se colocasse o dedo na ferida da nossa inconsequência. Nos piores casos, da nossa hipocrisia. Mas aconteceu-me outra coisa em julho. No podcast do Centro de Espiritualidade Redentorista (CER) temos a cada dia 9 uma conversa com alguém de quem gostamos.

Se o Evangelho não é migração, então é o quê?

Se o Evangelho não é migração, então é o quê?

Jornada extensa. Temporã. Três da manhã. Viagem longa. Escalas. Fuso horário. Reuniões à chegada. Demasiadas. Oito da noite. O cansaço a impor-se. A fome a acusar negligência. Ingredientes de sobra para encerrar o dia. Pausar. Parar mesmo. No entanto insuficientes para ignorar os relatos que começáramos a escutar.

Empresas de redes sociais devem intensificar luta contra propagação do ódio online

Amnistia Internacional apela

Empresas de redes sociais devem intensificar luta contra propagação do ódio online

À medida que o conflito Israel-Palestina se intensifica no terreno, também se verifica um “aumento alarmante da incitação ao ódio que constitui um estímulo à violência, à hostilidade e à discriminação nas plataformas das redes sociais”, alerta a Amnistia Internacional (AI), apelando às empresas de redes sociais que intensifiquem medidas de proteção dos direitos humanos neste campo.

Pelo menos 21 repórteres mortos em Gaza

Federação de Jornalistas condena

Pelo menos 21 repórteres mortos em Gaza

Pelo menos 21 repórteres palestinianos foram mortos, sete ficaram feridos e vários estão desaparecidos na sequência das operações militares em curso entre o Hamas e Israel na Faixa de Gaza. Os dados foram avançados esta quarta-feira, 25 de outubro, pela Federação Internacional de Jornalistas (IFJ) e pelo Sindicato dos Jornalistas Palestinianos (PJS), que condenam “os assassinatos e os ataques contínuos” aos profissionais dos média naquela região, pedem proteção e “uma investigação imediata” sobre as mortes ocorridas.

Pelo menos 2 mil crianças mortas em Gaza

Save the Children alerta

Pelo menos 2 mil crianças mortas em Gaza

Pelo menos 2.000 crianças foram mortas em Gaza nos últimos 17 dias, outras 27 morreram na Cisjordânia, e ainda mais 27 em Israel, alerta a organização humanitária Save the Children num comunicado emitido ao final do dia de segunda-feira, 23 de outubro. As perspetivas, com os “ataques aéreos que continuam inabaláveis, são aterradoras, sublinha a ONG: “mais de 1 milhão de crianças estão presas no meio da zona de conflito ativa, sem nenhum lugar seguro para onde ir”.

Sínodo, agora, é em Roma… que aqui já acabou

Sínodo, agora, é em Roma… que aqui já acabou novidade

Em que vai, afinal, desembocar o esforço reformador do atual Papa, sobretudo com o processo sinodal que lançou em 2021? Que se pode esperar daquela que já foi considerada a maior auscultação de pessoas alguma vez feita à escala do planeta? – A reflexão de Manuel Pinto, para ler no À Margem desta semana

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Nada se perde: um antigo colégio dos Salesianos é o novo centro de acolhimento do Serviço Jesuíta aos Refugiados

Inaugurado em Vendas Novas

Nada se perde: um antigo colégio dos Salesianos é o novo centro de acolhimento do Serviço Jesuíta aos Refugiados novidade

O apelo foi feito pelo Papa Francisco: utilizar os espaços da Igreja Católica devolutos ou sem uso para respostas humanitárias. Os Salesianos e os Jesuítas em Portugal aceitaram o desafio e, do antigo colégio de uns, nasceu o novo centro de acolhimento de emergência para refugiados de outros. Fica em Vendas Novas, tem capacidade para 120 pessoas, e promete ser amigo das famílias, do ambiente, e da comunidade em que se insere.

Bispos católicos de França apelam à fraternidade e justiça, mas não se demarcam da extrema-direita

Com as eleições no horizonte

Bispos católicos de França apelam à fraternidade e justiça, mas não se demarcam da extrema-direita novidade

O conselho permanente dos bispos da Igreja Católica de França considera, num comunicado divulgado esta quinta-feira, 20 de junho, que o resultado das recentes eleições europeias, que deram a vitória à extrema-direita, “é mais um sintoma de uma sociedade ansiosa, dividida e em sofrimento”. Neste contexto, e em vésperas dos atos eleitorais para a Assembleia Nacional, apresentaram uma oração que deverá ser rezada por todas as comunidades nestes próximos dias.

“Precisamos de trabalhar num projeto de sociedade que privilegie a ativação da esperança”

Tolentino recebeu Prémio Pessoa

“Precisamos de trabalhar num projeto de sociedade que privilegie a ativação da esperança” novidade

Na cerimónia em que recebeu o Prémio Pessoa 2023 – que decorreu esta quarta-feira, 19 de junho, na Culturgest, em Lisboa – o cardeal Tolentino Mendonça falou daquela que considera ser “talvez a construção mais extraordinária do nosso tempo”: a “ampliação da esperança de vida”. Mas deixou um alerta: “não basta alongar a esperança de vida, precisamos de trabalhar num projeto de sociedade que privilegie a ativação da esperança e a deseje fraternamente repartida, acessível a todos, protagonizada por todos”.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This