Direitos Humanos

Comentário

O segundo apagamento de Aristides novidade

“Mesmo que me destituam, só posso agir como cristão, como me dita a minha consciência; se estou a desobedecer a ordens, prefiro estar com Deus contra os homens do que com os homens contra Deus.” Esta afirmação de Aristides de Sousa Mendes, cônsul de Portugal em Bordéus em 1940, confirmada por muitas outras de cariz semelhante, mostra bem qual foi o fundamento para a sua decisão de, contra as ordens expressas de Salazar, conceder indiscriminadamente vistos de passagem a milhares de pessoas em fuga do terror nazi.

Aristides com honras de Panteão

“Só posso agir como cristão, como me dita a consciência” novidade

Domingo, 17 de Outubro, no programa Página 2, da RTP2, António Moncada Sousa Mendes, autor do livro Aristides de Sousa Mendes – Memórias de um Neto evocou a memória do seu avô. Foi um depoimento também a referir essa perspectiva e a recordar o longo caminho de Aristides até este dia que o 7MARGENS pediu ao neto do primeiro português a ser declarado Justo Entre as Nações.

Relatório da Amnistia Internacional

Pandemia teve impacto devastador sobre liberdade de informação novidade

“Os ataques à liberdade de expressão por parte de governos, combinados com uma enchente de desinformação por todo o mundo durante a pandemia da covid-19, tiveram um impacto devastador sobre a capacidade das pessoas para acederem a informação precisa e oportuna, que as ajudasse a lidar com a crescente crise de saúde global.” A conclusão é da Amnistia Internacional.

Carta aberta aos Estados-membros

Mais de 323 mil de todo o mundo pedem à ONU que aja sobre as atrocidades em Xinjiang

Mais de 323.000 pessoas em todo o mundo assinaram uma petição da Amnistia Internacional (AI) intitulada “Liberdade para todos os detidos de Xinjiang”, acerca da situação que se vive nesta província chinesa, informou a organização de defesa dos direitos. Ao mesmo tempo, uma carta aberta da secretária-geral da organização de defesa dos direitos humanos apela à ONU para que investigue violações de direitos humanos contra uigures, cazaques e outras minorias muçulmanas naquela região do noroeste da China.

Maria Ressa, das Filipinas, e Dmitry Muratov, da Rússia

Prémio Nobel da Paz 2021 foi para jornalismo de coragem e liberdade de expressão

“Pelos seus esforços para salvaguardar a liberdade de expressão, que é uma pré-condição para a democracia e uma paz duradoura”, os jornalistas Maria Ressa, das Filipinas, e Dmitry Muratov, da Rússia, partilham o Prémio Nobel da Paz 2021. A novidade foi anunciada esta sexta-feira, 8 de outubro, em Oslo, por Reiss-Andersen, presidente do Comité Nobel e membro da Fundação com o mesmo nome. O prémio constitui um tributo ao jornalismo sério e de qualidade, que investiga e não se cala perante as pressões e os poderes, bem como a todos os jornalistas que procuram pô-lo em prática.

Filmes, debates e edições

Jean Moulin enterrou a pistola, mas cumpriu o “banal dever cívico” de resistir; agora, será evocado em Lisboa

Quando se tornou líder da Resistência francesa ao nazismo, foi-lhe dada uma pistola que ele enterrou e nunca usaria. Jean Moulin foi um cidadão banal que entendeu que o seu dever era resistir à barbárie. Uma quinzena de actividades em Lisboa evoca a sua passagem por Portugal, onde durante cinco semanas redigiu um importante relatório que permitiria unir a Resistência.

Ponte aérea "inumana"

EUA deportam haitianos para um “país colapsado”

Há 13 mil pessoas debaixo da ponte que liga Del Rio, no Texas (EUA), a Ciudad Acuña, no México, para tentar atravessar deste país para os EUA. Desde domingo, um ritmo de sete aviões por dia começaram a levar essas pessoas de volta ao seu país. No principal aeroporto do Haiti, muitos deportados tentaram voltar para o avião. 

Relatório da Global Witness

227 ativistas ambientais assassinados em 2020

O número de ativistas ambientais assassinados que é possível documentar subiu no ano passado para 227, refere a Global Witness no seu relatório “A Última Linha de Defesa”. A organização contabiliza apenas os assassinatos de pessoas de quem conhece o nome e analisou as circunstâncias da morte. E não tem dúvidas de que apenas consegue documentar uma parte muito reduzida da violência praticada contra os ambientalistas. 

Afeganistão duas décadas depois

Líderes religiosos e políticos falam de vergonha e solidariedade

A propósito da situação que se vive no Afeganistão, o cardeal Jean-Claude Hollerich, arcebispo de Luxemburgo e presidente da Comissão das Conferências Episcopais da União Europeia (COMECE), disse no dia 25 de agosto, em entrevista à agência católica de notícia SIR (italiana): “Sinto-me envergonhado. Que vergonha para a Europa e para o Ocidente! Falamos muito sobre valores, mas onde estão os nossos valores no Afeganistão agora?”

Imigração e direito de asilo

Supremo obriga Biden a retomar política de Trump

A administração Biden não pode deixar entrar nos Estados Unidos da América pessoas que solicitem o estatuto de exilado antes de concluir a análise do seu processo. O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) decidiu esta quarta-feira, 25 de agosto, vincular o Governo à legislação da administração Trump, que obriga quem solicita asilo a aguardar fora das fronteiras do país pela resposta ao seu pedido.

Excertos da Índia

Olhares baços no horizonte baço

É nas terras de horizonte baço que os direitos são mais negligenciados, pensava eu ao caminhar por ruas tranquilamente infernais numa tentativa de compreender o que via e sentia. Meninos descalços, sem nome. São meninos de olhos vazios e mão estendida. Porque me daria a vida sobras de afeto se a eles nada disso pode dar?

Apoio ao desenvolvimento

Fundos europeus obrigam Estados a respeitar direitos humanos

Os mil milhões de euros de fundos da União Europeia (UE) “destinados à ajuda ao desenvolvimento nos próximos sete anos estão vinculados a condições estritas que os países destinatários têm de cumprir: respeito pelos direitos humanos, bom tratamento das minorias e respeito pelos direitos das mulheres e raparigas, só para citar algumas”, afirmou este sábado, 21 de agosto, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Refugiados na Sicília

Chegaram a bom porto, com dores, pesadelos e sonhos

Finalmente chegaram a dois portos da Sicília, este fim-de-semana, o Ocean Viking e o Sea Watch, dois navios carregados até mais não de gente, de humanos, de pessoas como nós. Salvos em condições dramáticas no fim-de-semana anterior, incluindo várias crianças e uma mulher em fim de gravidez. Eram mais de meio milhar numa das embarcações e perto de 260 noutra.

"Rumo a um Nós cada vez maior"

Semana Nacional das Migrações de 8 a 15 de agosto

A 49ª Semana Nacional de Migrações realiza-se de 8 a 15 de agosto, sob o tema «Rumo a um nós cada vez maior». O ponto alto, como habitual, é a Peregrinação Internacional Aniversária de agosto, que será presidida pelo Cardeal Jean-Claude Höllerich, do Grão Ducado do Luxemburgo e Presidente da COMECE (Comissão das Conferências Episcopais da União Europeia).

Cabo Delgado, Moçambique

Ajuda humanitária não pode ser “indústria do sofrimento”

Crescem as dificuldades humanitárias em Cabo Delgado, Moçambique. Agora é o administrador apostólico, D. António Juliasse Sandramo, que vem alertar para o perigo de criação de “uma indústria do sofrimento” que “dissipa” a ajuda humanitária. “Quando há situações de sofrimento, pode ser criada uma indústria do sofrimento, que se aproveita do sofrimento do povo”, afirmou Sandramo.

Cidadãos vítimas de spyware

Amnistia exige resposta do governo húngaro ao escândalo Pegasus

Uma investigação publicada esta terça-feira, 20 de julho, pelo Direkt36 (órgão de comunicação húngaro sem fins lucrativos) revelou que os telefones de mais de 300 cidadãos daquele país foram identificados como possíveis alvos do software de vigilância Pegasus, comercializado pela empresa israelita NSO Group. Peritos da Amnistia Internacional (AI) confirmaram que, em inúmeros casos, este software tinha, de facto, sido instalado, e a organização exige agora uma reação da parte das autoridades húngaras.

Do Quirguistão para Portugal

Resistir em casar à força – a história de Selima

Não, não é uma novela camiliana. Em pleno século XXI, em muitos pontos do globo, tais factos acontecem com a conivência de todos, inclusive das autoridades. No Expresso de 02/07, no artigo “O triste destino das noivas à força”, o jornalista Mauro Mondello fazia uma reportagem no Quirguistão sobre esse assunto e entrevistava mulheres e activistas que pretendem consciencializar as raparigas para esta bárbara realidade. Uma jovem mulher desse país que vive em Portugal prontificou-se a relatar ao 7Margens toda a história da sua vida, que reafirma o conteúdo do artigo do Expresso.

Cidadãos "sem papéis"

Quase 500 pessoas em greve de fome em Bruxelas

Centenas de pessoas estão há dois meses em greve de fome numa igreja de Bruxelas, num protesto que se radicalizou nos últimos dias, depois de um grupo ter iniciado uma greve de sede. A sua exigência é apenas uma: o direito a viverem legalizados no país onde residem e trabalham há anos e até décadas. E Portugal é exemplo.

Bispos de Cuba

“Não podemos fechar os olhos ou desviar o olhar como se nada estivesse a acontecer.”

Os bispos católicos de Cuba emitiram esta semana um comunicado em que pedem o fim dos confrontos no país, mas referem que a “imobilidade” não resolve problemas, reconhecendo “que o povo tem o direito de expressar as suas necessidades, anseios e esperanças” e expressar-se publicamente contra “algumas medidas que foram tomadas e que o afetam seriamente”. E sublinham, logo no início do documento: “não podemos fechar os olhos ou desviar o olhar como se nada estivesse a acontecer”.

Relatórios da ICC e do UCF

Perseguição a cristãos aumenta na Birmânia e na Índia

Os cristãos e as minorias étnicas na Birmânia enfrentam uma opressão crescente desde que a Junta militar derrubou o Governo civil em 1 de Fevereiro e tomou conta do poder. Um relatório da ICC (International Christian Concern), organização não-governamental de monitorização das perseguições religiosas, revela detalhes da perseguição aos cristãos em áreas onde a opressão tem sido a regra, em mais de cinco décadas de governo militar.

IV Encontro Mundial

Movimentos populares medem com o Papa o impacto da covid nas profissões humildes

O impacto da covid-19 nos trabalhadores mais humildes e rejeitados é o tema que juntará o Papa Francisco com representantes e delegados dos movimentos populares de todo o mundo nesta sexta-feira, 9 de Julho, às 14h de Roma (13h em Lisboa). E eles incluem movimentos de apanhadores de cartão, recicladores, vendedores ambulantes, costureiras, artesãos, pescadores, camponeses…

Jerusalém Oriental

Famílias desalojadas e deslocadas à força por Israel

“Iniciativa de Jerusalém Oriental”, do Conselho Mundial de Igrejas, procura acompanhar, mesmo sem uma presença física, as famílias que estão a enfrentar o desalojamento das suas casas e um deslocamento forçado das comunidades de Sheij Yarrah, Silwan e outras localidades de Jerusalém Oriental, para outras regiões.

100 mil obrigados a mendigar

Senegal recruta professores para escolas corânicas para evitar tráfico e mendicidade de crianças

O Estado senegalês quer recrutar uma centena de professores para as escolas corânicas, com o objectivo de encontrar pessoas que garantam o combate aos abusos nestes estabelecimentos de ensino.

A decisão surge num contexto em que há frequentes denúncias de abusos em escolas conhecidas como daaras. O imã Mouhamadou Makhtar Kanté diz que essa pode ser uma forma de resolver o problema da mendicidade, a que muitas crianças que residem nessas escolas são obrigadas.

Acusara positivo à covid

Padre Stan Swamy morreu no hospital na sequência da sua prisão contestada

O padre jesuíta indiano Stan Swamy, preso desde 9 de Outubro, morreu nesta segunda-feira, 5 de Julho, dois dias depois de lhe ter sido colocado num ventilador para tentar contrariar a deterioração das suas condições de saúde, num hospital gerido por instituições católicas na cidade de Bombaim (na costa centro Oeste do país). A morte ocorreu na véspera da avaliação, pelo Supremo Tribunal, de um pedido de fiança, cuja decisão tinha sido adiada no passado sábado, 3.

Desde 9 de Maio

Polícia de Israel fez campanha repressiva discriminatória contra palestinianos, acusa Amnistia

A polícia israelita cometeu múltiplas violações de direitos humanos contra palestinianos em Israel e em Jerusalém Oriental, durante e após as hostilidades armadas em Israel e Gaza, denunciou a Amnistia Internacional (AI). Tratou-se, diz a organização, de uma campanha repressiva discriminatória, desde o dia 9 de Maio, que levou à prisão mais de 2150 pessoas e que incluiu detenções em massa, utilizando a força ilegal contra manifestantes pacíficos e sujeitando os detidos a tortura e outros maus-tratos.

Ação em Paris e Berlim

Repórteres Sem Fronteiras simula “funeral” do Apple Daily

Representantes da organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) encenaram nesta sexta-feira, 25, diante das embaixadas da China em Paris e Berlim, o enterro simbólico do Apple Daily, o jornal de Hong Kong que, na véspera, foi obrigado a fechar depois de as autoridades terem detido o seu proprietário e vários editores e jornalistas, e congelado os bens da empresa.

Aborto

Parlamento Europeu debate direitos sexuais

O Parlamento Europeu vota nesta quinta-feira, 24 de junho, o Relatório Matić “sobre a situação da saúde e dos direitos sexuais e reprodutivos na UE no contexto da saúde das mulheres”. O documento contém recomendações controversas que têm sido alvo de críticas frontais por parte do secretariado da Comissão das Conferências Episcopais da União Europeia (Comece), de vários bispos católicos e de movimentos pró-vida.

Abusos sexuais

Concordatas usadas para fugir à justiça, denuncia ONU

Tomar todas as medidas necessárias para deter e prevenir a violência e o abuso sexual recorrentes contra crianças em instituições católicas, e para garantir que os responsáveis ​​prestem contas e as reparações sejam pagas às vítimas, são alguns dos pontos de uma carta dirigida ao Papa por um grupo de peritos em direitos humanos das Nações Unidas. O mesmo documento diz também que as concordatas são limitativas de uma combate eficaz ao problema.

Cáritas propõe vela virtual para Dia do Refugiado

Amnistia quer entregar 15 mil assinaturas a Costa em defesa dos refugiados

A Amnistia Internacional Portugal promove no próximo domingo, 20, uma vigília na Praça Europa, em Lisboa (entre a Ribeira das Naus e o Cais do Sodré) para assinalar o Dia Mundial do Refugiado e entregar cerca de 15 mil assinaturas recolhidas no manifesto Eu Acolho. A vigília, que decorre das 21h às 22h30, “pretende sensibilizar para a necessidade de uma política europeia de migração e asilo centrada nos direitos humanos”.

Dia Internacional da Criança Africana

FEC envolve mais de 4 mil alunos nos seus projetos educativos em Moçambique

A Fundação Fé e Cooperação divulgou esta quarta-feira, 16, data em que se assinalou o Dia Internacional da Criança Africana, alguns dos resultados alcançados pelos projetos educativos que tem vindo a desenvolver em Moçambique, particularmente na província do Niassa. Ao todo, 4.667 crianças foram já abrangidas pelas diferentes iniciativas desta ONG católica portuguesa, 491 agentes educativos participaram nas ações de formação e 56 escolas foram envolvidas.

Boko Haram na Nigéria

Amara, a raptada, e o padre psicólogo que ajuda a curar as feridas do terrorismo

Amara – um nome fictício para uma vida tragicamente bem real – tem hoje 21 anos, mas já passou muito: desmaiou quando lhe colocaram nas mãos a cabeça decapitada do seu pai, foi depois raptada e violada sucessivamente pelos terroristas do Boko Haram. Conseguiu fugir e esteve muito tempo sem conseguir falar, até que a sua mãe procurou a ajuda do padre Joseph Fidelis Bature, que é também psicólogo clínico.

Novo e extenso relatório da Amnistia

“Repressão draconiana” contra uigures e outras minorias muçulmanas na China

A região chinesa de Xinjiang, quase tão vasta como a Índia, vive neste momento uma “repressão draconiana” cujo alvo principal é a minoria dos muçulmanos uigures. A situação naquela província do Nordeste da China configura a prática de crimes contra a humanidade, com centenas de milhares de homens e mulheres submetidos a internamento e tortura em massa.

Carta suplica aos militares

Bispos católicos pedem corredor humanitário na Birmânia para deslocados

Os bispos da Birmânia (Myanmar) apelaram a que seja aberto um corredor humanitário para as populações deslocadas e que estão numa situação dramática. O apelo – ou “súplica”, conforme a expressão usada – surge numa carta publicada no último fim-de-semana, na qual os bispos recordam que as populações em fuga são cidadãos do país “e têm o direito fundamental à alimentação e segurança”.

Cinema

Srebrenica, 25 anos depois

É um filme de visão obrigatória para todos, a começar pelos mais jovens que nem sequer têm memória destes acontecimentos, apesar de tão recentes. E porquê? Porque era fundamental que tragédias hediondas e desnecessárias como esta não voltassem a repetir-se. E, infelizmente, para nossa vergonha, continuam a acontecer, de maneiras várias, em muitos lugares do nosso Mundo, desta Casa Comum que devia ser da fraternidade e da paz, da amizade e da justiça.

Dia Mundial

Covid fez inverter progressos de 20 anos na luta contra o trabalho infantil, diz ONU

As consequências da pandemia levaram, em diversas partes do mundo, ao crescimento do trabalho infantil, o qual pode ter atingido 160 milhões de crianças, invertendo a tendência global de redução dos últimos cerca de 20 anos. Os dados constam de um relatório publicado esta semana por duas organizações das Nações Unidas ligadas ao setor, a Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a OIT (Organização Internacional do Trabalho).

Moçambique

Centenas de crianças raptadas pelos terroristas

O padre Kwiriwi Fonseca, da Diocese de Pemba, em Moçambique, alertou para o rapto de “centenas de crianças” pelos terroristas na província de Cabo Delgado, norte do país africano. “Os terroristas estão a usar meninos para treiná-los, enquanto as meninas são feitas de esposas, estupradas, tudo isso. Algumas das mulheres, quando [os terroristas] percebem que [já] não lhes interessa, são mandadas embora”, relata o sacerdote, em depoimento à fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS).

Vaticano

Papa “magoado” com restos mortais de 215 crianças no Canadá

O Papa Francisco confessou-se magoado com a descoberta dos restos mortais de 215 crianças numa antiga escola católica para crianças indígenas no Canadá, pedindo respeito pelos direitos e culturas dos povos nativos. No entanto, não apresentou um pedido de desculpas, como pretendem o Governo daquele país e dirigentes de comunidades autóctones.

400 mil deslocados

O vulcão Nyiragongo irrompe em mais uma tragédia no Congo

Cerca de 400 mil pessoas estão a deixar as suas casas na região Leste do Congo, por causa das ameaças de mais erupções do vulcão Nyiragongo. As autoridades obrigaram à evacuação de dez distritos da cidade de Goma, situada a 20 quilómetros do vulcão, junto ao lago Kivu e à fronteira do Congo com o Ruanda. Esta é mais uma tragédia a juntar a outras.

Mãos à Obra

Os voluntários que escutam os presos

Eles também fazem fila à porta das cadeias para visitar os presos. São voluntários das associações que apoiam os reclusos e as suas famílias. Escutam as suas preocupações, ajudam-nos a resolver problemas, a organizar festas de aniversário, a apoiar os filhos e a encaminhar a vida quando saem da cadeia.

Ceuta e a imigração

Até quando continuaremos a comover-nos e a esquecer?

A fotografia do dia mostrava um bebé salvo das águas, sobrevivente não se sabe como ao enésimo massacre dos inocentes que se está a consumar no Mediterrâneo diante dos olhos de todos. Desta vez aconteceu em Ceuta, o enclave espanhol em Marrocos, onde milhares de migrantes estão há dias a procurar atravessar a fronteira, inclusive a nado, e entre estes, como sempre, muitas famílias, com crianças crescidas ou de poucos meses.

A arte na defesa e promoção dos direitos humanos

O impacto da arte na criação de uma agenda voltada para a defesa e promoção dos direitos humanos estará em debate esta quinta e sexta-feiras, dias 20 e 21 de maio, numa conferência internacional, que decorrerá na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, mas poderá também ser acompanhada através da internet. Na segunda-feira, dia 24, o evento terá uma extensão exclusivamente online. 

A liberdade religiosa: tema atual

O encontro entre o Papa Francisco e o Grande Imã da Mesquita de Al Azhar, Ahmed Mohamed El-Tayeb, no Abu Dhabi, constituiu um momento da maior importância no âmbito do diálogo entre as religiões, envolvendo a assinatura do Documento sobre a Fraternidade Humana (4.2.2019), que permite a afirmação de uma cultura de paz baseada no respeito mútuo, na liberdade de consciência e na necessidade de uma compreensão mútua baseada no conhecimento e na sabedoria.

Amnistia convoca manifestação em Lisboa pelo fim da violência de Israel e do Hamas

A Amnistia Internacional (AI) Portugal convocou para as 15h30 desta terça-feira, 18 de Maio, em Lisboa, uma manifestação – presencial e online – no sentido de apelar a que a comunidade internacional pressione o Governo de Israel para que acabe com os “ataques extremamente violentos, que têm custado a vida a civis, causando a perda de vidas humanas onde se contam mulheres e crianças”. Ao mesmo tempo, a organização de defesa dos direitos humanos apela também “aos grupos armados palestinianos e aos países que os apoiam a terminar com a violência armada e ilegal”.

Índia não respeita direitos humanos, mas cimeira com UE foi profícua, dizem jesuítas e Amnistia

É preciso dizer à opinião pública que os direitos humanos não são, neste momento, respeitados na Índia”, diz o padre jesuíta José Maria Brito. O que ficou enunciado acerca dos direitos humanos na declaração final da cimeira dos líderes da União Europeia com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, “não corresponde ao que acontece na Índia, de uma forma sistemática e prolongada no tempo; e não tem havido sinais por parte do Governo indiano de que isso vá mudar”.

Cuidados de saúde: Biden assegura não discriminação contra pessoas LGBTQ

Todos os prestadores de cuidados de saúde que recebam financiamentos da Administração americana não poderão negar os seus serviços a pessoas LGBTQ, anunciou nesta segunda-feira, 10 de maio, a Casa Branca. A proibição aplica-se também às seguradoras do ramo vida e inclui de forma explícita a referência a pessoas transgénero.

Papa condena violência doméstica e está preocupado com situação em Jerusalém, Afeganistão e Colômbia

O Papa apelou neste domingo ao fim da violência em Jerusalém, manifestando “particular preocupação” pelos confrontos registados na cidade nos últimos dias. “Rezo para que [Jerusalém] seja um lugar de encontro e não de confrontos violentos, lugar de oração e de paz”, disse Francisco, desde a janela do apartamento pontifício, após a recitação da oração do Regina Caeli.

“Mil Novecentos e Oitenta e Quatro” na China

No último encontro da plataforma das Comissões Justiça e Paz europeias, entre outras situações relativas a violações de direitos humanos em várias partes do mundo, foi dado particular especial à situação da China em geral e de Hong-Kong em particular. O padre Gianni Criveller, missionário italiano, especialista em questão relativas à China e residente por longos anos em Hong-Kong, sublinhou o seu profundo desencanto com a situação que se vive atualmente nessa região.

Pandemia e vacinas: União Europeia à espera dos Estados Unidos? (análise)

Depois de o Presidente dos Estados Unidos da América (EUA) ter manifestado abertura à suspensão temporária dos direitos de propriedade intelectual das vacinas contra a covid-19 e de o Presidente da Rússia ter concordado em enveredar pelo mesmo caminho, a União Europeia viu-se, esta semana, na situação de um relativo isolamento quanto à eventual adoção dessa medida.

Visto para a procura de trabalho, pedem organizações católicas das migrações

A criação de um visto para a procura de trabalho e a consagração legal da igualdade de direitos para imigrantes com processos de regularização pendentes são duas das principais reivindicações de quatro organizações católicas ligadas às migrações, feitas numa carta dirigida ao primeiro-ministro, a propósito do que se tem passado no concelho de Odemira nas últimas duas semanas.

UE quer reduzir número de pobres em 15 milhões até 2030

O primeiro-ministro português, António Costa, considerou o plano de ação sobre o pilar social assinado no fim do primeiro dia da Cimeira Social da Europa, nesta sexta-feira, 7 de maio, no Porto, como “um marco histórico”. Entre outras metas, o compromisso prevê “políticas de proteção social que, até 2030, reduzam a população a viver em situação de pobreza ou de exclusão social em pelo menos 15 milhões de pessoas (por comparação com os números de 2019), incluindo 5 milhões de crianças”.

Europa é chamada a reconstruir serviços públicos e protecção social, defendem Trabalhadores Cristãos

“Hoje, a Europa é chamada a construir novamente: serviços públicos fortes, uma política de protecção social inovadora e uma verdadeira solidariedade entre povos e Estados”, afirmou o Movimento dos Trabalhadores Cristãos na Europa (MTCE), por ocasião do Dia da Europa 2021, e no contexto da Cimeira Social da União Europeia que esta sexta-feira, 7 de Maio, decorreu no Porto.

Vigília iluminará Palácio de Cristal e redes sociais a pedir respeito pelos direitos humanos na Índia

O largo de entrada dos jardins do Palácio de Cristal, no Porto, é o cenário que a Amnistia Internacional (AI) escolheu para uma vigília que decorre na noite de quinta-feira, 6, a partir das 21h. O objectivo da iniciativa, à qual entretanto se juntaram os padres jesuítas, é “acender uma vela para iluminar o silêncio” sobre o desrespeito pelos direitos humanos na Índia.

Mais de 30 organizações pedem envio urgente de ajuda humanitária para Cabo Delgado

Um mês depois de terem lançado nas redes sociais o apelo “Cabo Delgado não pode esperar”, 36 organizações da sociedade civil insistem no envio de ajuda humanitária para Cabo Delgado. Desde há um mês, estas organizações – de defesa dos direitos humanos, religiosas, de ajuda humanitária, de cooperação e desenvolvimento – começaram a publicar apelos diretos, nas redes sociais, para que a população de Cabo Delgado tenha o apoio de que necessita.

Amnistia quer iluminar no Porto o silêncio que a Índia impõe aos direitos humanos

“Vamos iluminar o silêncio imposto na Índia” é o lema proposto pela Amnistia Internacional (AI) – Portugal para uma vigília que pretende alertar para a degradação da situação dos direitos humanos na Índia. A iniciativa terá o seu centro no Porto, na noite de 6 de Maio, antevéspera da cimeira União Europeia (UE) – Índia, mas pode ter a participação de qualquer pessoa a partir de sua própria casa.

“Alguma coisa de tão forte dentro de nós”: Maria Natália Duarte Silva Teotónio Pereira (1930-1971)

Inspirou-se num excerto da Carta aos Romanos para propor uma comissão de apoio aos presos políticos. Desejava que a sua vida fosse uma aventura e envolveu-se em dezenas de iniciativas de oposição à ditadura. Natália Duarte Silva morreu prematuramente há 50 anos, que se completam neste dia 23, antes de ver chegar a liberdade e a democracia pelas quais lutava. À filha Luísa, que aqui a evoca, escreveu que antes de passar qualquer coisa ao papel, é preciso senti-la fortemente dentro de nós.

Condenado o homicida de George Floyd, falta superar o “racismo sistémico”

Foi com alívio, sentido de justiça e lágrimas que a condenação do polícia que matou George Floyd foi recebida. Pela comunidade negra, naturalmente, mas também por uma boa parte dos cidadãos norte-americanos, a começar pelo seu presidente e ainda os representantes de várias confissões religiosas. “Agora já podemos respirar!” – foi a frase emblemática de um familiar.

Dois terços da população mundial sujeitos a violações da liberdade religiosa

Dois terços da população do mundo, num terço dos países, vivem situações de discriminação ou perseguição por causa da sua fé religiosa. A situação piorou nos últimos dois anos, diz o Relatório sobre a Liberdade Religiosa no Mundo, divulgado na manhã desta terça-feira, 20. Os cristãos continuam a ser o grupo mais perseguido e a pandemia ajudou a agravar a situação. Chaves de leitura do documento.

Covid-19: o impacto e o debate sobre a liberdade religiosa

O aparecimento de teorias da conspiração na internet, atribuindo a judeus, muçulmanos ou cristãos as culpas pela pandemia, foi um dos factores negativos da situação provocada pela covid-19. Mas o novo coronavírus também levou a aspectos positivos na colaboração inter-religiosa. Um balanço. 

Bispos de Moçambique: É da responsabilidade do Governo estancar a violência

Uma declaração com um diagnóstico cáustico da situação em Moçambique. Os bispos católicos do país publicaram nesta sexta-feira, 16 de Abril, um documento onde, sem criticar directamente o Governo, dizem que os decisores políticos têm de resolver o problema da falta de perspectivas para os jovens, principal causa da violência. Mas também a fome e a ausência de condições de vida digna são problemas a enfrentar.

Junta militar da Birmânia condena à morte 19 opositores

A situação na Birmânia continua a degradar-se, na sequência do golpe militar de 1 de fevereiro último. Este domingo surgiram notícias de que a Junta no poder condenou à morte 19 ativistas opositores. Ao mesmo tempo, os indicadores económicos revelam que a situação do país está a piorar.

Monge condenado a dois anos de cadeia na Turquia por dar comida

O padre Sefer Bileçen, padre Aho no nome monástico, da Igreja Siríaca Ortodoxa, ofereceu comida a um grupo que bateu à porta do seu mosteiro. O Ministério Público turco disse que o grupo era do PKK e acusa-o de prestar auxílio a uma organização terrorista, como o Governo turco considera o PKK, que reivindica há décadas a independência do Curdistão.

Arcebispos de Cantuária e de Westminster criticam corte na ajuda humanitária

É uma tomada de posição conjunta muito pouco frequente: o arcebispo de Cantuária e primaz da Igreja Anglicana, Justin Welby, e o cardeal Vincent Nichols, arcebispo de Westminster e presidente da Conferência Episcopal [católica] de Inglaterra e Gales, publicaram na edição de 6 de abril do Evening Standard uma carta aberta em que criticam asperamente a decisão do Governo do primeiro-ministro Boris Johnson de suspender a ajuda humanitária a vários países.

Sábado sangrento em Myanmar: repressão faz mais de cem vítimas

Pelo menos 114 pessoas, incluindo algumas crianças, foram mortas neste sábado, 27 de março, pelas forças militares que dispararam indiscriminadamente sobre manifestantes que saíram à rua em Rangum e noutras cidades da Birmânia (Myanmar) em protesto contra o golpe militar de 1 de fevereiro, noticiou o Myanmar News.

Santa Sé na ONU: Urge combater “pena da maternidade” para as mulheres

“A sociedade deve combater a ‘pena da maternidade’ que inibe as mães de continuar os seus estudos ou que lhes cria desvantagens no trabalho em relação aos colegas do sexo masculino.” A posição foi tomada esta semana por Francesca di Giovanni, subsecretária para o Setor Multilateral da Secção de Relações com os Estados, da Santa Sé, ao intervir na 65ª sessão da Comissão sobre a Situação da Mulher, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque.

Índia: Tribunal especial recusa caução a padre jesuíta Stan Swamy

O jesuíta Stan Swamy, de 84 anos, vai continuar a aguardar julgamento na prisão, por decisão de um tribunal especial da Agência Nacional de Investigação (NIA – a organização de luta antiterrorista da India), que recusou a sua libertação mediante pagamento de caução. A deliberação, que vinha sendo adiada desde o início de fevereiro, foi conhecida esta terça-feira, 23, e “prova que o Governo continua a temer a voz de intelectuais dissidentes”, declarou à agência UCA News o advogado jesuíta, A.  Santhanam, que acompanha o processo.

Myanmar: Cardeal Bo incentiva jovens à luta pró-democracia não-violenta

Perante o constante aumento do número de mortos “podem começar a interrogar-se se a luta armada não será a melhor resposta à repressão e brutalidade que enfrentam diariamente”, porém “peço-vos para se manterem firmes e determinados na ação não-violenta” afirmou esta quarta-feira, 24 de março, o cardeal Charles Maung Bo, arcebispo de Rangum, num apelo público dirigido aos jovens de Myanmar.

Seminário LOC/MTC: Trabalho, o “elo mais fraco” na era digital

O trabalho nesta era digital tornou-se “o elo mais fraco, mais esquecido, invisível e dispensável, embora seja o palco em que se joga boa parte da concretização dos direitos humanos e da dignidade da pessoa humana” – e esse é um dos temas que Américo Monteiro, coordenador nacional da Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos (LOC/MTC), refere ao 7MARGENS como tendo sido dos mais significativos nos debates dinamizados durante o seminário internacional que decorreu no último fim-de-semana, 13 e 14 de março.

Gana: Violência contra comunidade LGBTQI após comunicado dos bispos

A Rede Global de Católicos Arco-íris (GNRC) divulgou na quarta-feira, dia 3 de março, um apelo urgente “ao Papa Francisco, ao cardeal Secretário de Estado [do Vaticano] Pietro Parolin e ao cardeal Marc Ouellett, prefeito da Congregação para os Bispos, para atuar rapidamente e intervir em nome das pessoas LGBTIQ no Gana”. De acordo com o comunicado, vários ativistas foram presos ou alvo de violência e os escritórios da principal organização de direitos humanos LGBTIQ do país foram encerrados na sequência de declarações recentes da Conferência dos Bispos Católicos do Gana (GCBC).

168 milhões de crianças sem aulas há um ano

A Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) estima que mais de 168 milhões de crianças em todo o mundo perderam um inteiro ano escolar devido ao encerramento continuado das suas escolas e que cerca de 214 milhões ficaram sem mais de três quartos do tempo letivo desde o início da pandemia.

CNJP contra discriminação dos portugueses ciganos

“Classificar um grupo de pessoas (os ciganos), globalmente, como subsídio-dependentes, parasitas que não querem trabalhar, é injusto e infundado, revela desconhecimento acerca de uma realidade que é múltipla, complexa e diversificada”, defende a Comissão Nacional Justiça e Paz.

Negros católicos americanos não se sentem acolhidos na Igreja

“Durante anos, os negros tiveram de lutar sozinhos por uma presença nas comunidades católicas, porque o conjunto da Igreja tratou-os como inexistentes ou, pior ainda, agiu ativamente para reprimir a sua presença mostrando uma total falta de interesse quanto a existirem, ou não, católicos negros” afirmou o padre Bryan Massingale.

“Situação alarmante” na Etiópia, com relatos de centenas de mortos

“A situação no norte da Etiópia é alarmante”, diz Regina Lynch, directora de projectos da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) a nível internacional, que descreve “centenas de cidadãos a ser mortos na região de Tigray”, que está com comunicações muito precárias, sem telefone nem internet e praticamente isolada do resto do mundo há três semanas.

Contra o tráfico humano, Papa pede “economia corajosa”, que “cuide das pessoas”

O Papa Francisco uniu-se esta segunda-feira, 8 de fevereiro, à Maratona Mundial de Oração contra o Tráfico de Pessoas, através de uma mensagem vídeo em que apelou à criação de “uma economia corajosa”, sem tráfico humano: uma economia “que cuida das pessoas”, “com regras de mercado que promovam a justiça”, e que conjugue “o legítimo lucro com a promoção do emprego e de condições dignas de trabalho”.

Cáritas Internacional pede que ONU garanta vacinas para todos, em todo o mundo

Convocar uma reunião especial do Conselho de Segurança da ONU para assegurar o acesso de todos os países às vacinas contra o vírus da covid-19 e iniciar rapidamente o processo da transformação da dívida externa dos países mais pobres em fundos disponíveis para que estes possam modernizar os seus sistemas de saúde são as duas principais exigências formuladas pela Caritas Internacionalis.

Amnistia Internacional apela à defesa dos direitos humanos e do ambiente no negócio das baterias

A Amnistia Internacional (AI) publicou às zero horas desta quinta-feira, 4 de fevereiro, um conjunto de princípios que as empresas e governos deverão seguir para assegurar que o negócio das baterias de iões de lítio (que alimentam os veículos elétricos e inúmeros dispositivos eletrónicos) deixe de estar associado ao abusos de direitos humanos e a graves danos ambientais.

Myanmar: golpe militar choca meios católicos

O golpe militar de segunda-feira, 1 de fevereiro, que impediu a tomada de posse do parlamento birmanês saído das eleições de novembro passado e originou a prisão dos principais dirigentes do partido maioritário, incluindo a prémio Nobel Aung San Suu Kyi, é visto com apreensão e expetativa pelos meios católicos locais.

Embaixada da Índia em Lisboa (não) responde ao apelo pela libertação do padre Swamy, enquanto crescem acusações de desrespeito pelos direitos humanos no país

Uma (não) resposta da Embaixada da Índia em Portugal à carta que pedia a libertação do padre Stan Swamy, acusado de terrorismo. Um centro católico invadido e uma igreja protestante destruída. Na Índia, crescem sinais de intolerância religiosa e de desrespeito pelos direitos humanos. Um relatório da Open Doors diz que o país é já um dos casos mais graves na Ásia. 

Bispos mexicanos pedem investigação de possível massacre de migrantes na fronteira com EUA

Depois de terem sido encontrados em Camargo (no México, perto da fronteira com os EUA), no passado dia 23 de janeiro, 19 corpos baleados e queimados que se pensa serem de migrantes guatemaltecos, os bispos mexicanos divulgaram esta sexta-feira, 29, uma carta em que expressam a sua “dor e indignação” e exigem “que se esclareçam os factos e circunstâncias do massacre, de modo que um crime desta natureza não fique impune”.

Argentina: Superiora de convento condenada a 3 anos de prisão por torturar irmãs

A ex-madre superiora do Carmelo de Nogoyá (Argentina), Luísa Toledo, foi condenada a três anos de prisão efetiva pelos crimes de privação ilegítima da liberdade, uso de violência e ameaças às irmãs que viviam no convento. A primeira denúncia foi feita por uma das monjas que escapou do carmelo em 2016 e que aceitou dar o seu testemunho num programa de televisão argentina. A ex-carmelita revelou que as irmãs eram frequentemente amordaçadas, obrigadas a passar dias inteiros fechadas nas celas e a autoflagelar-se.

Violência doméstica cresceu com a pandemia, conclui estudo

Um estudo sobre violência doméstica em tempos de covid-19, com uma amostra de 1062 respostas, concluiu ter havido 159 casos de violência, ou seja, 15% do total de respostas. Na esmagadora maioria (86,7 dos casos) tratou-se de situações de violência psicológica e um terço foi vítima deste crime pela primeira vez.

Bispos enviam a Joe Biden plano para acolher imigrantes

Cinco bispos de dioceses católicas americanas junto à fronteira com o México enviaram uma carta ao Presidente Joe Biden em que apresentam os contornos do que deve ser um plano de acolhimento dos imigrantes baseado nos apelos que o Papa Francisco tem repetidamente feito.

Dia da Memória: novo livro regista 2800 pedidos de ajuda de judeus a Pio XII e o esforço do Papa Pacelli em salvá-los

Cerca de 2.800 pedidos de ajuda de judeus dirigidos ao Papa Pio XII, registados em documentos inéditos apresentados no livro Pio XII e os Judeus, do arquivista do Vaticano Johan Ickx, evidenciam o trabalho do Papa Pacelli e do seu gabinete para salvar milhares de vidas durante a Segunda Guerra Mundial e anulam a lenda do papa pró-nazi, defende o autor do livro, agora publicado em Itália.

Repressão na Bielorrússia: mais de 27.000 detidos

A violência policial sobre as manifestações pacíficas que desde agosto têm tido lugar em toda a Bielorrússia em protesto contra a falsificação dos resultados das eleições presidenciais, já provocou inúmeros mortos e arrastou para as prisões do regime de Alyaksandr Lukashenko mais de 27.000 pessoas, algumas delas sujeitas a tortura.

Eurodeputados pedem libertação imediata do jesuíta preso há 100 dias na Índia

Uma carta de 21 deputados do Parlamento Europeu dirigida ao primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, e ao embaixador da Índia junto da União Europeia, pede a libertação imediata do padre jesuíta Stan Swamy, de 83 anos, preso há 100 dias, acusado de terrorismo. Os jesuítas e várias organizações de defesa dos direitos humanos dizem que ele foi detido por defender as tribos mais pobres da Índia.

Mais de 340 milhões de cristãos “fortemente perseguidos” no mundo em 2020

Todos os dias, 13 cristãos morrem por causa da sua fé, 12 são detidos injustamente e cinco são sequestrados. O número de cristãos perseguidos em todo o mundo aumentou de 260 milhões, em 2019, para mais de 340 milhões em 2020, confirmando a tendência de crescimento dos últimos anos, a qual foi acentuada pela pandemia de coronavírus, revela o relatório da ONG Open Doors (Portas Abertas), divulgado esta quarta-feira, 13 de janeiro.

Papa vai ser vacinado por “opção ética” e Vaticano insiste na vacina acessível também aos mais pobres

O Papa Francisco será vacinado na próxima semana contra a covid-19, considerando que essa é uma opção ética. Numa entrevista ao Canal 5 da televisão italiana, que será emitida neste domingo, 10 de Janeiro, o Papa afirma: “Eu acredito que eticamente todos devem receber a vacina, é uma opção ética, porque está em causa a tua saúde, a tua vida, mas também a vida de outros.”

Cristão libertado 11 anos depois de condenação por blasfémia no Paquistão

O Tribunal de Relação de Lahore, no Paquistão, absolveu o cristão Imran Masih, que tinha sido condenado a prisão perpétua em julho de 2009 por, segundo testemunhas oculares, ter queimado livros contendo versículos do Alcorão enquanto limpava a sua loja em Hajveri, Faisalabad. O processo judicial sofreu quase 70 adiamentos durante os 11 anos que Imran permaneceu na prisão.

“Não podemos abandonar seres humanos na neve”: ONG alertam para sofrimento de migrantes nos Balcãs

O Centro Astalli (Serviço Jesuíta aos Refugiados italiano) e a Cáritas Ambrosiana (da diocese de Milão) apelaram esta segunda-feira, 28, para o “risco de uma catástrofe humanitária” no noroeste da Bósnia, onde milhares de migrantes e refugiados se encontram sem abrigo, expostos a temperaturas negativas e à queda de neve, depois de o campo onde muitos deles residiam, em Lipa, ter sido na semana de Natal destruído por um incêndio.

Um padre pela Libertação

Confesso que me sinto desconfortável a escrever esta prosa. Pensava fazê-lo mais tarde, quando estivesse mais liberto da emoção que me causou a morte do padre João Gonçalves, coordenador nacional da Pastoral Prisional católica. Mas, pensando melhor, decidi fazê-lo já, porque, em muitas circunstâncias, penso que é bom fazer brotar tudo o que nos grita a alma. Assim, somos nós próprios.

Nagorno-Karabach

Em todo o caso, Nagorno-Karabakh tinha uma posição central no reino arménio quando, na passagem para o século V, Mesrop Mashtots instalou no já centenário mosteiro de Amaras a primeira escola da língua arménia que utilizava o alfabeto por ele criado. Foi portanto nessa região que, há mil e seiscentos anos, se deram os primeiros passos para escrever a Bíblia em arménio, outra peça fundamental do reforço da identidade arménia para se distinguir dos outros povos que coexistiam e se moviam sobre o mesmo espaço geográfico.  

Cáritas Europa apela às instituições da UE que ratifiquem a Convenção Europeia dos Direitos do Homem

Pode parecer estranho mas, 70 anos depois da sua adopção, a Convenção Europeia dos Direitos do Homem ainda não foi ratificada pelas instituições da União Europeia (UE). Embora tenha sido adoptada pelo Conselho da Europa, a Cáritas Europa e a Cáritas Portuguesa encaram com preocupação a ausência da UE entre os seus signatários, avisando para os “tempos difíceis” que se estão a viver, no que aos direitos humanos diz respeito.

Padre jesuíta preso na Índia deve ser libertado, apela a AIS

O padre jesuíta Stan Swamy, detido desde 8 de Outubro por alegadas actividades ilegais, deve ser libertado imediatamente pelas autoridades da Índia, apela o presidente executivo internacional da fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS). “Defendemos a libertação deste padre que passou os últimos 40 anos a trabalhar com tribos indígenas (Adivasi) no estado indiano de Jharkhand.

Morreu João Gonçalves, o “padre das prisões”, uma “referência” na atenção aos reclusos

O padre João Gonçalves, coordenador nacional da Pastoral Penitenciária, da Igreja Católica, morreu nesta terça-feira, dia 8, aos 76 anos, informou a Diocese de Aveiro, numa nota publicada na página da diocese na internet. O funeral realiza-se nesta quinta-feira, 10, em Aveiro: às 10h30 o corpo chega à capela do Seminário de Santa Joana; às 14h será celebrada missa de corpo presente; às 15h30 será inumado no cemitério da Gafanha do Carmo (Ílhavo), onde João Gonçalves nascera a 28 de Março de 1944.

Listen: um filme para ser escutado nas entranhas

Podemos entrar neste filme pela lente partida da máquina fotográfica a fingir de Lu, a filha surda-muda daquela família. Uma lente que faz lembrar as teias onde as aranhas apanham, prendem e comem outros insectos. É disso que se trata neste filme: o Estado, no seu suposto zelo de cuidar das crianças melhor do que a família, cegamente e violentamente, vigia, julga e retira os filhos aos pais.

Europa: 22% dos crimes de ódio em 2019 foram contra judeus

O antissemitismo esteve na origem de 22% dos crimes de ódio registados na região pan-Europeia em 2019, apesar de os judeus corresponderem a apenas 1% da população que ali reside. Os dados constam do relatório do Gabinete para as Instituições Democráticas e Direitos Humanos (ODIHR) da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), e foram divulgados este domingo, 29 de novembro, pelo jornal britânico Jewish News.

Não podemos ignorar

Há muitas razões que tornam este pequeno livro maior do que a sua dimensão física. A bibliografia sobre a luta antifascista é já extensa, mas este ensaio é diferente. Ao fazer a história da Comissão Nacional de Socorro aos Presos Políticos (CNSPP) nos seus cinco anos de existência (1969-1974), Edgar Silva escolhe retratar a sociedade portuguesa daquele período a partir do conceito de medo.

Famílias bahá’ís vítimas de rusgas policiais em várias cidades do Irão

Na manhã deste domingo, 22 de novembro, membros das forças de segurança iranianas realizaram rusgas em dezenas de residências de famílias bahá’ís, em várias cidades do Irão. No decorrer destas operações foram confiscados objectos pessoais, telemóveis, computadores pessoais, livros e imagens religiosas; em alguns casos os agentes levaram todo o dinheiro que encontraram e cartões de identidade nacional.

Iraque: Mais 200 famílias cristãs regressam às casas de onde fugiram em 2014

Seis anos depois de terem sido obrigadas a fugir devido à perseguição por parte das milícias jihadistas do autoproclamado Estado Islâmico (Daesh), cerca de 200 famílias cristãs estão de volta aos seus lares na cidade de Mosul e em diversas localidades da Planície de Nínive, no Iraque. O regresso deste grupo de deslocados, que se encontrava refugiado na região autónoma do Curdistão iraquiano, foi avançado esta quinta-feira, 12, pela Agência Fides.

Líderes católicos dizem que aumentam campanhas e ataques nacionalistas contra cristãos na Índia

Grupos nacionalistas indianos têm vindo a promover campanhas contra as conversões religiosas, especialmente nas áreas habitadas pela população tribal, o que está a transformar-se numa ameaça para as comunidades cristãs locais. John Dayal, porta-voz da União Católica de toda a Índia, denunciou esta situação à fundação AIS, afirmando que não se trata de “uma campanha isolada nem repentina e certamente que não é recente”.

Risco de fome atinge “novos máximos a nível mundial”, alerta ONU

Um novo relatório divulgado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) e pelo Programa Alimentar Mundial (PAM) na semana passada revela que “as taxas de insegurança alimentar aguda estão a atingir novos máximos a nível mundial” e alerta para a necessidade de tomar medidas imediatas, caso contrário a situação irá “deteriorar-se rapidamente nos próximos meses”. Foram identificados 20 países onde o cenário é particularmente grave, dos quais quatro estão já na “iminência de fome”: o Burkina Faso, na região africana do Sahel, a Nigéria, o Sudão do Sul e o Iémen. 

Paquistão: Jovem cristã sequestrada será ouvida por juiz

  Arzoo Raja, a jovem cristã de 13 anos sequestrada junto à sua casa em Karachi, a 13 de Outubro, será ouvida por um juiz nesta quinta-feira, 5 de Novembro, depois de um tribunal ter decretado que ela tinha de ser protegida pela polícia até lá. O magistrado...

Paquistão: Mães de jovens cristãs raptadas pedem ajuda à comunidade internacional

“Imploro-vos”, diz a mãe de Arzoo Masih, uma das duas meninas cristãs raptadas no Paquistão por homens muçulmanos e forçadas a casar, num vídeo divulgado esta quarta-feira, 28, pela Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS). “Faço um apelo à comunidade internacional, aos meios de comunicação social e aos governantes dos países do mundo inteiro para que ofereçam ajuda para a libertação da minha filha”. Ao seu lado, a mãe de Huma Younus, a outra menina sequestrada, deixa o mesmo apelo.

A pena de morte na visão de Francisco: clareza e inspiração

Em boa hora este documento. Custa acreditar que a Igreja Católica, na sua representação máxima, tenha demorado 20 séculos após o nascimento do fundador do cristianismo – que foi vítima de pena de morte – a tomar posição inequívoca e final sobre o tema. Outros antecessores falaram sobre este assunto, Francisco encerra-o.

“Enquanto milhões de pessoas morrem à fome em todo o globo, toneladas de comida são deitadas para o lixo todos os dias”, alerta embaixador do Vaticano na ONU

O observador permanente da Santa Sé nas Nações Unidas (ONU), o arcebispo Gabriele Caccia, fez um apelo veemente à necessidade de combater, em simultâneo, a pobreza e a fome no mundo. Há “uma realidade paradoxal” que vê “alimento para todos, mas fome quotidiana para muitos”, denunciou no discurso que proferiu no âmbito da 75ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas.

Bispo católico acusa Presidente da Nigéria de não conter terror contra cristãos

O bispo católico de Sokoto (Nordeste da Nigéria), Matthew Kukah, critica duramente o Presidente do país, Mohammadu Buhari, acusando-o de não ser capaz de suster os grupos armados que têm provocado o terror e uma onda de violência entre a comunidade cristã nigeriana, sobretudo no norte do país, e que já causou mais de 36 mil mortos desde 2009 e mais de dois milhões de deslocados.

Religiosas oferecem edifício em Roma para acolher refugiados, em resposta a desafio do Papa

O Papa lançou o desafio na sua última encíclica, Fratelli tutti: “preparar um acolhimento adequado aos migrantes que fogem de guerras, perseguições e catástrofes naturais”. A resposta das Irmãs Servas da Divina Providência de Catânia (Itália), não se fez esperar: decidiram oferecer a Francisco, a título de “empréstimo gratuito”, um prédio pertencente à congregação, em Roma, para que seja transformado num abrigo para refugiados, anunciou esta segunda-feira, dia 12 de outubro, a Esmolaria Apostólica da Santa Sé.

Pin It on Pinterest

Share This