Direitos Humanos

Acolher sem porquês

Eu e o meu namorado vivemos na Alemanha e decidimos desde o início da guerra na Ucrânia hospedar refugiados em nossa casa. Pensámos muito: nenhum de nós tem muito tempo disponível e sabíamos que hospedar refugiados não é só ceder um quarto, é ceder paciência, muita paciência, compreensão, ajuda com documentos…

Em Lisboa

Exposição de alunos evoca Aristides de Sousa Mendes

Uma exposição preparada por alunos da escola Delfim Santos, de Lisboa, nas áreas de Português e Educação Visual, será inaugurada na manhã desta quarta-feira, 15, no Palácio Beau-Séjour (Estrada de Benfica, 368), na capital, pretendendo recordar a acção de Aristides de Sousa Mendes, que salvou milhares de judeus em fuga das perseguições nazis durante a Segunda Guerra Mundial e assinalando o dia da Consciência.

Decisão do governo local

No Punjab, limpar esgotos deixa de ser tarefa das minorias

O governo provincial do Punjab, no Paquistão, emitiu uma notificação oficial proibindo que nos anúncios oficiais de trabalho seja feita alguma referência exigindo que, para determinadas funções, mais humilhantes, como a limpezas das ruas ou dos esgotos, apenas possam candidatar-se indivíduos pertencentes à religião cristã ou a outras minorias religiosas no país.

Nova Inglaterra

Metodistas contra “apartheid” imposto por Israel

A conferência anual da Igreja Metodista Unida da Nova Inglaterra (EUA) condenou, numa resolução aprovada no sábado 11 de junho, “o sistema de apartheid institucionalizado pelo governo israelita na Terra Santa” e pediu “ao governo dos EUA para condicionar o financiamento a Israel ao compromisso de desmantelar o seu sistema de apartheid e reconhecer todos os direitos devidos aos palestinos”.

Denúncia da Amnistia

Jornalistas bielorrussos em julgamento “fraudulento”

Um tribunal bielorrusso começou a julgar um caso contra a agência BelaPAN e três jornalistas: a sua editora executiva, Iryna Leushyna, o antigo diretor, Dzmitry Navazhylau, e o antigo diretor adjunto, Andrey Alyaksandrau — bem como a sua parceira, Iryna Zlobina — estão acusados, entre outras coisas, de criar um “grupo extremista”.

“Abra a cortina, por favor!”

Fechar a cortina não é a solução, mesmo quando o que vemos seja por vezes tão avassalador e nos faça sentir tão incapazes. Fechar a cortina não apaga absolutamente nada, ela só esconde a necessidade do outro e revela o nosso coração.

Amnistia Internacional denuncia

Prisões arbitrárias, tortura e maus-tratos em El Salvador

Há uma crise de direitos humanos em El Salvador, alerta a Amnistia Internacional (AI). “As autoridades salvadorenhas têm cometido violações de direitos humanos em grande escala, incluindo milhares de prisões arbitrárias e violações do direito a um julgamento justo, bem como tortura e maus-tratos, e pelo menos 18 pessoas morreram sob custódia do Estado”, denunciou a organização não governamental em comunicado enviado esta quinta-feira, 2 de junho, às redações.

Apelo à ação imediata

OMS e igrejas juntas para discutir crise alimentar

Sobre a mesa de uma reunião organizada pelo Conselho Mundial de Igrejas esteve a discussão da crise alimentar global que a guerra na Ucrânia exacerbou e trouxe à tona, mas também pistas e soluções uma vez que a humanidade pode e deve tomar medidas corretivas neste campo, no da justiça económica e da crise climática.

[Os dias da semana]

“A grande substituição”

Outras teorias da conspiração não têm um balanço igualmente inócuo para apresentar. Uma delas defende que estamos perante uma “grande substituição”; não ornitológica, mas humana. No Ocidente, sustentam, a raça branca, cristã, está a ser substituída por asiáticos, hispânicos, negros ou muçulmanos e judeus. A ideia é velha.

Relatório da Amnistia Internacional

Pena de morte volta a matar em 2021

Em 2021 a Amnistia Internacional (AI) confirmou 579 execuções de pessoas condenadas à morte pelo sistema judicial de 18 países. De acordo com a documentação da AI enviada ao 7MARGENS no dia 23 de maio, aquele número representa um crescimento de 20 por cento em relação ao registado no ano anterior. Contudo, graças à pandemia, em 2021 o número de execuções certificadas continua baixo, sendo o segundo menor desde 2010.

Tensão entre religiões

Santuário católico vandalizado na Índia

As tensões interreligiosas na Índia voltaram a conhecer novos episódios, depois da vandalização por desconhecidos de estátuas de Maria, do Menino Jesus e do Sagrado Coração de Jesus num santuário no estado de Andhra Pradesh, causando “choque entre os católicos locais”. Um articulista ataca o ódio incentivado por “fascistas” contra as minorias cristãs e muçulmanas.

Amnistia Internacional

FIFA deve compensar trabalhadores do Mundial de Futebol

A Amnistia Internacional desafiou a FIFA a promover um programa de compensação para trabalhadores migrantes maltratados durante a construção das infraestruturas do Campeonato do Mundo de Futebol, a realizar no Qatar. Para a organização de direitos humanos, o valor desse programa deve igualar os 440 milhões de dólares dos prémios em jogo no Mundial.

Exclusivo 7M: um ensaio de Tomáš Halík

O Cristianismo na guerra de armas e de ideias

Este ano, as palavras proféticas do Papa Francisco tornaram-se realidade: “Vivemos não uma época de mudanças, mas uma mudança de época.” Há muito que o Papa Francisco fala do nosso tempo como sendo uma “Terceira Guerra Mundial fragmentada”. Neste momento, até o porta-voz de Putin diz que a III Guerra Mundial começou, e talvez seja a sua única afirmação verdadeira. Ganha forma um novo mapa geopolítico do mundo, uma nova ordem mundial, surge um novo clima moral nas relações internacionais, políticas, económicas e culturais. Deparamos com a necessidade de adotar um novo e mais simples estilo de vida. Começa um novo capítulo da História.

Save the Children alerta

Casamento infantil quase duplicou em Cabo Delgado

As taxas de casamento precoce aumentaram substancialmente no primeiro trimestre deste ano entre as crianças da região de Cabo Delgado (Moçambique), alertou esta semana a organização internacional Save the Children. O aumento está diretamente relacionado com a pobreza provocada pelo conflito que assola a região desde 2017 e que deixa muitos pais perante “a escolha devastadora” de ter de “deixar os filhos casar para aliviar a carga da família”, explica a instituição.

China

Repressão contra uigures não para

O município de Konasheher, no centro da região uigur chinesa (Xinjiang), detém, segundo um levantamento da Associated Press (AP), a maior taxa de prisão conhecida no mundo: mais de 10.000 uigures (um em cada 25 habitantes) estão presos, acusados pelos tribunais chineses de atos de terrorismo.

Repressão cria dilema ao Vaticano

Cardeal Zen, bispo emérito de Hong Kong, detido pela polícia

O cardeal Joseph Zen, bispo emérito de Hong Kong, de 90 anos e um grande defensor do movimento pró-democracia, foi preso pelas autoridades de Hong Kong na terça-feira, 10 de maio, acusado de “conluio com forças estrangeiras”, noticiou a Reuters. Zen foi solto sob fiança no dia seguinte, por volta das 23h locais, como relatado por jornalistas de Hong Kong, que publicaram nas redes sociais fotos em que o bispo aparecia já no exterior da esquadra de polícia de Wan Chai, avançou o Vatican News.

[Olhar de teóloga]

A Ressurreição e as abelhas

Diz-se que no dia em que as abelhas se extinguirem, a vida deixará de existir porque, sem polinização, a vida vegetal não poderá subsistir e será desencadeado um processo de desaparecimento. Segundo os peritos, são insectos sociais hierarquicamente organizados que comunicam por meio de uma dança ritual.

A guerra da Ucrânia

Nas minhas cogitações tenho perguntado a mim mesmo porque é que o caminho do conflito enveredou apenas para a guerra e não para o caminho da persuasão. Se a Rússia quer anexar a Ucrânia, porque é que não tenta o acordo possível em vez da aniquilação?

Manifestação em Lisboa

Amnistia Internacional pede “Liberdade na Rússia para quem defende a paz”

Uma manifestação pela “Liberdade na Rússia para quem defende a paz” está marcada para esta quinta-feira, às 18:30h, frente à Embaixada da Federação da Rússia, em Lisboa. A iniciativa partiu da Aministia Internacional (AI) Portugal, para que os manifestantes que, na Rússia, “não podem exercer os seus direitos de forma segura”, saibam que “não estão sozinhos e que as suas vozes são ouvidas”, explica a organização em comunicado enviado ao 7MARGENS.

Atual prelado de Lille

Laurent Ulrich nomeado arcebispo de Paris

O atual arcebispo de Lille, Laurent Ulrich, foi nomeado arcebispo de Paris pelo Papa Francisco na terça-feira, 26 de Abril. Laurent Bernard Marie Ulrich, de 70 anos, é apresentado como tendo um perfil moderado e sendo possuidor de uma sensibilidade social que o levou a implicar-se na causa dos migrantes.

O ângulo morto da invasão

Escrever sobre o momento atual não é fácil. Há palavras envenenadas, kits carregados até à exaustão de chavões reveladores de uma cegueira ideológica incompreensível, ignorante e/ou perversa, de uma arrogância cultural, mesmo quando, aparentemente se querem fazer análises complexas.

África

Mulheres são duplamente vítimas dos abusos sexuais

Por terem sido abusadas sexualmente e por serem mulheres, muitas adolescentes, jovens, religiosas e até mulheres casadas, em África, veem-se constrangidas a uma cultura do silêncio, que lhes é socialmente imposto. Mas a situação começar a mudar, como mostra a teóloga e religiosa congolesa Josée Ngalula,

Uma jornada pela paz na Sexta-Feira Santa

Vindas de todo o país, foram mais de 700 pessoas a tomar parte nesta jornada, dinamizada pelo impulso inquieto e empreendedor do padre Almiro Mendes, pároco de Canidelo e Afurada, na passada Sexta-Feira Santa. Teve o seu início junto do Santuário de Nossa Senhora da Urtiga, num largo emoldurado por cartazes alusivos à paz, com uma intervenção daquele presbítero em que sublinhou a necessidade de «tecer os caminhos novos do Amor, deixando ódios e violências». Estava dado o mote para o cantor Miguel Bandeirinha galvanizar a participação massiva dos caminhantes, executando de forma empolgante o cântico «É preciso renascer, deixai ódios, violências».

Etiópia

“Fome em massa” provocada deliberadamente no Tigré

Centenas de milhares de habitantes da região do Tigré (Etiópia) estão a morrer à fome, denunciou esta quarta-feira, 20, a Agência Fides. Desde o início da suposta trégua humanitária, a 24 de março, o governo permitiu a entrada de apenas um comboio de ajuda humanitária na região, o primeiro desde meados de dezembro de 2021.

Liberdade religiosa

Cristãos presos na Índia por celebrar a Quinta-Feira Santa

A polícia do estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia, prendeu pelo menos 36 cristãos que celebravam a Quinta-Feira Santa na sua igreja evangélica, após um grupo de nacionalistas hindus radicais ter cercado o edifício e trancado as portas, acusando-os de estarem a converter hindus ao cristianismo, noticiou esta quarta-feira, 20, a UCA News.

Nicarágua

Ortega encerra mais 25 ONG

O regime nicaraguense de Daniel Ortega acaba de ordenar o encerramento de mais 25 organizações não governamentais (ONG), incluindo a Fundação Luisa Mercado, dirigida pelo escritor nicaraguense exilado na Espanha, Sergio Ramírez Mercado.

Resistência não violenta em tempos de guerra?

Poderá parecer descabido, ou simplesmente utópico, falar de resistência civil, isto é, de formas não violentas de resistência e combate a um poder ilegítimo e opressor, no momento em que assistimos à guerra da Ucrânia, em que é nítida a existência de uma potência agressora e de um povo que se defende militarmente com bravura. Mas disso se tem falado em diálogos entre representantes de várias comissões Justiça e Paz europeias, sem se alcançar ainda pleno consenso.

Diretora da AIS denuncia

O Líbano “está em colapso”

“O país está como que completamente destruído, em colapso. É o falhanço do Estado nos seus pilares essenciais. As pessoas já não conseguem pagar as suas despesas, as suas dívidas”, afirma a diretora da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AI) em Portugal, Catarina Martins de Bettencourt, após uma visita de quatro dias ao Líbano, numa nota enviada ao 7MARGENS esta sexta-feira 8 de abril.

China

Polícia invade culto protestante e detém participantes

A polícia da província de Shanxi, no norte da China, invadiu uma igreja doméstica protestante durante um culto de domingo e deteve sete cristãos, sob acusação de estarem a participar numa “reunião ilegal”, violando as regras de prevenção da pandemia de covid-19, avançou esta sexta-feira, 8 de abril, a UCA News.

Não, a História não se repete

    A História não tem um progresso retilíneo. Como escreveu Reis Torgal na “Carta a um jovem investigador” publicada em 2021, é mais adequado aceitar a ideia de um progresso em espiral que “nos leva a considerar que o processo civilizacional tem recuos e...

Declaração conjunta em Espanha

Bispos católicos e ortodoxos russos unem-se contra a guerra

A Igreja Ortodoxa Russa (IOR) apareceu esta quarta-feira, 6, a dar sinais de vida na Península Ibérica, através de uma tomada de posição conjunta com a Conferência Episcopal (Católica) de Espanha (CEE), na qual se faz um apelo à paz…e ao presidente Putin. Na declaração conjunta da IOR em Espanha e Portugal e da CEE, refere-se que as respetivas igrejas “se unem perante a dor e o sofrimento provocado a tantos irmãos nossos, ortodoxos, católicos e pessoas de todas as crenças, devido à invasão da Ucrânia pela Rússia”.

Em Braga

Vigília assinalou 1000 horas de guerra na Ucrânia

Para assinalar a milésima hora da guerra na Ucrânia, cerca de três dezenas de pessoas participaram, esta quarta-feira, 6, numa vigília na Avenida Central, em Braga. Músicas e cânticos ucranianos levaram os presentes à emoção e à introspecção. O recolhimento foi ainda maior com dois minutos de silêncio guardados pelas vítimas da guerra.  Ucranianos de todas as idades, com bandeiras ao peito, e portugueses solidários, mantiveram-se no local durante uma hora.

Ucrânia e o Direito ao Lugar

Tantos tiveram de abandonar o seu lugar de vida, perderam o seu “direito ao lugar” – bebés e crianças de colo, mulheres grávidas, velhos que mal podem caminhar, não sabendo quando e se poderão voltar, se a sua casa estará intacta ou destruída, se as escolas funcionarão, se os hospitais os poderão receber, se poderão voltar a levar os filhos ao parque infantil perto de casa… Alguns não querem abandonar o seu lugar, a sua casa, e ficam, sujeitando-se à fome, ao frio, à privação, ao desconhecido e à morte. Mesmo os que ficaram perderam o “direito ao [seu] lugar”, um direito básico do ser humano.

Minas antipessoais

Em cada três mortes, uma é de uma criança

Dia 4 de abril é o Dia Internacional de Consciencialização sobre as minas antipessoais. Segundo as Obras Missionárias Pontifícias (OMP), há 61 países em que este perigo oculto ameaça a população todos os dias, países onde grande parte das suas áreas não podem ser usadas para agricultura por causa deste perigo.

Guerra na Ucrânia

Liberdade de Imprensa reduzida

Gleb Liachenko, um blogger de 33 anos que era presença habitual em programas televisivos, foi colocado, no dia 31 de março, em prisão preventiva por dois meses em Lviv (Ucrânia) sob a acusação de traição. La Croix indica, na sua edição de 4 de abril, que a acusação foi feita pelos serviços secretos ucranianos e incluía o facto de Liachenko “apoiar as ações do país invasor”.

O renascer religioso na China

As violações dos direitos humanos na China superam em gravidade o que sucede na Rússia, como é próprio de um regime totalitário em confronto com um regime autoritário. É o que se verifica no que à liberdade religiosa diz respeito e basta evocar, a propósito, o caso mais extremo da repressão dos uigures (já equiparada a um genocídio), uma repressão que também envolve a violação da liberdade religiosa.

Situação agrava-se na Nicarágua

ONU vai investigar direitos humanos no regime de Daniel Ortega

A ONU vai enviar um grupo de três especialistas para investigar a situação dos direitos humanos na Nicarágua, na sequência de vários casos que colocam em evidência situações graves de violação daqueles direitos. A resolução, cuja finalidade é “reunir, preservar e analisar informações e evidências” nessa matéria, foi adotada nesta quinta-feira, 31 de março, pelo Conselho de Direitos Humanos da ONU. O período em análise será entre abril de 2018, quando eclodiu uma revolta popular, e a atualidade.

Entre ortodoxos e Conselho Mundial das Igrejas

Patriarca Cirilo cada vez mais contestado

A guerra desencadeada por Putin na Ucrânia veio pôr em evidência um líder religioso não apenas apoiante e legitimador da invasão, mas a justificá-la como uma guerra contra o Ocidente, “contra as forças do mal”, “um combate que não tem um significado físico, mas metafísico”, como referiu em homilias e discursos já depois de iniciada a invasão. Neste momento, o Patriarca de Moscovo e a Igreja Ortodoxa Russa parecem estar cada vez mais isolados, a ponto de largos setores da ortodoxia terem deixado de evocar o nome de Cirilo nas orações litúrgicas e, em alguns casos, começarem mesmo a colocar sobre a mesa o tema da sua destituição.

Índia

Supremo rejeita petição para controlar missionários cristãos

Grupos nacionalistas hindus têm vindo a acusar cada vez com maior frequência missionários cristãos de “ilegalmente” seduzirem e converterem hindus pobres e analfabetos ao cristianismo. O Supremo Tribunal acusou movimento de “estar a perturbar a harmonia com este tipo de petições” e rejeitou o pedido.

Reconciliação com povos indígenas

Líderes de tribos canadianas em Roma

As delegações das tribos indígenas do Canada iniciam hoje uma série excecional de quatro encontros com o Papa Francisco no âmbito do processo que culminará com o pedido de perdão da Igreja pelos graves abusos cometidos nas escolas residenciais que, nos séculos XIX e XX, participaram no processo de assimilação à força os povos nativos.

Terceira onda de fuga do país

Igrejas da Hungria e Roménia mobilizadas para ajudar os refugiados ucranianos

As igrejas locais da Hungria e da Roménia estão na linha da frente para ajudar os refugiados ucranianos, afirmaram o Conselho Ecuménico das Igrejas e a Aliança ACT (que congrega cerca de uma centena e meia de igrejas e organizações afiliadas de 120 países empenhadas em fornecer ajuda humanitária a pessoas carenciadas), numa conferência de imprensa realizada no dia 22 de março, após uma viagem recente à Hungria, Roménia e Ucrânia.

Oiça-se a cultura!…

O monstro da guerra não se dissimulou e a resistência apareceu e reagiu. Mesmo para os que julgavam poder aparecer como supostos libertadores, aconteceu o que tantas vezes ocorre em circunstâncias semelhantes – o sentido de comunidade, a defesa da casa, a solidariedade prevaleceram. Afinal, a guerra é a calamidade composta de todas as calamidades, que a todos atinge, em que “não há mal algum que se não padeça ou se não tema”.

Relatório da ONU alerta

Transferência de armas para os militares da Birmânia tem de parar

As transferências de armas para os militares da Birmânia devem parar, porque a entrada desse armamento e o uso que dele é feito pela junta militar no poder está a ter “consequências terríveis para o povo” daquele país asiático. A conclusão consta de um documento do Conselho de Direitos Humanos da ONU, intitulado “Potenciando atrocidades: transferências de armas pelos Estados membros das Nações Unidas para os militares da Birmânia”, apresentado
por um relator especial.

A primeira vez com medo da guerra

A guerra na Ucrânia é para nós, jovens, a primeira ameaça militar à porta do Ocidente protegido que conhecemos desde sempre. Não sentimos na pele a instabilidade da Guerra Fria nem o pavor do 11 de setembro, mal nos recordamos da Guerra do Iraque e foi de longe que assistimos à Primavera Árabe. O discurso facínora de Putin é a primeira imagem concreta que temos da malvadez imprevisível, impiedosa e sem Humanidade.

Páscoa na Palestina

Silwan, Jerusalém: “Queremos justiça para todos”

Esta reportagem faz parte de uma série de trabalhos do serviço de imprensa do Conselho Mundial de Igrejas, intitulada Iniciativa da Páscoa, que pretende retratar instantâneos da vida quotidiana dos palestinianos, muçulmanos e cristãos que vivem em Jerusalém e arredores, alguns dos problemas que enfrentam e o que lhes dá esperança. Neste texto, Yacoub Rajabi fala da sacralidade da dignidade humana e da própria vida.

Frente à embaixada russa

Amnistia Internacional Portugal realizou manifestação solidária com a Ucrânia

A Amnistia Internacional (AI) Portugal  realiza este sábado, 19 de março, uma manifestação de solidariedade pela Ucrânia, que terá lugar frente à Embaixada da Rússia, em Lisboa, pelas 15h30. A organização visa “apelar ao fim da invasão russa, a um cessar-fogo imediato, à proteção das vidas de todos os civis na Ucrânia e ao restabelecimento da paz”, pode ler-se no comunicado enviado às redações.

Ensaio: Dois livros

Da impossibilidade da paz. A guerra molda a humanidade

A invasão da Ucrânia pela Rússia abre um capítulo novo na Europa do pós-Guerra. Pela primeira vez, desde o fim da Segunda Guerra Mundial, um Estado soberano é invadido por outro, com o poder russo a pretender aniquilar o país vizinho – Vladimir Putin disse que “a Ucrânia moderna é uma criação da Rússia”. Este novo capítulo de guerra tem como principal consequência uma militarização acentuada da Europa. Um ensaio a partir de dois livros.

Aborto e valores europeus

  O Presidente francês Emmanuel Macron, no discurso de abertura da presidência francesa do Conselho da União Europeia, anunciou o seu propósito de incluir entre os direitos reconhecidos pela Carta Europeia dos Direitos Fundamentais o direito ao aborto. Considera...

Sudão do Sul

Ataque a comboio humanitário atrasa ajuda

“Num momento de fortes restrições de financiamento, perder ajuda humanitária por roubo, saque ou destruição significa que cada saco de comida, nutrição ou outros bens humanitários saqueados são roubados diretamente às famílias mais necessitadas do Sudão do Sul.” A frase é de Meshack Malo, o coordenador humanitário interino da ONU para o Sudão do Sul, divulgada pelos serviços de comunicação das Nações Unidas, na sequência de uma tentativa de emboscada a um comboio da ONU no Sudão do Sul, na segunda-feira, 28 de fevereiro, que deixou ferido um “soldado da paz”.

França

Muçulmanos discriminados no ensino superior

Um estudo recente realizado em França por duas agências de investigação concluiu que pessoas com nome e apelido muçulmanos que se candidatam a programas de pós-graduação são mais discriminados do que aqueles com nomes etnicamente franceses.

Burkina Faso

Terroristas atacam seminário e ameaçam estudantes

Cerca de três dezenas de atacantes armados ligados ao Boko Haram assaltaram o Seminário Menor de Saint Kisito de Bougui, no Burkina Faso, destruindo equipamento e instalações, causando elevados danos materiais e ameaçando de morte os 146 jovens seminaristas, exigindo que abandonassem de vez o local.

Desejar a ausência dos outros

Palavra puxa palavra, começámos a falar do projecto em curso para urbanizar aquele terreno tão jeitoso para os nossos animais correrem à vontade. Querem fazer três prédios, com uma exposição permanente sobre as deportações, um “jardim dos justos” para lembrar aqueles que ajudaram judeus a escapar à implacável máquina do Holocausto, e também mais de 150 apartamentos minúsculos para estudantes.

Reportagem em São Paulo

Favelas no Brasil: condomínio aberto à pura resistência

“O povo é muito bom, mas as condições de vida são miseráveis”, desabafa o padre Elson Lopes, espiritano cabo-verdiano a viver e trabalhar numa das favelas da periferia de São Paulo. De facto, as favelas condensam muitas formas de pobrezas, mas quem lá vive são pessoas e isso ninguém pode esquecer. Os seus direitos humanos mais elementares são espezinhados.

Venezuela

Amnistia denuncia “política repressiva” de Maduro

A Amnistia Internacional denunciou, esta quinta-feira, “a política repressiva” do Governo da Venezuela, notando que esta se “sustentado na coordenação entre ataques e mensagens de estigmatização emitidos por meios de comunicação social com ligações” ao executivo de Nicolás Maduro.

Dia Mundial de Oração e Reflexão nesta terça, 8

Uma maratona e uma tempestade contra o tráfico de pessoas

Uma maratona de oração que atravessa o mundo durante oito horas, uma tempestade na rede social Twitter, um discurso do Papa Francisco, propostas de reflexão e testemunhos passarão durante esta terça-feira em plataformas digitais, encontros locais, vigílias e outras iniciativas, a propósito do 8º Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Pessoas.

Um ano após o golpe de Estado

Cardeal de Rangum: ninguém pode governar se negar a democracia

 “A democracia é o fogo eterno no coração das pessoas. Ninguém pode governar esta nação de Myanmar por muito tempo se negar isso”, disse o cardeal Charles Maung Bo, arcebispo de Rangum, em entrevista à jornalista Elise Ann Allen publicada no Krux de 5 de fevereiro, poucos dias após se ter completado um ano do brutal golpe de Estado (1 de fevereiro de 2021) que terminou com cinco anos de ensaio democrático.

Vários ataques no Nordeste do país

Bispos pedem reconciliação e fim da violência depois de 200 mortes na Nigéria

O último episódio de violência na Nigéria, com contornos políticos, económicos e religiosos, descreve-se ainda com dados inconclusivos, mas calcula-se que, pelo menos, duas centenas de pessoas perderam a vida na primeira semana de Janeiro no estado de Zamfara, Nigéria, após vários ataques de grupos de homens armados a uma dezena de aldeias. Há bispos católicos a sugerir caminhos concretos para pôr fim à violência no país, um dos que registam violações graves da liberdade religiosa. 

ONG de direitos humanos

Guterres criticado por não denunciar a China

A supressão de direitos humanos na China é um dos pontos fortes do relatório anual da Human Rights Watch, divulgado esta quinta-feira, dia 13. A liderança desta ONG, em declarações a propósito do relatório, fez um apelo aos estados democráticos para que que boicotem os Jogos Olímpicos de inverno, prestes a começar.

20 anos de Guantánamo

Amnistia pressiona Biden para fechar prisão

A diretora do programa Segurança com Direitos Humanos da secção americana da Amnistia Internacional, Daphne Eviatar, informou nas páginas da organização que nesta terça-feira, 11 de janeiro, vão ter lugar várias ações para pressionar o Presidente Biden a “fechar de uma vez por todas” a prisão de Guantánamo “um local de tortura e detenção injustificada por tempo indeterminado” aberto há 20 anos.

Amnistia Internacional

Um manifesto pelos defensores dos direitos humanos

A Amnistia Internacional – Portugal entregou ao Presidente da República, esta quinta-feira, 9 de dezembro, assinalando o Dia Internacional dos Defensores de Direitos Humanos, o manifesto BRAVE, no qual se reconhece “o contributo dos defensores e defensoras de direitos humanos para uma sociedade mais justa”.

Liberdade Religiosa

Nada melhorou na Nigéria, diz bispo contra lista dos EUA

O bispo Emmanuel Adetoyese Badejo, da Diocese de Oyo, na Nigéria, publicou nesta quarta-feira, dia 1 de dezembro, uma mensagem criticando fortemente a decisão do Departamento de Estado dos Estados Unidos da América de retirar aquele país da lista anual de nações violadoras da liberdade religiosa. A Nigéria tinha entrado pela primeira vez na lista no ano passado. A crítica do bispo Badejo foi divulgada pelo Vatican News.

República Centro-Africana

Grande Reportagem: Mercenários e meninos soldados

Enquanto isso… a guerra continua, morrem mais pessoas, mais crianças continuam a ser incorporadas em grupos de guerrilha e a matar. Enquanto isso, em Portugal discute-se se um ministro deveria ter dado informações sobre um roubo e exportação ilegal de diamantes, mas não se fala do que se passa na República Centro-Africana. Reportagem de Rui Araújo no país.

[Os dias da semana]

Tardes de Novembro

  Numa tarde de Novembro, um professor universitário aposentado lê e redescobre algo que, aliás, não ignorava. O que agora apreende de um modo novo é o que muitos desconhecem; compreende que o “movimento das pessoas através dos continentes já dura há milhares de...

Amnistia: “declínio humanitário” a Leste

Futebolistas afegãs acolhidas em Portugal pelo JRS

Um grupo de 220 cidadãos afegãos, incluindo as restantes 115 jogadoras e seus familiares da da Equipa Nacional de Futebol Juvenil Feminino do Afeganistão, será acolhido em Portugal, depois de ter sido resgatado do país. O anúncio foi feito pelo Serviço Jesuíta aos Refugiados (JRS Portugal) e pela Romulus T. Weatherman Foundation, num comunicado enviado ao 7MARGENS pelo JRS.

30 anos do massacre de Santa Cruz

Timor-Leste recordou os heróis que morreram pela liberdade

O 30º aniversário do massacre de Santa Cruz foi assinalado esta sexta-feira, 12 de novembro, com uma missa na Igreja de Santo António em Díli (Timor-Leste), não muito longe do local onde onde ocorreu a tragédia que provocou a morte a mais de 200 pessoas. Familiares das vítimas, líderes religiosos e políticos e dezenas de jovens estiveram presentes para celebrar aquele que é também o Dia Nacional da Juventude, noticiou a UCA News.

China

Repressão aos muçulmanos passa por destruir cúpulas de mesquitas

A China tem vindo a multiplicar os constrangimentos à prática religiosa de diferentes religiões. No caso dos muçulmanos, além da prisão de praticantes desta religião e do condicionamento de escritores e estudiosos, surge agora a notícia de que as autoridades estão a remover as cúpulas das mesquitas, a fim de as “sinizar” (tornar mais “chinesas”).

Etiópia

Agravamento do conflito no Tigré leva a fuga das populações

“As coisas estão a piorar e agora nós temos de fugir.” A curta mensagem, enviada domingo, 31 de Outubro, por um missionário católico para a directora de comunicação da fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), traduz o desespero que se vive na cidade de Kombolcha, no centro-norte da Etiópia, 380 quilómetros a norte de Adis-Abeba.

Jacobabad, Paquistão

Na cidade mais quente do mundo, os 32°C são amenos mas não evitam a violação dos direitos humanos

Nos últimos quatro verões, a cidade paquistanesa de Jacobabad ultrapassou com frequência os 50°C. Uma situação que tem origem nas alterações climáticas e, denuncia a Amnistia, consequência nos direitos humanos: por exemplo, o abandono escolar tem crescido entre as crianças, que não se sujeitam a andar quilómetros debaixo de altas temperaturas para chegar a escolas sem qualquer protecção contra o calor.

Max Stahl

Morreu o jornalista que filmou o massacre de Santa Cruz

O jornalista britânico-timorense Max Stahl, que filmou o massacre de Santa Cruz, em Díli, em Novembro de 1991 – e cujas imagens fizeram que a ocupação indonésia de Timor-Leste saltasse para a ribalta dos noticiários internacionais – morreu na quarta-feira, 27, num hospital da cidade australiana de Brisbane.

Confederação Nacional

Situações de “trabalho escravo” de crianças

Continuam a ser numerosas e diversificadas as situações de trabalho escravo de crianças no mundo e o problema não é apenas dos países mais pobres. A mensagem foi sublinhada esta quarta-feira numa videoconferência promovida pela CNASTI – Confederação Nacional de Ação sobre Trabalho Infantil, com apoio da representação em Lisboa da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Alterações climáticas

Seca deixa um milhão à fome em Madagáscar

A crise climática em Madagáscar provocou uma seca devastadora no sul do país, deixando um milhão de pessoas à fome. Segundo a Amnistia Internacional, no relatório “It will be too late to help us once we are dead” (“Quando estivermos mortos, será tarde demais para nos ajudarem”), 91% das pessoas vivem abaixo do limiar da pobreza.

Comentário

O segundo apagamento de Aristides

“Mesmo que me destituam, só posso agir como cristão, como me dita a minha consciência; se estou a desobedecer a ordens, prefiro estar com Deus contra os homens do que com os homens contra Deus.” Esta afirmação de Aristides de Sousa Mendes, cônsul de Portugal em Bordéus em 1940, confirmada por muitas outras de cariz semelhante, mostra bem qual foi o fundamento para a sua decisão de, contra as ordens expressas de Salazar, conceder indiscriminadamente vistos de passagem a milhares de pessoas em fuga do terror nazi.

Aristides com honras de Panteão

“Só posso agir como cristão, como me dita a consciência”

Domingo, 17 de Outubro, no programa Página 2, da RTP2, António Moncada Sousa Mendes, autor do livro Aristides de Sousa Mendes – Memórias de um Neto evocou a memória do seu avô. Foi um depoimento também a referir essa perspectiva e a recordar o longo caminho de Aristides até este dia que o 7MARGENS pediu ao neto do primeiro português a ser declarado Justo Entre as Nações.

Relatório da Amnistia Internacional

Pandemia teve impacto devastador sobre liberdade de informação

“Os ataques à liberdade de expressão por parte de governos, combinados com uma enchente de desinformação por todo o mundo durante a pandemia da covid-19, tiveram um impacto devastador sobre a capacidade das pessoas para acederem a informação precisa e oportuna, que as ajudasse a lidar com a crescente crise de saúde global.” A conclusão é da Amnistia Internacional.

Carta aberta aos Estados-membros

Mais de 323 mil de todo o mundo pedem à ONU que aja sobre as atrocidades em Xinjiang

Mais de 323.000 pessoas em todo o mundo assinaram uma petição da Amnistia Internacional (AI) intitulada “Liberdade para todos os detidos de Xinjiang”, acerca da situação que se vive nesta província chinesa, informou a organização de defesa dos direitos. Ao mesmo tempo, uma carta aberta da secretária-geral da organização de defesa dos direitos humanos apela à ONU para que investigue violações de direitos humanos contra uigures, cazaques e outras minorias muçulmanas naquela região do noroeste da China.

Maria Ressa, das Filipinas, e Dmitry Muratov, da Rússia

Prémio Nobel da Paz 2021 foi para jornalismo de coragem e liberdade de expressão

“Pelos seus esforços para salvaguardar a liberdade de expressão, que é uma pré-condição para a democracia e uma paz duradoura”, os jornalistas Maria Ressa, das Filipinas, e Dmitry Muratov, da Rússia, partilham o Prémio Nobel da Paz 2021. A novidade foi anunciada esta sexta-feira, 8 de outubro, em Oslo, por Reiss-Andersen, presidente do Comité Nobel e membro da Fundação com o mesmo nome. O prémio constitui um tributo ao jornalismo sério e de qualidade, que investiga e não se cala perante as pressões e os poderes, bem como a todos os jornalistas que procuram pô-lo em prática.

Filmes, debates e edições

Jean Moulin enterrou a pistola, mas cumpriu o “banal dever cívico” de resistir; agora, será evocado em Lisboa

Quando se tornou líder da Resistência francesa ao nazismo, foi-lhe dada uma pistola que ele enterrou e nunca usaria. Jean Moulin foi um cidadão banal que entendeu que o seu dever era resistir à barbárie. Uma quinzena de actividades em Lisboa evoca a sua passagem por Portugal, onde durante cinco semanas redigiu um importante relatório que permitiria unir a Resistência.

Ponte aérea "inumana"

EUA deportam haitianos para um “país colapsado”

Há 13 mil pessoas debaixo da ponte que liga Del Rio, no Texas (EUA), a Ciudad Acuña, no México, para tentar atravessar deste país para os EUA. Desde domingo, um ritmo de sete aviões por dia começaram a levar essas pessoas de volta ao seu país. No principal aeroporto do Haiti, muitos deportados tentaram voltar para o avião. 

Relatório da Global Witness

227 ativistas ambientais assassinados em 2020

O número de ativistas ambientais assassinados que é possível documentar subiu no ano passado para 227, refere a Global Witness no seu relatório “A Última Linha de Defesa”. A organização contabiliza apenas os assassinatos de pessoas de quem conhece o nome e analisou as circunstâncias da morte. E não tem dúvidas de que apenas consegue documentar uma parte muito reduzida da violência praticada contra os ambientalistas. 

Afeganistão duas décadas depois

Líderes religiosos e políticos falam de vergonha e solidariedade

A propósito da situação que se vive no Afeganistão, o cardeal Jean-Claude Hollerich, arcebispo de Luxemburgo e presidente da Comissão das Conferências Episcopais da União Europeia (COMECE), disse no dia 25 de agosto, em entrevista à agência católica de notícia SIR (italiana): “Sinto-me envergonhado. Que vergonha para a Europa e para o Ocidente! Falamos muito sobre valores, mas onde estão os nossos valores no Afeganistão agora?”

Imigração e direito de asilo

Supremo obriga Biden a retomar política de Trump

A administração Biden não pode deixar entrar nos Estados Unidos da América pessoas que solicitem o estatuto de exilado antes de concluir a análise do seu processo. O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) decidiu esta quarta-feira, 25 de agosto, vincular o Governo à legislação da administração Trump, que obriga quem solicita asilo a aguardar fora das fronteiras do país pela resposta ao seu pedido.

Excertos da Índia

Olhares baços no horizonte baço

É nas terras de horizonte baço que os direitos são mais negligenciados, pensava eu ao caminhar por ruas tranquilamente infernais numa tentativa de compreender o que via e sentia. Meninos descalços, sem nome. São meninos de olhos vazios e mão estendida. Porque me daria a vida sobras de afeto se a eles nada disso pode dar?

Apoio ao desenvolvimento

Fundos europeus obrigam Estados a respeitar direitos humanos

Os mil milhões de euros de fundos da União Europeia (UE) “destinados à ajuda ao desenvolvimento nos próximos sete anos estão vinculados a condições estritas que os países destinatários têm de cumprir: respeito pelos direitos humanos, bom tratamento das minorias e respeito pelos direitos das mulheres e raparigas, só para citar algumas”, afirmou este sábado, 21 de agosto, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Refugiados na Sicília

Chegaram a bom porto, com dores, pesadelos e sonhos

Finalmente chegaram a dois portos da Sicília, este fim-de-semana, o Ocean Viking e o Sea Watch, dois navios carregados até mais não de gente, de humanos, de pessoas como nós. Salvos em condições dramáticas no fim-de-semana anterior, incluindo várias crianças e uma mulher em fim de gravidez. Eram mais de meio milhar numa das embarcações e perto de 260 noutra.

"Rumo a um Nós cada vez maior"

Semana Nacional das Migrações de 8 a 15 de agosto

A 49ª Semana Nacional de Migrações realiza-se de 8 a 15 de agosto, sob o tema «Rumo a um nós cada vez maior». O ponto alto, como habitual, é a Peregrinação Internacional Aniversária de agosto, que será presidida pelo Cardeal Jean-Claude Höllerich, do Grão Ducado do Luxemburgo e Presidente da COMECE (Comissão das Conferências Episcopais da União Europeia).

Cabo Delgado, Moçambique

Ajuda humanitária não pode ser “indústria do sofrimento”

Crescem as dificuldades humanitárias em Cabo Delgado, Moçambique. Agora é o administrador apostólico, D. António Juliasse Sandramo, que vem alertar para o perigo de criação de “uma indústria do sofrimento” que “dissipa” a ajuda humanitária. “Quando há situações de sofrimento, pode ser criada uma indústria do sofrimento, que se aproveita do sofrimento do povo”, afirmou Sandramo.

Cidadãos vítimas de spyware

Amnistia exige resposta do governo húngaro ao escândalo Pegasus

Uma investigação publicada esta terça-feira, 20 de julho, pelo Direkt36 (órgão de comunicação húngaro sem fins lucrativos) revelou que os telefones de mais de 300 cidadãos daquele país foram identificados como possíveis alvos do software de vigilância Pegasus, comercializado pela empresa israelita NSO Group. Peritos da Amnistia Internacional (AI) confirmaram que, em inúmeros casos, este software tinha, de facto, sido instalado, e a organização exige agora uma reação da parte das autoridades húngaras.

Do Quirguistão para Portugal

Resistir em casar à força – a história de Selima

Não, não é uma novela camiliana. Em pleno século XXI, em muitos pontos do globo, tais factos acontecem com a conivência de todos, inclusive das autoridades. No Expresso de 02/07, no artigo “O triste destino das noivas à força”, o jornalista Mauro Mondello fazia uma reportagem no Quirguistão sobre esse assunto e entrevistava mulheres e activistas que pretendem consciencializar as raparigas para esta bárbara realidade. Uma jovem mulher desse país que vive em Portugal prontificou-se a relatar ao 7Margens toda a história da sua vida, que reafirma o conteúdo do artigo do Expresso.

Cidadãos "sem papéis"

Quase 500 pessoas em greve de fome em Bruxelas

Centenas de pessoas estão há dois meses em greve de fome numa igreja de Bruxelas, num protesto que se radicalizou nos últimos dias, depois de um grupo ter iniciado uma greve de sede. A sua exigência é apenas uma: o direito a viverem legalizados no país onde residem e trabalham há anos e até décadas. E Portugal é exemplo.

Bispos de Cuba

“Não podemos fechar os olhos ou desviar o olhar como se nada estivesse a acontecer.”

Os bispos católicos de Cuba emitiram esta semana um comunicado em que pedem o fim dos confrontos no país, mas referem que a “imobilidade” não resolve problemas, reconhecendo “que o povo tem o direito de expressar as suas necessidades, anseios e esperanças” e expressar-se publicamente contra “algumas medidas que foram tomadas e que o afetam seriamente”. E sublinham, logo no início do documento: “não podemos fechar os olhos ou desviar o olhar como se nada estivesse a acontecer”.

Relatórios da ICC e do UCF

Perseguição a cristãos aumenta na Birmânia e na Índia

Os cristãos e as minorias étnicas na Birmânia enfrentam uma opressão crescente desde que a Junta militar derrubou o Governo civil em 1 de Fevereiro e tomou conta do poder. Um relatório da ICC (International Christian Concern), organização não-governamental de monitorização das perseguições religiosas, revela detalhes da perseguição aos cristãos em áreas onde a opressão tem sido a regra, em mais de cinco décadas de governo militar.

IV Encontro Mundial

Movimentos populares medem com o Papa o impacto da covid nas profissões humildes

O impacto da covid-19 nos trabalhadores mais humildes e rejeitados é o tema que juntará o Papa Francisco com representantes e delegados dos movimentos populares de todo o mundo nesta sexta-feira, 9 de Julho, às 14h de Roma (13h em Lisboa). E eles incluem movimentos de apanhadores de cartão, recicladores, vendedores ambulantes, costureiras, artesãos, pescadores, camponeses…

Jerusalém Oriental

Famílias desalojadas e deslocadas à força por Israel

“Iniciativa de Jerusalém Oriental”, do Conselho Mundial de Igrejas, procura acompanhar, mesmo sem uma presença física, as famílias que estão a enfrentar o desalojamento das suas casas e um deslocamento forçado das comunidades de Sheij Yarrah, Silwan e outras localidades de Jerusalém Oriental, para outras regiões.

100 mil obrigados a mendigar

Senegal recruta professores para escolas corânicas para evitar tráfico e mendicidade de crianças

O Estado senegalês quer recrutar uma centena de professores para as escolas corânicas, com o objectivo de encontrar pessoas que garantam o combate aos abusos nestes estabelecimentos de ensino.

A decisão surge num contexto em que há frequentes denúncias de abusos em escolas conhecidas como daaras. O imã Mouhamadou Makhtar Kanté diz que essa pode ser uma forma de resolver o problema da mendicidade, a que muitas crianças que residem nessas escolas são obrigadas.

Acusara positivo à covid

Padre Stan Swamy morreu no hospital na sequência da sua prisão contestada

O padre jesuíta indiano Stan Swamy, preso desde 9 de Outubro, morreu nesta segunda-feira, 5 de Julho, dois dias depois de lhe ter sido colocado num ventilador para tentar contrariar a deterioração das suas condições de saúde, num hospital gerido por instituições católicas na cidade de Bombaim (na costa centro Oeste do país). A morte ocorreu na véspera da avaliação, pelo Supremo Tribunal, de um pedido de fiança, cuja decisão tinha sido adiada no passado sábado, 3.

Desde 9 de Maio

Polícia de Israel fez campanha repressiva discriminatória contra palestinianos, acusa Amnistia

A polícia israelita cometeu múltiplas violações de direitos humanos contra palestinianos em Israel e em Jerusalém Oriental, durante e após as hostilidades armadas em Israel e Gaza, denunciou a Amnistia Internacional (AI). Tratou-se, diz a organização, de uma campanha repressiva discriminatória, desde o dia 9 de Maio, que levou à prisão mais de 2150 pessoas e que incluiu detenções em massa, utilizando a força ilegal contra manifestantes pacíficos e sujeitando os detidos a tortura e outros maus-tratos.

Pin It on Pinterest

Share This