Direitos Humanos

Myanmar: 350 mil deslocados “particularmente vulneráveis” à ameaça do coronavírus novidade

A organização internacional de defesa dos direitos humanos Humans Rights Watch (HRW) não tem dúvidas: as cerca de 350 mil pessoas que vivem nos campos de deslocados internos em Myanmar (antiga Birmânia) “estão sentadas à beira do caminho de uma catástrofe de saúde pública”. Começam a surgir os primeiros casos de covid-19 no país e a ONG lançou um apelo ao governo local para que levante as restrições nos campos e alargue as áreas disponíveis de modo a tornar possível o distanciamento social.

Recusa do Tribunal de Estrasburgo à objeção de consciência ao aborto é uma “regressão enorme” novidade

O diretor do Centro Europeu para o Direito e a Justiça, Grégor Puppink, que colabora com a Santa Sé na defesa da liberdade religiosa, acusa o Tribunal Europeu de Direitos Humanos (TEDH) de uma “regressão enorme” ao não aceitar os apelos de duas enfermeiras despedidas na Suécia por se terem recusado a praticar abortos nos centros de saúde onde trabalhavam.

A doença do coronavírus serve de desculpa para tudo? novidade

À boleia da pandemia que nos aflige, vejo coisas a acontecer que não podem deixar de me espantar, pela sua aberração e desfaçatez de quem as pratica. Em meados de fevereiro, em Mullaithivu, no norte do Sri Lanka, foi descoberta uma vala comum enquanto se procedia às escavações para as fundações duma extensão do Hospital de Mankulam. Segundo os médicos legistas, os restos mortais encontrados têm mais de 20 anos.

António Guterres anuncia “muito em breve” novo representante especial para o Sara Ocidental

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse ao 7MARGENS que “muito em breve” as Nações Unidas irão nomear um representante da organização para o Sara Ocidental. “Não foi fácil, não é um lugar particularmente atractivo. Por outro lado, não é fácil ter o consenso indispensável para fazer avançar as coisas. Mas o novo representante especial será nomeado em breve “no sentido de poder renovar o diálogo político indispensável”, afirmou.

Serviço Jesuíta aos Refugiados e Provedoria da Justiça pedem alternativas ao SEF

O Serviço Jesuíta aos Refugiados (JRS) defende “a necessidade urgente de uma entidade externa e imparcial” no Espaço Equiparado a Centro de Instalação Temporária (EECIT) do aeroporto de Lisboa, onde um cidadão ucraniano terá sido espancado por inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), acabando por morrer. Também a Provedora da Justiça, Maria Luísa Amaral, voltou a pedir “alternativas adequadas” àquele serviço, que considera agora mais necessárias que nunca, “face ao momento de pandemia de covid-19”.

Doentes de covid-19 mantêm “direito e acesso à assistência espiritual e religiosa” nos hospitais

A Coordenação Nacional das Capelanias Hospitalares emitiu um comunicado esta quarta-feira, dia 1, para esclarecer que “os capelães não estão impedidos de prestar assistência espiritual e religiosa”. Têm, isso sim, de cumprir “medidas de contingência existentes nos hospitais”, como todos os profissionais, por forma a minimizar os “riscos de contágio, quer dos capelães quer dos próprios doentes e dos profissionais”, sublinha o documento.

Violência doméstica: “outra pandemia” a alastrar silenciosamente

Os telefones da Linha de Apoio à Vítima estão estranhamente silenciosos. Desde que foi decretado o estado de emergência, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) passou a receber “menos de metade das chamadas” que habitualmente recebia com pedidos de ajuda. Serão boas notícias? Daniel Cotrim, psicólogo da APAV, gostaria de acreditar que sim, mas confessa estar mais “assustado” que esperançoso. “Recebermos menos contactos é sinal de uma tranquilidade aparente”, afirma, temendo que, a par da pandemia de covid-19, também a “pandemia da violência doméstica” esteja a alastrar. E mais rapidamente do que antes, mas agora em silêncio.

Diários de quarentena (15): Uma pandemia, um desafio à solidariedade

Parecemos regressados a outros tempos, os das pestes medievais ou das epidemias de há cem anos. Este facto faz-nos refletir na ilusão a que nos conduz o excesso de confiança nas capacidades humanas e na ciência. O ser humano continua a ser vulnerável diante da doença e da morte e deve reconhecer humildemente essa sua vulnerabilidade.

“Ponham a saúde das pessoas acima de tudo”: a carta aberta assinada por quase 400 organizações em todo o mundo

A carta é curta e concisa: basta que sejam cumpridos cinco princípios e, todos juntos, conseguiremos recuperar da pandemia de covid-19. Mais: iremos garantir um futuro melhor. Assinado por quase 400 organizações espalhadas por todo o mundo, o documento aponta como primeiro princípio que a saúde das pessoas seja colocada “acima de tudo, sem exceções”, assegurando que todos têm acesso a serviços de saúde, estejam onde estiverem.

António Guterres ao 7MARGENS: “É precisa uma estratégia coordenada de supressão do vírus, sob orientação da OMS”

Corremos o risco de uma explosão da doença com consequências trágicas e milhões de mortos, nomeadamente no continente africano, se não houver mais eficácia e estratégias coordenadas de combate ao novo coronavírus. O receio é expresso por António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, numa entrevista ao 7MARGENS, a propósito da pandemia que atinge o mundo e do seu apelo a um cessar-fogo global, com o objectivo de contrariar a disseminação do contágio. “Esta não é uma crise financeira, é uma crise humana”, afirma.

Governo português decreta que imigrantes passam a estar em situação regular

O Governo português decretou que, a partir de 18 de Março (dia da declaração do Estado de Emergência Nacional), todos os imigrantes e requerentes de asilo que tivessem pedidos de autorização de residência pendentes no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) passam a estar em situação regular, com os mesmos direitos que todos os outros cidadãos, incluindo nos apoios sociais.

Coronavírus nos campos de refugiados Rohingya será “um novo massacre”

Com a chegada da pandemia de covid-19 ao Bangladesh, o líder da comunidade Rohyngia, Mohammad Jubayer, teme que esta alastre no campo de refugiados do sul do país, o maior do mundo, onde vive quase um milhão de pessoas. Será como “um novo massacre, muito maior do que o que aconteceu em 2017”, quando esta minoria muçulmana fugiu da perseguição na Birmânia, alertaram grupos de ativistas, em declarações à AFP.

63 portugueses escrevem a Guterres a interceder pelo Sara Ocidental

“Em 2020 terminará a terceira Década Internacional para a Erradicação do Colonialismo, proclamada pelas Nações Unidas. O povo do Sara Ocidental, a última colónia de África, espera há 45 anos ver reconhecido, na prática, o seu inalienável direito à autodeterminação.” Com esta afirmação, a Associação de Amizade Portugal-Sahara Ocidental enviou ao secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, uma carta assinada por 63 personalidades, apelando à possibilidade de o povo saraui decidir o seu futuro na linha do Direito Internacional “inequívoco”.

Este título não é original: Moria é um inferno (um testemunho)

O título não é original, mas inferno define bem o que por lá se passa. E não tinha de ser assim…

Moria é uma pequena aldeia na ilha grega de Lesbos: umas dezenas de casas, ruas estreitas onde passa um carro de cada vez e onde, nos passeios minúsculos, estão duas ou três cadeiras do café local, onde se sentam os homens de idade… tudo o que fica bem numa fotografia.

Arcebispo maronita da Síria, a guerra e os refugiados: “Violências indizíveis, medo, destruição do futuro”

“Dias, meses, anos agitados por violências indizíveis, pelo medo, pela destruição do futuro: tudo isso gerou um sentido de prostração que acaba com a esperança e aflige os ânimos.” É desta forma que o arcebispo dos maronitas de Damasco, Samir Nassar, descreve o êxodo dos sírios e a situação de guerra no seu país, que dura há nove anos e o leva a dizer que os cristãos sírios vivem em Quaresma permanente.

Bilibiza: do sonho da água à destruição que chegou do mato

Há doze anos, a aldeia lutava para ter água mais perto; em Abril do ano passado, teve a água e o vento demasiado perto e o ciclone Keneth devastou a região (mesmo se de forma menos intensa que o Idai, mais a Sul, em Pemba); agora, mais recentemente, foi arrasada por ataques que não se sabe de onde vêm nem que objectivos têm: a aldeia de Bilibiza (quase 200 quilómetros a Norte de Pemba, província de Cabo Delgado, no Norte de Moçambique) estará quase deserta, depois de ter sido objecto de um ataque no final de Janeiro.

Papa denuncia “enorme tragédia” da Síria e populismos

Há uma “enorme tragédia” na Síria, denunciou o Papa neste domingo, 23 de Fevereiro, diante de milhares de pessoas que tinham acabado de participar na eucaristia e recitação da oração do Angelus. Francisco lançou um “forte apelo” a todos os envolvidos e à comunidade internacional, para que “se cale o barulho das armas e se ouçam as lágrimas dos pequeninos e dos indefesos”. E acrescentou, segundo a Ecclesia: “Deixem de lado os cálculos e os interesses para proteger a vida dos civis e das muitas crianças inocentes que pagam as consequências.”

Uma mulher fora do cenário, numa fila em Paris

Ultimamente, ao andar pelas ruas de Paris tenho-me visto confrontada pelos contrastes que põem em questão um princípio da doutrina social da Igreja (DSI) que sempre me questionou e que estamos longe de ver concretizado. A fotografia que ilustra este texto é exemplo disso.

Bispos da Coordenação da Terra Santa pedem “nova solução política” para a região

Os bispos da Coordenação da Terra Santa querem que os governos da região “ajudem a construir uma nova solução política enraizada na dignidade humana para todos”. Num comunicado divulgado no final da semana passada, após a “peregrinação de solidariedade” do grupo, que incluiu visitas a cristãos de Gaza, Ramallah e Jerusalém Oriental, afirma-se: “Todos os anos chegamos para encontrar e ouvir o povo da Terra Santa. Somos inspirados pela sua resiliência duradoura e fé numa situação cada vez pior.”

Quatro seminaristas sequestrados num ataque na Nigéria

Quatro seminaristas católicos foram sequestrados por um grupo armado que atacou o seminário maior do Bom Pastor, situado na localidade de Kakau (180 quilómetros a norte da capital, Abuja), estado de Kaduna, na noite de quarta-feira, 8 de Janeiro – noticiou a Ajuda à Igreja que Sofre (AIS).

Mais 14 cristãos mortos a sangue frio no Burkina Faso

Pelo menos 14 cristãos protestantes foram “executados” durante o serviço religioso que decorria neste domingo, numa igreja protestante no leste do Burkina Faso. O ataque ocorreu em Hantoukoura, perto da fronteira com o Níger (leste do país) e terá sido executado por um dos vários grupos jihadistas que operam na região.

China esconde trabalho forçado de um milhão de pessoas em campos de internamento

Um milhão de pessoas de minorias muçulmanas são reeducadas, punidas e encarceradas na China, naquela que é a maior violação dos direitos de minorias religiosas desde a II Guerra Mundial, denunciam documentos classificados do Partido Comunista Chinês (denominada como “China Cables”) e que revelam o funcionamento de uma vasta cadeia de campos de internamento chineses.

Mais de 500 mulheres assassinadas em Portugal em 15 anos, é preciso cuidar também dos orfãos

O Observatório de Mulheres Assassinadas (OMA), da União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), contabiliza mais de 500 mulheres assassinadas nos últimos 15 anos em Portugal – só em 2019, foram 28. Algumas baleadas, outras estranguladas ou espancadas, a maioria foi vítima de violência doméstica. O novo problema é apoiar as crianças que ficam órfãs, alerta o OMA.

Conferência no Vaticano propôs medidas de mais proteção contra o abuso infantil na Internet

Estabelecer um organismo de consulta entre as empresas da Internet; mobilizar as grandes religiões do mundo para lançar um movimento global para proteger as crianças em relação ao online; promover o intercâmbio de experiências na prestação de serviços de resgate e tratamento infantil; e incentivar as autoridades a agir de maneira eficaz, usando legislação apropriada e medidas executivas são algumas das medidas decididas no final da Conferência Internacional de Promoção da Dignidade Infantil Digital.

Hong Kong é o novo manual de protesto para o século XXI

“A principal característica do movimento pró-democracia de Hong Kong é que não tem líderes, é horizontal. É o oposto do que aconteceu em 2014 com o movimento dos guarda-chuvas, que terminou com vários de seus líderes na prisão, e isso impede que nos parem.” É desta forma que Woody Tam, uma estudante de 24 anos, descreve o modelo seguido nos protestos de Hong Kong e demonstra o que o distingue dos que o precederam.

Exército turco força cristãos a fugirem do país, acusa padre sírio

Desde o início da operação turca na Síria, há perto de um mês, cerca de 300 cristãos “foram forçados a deixar as cidades de Ras al-Ain, Derbasiyah, Tall Tamr e uma área de al-Malikiyah [nordeste da Síria] e temos medo que, se os combates prosseguirem, possa haver um êxodo ainda maior que pode até incluir a cidade de Qamishli, onde actualmente vivem cerca de 2.300 famílias cristãs.”

Turquia afirma que o reconhecimento do “genocídio arménio” pelos EUA “não tem valor”

“Eu dirijo-me ao público norte-americano e ao resto do mundo: essa medida não tem valor, nós não a reconhecemos”, afirma Erdogan, durante um discurso proferido a membros do seu partido em Ancara, capital da Turquia. O presidente turco, citado pela Renascença, usou este discurso para informar a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos que o reconhecimento do “genocídio arménio” cometido pelo Império Otomano, o antecessor da Turquia, na Primeira Guerra Mundial “não tem qualquer valor”.

O destino dos corpos esquecidos do Vale dos Caídos

O que fazer agora aos corpos de Primo de Rivera e das cerca de 34 mil pessoas que foram enterradas no Vale dos Caídos, 10 mil dos quais sem nome e sem conhecimento das famílias? Depois da trasladação do corpo do ditador Francisco Franco, consumada quinta-feira, 24 de outubro, graças à decisão do Supremo Tribunal de Espanha, a pergunta é legítima.

Rever os critérios da vida para salvar a vida na Terra (artigo inédito do Papa Francisco)

Precisamente porque tudo está interligado (cfr Laudato si’ 42; 56) no bem, no amor, precisamente por isto cada falta de amor repercute-se em tudo. A crise ecológica que estamos enfrentando é, acima de tudo, um dos efeitos desse olhar doente sobre nós, sobre os outros, sobre o mundo, sobre o tempo que passa; um olhar doente que não nos faz perceber tudo como um dom oferecido para nos descobrirmos amados.

Patriarca católico sírio pede pela paz no nordeste da Síria

O patriarca da Igreja Católica Síria apelou à “paz imediata e duradoura no nordeste da Síria e pela preservação de vidas inocentes, especialmente as cristãs que são a base fundadora e original do país”. Na homilia da missa de domingo passado, 13 de outubro, na igreja patriarcal da Virgem Maria, em Roma (Itália), o patriarca Younan Ignace Joseph afirmou, perante várias pessoas que tinham imigrado da Síria e do Iraque devido à guerra: “Nós, os cristãos de Este, fomos relegados e abandonados por este mundo, que só procura os interesses materiais instantâneos.”

Trump anuncia 25 milhões para defender liberdade religiosa, mas alia-se a países que perseguem crenças

Ao mesmo tempo que vários líderes mundiais escutavam a jovem activista sueca Greta Thunberg com o seu grito emocionado sobre o clima, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump deslocou-se, nesta segunda-feira, 23 de Setembro, ao edifício das Nações Unidas para participar num encontro sobre liberdade religiosa, defendendo a necessidade de a salvaguardar e prometendo 25 milhões para a protecção da liberdade de crença.

O meu reino é deste mundo – os cristãos nos protestos pró-democracia de Hong Kong

Um rapaz franzino, de 22 anos, cabelo em franja, numa escala entre Taiwan e uma esquadra de polícia, aterrou, esta semana, numa conferência do jornal alemão Bild. No final de um breve discurso sobre direitos humanos, proclamou, frente ao ministro dos Negócios Estrangeiros alemão: “Se estamos a viver uma nova Guerra Fria, Hong Kong é a nova Berlim”. O rapaz franzino é Joshua Wong.

Portugal recebe mais 16 refugiados

Portugal recebeu na terça-feira, 20 de Agosto, um grupo de 16 pessoas com estatuto de refugiado, proveniente de Istambul (Turquia), anunciaram o ministros da Administração Interna e da Presidência e da Modernização Administrativa, em comunicado conjunto.

Porto Rico: “É hora de reconstruir a democracia”, dizem os bispos

“É a hora de reconstruir-nos como país democrático, unindo vontades para desenvolver novas políticas de governo que ajudem no desenvolvimento integral da pessoa e na ampla cura da sociedade porto-riquenha”, dizem os bispos católicos de Porto Rico, numa mensagem depois da demissão do governador Ricardo Roselló, pressionado pela contestação pública que durava há 12 dias.

No país da “teranga”: da escravatura ao Senegal fraterno de hoje

A Ilha de Goreia (Gorée) é Património da Humanidade pelas piores razões: a escravatura! A escultura colossal dedicada ao Renascimento da Pessoa Africana mostra a esperança de um povo. A catedral católica fala de um herói francês que João Paulo II beatificou. Almadie e Pikine são bairros que mostram a riqueza e a pobreza de uma capital estratégica. 94% de muçulmanos e 5% de católicos com uma história de sã e fraterna convivência são lição para o mundo inteiro. Pequena visita guiada à história e cultura de um povo que diz teranga…

A “imensa tristeza” do Papa e o que pode mudar (mais) uma foto que choca o mundo

Há (mais) uma foto a chocar o mundo, mas que efeitos pode ela ter? O Papa Francisco juntou-se nesta quarta-feira, 26 de Junho, às vozes que se manifestaram chocadas com a fotografia de Oscar Alberto Martinez Ramirez, 26 anos, e da sua bebé, Valeria, de 23 meses, mortos no Rio Grande, na fronteira do México, quando o jovem pai tentava atravessar a fronteira com os Estados Unidos para aí tentar trabalhar ilegalmente.

Mali e países da região estão a ficar “lugares muito perigosos” para cristãos e muçulmanos moderados

O último ataque contra cristãos no Mali, que matou mais de uma centena de pessoas no centro do país, é um “exemplo trágico da violência que está a espalhar-se por muitas regiões da África” e que combina “uma receita” que junta “grupos étnicos, tribais e religiosos da região do Sahel em África, e que foi instigada pela inserção do islão radical nos últimos tempos”.

Resposta à perseguição religiosa é “pouca e demasiado tardia”

“Até ao momento, a resposta da comunidade internacional à violência com base na religião e à perseguição religiosa em geral pode ser classificada como pouca e demasiado tardia”, diz Mark Riedemann, director internacional dos Assuntos Públicos e Liberdade Religiosa da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS).

Bispo metodista peruano lamenta xenofobia contra venezuelanos

“Enquanto cristãos, somos chamados todos os dias a praticar com generosidade a hospitalidade”, disse o bispo Samuel Aguilar, da Igreja Metodista do Peru, lamentando os casos de xenofobia, discriminação e violência sofridos por milhares de venezuelanos em diferentes países da América Latina.

Bispos do Peru contra colega e a favor de jornalista denunciador de abusos

A Conferência Episcopal Peruana insurgiu-se contra um dos seus bispos, depois de o jornalista Pedro Salinas ter sido condenado na sequência de uma acusação por difamação pessoal, interposta por José Antonio Eguren Anselmi, arcebispo de Piura, no norte do Peru. Em causa, estão as revelações feitas por Salinas e a também jornalista Paola Ugaz, que com ele investigou os escândalos de pedofilia dentro de um proeminente movimento católico,o Sodalício de Vida Cristã, de que o bispo é fundador e tem mais de 20 mil seguidores na América Latina.

O arame farpado com lâminas que comoveu o Papa

O apresentador e jornalista Jordi Évole, da televisão espanhola La Sexta, pega numa pequena caixa redonda transparente e retira de dentro um pedaço de arame farpado, com lâminas a envolvê-lo, retirado dos muros que isola o enclave espanhol de Melilla, em Marrocos. O Papa baixa os olhos e abana a cabeça.

Síria: a crise de refugiados em números

Qual a real dimensão da guerra na Síria? A Ajuda à Igreja que Sofre, instituição católica internacional dependente do Vaticano, produziu um conjunto de infografias sobre a emergência social que se vive no país. O 7MARGENS apresenta a seguir algumas delas, acrescentando alguns dados sobre a dura realidade vívida neste país. 

Apesar de tudo, nascemos hoje mais iguais do que em 1948

O mundo das últimas sete décadas causa realmente arrepios. Mas como seria ele sem a declaração de 1948? Homens e mulheres não nasceriam hoje menos iguais em dignidade e direitos? No dia em que se assinalam os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos,...

Um direito esquecido: a busca da felicidade

Faltam direitos à Declaração Universal dos Direitos Humanos? Faltam. Um deles é o de buscar a felicidade: não o direito à felicidade mas o de a demandar, sem espartilhos nem obstáculos. A ideia apareceu pela primeira vez na Declaração de Direitos do Bom Povo de...

O pecado de crer e rezar

A liberdade de professar uma religião, ou até a de mudar dela, é um dos direitos da Declaração Universal dos Direitos Humanos aprovada há 70 anos – artigo 18. Mas é também um dos menos respeitados, como o lembrou ainda há pouco o caso da paquistanesa condenada à morte...

Perseguidos na própria terra

Migrantes ou em fuga,  milhares de pessoas procuram todos os dias outros países onde possam ser felizes ou sobreviver à fome, à perseguição ou à guerra. São a imagem de um mundo que recusa a homens, mulheres e crianças os direitos mais elementares, da vida ao trabalho, com prejuízo para a felicidade e a paz. 

Para trabalho igual, salário igual? LOL!

Diz a Declaração Universal dos Direitos Humanos que todas as pessoas têm direito ao trabalho e a uma remuneração condigna e igual para trabalho igual. É o que vem no artigo 23. Mas a realidade é outra, deprimente e global.  A confirmar-se o que a Organização...

O azar de nascer mulher

As mulheres são alvo, todos os dias e em todo o mundo, da violação de uma série de direitos – só por serem mulheres. O Banco Mundial fez uma lista de sete dos atropelos.  Um é o direito ao trabalho. Em 104 países, elas enfrentam dificuldades para realizarem...

A vida ainda por um fio

A vida é ainda um dos direitos individuais mais ameaçados no mundo. Apesar dos muitos textos internacionais que dispõem sobre a sua inviolabilidade, como a Declaração Universal dos Direitos Humanos (artigo 3º), o Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos...

Malditos mensageiros!

“Todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e ideias por qualquer meio de expressão”, diz a...

Joaquín Martínez, inocente e condenado à morte

“Fui para o corredor da morte com 25 anos, em 1996. Quando fecharam a porta da minha cela e me vi sozinho, comecei a chorar. Não acreditava em Deus, sentia-me abandonado. Não podia compreender porque é que isto me tinha acontecido.” O relato é de Joaquín Martínez, 46...

“Cozinhar é um modo de amar os outros”

Debate na Mesquita Central de Lisboa realça papel das religiões na promoção de uma alimentação saudável, valorizando o acto de comer e os sistemas tradicionais de produção.  “Cozinhar é um modo de amar os outros” – as palavras de Mia Couto serviram de ingrediente para...

Homossexualidade descriminalizada na Índia

O Supremo Tribunal Indiano descriminalizou quinta-feira, dia 6 de setembro, todos os atos homossexuais. Comentários na imprensa internacional falam de “uma grande vitória para os direitos LGBT” naquela que é a maior democracia do mundo. O padre católico...

Apoie o 7 Margens

Breves

Doentes de covid-19 mantêm “direito e acesso à assistência espiritual e religiosa” nos hospitais

A Coordenação Nacional das Capelanias Hospitalares emitiu um comunicado esta quarta-feira, dia 1, para esclarecer que “os capelães não estão impedidos de prestar assistência espiritual e religiosa”. Têm, isso sim, de cumprir “medidas de contingência existentes nos hospitais”, como todos os profissionais, por forma a minimizar os “riscos de contágio, quer dos capelães quer dos próprios doentes e dos profissionais”, sublinha o documento.

Cardeal Tagle propõe eliminar a dívida dos países pobres

O cardeal filipino Luis Antonio Tagle, prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, propôs a criação de um Jubileu especial em que os países ricos perdoem a dívida dos países pobres aos quais concederam empréstimos, de forma a que estes tenham condições para combater a pandemia de covid-19.

Oxfam pede “um Plano Marshall de Saúde” para o mundo

A Oxfam, ONG de luta contra a pobreza sediada no Quénia e presente em mais de 90 países, pediu esta segunda-feira, 30, “um plano de emergência para a saúde pública” com a mobilização de 160 biliões de dólares. Este valor permitiria duplicar os gastos com a saúde nos 85 países mais pobres, onde vive quase metade da população mundial.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

Costurar máscaras cirúrgicas em vez de vestes litúrgicas, ou como combater a pandemia no convento

Costurar máscaras cirúrgicas em vez de vestes litúrgicas, ou como combater a pandemia no convento

À medida que a pandemia alastrava, a angústia crescia no pequeno mosteiro do sul de França onde vivem as Irmãs da Consolação do Sagrado Coração e da Santa Face. As 25 religiosas queriam fazer mais do que rezar. Diante da imagem de Nossa Senhora do Povo, que acreditam ter salvo a sua região da peste em 1524, pediram lhes fosse dada uma tarefa: queriam colaborar com a virgem no combate a esta nova pandemia. No dia seguinte, receberam uma chamada do bispo da diocese e outra do presidente da câmara: ambos lhes pediam para fabricar máscaras.

É notícia

Entre margens

Comunicar na era do coronavírus novidade

Byung-Chul Han é um observador perspicaz da sociedade contemporânea, por ele designada de várias maneiras, como “a sociedade do cansaço” ou “a sociedade da transparência”. Professor universitário em Berlim, ele analisa criticamente aquilo que designa como “o inferno do igual”, ou seja, algo de inevitável naqueles que a todo o custo pretendem ser diferentes mas que, na realidade, se aproximam por esse desejo comum – aliás não conseguido – de originalidade.

Deus sem máscaras novidade

Assisti à cerimónia da consagração ao coração de Jesus e ao coração de Maria, proposta pelos bispos de Portugal, Espanha e outros países. Um ponto de partida para reflectir sobre oração e rito.

A ilusão do super-homem

As últimas semanas em Portugal, e há já antes noutros cantos do mundo, um ser, apenas visível a microscópio, mudou por completo as nossas vidas. Na altura em que julgávamos ter atingido o auge da evolução e desenvolvimento técnico e científico, surge um vírus.

Cultura e artes

Tagore: Em busca de Deus novidade

Rabindranath Tagore (1861-1941), Nobel de Literatura em 1913, é um grande poeta universal. Indiano, de família principesca, estudou Direito e Literatura, em Inglaterra, em 1877, não chegando a acabar o curso devido à secura do ensino superior ministrado. Tal como o seu amigo Gandhi, que sabia de cor e recitava todos os dias as Bem-aventuranças, foi atraído pelo cristianismo e

Editora francesa oferece “panfletos” sobre a crise

Sendo certo que as doações essenciais neste período de pandemia dizem respeito a tudo o que nos pode tratar da saúde física, não há razão para negligenciar outras dádivas. É o caso de uma das mais famosas editoras francesas, a Gallimard, que diariamente oferece textos que pretendem ser uma terceira via entre a solenidade da escrita de um livro e o anódino da informação de um ecrã.

Sete Partidas

A doença do coronavírus serve de desculpa para tudo? novidade

À boleia da pandemia que nos aflige, vejo coisas a acontecer que não podem deixar de me espantar, pela sua aberração e desfaçatez de quem as pratica. Em meados de fevereiro, em Mullaithivu, no norte do Sri Lanka, foi descoberta uma vala comum enquanto se procedia às escavações para as fundações duma extensão do Hospital de Mankulam. Segundo os médicos legistas, os restos mortais encontrados têm mais de 20 anos.

Visto e Ouvido

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

Parceiros

Fale connosco