Mulheres na mudança

Duas leigas espanholas nomeadas para comissões do Sínodo

| 20 Jul 2021

Nathalie Becquart, Sínodo dos Bispos

Nathalie Becquart, nomeada em Fevereiro para subsecretária do Sínodo; agora, mais duas mulheres foram integradas no processo de preparação da assembleia de 2023. Foto reproduzida da página de Kim Daniels no Twitter (https://twitter.com/KDaniels8/status/1358078603943153664)

 

Duas leigas espanholas foram nomeadas para participarem nos trabalhos preparatórios do Sínodo dos Bispos de 2023: Carmen Peña García, professora de direito canónico, vai integrar a comissão de teologia e Cristina Inogés, formada em teologia pela Faculdade de Teologia Protestante de Madrid, fará parte da comissão de metodologia.

A notícia foi divulgada pelo jornal digital Religión Digital que considera estas nomeações como sinal de que “as coisas estão a mudar na Igreja”.

As comissões preparatórias reúnem a partir do próximo mês de outubro e serão instrumentos-chave no processo de preparação do sínodo que tem como tema “Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão” e tem por opção ser um processo de escuta do povo de Deus.

Anunciado em março, este é um dos temas decisivos do pontificado de Francisco e do caminho de reforma encetado por este Papa.

Um mês antes, o Papa Francisco nomeara a primeira mulher com direito a voto no Sínodo dos Bispos. Nathalie Becquart, freira francesa, desempenhará o cargo de subsecretária daquele organismo criado em 1965 por Paulo VI.

A propósito dessa nomeação, o secretário-geral do Sínodo dos Bispos, cardeal Mario Grech, afirmara, sobre a nova subsecretária, que a nomeação pretendia contribuir para uma Igreja mais “sinodal e missionária”, considerando que “foi aberta uma porta” no que diz respeito à participação das mulheres nos “processos de discernimento e decisão eclesial”.

 

Representante dos sobreviventes de Nagasaki solidário com a Ucrânia

Nos 77 anos do ataque atómico

Representante dos sobreviventes de Nagasaki solidário com a Ucrânia novidade

“Apelo a todos os membros” do Parlamento japonês, “bem como aos membros dos conselhos municipais e provinciais” para que se “encontrem com os hibakusha (sobreviventes da bomba atómica), ouçam como eles sofreram, aprendam a verdade sobre o bombardeio atómico e transmitam o que aprenderem ao mundo”, escreve, numa carta lida nas cerimónias dos 77 anos do ataque atómico sobre Nagasaki, por um dos seus sobreviventes, Takashi Miyata.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Evento "importantíssimo" para o país

Governo assume despesas da JMJ que Moedas recusou

A ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, chegou a acordo com o presidente da Câmara de Lisboa sobre as Jornadas Mundiais da Juventude, comprometendo-se a – tal como exigia agora Carlos Moedas – assumir mais despesa do evento do que aquela que estava inicialmente prevista, noticiou o Expresso esta quarta-feira, 3.

Multiplicar o número de leitores do 7MARGENS

Em 15 dias, 90 novos assinantes

Durante o mês de julho o 7MARGENS registou 90 novos leitores-assinantes, em resultado do nosso apelo para que cada leitor trouxesse outro assinante. Deste modo, a Newsletter diária passou a ser enviada a 2.863 pessoas. Estamos ainda muto longe de duplicar o número de assinantes e chegar aos 5.000, pelo que mantemos o apelo feito a 18 de julho: que cada leitor consiga trazer outro.

Parceria com Global Tree

JMJ promove plantação de árvores

A Fundação Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 e a Global Tree Initiative estabeleceram uma parceria com o objectivo de levar os participantes e responsáveis da organização da jornada a plantar árvores. A iniciativa pretende ser uma forma de assinalar o Dia Mundial da Conservação da Natureza, que se assinala nesta quinta-feira, 28 de julho.

Padres de Lisboa saem em defesa do patriarca

Abusos sexuais

Padres de Lisboa saem em defesa do patriarca

O Secretariado Permanente do Conselho Presbiteral do Patriarcado de Lisboa saiu em defesa do cardeal patriarca, D. Manuel Clemente, numa nota publicada esta terça-feira à noite no site da diocese. Nas últimas semanas, Clemente tem sido acusado de não ter dado seguimento a queixas que lhe foram transmitidas de abusos sexuais.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This