Egito: Avança criação do “Caminho da Sagrada Família”, uma das mais extensas rotas de peregrinação do mundo

| 11 Jan 2021

mosteiro wadi el natrun, egito, Foto Weiss Kirchner/Wikimedia Commons

O complexo monástico de Wadi El Natrun, nos arredores do Cairo, é um dos 25 pontos de passagem do “Caminho da Sagrada Família”. Foto: Weiss Kirchner/Wikimedia Commons.

 

Apesar da pandemia de covid-19, está a avançar o ambicioso projeto patrocinado pelas autoridades egípcias para a criação do “Caminho da Sagrada Família”, um itinerário turístico-religioso que irá ligar os lugares que, de acordo com a tradição, Maria, José e Jesus teriam atravessado quando procuraram refúgio no Egito para escapar à violência do rei Herodes e que será uma das mais extensas rotas de peregrinação religiosa do mundo, avançou o Vatican News.

“É o presente de Natal que o Egito dá ao mundo”, afirmou o coordenador do projeto e diretor geral de relações internacionais da Autoridade de Desenvolvimento do Turismo no país, Adel al Gindy, citado pelo portal noticioso do Vaticano na passada quinta-feira, 7 de janeiro, que no calendário juliano coincide é 25 de Dezembro e é a data em que os cristãos coptas (egípcios) celebraram o Natal. “O ‘Caminho’ une 25 lugares queridos à memória dos cristãos egípcios, percorrendo um itinerário de 3500 quilómetros, cruzando 11 províncias, do delta do Nilo ao Alto Egito”, sublinhou.

Entre os lugares que fazem parte do itinerário incluem-se os mosteiros de Wadi El Natrun, também conhecidos como “Árvore de Maria” em el Matariya (nos arredores do Cairo), a Igreja da Virgem Maria em Jabal al-Tayr (na província de Minya) e o mosteiro de Deir al Muharraq (na província de Assiut), onde a Sagrada Família, segundo tradições locais, teria vivido mais de seis meses numa gruta, posteriormente incorporada numa capela deste mosteiro.

O projeto começou a ser pensado há cerca de vinte anos, mas só foi relançado pelo Governo egípcio em abril de 2017, após a viagem apostólica do Papa Francisco, cujo apoio foi decisivo. Em 2019, as autoridades do país iniciaram as diligências para que a rota possa ser reconhecida como Património Mundial pela Unesco. Adel al Gindy prometeu mais detalhes sobre os avanços e previsão de conclusão do projeto nos próximos dois meses.

 

Quando os padres não abusadores são as vítimas colaterais dos abusos do clero

Encontro “Cuidar” em Lisboa

Quando os padres não abusadores são as vítimas colaterais dos abusos do clero novidade

“O que encontramos assusta-me: desilusão, depressão, crise existencial, perda de identidade, fim da relação entre presbíteros, perda de confiança na instituição e na hierarquia.” O diagnóstico cáustico é feito ao 7MARGENS pelo padre inglês Barry O’Sullivan, 61 anos, da diocese de Manchester, que estudou o impacto dos abusos sexuais entre os padres não abusadores.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

De 1 a 31 de Julho

Helpo promove oficina de voluntariado internacional

  Encerram nesta sexta-feira, 24 de Junho, as inscrições para a Oficina de Voluntariado Internacional da Helpo, que decorre entre 1 e 3 de Julho. A iniciativa é aberta a quem se pretenda candidatar ao Programa de Voluntariado da Organização Não Governamental para...

Luz e negrume

Luz e negrume novidade

As obras de Pedro Costa, cineasta, Rui Chafes, escultor, e Paulo Nozolino, fotógrafo, e de Simon Hantaï, artista plástico, estão expostas em Paris, respectivamente no Centre Georges Pompidou e na Fundação Louis Vitton. Um autor, identificado como Anonymous, estabelece com elas um diálogo em dois poemas traduzidos por João Paulo Costa, investigador na área de filosofia e autor de À sombra do invisível (Documenta, 2020).

Paróquia de Nossa Senhora da Hora: Ouvir os leigos na nomeação de padres e bispos

Contributos para o Sínodo (23)

Paróquia de Nossa Senhora da Hora: Ouvir os leigos na nomeação de padres e bispos novidade

Os leigos devem ser ouvidos nos processos de nomeação de párocos e de escolha dos bispos e a Igreja deve ter uma lógica de reparação da situação criada pelos abusos de menores. Evitar o clericalismo e converter os padres a uma Igreja minoritária, pobre, simples, dialogante, sinodal é outra das propostas do Conselho Paroquial de Pastoral da Paróquia de Nossa Senhora da Hora (Matosinhos).

Saúde mental dos jovens: a urgência de um novo paradigma

Saúde mental dos jovens: a urgência de um novo paradigma novidade

A saúde mental dos jovens tem-se vindo a tornar, aos poucos, num tema com particular relevância nas reflexões da sociedade hodierna, ainda que se verifique que estas possam, muitas das vezes, não resultar em concretizações visíveis e materializar em soluções para os problemas que afetam os membros desta mesma sociedade. A verdade é que, apesar de todos os esforços por parte dos profissionais de saúde e também das pessoas, toda a temática é, ainda, envolvida por uma “bolha de estigmas”, o que a transforma numa temática-tabu.

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This