Em Roma e em todas as dioceses católicas

Encontro Mundial de Famílias terá formato inédito

| 2 Jul 2021

encontro mundial de familias papa ecclesia direitos reservados

De acordo com o Papa Francisco, esta será uma oportunidade de promover a participação das comunidades diocesanas do mundo inteiro no encontro. Foto: Ecclesia/Direitos reservados.

 

O Papa Francisco anunciou nesta sexta-feira, 2 de julho, que o próximo Encontro Mundial das Famílias vai decorrer, entre 22 e 26 de Junho de 2022, num formato inédito: haverá uma assembleia em cada diocese católica, em ligação com Roma, em vez de um encontro mundial e multitudinário numa cidade.

Francisco justifica a alteração dizendo que esta “será uma oportunidade da Providência para realizar um evento mundial capaz de envolver todas as famílias que quiserem sentir-se parte da comunidade eclesial”.

“Na medida do possível, convido as comunidades diocesanas a organizar iniciativas a partir do tema do encontro, utilizando os símbolos que a Diocese de Roma está a preparar. Peço que sejam dinâmicos, activos e criativos, para se organizarem com as famílias, em sintonia com o que acontecerá em Roma”, refere o Papa, numa mensagem em vídeo divulgada pelo Vaticano e que pode ser vista a seguir:

 

Este 10.º Encontro Mundial das Famílias terá como tema “O Amor em família: vocação e caminho de santidade” e já tinha sido adiado por um ano – estava previsto para este Verão –, por causa da pandemia.

Nas edições anteriores, diz o Papa, a maior parte das famílias ficava em casa e “o encontro era visto como uma realidade distante, no máximo acompanhada pela televisão, ou desconhecida para a maioria das famílias”.

Agora, pretende-se uma forma “multicêntrica e disseminada” para promover a participação das comunidades diocesanas do mundo inteiro.

Em Roma, sede principal do encontro, estarão alguns delegados da Pastoral Familiar que participarão no Festival das Famílias, no Congresso Pastoral e na missa final, que serão transmitidos para o mundo inteiro, esclarece o Papa. Depois, em cada diocese, haverá um encontro local, “para as suas famílias e comunidades”.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“Ucrânia tem direito à defesa, mas só meios militares é um risco”

Comissões Justiça e Paz da Europa

“Ucrânia tem direito à defesa, mas só meios militares é um risco” novidade

“O direito da Ucrânia a defender-se é indiscutível e todos os fornecimentos de armas que permitam a sua defesa no quadro dos imperativos da proporcionalidade e do direito humanitário internacional são legítimos”, diz a plataforma católica Justiça e Paz Europa. No entanto, “os meios militares, por si só, não podem trazer uma paz duradoura”.

A hermenêutica de Jesus (3): Jesus e as Parábolas

A hermenêutica de Jesus (3): Jesus e as Parábolas novidade

O ensino das sagradas escrituras na época de Jesus era uma prática comum entre o povo judeu. Desde cedo, os rabinos ensinavam às crianças a leitura e escrita da Torá e a memorizar grandes porções da mesma. Entre as várias técnicas de ensino, estava a utilização de parábolas.

Agenda

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This