Primeiros contributos

Entusiasmo e desejo de mudança no processo sinodal católico em Angola

| 14 Jan 22

angola igeja sinodo foto vatican news sem creditos (1200 x 900 px)

“Do mais recôndito centro paroquial, da mais recôndita capela de uma missão ou paróquia e catedrais, chegam contribuições que fazem jus ao lema do Sínodo”. Foto: Direitos reservados.

 

 

Entusiasmo e desejo de mudanças na vida da Igreja têm caraterizado, em Angola, a fase inicial do Sínodo que a Igreja Católica está a viver, desde outubro de 2021, de acordo com o Vatican News, portal de notícias do Vaticano.

“Do mais recôndito centro paroquial, da mais recôndita capela de uma missão ou paróquia e catedrais, chegam contribuições que fazem jus ao lema do Sínodo: ‘Por uma igreja sinodal, comunhão, participação e missão’”, escreve de Luanda Anastácio Sasembele, jornalista da Rádio Ecclesia.

O repórter dá conta da dinâmica existente em várias dioceses do país. Em Luanda, o responsável-referente do processo sinodal conta receber as sínteses das paróquias durante este mês. Por sua vez, na diocese de Caxito, já começaram a chegar os contributos. É o caso da paróquia de São Marcos do Belo Monte, onde os grupos de liturgia e acolitado responderam às questões contidas no documento-guia. Um dos temas de preocupação, escreve o Vatican News, é “a relação entre os leigos e consagrados no serviço da igreja”.

Já no caso da diocese do Uíge, o documento preparatório do Sínodo foi objeto de reflexão numa assembleia diocesana de pastoral que decorreu este mês de janeiro, de 4 a 8.

Os bispos angolanos estão juntos com os santomenses, na Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST). Na assembleia plenária realizada em outubro de 2021, definiram recomendações quanto ao processo sinodal, que estão a ser observadas nos dois países africanos, sendo o Sínodo “uma das principais preocupações da Igreja local”.

 

Abusos na Igreja e Vaticano: “Fazer o que ainda não foi feito”

Análise

Abusos na Igreja e Vaticano: “Fazer o que ainda não foi feito” novidade

Sobre as leituras e as consequências do estudo divulgado há precisamente uma semana relativamente aos abusos na Arquidiocese de Munique, umas das principais da Alemanha, o mundo católico encontra-se em suspenso. Já esta sexta-feira, 28, espera-se o pronunciamento da diocese visada e tanto o Vaticano como Bento XVI anunciaram ir estudar atentamente o documento, tendo o Papa Emérito prometido responder.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Centro de Formação Cristã inaugura disciplina sobre ecologia integral

Diocese de Leiria-Fátima

Centro de Formação Cristã inaugura disciplina sobre ecologia integral novidade

A partir do próximo dia 8 de fevereiro, a Escola Diocesana Razões da Esperança (EDRE), do Centro de Cultura e Formação Cristã da Diocese de Leiria-Fátima, contará com uma novidade na sua oferta formativa: pela primeira vez e de forma mais sistematizada, será dada atenção às questões ambientais e ecológicas, na linha do que o Papa Francisco propõe na Encíclica Laudato Si’. A disciplina terá a designação de “Cuidar da Terra, cuidar do outros” e será lecionada por elementos da Rede Cuidar da Casa Comum, noticia a diocese no seu site.

Thich Nhat Hanh: Buda e Jesus são irmãos

Thich Nhat Hanh: Buda e Jesus são irmãos novidade

Regressei ao cristianismo. Mas fui budista zen cerca de quinze anos, integrada na orientação budista zen do mestre japonês Taisen Deshimaru (Associação Zen Internacional); tendo como mestre um dos seus discípulos, Raphael Doko Triet. Gostaria de lhe prestar aqui a minha homenagem pois aprendi muito com ele, ligando-nos ainda – embora à distância – uma profunda amizade.

Fale connosco

Abusos na Igreja
Dar voz ao silêncio

Contactos da Comissão Independente

https://darvozaosilencio.org/

E-mail: geral@darvozaosilencio.org

Telefone: (+351) 91 711 00 00

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This