Escrituras Bahá’ís

Epístola da Sabedoria, sobre ciência e fé, apresentada em conferência online

| 18 Fev 2022

A Epístola da Sabedoria, um dos textos mais relevantes das Escrituras Bahá’ís, que destaca a importância da ciência e da religião, será apresentada numa conferência digital a realizar neste sábado, 19 de Fevereiro, às 20h de Lisboa, através da aplicação Zoom.

Tendo a particularidade de apresentar a perspectiva bahá’í no debate Criação/Evolução e de descrever a influência dos filósofos da antiguidade na história da humanidade, a Epístola da Sabedoria foi revelada por Bahá’u’lláh (o fundador da Fé Bahá’í) em 1873, quando estava exilado na Palestina Otomana.

A apresentação será feita por Marco Oliveira, autor do blog Povo de Bahá e investigador bahá’í, cujos interesses se focam no estudo das Escrituras e na teologia. Foi Marco Oliveira que, há dois anos, publicou Terapia Divina, uma antologia das escrituras bahá’ís (ver 7MARGENS).

A conferência sobre a Epístola da Sabedoria é uma iniciativa d’O Rouxinol Canta…, um grupo informal de estudos bahá’ís em língua portuguesa, que tem vindo a organizar vários eventos online com o objectivo de estudar e analisar temas sociais e religiosos numa perspectiva bahá’í.

A participação é livre e não está sujeita a qualquer registo prévio.

 

A Loucura do Bem Comum

A Loucura do Bem Comum novidade

O auditório está quase cheio e no pequeno palco alguém inicia a conferência de abertura. Para me sentar, passo frente a quem chegou a horas e tento ser o mais discreta possível. Era o primeiro tempo do PARTIS (Práticas Artísticas para a Inclusão Social) de 2024 na Fundação Gulbenkian. O tema “Modelos de escuta e participação na cultura” desafiou-me a estar e ganhei esse tempo! [Texto Ana Cordovil]

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

O regresso da sombra da escravidão

O regresso da sombra da escravidão novidade

Vivemos um tempo de grande angústia e incerteza. As guerras multiplicam-se e os sinais de intolerância são cada vez mais evidentes. A fim de ser concreta também a nossa Quaresma, o primeiro passo é querer ver a realidade. O direito internacional e a dignidade humana são desprezados. [O texto de Guilherme d’Oliveira Martins]

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This