Escuteiros angariaram 66 toneladas de alimentos para o Banco Alimentar Contra a Fome

| 5 Jun 20

O Corpo Nacional de Escutas (CNE), através dos agrupamentos de escuteiros espalhados por todo o país, reuniu um total de 66 toneladas de alimentos para apoiar o Banco Alimentar Contra a Fome, instituição à qual têm chegado cada vez mais pedidos de ajuda e que este ano se viu impossibilitada de realizar a sua habitual campanha nos supermercados devido à pandemia de covid-19.

Entre os dias 16 e 28 de maio, os diferentes agrupamentos apelaram à solidariedade das comunidades nas quais se inserem, tendo criado pontos de recolha de alimentos nas suas sedes, paróquias e outros espaços, aos quais as pessoas eram convidadas a dirigir-se para entregar bens alimentares não perecíveis previamente adquiridos.

“Criámos uma onda mobilizadora de solidariedade” que procurou “contribuir para minimizar as carências que muitos vivem neste momento”, disse José Rodrigues, o secretário nacional do CNE para o Ambiente e Sustentabilidade, num comunicado citado pela agência Ecclesia.

Todos aqueles que queiram ajudar o Banco Alimentar, poderão ainda fazê-lo através do projeto Rede de Emergência Alimentar, lançado pela própria instituição para enfrentar o aumento de pedidos de ajuda na sequência da crise gerada pela pandemia de covid-19.

Só no último mês, mais de 16 mil famílias pediram apoio direto ao Banco Alimentar, o que representa cerca de 60 mil pessoas, que acrescem às habitualmente apoiadas pela instituição.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This