Início da Assembleia dos bispos

Espanha: “As vítimas de abuso são a nossa prioridade absoluta”

| 25 Abr 2022

Abertura da Conferência Episcopal Espanhola pelo cardeal Omella. Foto @ captura de ecrã

Abertura da Conferência Episcopal Espanhola pelo cardeal Omella. Foto @ captura de ecrã

 

O Cardeal Arcebispo de Barcelona, ​​​​Juan José Omella, defendeu, perante todos os bispos espanhóis, que “as vítimas são a nossa prioridade absoluta” no que diz respeito aos casos de abusos sexuais por membros da Igreja Católica em Espanha. O prelado discursava na abertura da Assembleia Plenária dos bispos naquele país, citado pela Vida Nueva.

Esta é a primeira plenária que os bispos realizam após a decisão de encomendar uma auditoria externa ao escritório de advocacia Cremades & Calvo-Sotelo para lidar com a crise dos abusos. Omella aprofundou esta questão, detalhando que serão analisados ​​”todos os casos documentados até ao momento e aqueles que possam ser apresentados tanto no referido escritório como nos escritórios diocesanos durante o estudo”.

O bispo de Barcelona, que é presidente da CEE, manifestou a sua “colaboração com as autoridades civis para esclarecer a verdadeira dimensão dos acontecimentos e estabelecer
eficaz em todos os campos”, mesmo que não tenha referido explicitamente que a investigação terá acesso aos arquivos diocesanos.

Com um novo ‘mea culpa‘, ele expressou a sua “profunda dor pelos crimes cometidos pelos nossos irmãos”. Ao mesmo tempo, lembrou que a Igreja percorreu “um longo caminho” na luta contra este drama, mas destacou que agora se faz com “transparência, rigor técnico e consistência jurídica”.

No mesmo discurso, referiu-se que a proibição de manifestação em frente a clínicas abortivas é “uma restrição preocupante para a liberdade no espaço público”. O presidente do episcopado defendeu que “o Estado, em vez de promover o aborto, deve proteger com ajuda económica e social quem decide dar à luz uma nova vida”, afirmou, com uma mensagem clara para todos os governantes: “O Estado não é responsável pelo proselitismo do aborto, mas sim pela garantia de liberdade e assistência à pessoa, seja qual for a sua decisão”.

 

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos

Relatório da ONU alerta

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos novidade

O mais recente relatório da ONUSIDA, divulgado esta terça-feira, 29 de novembro,  é perentório: “o mundo continua a falhar à infância” na resposta contra a doença. No final de 2021, 800 mil crianças com VIH não recebiam qualquer tratamento. Entre os cinco e os 14 anos, apenas 40% tiveram acesso a medicamentos para a supressão viral. A boa notícia é que as mortes por sida caíram 5,79% face a 2020, mas a taxa de mortalidade observada entre as crianças é particularmente alarmante.

Gracia Nasi, judia e “marrana”

Documentário na RTP2

Gracia Nasi, judia e “marrana” novidade

Nascida em Portugal em 1510, com o nome cristão de Beatriz de Luna, Gracia Nasi pertencia a uma uma família de cristãos-novos expulsa de Castela. Viúva aos 25 anos, herdeira de um império cobiçado, Gracia revelar-se-ia exímia gestora de negócios. A sua personalidade e o destino de outros 100 mil judeus sefarditas, expulsos de Portugal, são o foco do documentário Sefarad: Gracia Nasi (RTP2, 30/11, 23h20).

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This