Espanha: Autoridades locais mandam retirar cruzes da via pública

| 10 Mar 2021

Cruz arrancada em Aguilar de la Frontera (Córdova). Foto: Direitos reservados.

Cruz arrancada em Aguilar de la Frontera (Córdova). Foto: Direitos reservados.

O presidente da Câmara de Sant Vicenç de Montalt, município nos arredores de Barcelona, mandou retirar, no final da semana passada, a cruz de pedra existente diante da igreja da povoação, noticiou o e-cristians esta terça-feira, 9 de março.

Eleito pelo Junts per Catalunya, Victor Llasera tomou a mesma decisão que outros presidentes da câmara das regiões de Córdova e de Cáceres, que também mandaram retirar da via pública símbolos cristãos, nomeadamente nas localidades de Aguilar de La Frontera (Córdova) e La Pesga (Cáceres).

A polémica decorre da revitalização da Lei da Memória Histórica (votada pelas Cortes espanholas a 26 dezembro de 2007), que se manteve sem grande aplicação durante os governos do PP chefiados por Mariano Rajoy (2011-2018). A lei impõe a retirada de todos os símbolos franquistas dos lugares públicos.

As cruzes em questão assinalam, segundo setores conservadores católicos, lugares em que importa recordar a memória dos espanhóis mortos pelos republicanos durante a guerra civil. Contudo, as autoridades locais eleitas por partidos de esquerda alegam que tais cruzes, conhecidas como “cruz dos caídos” (à semelhança da existente no Vale dos Caídos, no Escorial) contêm símbolos franquistas e exaltam o nacionalismo falangista.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

podcast

“Estado social: as crises são todas iguais?”

“Estará o Estado Social a definhar? Como reagiu o nosso Estado Social à crise financeira de 2010? E à pandemia? Como responderam o nosso e o dos outros? Qual das duas crises ‘infetou’ mais o Estado Social português?”

Agenda

There are no upcoming events.

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This